História I'm sorry - saiko x ycaro - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Saiko Ycaro
Visualizações 86
Palavras 1.203
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi! Saudades?

Eu não vou explicar muito a minha demora de postar capítulo novo na minha fanfic de Sykaro, só quero que saibam que eu realmente tô MUITO sem tempo pra escrever, ainda mais agora que estou em semana de provas.

Essa ideia de criar esse Oneshot veio do além, apareceu na minha mente do nada e eu resolvi escrever, eu espero que gostem dessa parada meio sombria.

E não, não é esse Oneshot que eu estava citando nas atividades do Spirit (isso é meio que um Twitter tlg?), esse vai vir mais em breve, junto com um de Saikolarte e o capítulo novo de I Hate Loving You, morô?
Vocês vão enjoar da minha escrita desse jeito ameudeus.

Okay vou parar de enrolar, espero que gostem e muito obrigada pelos favoritos da minha fanfic.

Boa Leitura bebes 💜

Capítulo 1 - I will always love you - único


Ycaro esticou seu braço, ligando a câmera que estava em seu tripé, verificou se estava focando em seu rosto. Ao mesmo tempo que estava com um biquinho vendo que a mesma sempre ficava embaçada, por fim conseguiu arruma-la.

Sentou em seu banquinho e deu um suspiro cansado, seus olhos estavam com olheiras horríveis, o brilho de seus olhos não existiam, sua feição clamava por ajuda. Deu um sorriso falso e começou a falar para a câmera:

-“Então Saiko, você deveria estar se perguntando o por quê de você estar assistindo a esse vídeo, deve estar se perguntando onde eu estou, e se estou bem. Nesse exato momento em que está assistindo isso, eu já teria ido embora, e será tarde demais.” – Ycaro olhava fixamente para a câmera, segurando suas lágrimas que teimavam incansavelmente.

-“Meu amor, quero que não se sinta culpado por nada do que fez. A culpa foi toda minha de não ter te dado a atenção que queria, a culpa foi minha de não ter demonstrado todo o amor que tinha, tudo de ruim que aconteceu com nós, foi tudo minha culpa. Você ter me traído com a Skii foi a consequência de eu não ter tido tempo para você.” – O loiro respirou fundo, fechou seus olhos, sentindo uma pequena gota de lágrima cair em suas bochechas, logo depois voltou a olhar para a câmera.

-“Eu não estava me sentindo bem, eu não tinha animação para mais nada, tudo em minha volta era um mundo preto e branco, era um mundo totalmente sombrio e vazio, tudo me estressava, principalmente meu trabalho. Mas quando eu chegava em casa, você estava lá, você sempre me recebia com carinho, amor, e eu de fato não dava bola para isso. Eu estava desligado demais para perceber que nosso relacionamento estava desmoronando e que tudo isso era minha culpa. Eu nunca vou me perdoar por ter feito isso contigo, por não ter te dado todo o amor que você me deu.” – naquele momento o pequeno já falava entre pequenos soluços e lágrimas encharcando seu rosto.

-“Eu não queria ter feito isso, mas tudo em minhas volta estava desmoronando, eu entrei em uma depressão sem você saber.” – Ycaro riu sem humor, enquanto continuava chorando –“Eu sempre escondia as coisas de você, eu sempre deixava as coisas apenas para mim, e sempre que você me perguntava se eu estava bem eu mentia, enquanto por dentro eu implorava por sua ajuda. Mas eu sou tão, tão orgulhoso, que por causa disso você parou de se preocupar como antes. E foi aí que tudo piorou, foi aí que parei de sentir meu coração bater. Você parou de me amar, pelo menos era isso que parecia.” – os soluços do mais novo agora haviam se intensificado, e o mesmo parava de vez em quando para se acalmar e respirar um pouco, porém estava sendo difícil.

-“Eu havia saído mais cedo do trabalho, naquele dia uma energia boa me consumia por inteiro, eu estava alegre depois de um bom tempinho, e eu queria fazer uma surpresa pra você. Eu passei no supermercado e comprei todas as coisas para poder fazer um jantar especial para nós dois, eu achava que naquele dia talvez as coisas voltassem ao normal, eu achava que toda aquela frieza que eu tinha com você iria se esgotar aos poucos. Mas não deu certo, no momento em que eu vi você na nossa cama, me traindo com uma mulher, eu não conseguia respirar direito.”

