História I'm sorry - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Personagens Originais, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Sebaek
Visualizações 21
Palavras 1.253
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Shipp novo na casa
Espero que gostem
Kissus e boa leitura

Capítulo 1 - Inicio dos problemas


Fanfic / Fanfiction I'm sorry - Capítulo 1 - Inicio dos problemas



Arrependimento? Talvez Baekhyun tenha tido aquele sentimento nos primeiros dias, arrependimento de ter sido tão idiota ao ponto de acreditar que aquele alfa lhe levaria a sério rs, ele era um empresário lindo, desejado, casado com uma bela mulher e ele? Apenas um garoto colegial de 15 anos que tinha saído de sua pequena cidade por ter ganhado uma bolsa de estudo na grande seul e agora tina quebrado a promessa que fez a sua mãe de se focar nos estudo e foi para cama com um alfa casado mas que culpa tinha ele? Era um alfa, mesmo se não o desejasse conseguiria o levar para cama com facilidade, mas aquilo era o de menos estava já no ultimo mês, não tinha contado nada a sua mãe, e não sabia se iria continuar com os estudos tendo em conta a responsabilidade...Aah sua vida estava um caus.

–Senhor Byun? Esta prestando atenção?– Baekhyun acordou com o som da voz do professor.

–s-sim–

–se não estiver se sentindo bem pode ir tomar um ar lá fora– um ar era uma boa ideia.

Baekhyun arrumou suas coisas na mochila sobre o olhar atento dos outros logo se levantou e saiu da sala porém nos corredores os olhares se mantinham afinal, era um ómega de 15 anos carregando uma barriga de 8 messes e 3 semanas sem nenhum alfa como responsável e aquilo ali tinha nome, puta, viado e vários outros que sussurravam nas costas do ómega.

Baekhyun preferiu encerrar as aulas por aquele dia e voltar para seu flerte.

Chegando ao mesmo o ómega suspirou e foi pegar um copo de agua e quando o bebia sentiu uma dor incomum em suas costas, uma dor que nunca tinha sentido antes e outra foi em seu vente...não não podia estar na hora.

Baekhyun pegou seu celular e ligou para emergência pedindo uma ambulância e logo foi até sua cama se sentando e respirando fundo e com calma mas a dor estava muito intensa e quando viu o liquido escorrer por entre suas pernas seu desespero aumento.

Sua bolsa já tinha estourado, não tinha ninguém ali, seu bebê precisava de ar...

Baekhyun tirou seu blazer de uniforme e o jogou longe retirando seus sapatos e calça com bastante dificuldade logo se deitou na cama com as pernas abertas.

–por favor se forte– sussurrou perante as lágrimas e logo começou a fazer força ignorando a dor insuportável, uma força que não sabia que tinha.

Baekhyun fez uma pausa ao sentir a cabeça de seu bebê e agarrou firme os lençóis fazendo mais força ainda logo com ajuda de suas mão segurou no bebe que já estava quase todo fora terminando o processo e ao ouvir aquele choro...seu coração se encheu de alegria e emoção.

–meu bebê– Baekhyun trouxe a menina até si ali deitado na cama exausto –minha vida– acariciou o rosto da mesma que apenas chorava –eu te amo– sussurrou logo sentiu a escuridão o abraçar.

os para-médicos arrombaram a porta e entraram indo até os dois ali na cama e cortaram o cordão logo levando a menina para cuidados logo checaram a pulsação do pequeno ómega.

–não estou sentindo– disse a paramédica. –acho que o perdemos–

......

6 meses depois....

Kyungsoo olhava o nada enquanto ouvia os gritos já imaginando a sena que acontecia lá dentro e sentia pena dos coitados que certamente seria demitidos.

–estão demitidos!–Gritou o alfa e segundos depois o beta viu 3 cara saindo da sala e pensou 100 vezes se devia ou não entrar, não queria ser a próxima vitima da ira de Oh Sehun que nas ultimas semana estava com mais cara de bunda que o normal.

–entra logo!– gritou e o beta se assustou entrando e fechou a porta trás de si e ficou olhando o alfa bagunçar os cabelos em frustração.

–se continuar assim ficamos sem funcionários–

–são todos incompetentes–

–tem certeza que é isso?– perguntou e ganhou aquele olhar mortal que para outros podia lhes meter medo mas com o tempo o beta foi se habituando.

–aff, é a Sana–

–o que ela tem?–

–é o que ela não tem–

–e o que seria?–

–fomos fazer uns testes a pouco e...ela não pode gerar filhotes–

–ooh, e você como alfa necessita de filhotes...complicado–

–complicado? É só isso que você tem a dizer? você sabe como é não poder ter um Filhote?–

–tendo em conta que sou um beta...sim, mas para vocês adotar deve ser fácil são casados a anos, são ricos–

–adotar? Eu quero um filho do meu sangue, meu orgulho não me permite adotar–

–e o que vai fazer?–

–vou me separar dela–

–O Que? Terminar uma relação de anos pelo simples facto de ela não poder te dar filhos?–

–aff eu já tomei minha decisão e meu advogado já deve estar a chegar, eu vou me separar dela e me casar com a primeira ómega que engravidar e de um menino de preferência–

Kyungsoo não podia acreditar no que estava a ouvir. –quer dizer você traiu ela e agora a abandona?–

–quando foi que eu trai ela?–

–aquele ómega ou melhor, aquele garoto que esteve aqui em uma visita de estudo no ano passado o que você fez com ele? Porque você comia ele com os olhos descaradamente–

–aff aquilo já foi ha 1 ano eu nem lembro mais como è o rosto dele–

–e vai dizer que não fez nada com ele?–

–rs, você sabe como o inocente me atrai, e aquele garoto cheirava a Puro, o mais puro dos purus e você não sabe como foi bom o corromper ser o primeiro homem a lhe mostrar o que é o desejo carnal...aquela foi a primeira e única vez que trai a Sana e não me arrependi depois, alguns dias depois ele entrou no cio e me convidou para passar com ele e eu inventei de viajar e...foram os melhores dias da minha vida–

–e o que você fez com ele?–

–ele estava muito grudento, me ligava toda hora dizia que me ama, coisas de adolescentes então ele pediu para me ver e eu aceitei só para acabar com aquilo de vez e deixei bem claro para ele não me procurar mais–

–mas...como pode ser tão frio–

–eu tenho uma reputação a manter e não é um garotinho que a vai manchar, agora me de licença–

–Eu juro que não conheço você, o Sehun que era meu amigo de infância era alguém serio que pensava nos outros antes dele e nunca seria capaz de fazer essas coisas que você faz– Kyungsoo saiu dali chateado e esbarrou em alguém na porta mas pelo mesmo ser alto não se deu o tempo de o olhar e apenas saiu o empurrando.

–posso?– pediu o alfa bem apessoado alto lindo que parecia um modelo.

–Jongin que bom que veio–

–o mais de pressa como o senhor pediu–

–otimo, eu quero me divorciar logo–

–é mesmo?– Sehun olhou para porta e viu a acastanhada ali. –e você por acaso se casou sozinho? Por que esta se divorciando as minhas costas?–

–sana eu não queria tornar tudo mais complicado–

–mas acabou de se tornar complicado, se quer me largar você vai fazer isso do mesmo jeito que me pediu em casamento, em frente a toda minha família e vai explicar suas razões, rs amor, você deveria ser proibido de usar tal palavra– disse saindo dali.

Jongin olhou para Sehun que bagunçou os cabelos extremamente estressado, conhecia a família de Sana e aquilo não seria um divórcio e sim uma guerra.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...