História Imaginário: O psicopata e a nerd - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Ryan Butler
Personagens Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Personagens Originais, Ryan Butler
Tags Babyyoongiz, Justin Bieber
Visualizações 155
Palavras 834
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Musicas do capítulo:
>> Not today - BTS
>> Oh Na Na - K.A.R.D
>> Rumor - K.A.R.D
>> Cherry Bomb - NCT 127
>> My Swagger - Got7

Mas a principal mesmo é Not Today.

Boa leitura...

Betagem por ~BabyYoongiz

Capítulo 19 - Not today


Fanfic / Fanfiction Imaginário: O psicopata e a nerd - Capítulo 19 - Not today

Point Of View Justin Bieber

- VOCÊ FEZ O QUÊ?

Chaz gritava que nem um louco, havia contado o que tinha acontecido na casa de Clara e ele simplesmente enlouquecera, literalmente.

- ELA NÃO É ESSAS VADIAS QUE PEGAMOS POR AÍ JUSTIN - reviro meus olhos com sua fala - POHA CARA, ELA É DIFERENTE CARALHO.

- Cala a boca inferno - irrito-me - eu sei disso!

- Sabe? SABE? Ela não é sua propriedade.

- Se ela não for minha não será de mais ninguém - falo calmo - deixei bem claro isso ontem.

- E você? Também é dela?

- É duro admitir, mas ele tem razão - fala o Chris se levantando e saindo da sala juntamente com o Chaz e Ryan, bravos.

Não entendo esse drama, tenho certeza que se eles estivessem no meu lugar iriam fazer o mesmo, aquela garota me enlouquece e não a deixarei para nenhum viadinho tocar nela e se isso acontecer eu acabo com ele. Simples assim!

Point Of View Clara Santori

Encontro-me sozinha em casa, Justin havia ido embora depois do café da manhã alegando que tinha coisas importantes para se fazer, sei bem do que se trata.

Passava um filme qualquer na televisão, o mesmo era chato e sem história então não me dava ao trabalho de prestar atenção, tanto que logo mudo de canal achando um específico de músicas K-Pop.

- K.A.R.D - grito quando começa a passar o music vídeo Oh NaNa.

Levanto-me e começo a dançar, eu em relação a dança sou uma negação, mas não estou ligando para isso, estou precisando me divertir mais do que nunca.

Dançava como nunca, já havia passado mais dois MV, Cherry Bomb de NCT 127 e My Swagger de Got7, me encontro exalta, mas quando finalmente começou a tocar Not Today eu fui a loucura, Beyond The Scene é simplesmente meu grupo predileto e quando YoonGi Oppa começou a cantar fui chão abaixo.

- No no not today no no no not today - canto junto.

- 그래 우리는 EXTRA.

Estava empolgada que ao menos percebi a entrada de alguém ali. Só notando, enfim, quando alguém contou a música junto a mim.

- Conhecem BTS?

- Claro mulher - Ryan e Chaz falam com uma voz de mulher ou pelo menos tentando.

Quando finalmente chegou a performance de JungKook, chamei os meninos para se juntarem a mim. Assim é feito.

Dançamos loucamente enquanto Chris nos olhava seriamente, parecia que a qualquer momento iria nos matar e isso me fez parar de dançar e focar meu olhar nele que assim que percebe eleva uma de suas sobrancelhas.

- Rumor - Ryan fala animado.

Intercalo meu olhar da televisão e de Chris por longos segundos, até meu olhar focar somente no garoto.

- Não - fala ele.

- Sim, sim e sim.

Vou até o rapaz e o puxo para onde eu me encontrava, começo a fazer os movimentos da dança e tentando o ajudar que conforme o tempo começou a seguir alguns de meus passos.

[...]

Depois desse momento raro nós paramos e literalmente nos jogamos no chão, todos estavam ofegantes e suados, mas nada nos impedia de rir por qualquer coisa que nem mesmo sabíamos do que se tratava. Estamos agindo como verdadeiros adolescentes, coisa que eu nunca soube o que era e que os meninos em pouco tempo me ensinou.

- Obrigada.

- Pelo o quê? - pergunta Chaz.

- Por me mostrar o que é ser um jovem comum.

-...

Antes que ele fale algo um barulho foi ouvido pela casa, de imediato todos nos levantamos e os meninos ficaram armados, outro barulho e esse foi no andar de cima, parecia janela sendo quebrada.

- Fique aqui Clara n...

Ryan iria falar algo, mas eu logo começo a correr escada a cima, era como se algo me puxava e me falava para seguir o tal barulho, não tinha como parar, era mais forte do que eu.

Chegando no andar de cima e rumo ao meu quarto, com uma pequena dificuldade consigo adentrar no cômodo vendo um vulto pela janela, ando até a mesma e olho para o lado de fora não encontrando nenhum sinal de quem quer que estivesse aqui.

- Inferno Clara, era para você ter ficado lá em baixo - diz Ryan.

Não o respondo, meu foco estava em uma caixa que estava na minha cama. Vou em sua direção e a pego olhando para todos os seus lados existente, a coloco de volta na cama e olho para os meninos que assim como eu estão com um olhar de total confusão.

Respiro e inspiro, respiro e inspiro.

Contando até três eu a abro e a palavra assustador remete muito bem o que estava dentro daquela caixa, nela continha uma mão, sim uma mão, totalmente ensanguentada e humana.

- Meu Deus - exclamo colocando minha mão na boca contendo um possível vômito. Encontro-me enjoada.

Chaz vem até mim e me abraça enquanto Chris retira a mão da caixa a analisando logo a depositando de volta e retirando de lá um papel, ele lê silenciosamente e logo nos olha e lê novamente, só que agora em voz alta.

- Chegou a sua hora, a hora de pagar pelos erros de seu querido psicopata! EH.


Continua...


Notas Finais


Meu GD! Hoje eu percebi o quanto tempo escrevi essa fanfic. Quando escrevi, todos esses MV (vídeos) que citei tinha acabado de ser lançado. Senhor!!!
Beijinhos de biscoito...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...