-“Eu sabia que a culpa era minha, mas porra, me trair? Depois das pequenas coisas boas que tivemos juntos. Se não quisesse ficar comigo era apenas ter me dito antes de eu descobrir que você havia me traído. Por incrível que pareça eu não fiz escândalo e muito menos discutimos, apenas conversamos como pessoas normais. Você desabafou, falou que não estava aguentando mais, disse que eu não dava bola para você... e você estava certo, então acabei com tudo.

-“Eu pensei que nosso término iria nos ajudar com alguma coisa, mas isso apenas piorou minha situação. Eu estava com saudades do seu cheiro, do seu carinho, da sua voz e da sua risada incrivelmente fofa, eu estava com saudades das nossas boas madrugadas, eu apenas sentia falta de você. Eu não o valorizei quando estava comigo, eu não estava contente com a minha vida e eu descontava a merda toda em você, e por causa disso eu te perdi. Pra sempre.” – Ycaro desabou, ficou ali chorando por longos minutinhos, mas logo depois tratou de respirar e continuar.

-“Eu te amo, Saiko. Eu sempre te amei, todos os últimos minutos da minha vida eu parei para pensar no quanto que eu seria feliz se não fosse por causa de mim, se não fosse por causa do meu orgulho. Eu não queria que acabasse assim, eu não queria que acabasse em mim com uma corda no pescoço, enquanto você está assistindo esse vídeo.”

-“Para ter uma noção, depois do nosso término tudo havia piorado, eu perdi o emprego no qual eu me dediquei mais do que você, minha mãe havia falecido... e eu havia perdido a pessoa que mais me amava no mundo, eu havia perdido você, Rodrigo. E tudo isso aconteceu por minha culpa. Então foi por causa disso que eu não quero mais ter que passar dias da minha vida me culpando por ter acabado com o meu pingo de felicidade. Chegou a minha hora.”

-“Eu te amo Rodrigo Ximenes, eu te amo com todas as minhas forças que ainda me restam. Me perdoe por todas as coisas que eu já fiz a você. No momento eu desejo que você seja ainda mais alegre e que continue com esse seu sorriso cativante que havia conquistado meu coração. E se você se sentir culpado, por favor não sinta isso, foi para o meu bem, foi para o nosso bem.” – O pequeno deu uma última suspirada para a câmera, limpou suas lágrimas, e sorriu, forçado, mas tentou ser o mais sincero possível.

-“Eu te agradeço por tudo que fez por mim. Espero que outra pessoa retribua todo esse amor por mim. Não se esqueça de que eu te amo muito.” – Ycaro sorriu amarelo e desligou a câmera, não antes de sussurrar um “tchau”.

Rodrigo estava paralisado, seu coração batia incansavelmente e sua respiração era muito difícil de controlar, seus soluços já davam para se ouvir do outro lado da rua e suas lágrimas encaravam todo o seu rosto. Estava desesperado, estava com medo, e principalmente, se sentia culpado.

Culpado por não ter se esforçado ainda mais, culpado por não ter estado com ele na pior fase, culpado por ter o traído quando sabia que ele já estava morto por dentro.

Saiko colocou as duas mãos na cabeça e chorou ainda mais enquanto se lembrava dos inúmeros momentos bons que tinha junto com o seu loiro. Por que aquilo havia acabado desse jeito? Iria ser tão melhor se tudo tivesse voltado ao normal.

Seu peito doía e sua respiração ofegante ainda clamava por oxigênio, suas borboletas no estômago comiam seu intestino e uma grande sensação ruim o consumiu por inteiro.

Já era tarde demais.

-“Ycaro eu te amo, seu burrinho.” – Saiko sussurrou para si mesmo e fechou os olhos.


Notas Finais


se tiver algum erro, relevem. Eu estou com muito sono e mal posso esperar para dormir aaaa.

Ficou curto, um pouco sem sentido, mas por um breve segundo me deu muita vontade de escrever algo desse tipo.

(não vou mentir que gosto quando vocês opinam sobre o que escrevo, então se quiserem ser cem por cento sinceros sobre a one, fiquem a vontade!)

amo vuces bolinhos de chocolate


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...