1. Spirit Fanfics >
  2. I'm Yours >
  3. Cap 1.

História I'm Yours - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Espero q gostem, vou tentar fazer com poucos capa pra poder terminar ela rápido, bjoos

Capítulo 2 - Cap 1.


- O-Olá, M-Meu Nome é Lee Elena, Por favor, Cuidem de mim - Fiz uma breve referência e fui logo me sentar na minha carteira.


Minha Carteira era a primeira da sala, uns garotos me puseram lá dizendo que "assim que o professor me visse iria levar um susto tao grande que nao ia nem conseguir passar os trabalhos". Eu não ligava para eles, eram um bando de infantis que nao queriam nadada vida, pois sabia que teria futuro garantido pelo papai.


A sala estava silenciosa quando o Novo professor entrou. De inicio eu nao olhei para ele, pois alguem do fundo gritou "Fessor, Cuidado com o Godzilla". Eu estava me sentindo envergonhado pois imaginava estar atrapalhando o Professor que mal havia chego na sala.


- Quem Falou isso? - O professor tinha uma voz grossa e firme. Todos ficaram em silêncio - Se teve coragem de dizer isso antes por que não tem agora? - Levantei minha cabeça e notei um semblante sério na cara do mais velho. Um dos garotos levantou sua mão, aceitando a culpa sozinho - Venha aqui na frente e se apresente.


O garoto foi até ao lado do professor e se apresentou formalmente.


- Quem você estava chamando de Godzilla? - O Novo professor o fuzilava com os olhos. O garoto apontou para mim e o professor logo pediu que eu me levantasse. Me levantei - Diga seu nome. - Me apresentei formalmente, estava tao nervosa que a voz mal saiu. Jung-In, vá até a Aluna Elena e a peça perdão formalmente. - Corei.


-Mas Professor, olha pra ela, ela parece o Godzilla - O garoto sorriu, mas logo parou quando notou a cara fechada do professor. Ele com muito receio veio até mim e se curvou, fazendo uma pequena reverência - Lee Elena, me perdoe pelo apelido que lhe pus, isso não se repetirá novamente - Eu notava o ódio em seu tom de voz. 


- Agora vá se sentar novamente, e se eu ver ou ouvir algum aluno zoando o outro, eu tomarei atitudes drásticas. - ele finalmente pôs sua bolsa por cima de sua mesa - Agora irei me aparentar, Meu nome é Kim TaeHyung, eu serei o novo professor de vocês durante esse ano. - ele parecia serio. 


A aula seguiu normalmente, neste período ninguém falou comigo, nao me zoaram nem me jogaram nada. O que foi um alívio pra mim, pelo menos até a aula acabar. 


Assim que a aula acabou, todos saímos da sala de aula. Eu estava em um dos corredores quando eu senti algo me empurrar fortemente para o chão. Quando me virei para ver o que era alguns garotos já haviam me cercado. Comigo ainda no chão, um dos garotos pegou minha bolsa, a virando ao contrário fazendo tudo que havia dentro cair no chão. Meu celular que estava dentro da mesma, com a queda, acabou rachando, muitas das minhas maquiagem tambem. O riso deles era a única coisa que se ouvia naquele corredor.


-O que vocês querem? - perguntei com minha voz embargada pelo choro preso em minha garganta. Eu estava com medo, pois já os conheciam desdo 2° ano do colégio, e infelizmente eu ganhei uma bolsa para a mesma faculdade que eles. 


- Ah Elena, nós sentimos sua falta, poxa, num é meninos? - todos negaram com a cabeça, e o garoto a minha frente sorriu maldoso - ah é verdade, ninguém nunca sentiria sua falta. Até mesmo seus país fugiram de você, Godzilla. 


Eu me levantei na hora e tentei dar um tapa na cara dele, mas ele segurou minha mão antes.


- Como assim você ousou tentar me bater? - ele soltou uma pequena gargalhada parando logo depois me segurando com ainda mais força. 


- Jung-In, me solta, você ta me machucando - Quase que implorei. 


- Aparentemente você não se lembra com quem está se metendo, deixe-me lembra-la - Ele soltou meu braço, mas logo me acertou um forte tapa no rosto. A ardência era tao forte que fez meu choro antes preso se soltar na hora. Ele pegou em meu cabelo com força e me empurrou na parede, chegando seu corpo perto do.meu ele disse baixinho - Você se lembra do que eu sou capaz, não é!? Então é melhor nunca mais tentar levantar um dedo pra mim - disse num sussurro tao baixo que seus amigos nao escutaram


Ele me soltou e por fim deu um chute em minha bolsa, a jogando do outro lado do corredor, e finalmente saiu andando. Ao notar que ele estava longe o suficiente, eu chorei, chorei de soluçar. Essa era minha primeira semana nesta faculdade. Eu nao consegui pagar pela.minha antiga, então estudei bastante e consegui uma bolsa para esta, mas minha alegria foi para o ralo quando vi que Jung-In e seus "Capangas" estavam aqui.


Eu terminava de guardar minhas coisas na bolsa novamente, quando escutei alguém chegar por trás de mim. Acelerei os movimentos, eu queria fugir daquele lugar e nunca mais voltar, nao aguentava mais um dia ali. Com medo de ser Jung-In, eu me levantei e sai andando a passos rápidos, mas parei quando ouvi o Novo professor me chamar. 


Me virei em sua direção fazendo uma reverencia, tenho certeza que a marca do tapa ainda nao havia saído, nao queria que ele a visse. 


- Elena, eu estava lhe procurando. Gostaria de conversar com você sobre sua bio.... O que aconteceu com seu cabelo? - Ele se aproximou de mim e botou a mão em meu cabelo. Por um segundo eu senti meu coração parar, então me afastei de seu toque rapidamente - Desculpe, eu....eu gostaria que voce amanha viesse ate minha sala, tenho algumas perguntas sobre a biografia que você f.... Seu rosto... Quem fez isso? - Sem permissão ele pegou em meu rosto o levantando, mas eu relutei em o deixar abaixado - vamos para a infermaria, Agora. - ele falou com autoridade, eu nao queria ir, mas fui com ele


Na enfermaria, a enfermeira fez alguns corativos nas feridas que ficaram por conta dos anéis que Jung-In usa. 


- Elena, me diga, quem fez isso? - Sua voz estava séria, porém, havia preocupação? 


- E-Eu cai professor, não foi nada de mais - Eu estava olhando para o chão, estava com vergonha de olhar em sua direção e ele se assustar com meu rosto.


- Desde quando uma queda deixa marca de Cinco dedos e três anéis? - Ele falou um pouco mais alto, eu abaixei ainda mais minha cabeça, encarando meu pé - Perdão. Amanhã, antes da aula começar, passe na minha sala, eu quero falar.com você - e saiu da enfermaria, me deixando completamente confusa do que havia acabado de acontecer.


Alguns minutos depois a enfermeira voltou e disse que eu poderia voltar para casa e que era pra twe mais cuidado com meu caminho, eu agradeci e sai dali, finalmente saindo daquela faculdade, disposta a nunca mais voltar para aquele lugar.








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...