1. Spirit Fanfics >
  2. I'm very sorry (Geto x Gojo) >
  3. Capítulo 3 - arrependido?

História I'm very sorry (Geto x Gojo) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Demorou um pouco pra sair, mas eu mudei esse capítulo 3 vezes ;-; criatividade voando longe kkkk
Boa leitura ✨❣️

Capítulo 3 - Capítulo 3 - arrependido?


Fanfic / Fanfiction I'm very sorry (Geto x Gojo) - Capítulo 3 - Capítulo 3 - arrependido?

                 23:48 pm

  Em seu quarto novamente, Gojo estava pensando, fazia tempo que não martelava algo tanto assim em sua cabeça, não conseguia dormir, e provavelmente passaria a noite assim. Tudo o que vinha em sua cabeça era o curto momento que havia passado com Geto, estava se achando um idiota por ter ido em bora ao em vez de aproveitar aquela chance "maldita trovoada" era o que pensava, se não fosse aquilo provavelmente teria avançado e o beijado, tinha certeza de que faria aquilo, e de alguma forma estava confiante de que seria correspondido. 

Sem aguentar toda aquela anciedade e inquietação, Gojo se levantou de sua cama e foi até a porta do quarto, estava decidido, naquele exato momento, ia se confessar a Suguru.  

Estava andando pelos corredores do dormitório, suas mãos suadas e trêmulas, seu coração disparado e respiração pesada, estava confiante, mas não significava que não estava nervoso também, enquanto andava, pensava sobre os dois, sobre o quanto Geto era incrível e atencioso consigo, Gojo podia ter toda aquela beleza inalcançável, mas sua personalidade ainda afastava as pessoas, ele não se importava com isso, só tinha uma exceção para Geto, provavelmente morreria de tristeza e angústia se Geto se afastasse dele, ele o mimava demais, a própria Shoko já havia dito a ele para não ficar alimentando o ego de Gojo, mas não adiantava, os dois se completavam perfeitamente, um idiota hiperativo e um idiota calmo além da conta que seguia os passos do outro. 

Não sabia o porquê de estar  apaixonado por Geto, mesmo tento milhares de respostas caso o perguntassem, simplesmente precisava dele, precisava daquele contato que eles tinham, quando agarrava os cabelos longos e o abraçava ou encostava a cabeça em seu ombro e fechava os olhos, para apenas aproveitar o momento sabendo que aquela era a pessoa que amava intensamente, ele o reconfortava, a vida difícil de feiticeiro era desgastante, mas saber que no fim do dia ia poder estar com aquele homem que o deixava tonto de tanto pensar no mesmo, e aí aquele olhar... Ele pensava "Aaaaah aquele olhar" que lhe causou arrepios que nunca sentiu antes. Gojo tinhas os olhos mais bonitos que qualquer um, mas para ele, quando via os de Geto, aqueles olhos escuros e gentis, que lhe passavam tranquilidade e segurança, mas ao mesmo tempo o fazia engolir seco e transbordar suas emoções, por isso sempre terminava fazendo alguma piada ou brincadeira, como um refúgio, aquele rosto sereno aquelas expressões particularmente fofas acabavam com ele, até porque Geto era um rapaz tão lindo quanto Gojo, também atraia muitos olhares, de homens ou mulheres, os dois juntos eram secados o tempo inteiro, sentiam até um ciúme em silêncio quando notavam os olhares para um ao outro. Isso tudo era apenas uma fração do que sentia pelo moreno, suas emoções iam muito mais além de qualquer explicação detalhada.

Quando chegou na porta de Geto - que nem ficava tão longe assim da sua, os dois quartos ficavam no mesmo corredor, mas os pensamentos de Gojo o fizeram ficar parando no caminho olhando para os próprios pés e sorrindo bobo, qualquer um que o visse pensaria a mesma coisa: um garoto todo apaixonado - Ouviu algumas vozes vindas de dentro do cômodo, uma era certamente de Geto e a outra reconheceu logo depois, era Utahime, uma de suas sempais do 3° ano do colégio, da qual gostava de provocar e fazê-la ficar irritada, Gojo tinha esse dom, ela que particularmente não o odiava, mas se pudesse bateria sua cabeça no asfalto até estragar seu rostinho lindo. 

Quando foi abrir a porta, novamente sem bater ou qualquer tipo de cerimônia, ouviu seu nome ser dito pela boca de Geto, sua barriga gelou, tirou a mão da maçaneta e aproximou o ouvido da porta:

- Está tão arrependido assim Sugu? 

- Eu não entendi o que foi aquilo, mas me incomodou profundamente, na verdade aínda estou incomodado, não sei como vou olhar para Satoru novamente, aquilo não devia ter acontecido... 

Gojo nem terminou de ouviu as palavras de Geto, se afastou da porta e saiu andando pelos corredores, sua expressão mudou completamente, sentia seu coração pesado e doendo, doendo de verdade, suas mãos que antes tremiam de nervosismo e euforia, agora tremiam de desespero e tristeza, seus lindos olhos azuis de arregalavam ao máximo para que as lágrimas que se formavam ali não caíssem, pelo menos não antes de chegar em seu quarto escuro e solitário, onde era frio e vazio, não gostava de ficar lá sozinho, mas naquele momento era a única coisa que precisava, quando abriu a porta, foi seu declínio, as lágrimas que já se faziam presentes em seus olho, caíram, tão facilmente como as gotas da chuva que escorriam na janela, ele fechou seus olhos e só se jogou em sua cama, sentiu o travesseiro ficar molhado e sua garganta doer de angústia e decepção, e aquilo foi a última coisa a sentir naquela noite, adormeceu tão rápido como uma criança depois de chorar. 

" Por que ele disse aquilo?" 





Notas Finais


Então foi isso por hoje, pse pse eu me odeio, mudei todo o rumo que tinha planejado, perdão por isso, mas fazer o que? No final de semana solto outro capítulo bjsss✨❣️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...