História Imagine - Quem você escolheria? - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Jimin, Jungkook
Visualizações 52
Palavras 1.368
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obrigada a todos que acompanham meus imagines.
3:00 da madrugada e eu aqui escrevendo RS.
Espero que gostem do novo capítulo. Beijos...

Capítulo 13 - Verdades


Fanfic / Fanfiction Imagine - Quem você escolheria? - Capítulo 13 - Verdades

Mais um dia na empresa, estava perdida em meus pensamentos até o telefone toca.

É minha secretária avisando que JK está lá fora, então digo para ela mandar o mesmo entra.

Logo ele entra na sala.

Jk: Bom dia, espero não está atrapalhado.

- Bom dia, está tudo bem. Sente-se, fique a vontade.

Jk: Obrigado.

- Então o que devo a honra?

Jk: Quero falar com sobre o nosso filho.

- Pode falar.

Jk: Eu acho que está na hora de contarmos a verdade a ele.

- Eu também tenho pensado nisso.

Jk: Que bom. Porque eu quero poder tratá-lo como tal.

- Eu entendo. Que tal um jantar na minha casa hoje?

Jk: ótima ideia, muito obrigado. *sorri*

- Por nada.

Jk: Agora preciso ir, também tenho trabalho no escritório me esperando.

Ate a noite.

- Até.

(Estou fazendo o certo, já está na hora)*penso*

Após um longo dia de trabalho, vou para minha casa preparar o jantar.

Chego e vejo Daniel assistindo TV.

Dan: Oi mamãe *sorrindo*

- Oi filho

Olha vai tomar banho que hoje temos visita para o jantar

Dan: É o Jimin?

- Não, é o JK.

Nós temos que conversar com você.

Dan: Vocês estão namorando?

Pensei que a senhora estava com o tio Jimin.

- Filho, eu não estou com nenhum.

Você está muito saidinho.

Agora vai, que vou fazer o jantar.

Preparei o jantar, fui até meu quarto tomar banho e trocar de Roupa.

Daniel Estava na sala, eu ouvi a campainha tocar e eu já sabia quem era.

Desci e vi que Daniel já tinha aberto a porta.

Quando ele me vê, se direciona a mim com um buquê de rosas lindo.

Jk: Oi? Boa noite.

São para você.

- Boa noite

Elas são lindas, muito obrigada.

Dan: JK, minha mãe fez o jantar.

Tem certeza que não quer pedir comida fora?

*riu sapeka*

Jk: Estou pensando seriamente pequeno.

- Vocês dois são uns ingratos.

*eles riram*

Vamos comer.

Nós direcionamos a mesa e começamos a jantar. Quando acabamos era o grande momento de contar a verdade o Daniel. Eu estava nervosa e JK também.

- Filho, JK e eu queremos te contar uma coisa muito importante.

Dan- Eu já sei mamãe.

Jk/SN: O que?

Dan: Eu sei que o JK é meu pai.

- Como assim meu filho?

Desde quando você sabe?

Dan: Desde a sua viagem a praia.

Eu estava na casa do JK, ele foi tomar banho e sem querer eu derrubei a carteira dele.

Aí caiu uma foto de vocês dois se beijando e nela tinha a data de 5 anos atrás.

A senhora do nada começou me deixar passar bastante tempo com ele. E também, quando ele sorri a senhora olha do mesmo jeito de quando eu dou um sorriso.

E a senhora sempre disse, que meu sorriso é igual ao do meu pai.

- *chocada* Filho, porque você não me contou?

Dan: Eu sabia que uma hora vocês iriam me contar. E eu estou feliz que agora tenho um pai. *diz sorridente*

Jk: Eu simplesmente não sei o que dizer.

- Nem eu

Jk: Eu estou aliviado de finalmente poder te chamar de filho.

Dan: As caras de vocês estão muito engraçadas *risos*

Mamãe?

- oi filho?

Dan: Meu pode passar o fim de semana com a gente?

- *olhei para o Jk* O que você acha?

Jk: Só se você quiser.

Dan: Por favor! Quero passar o fim de semana com meus pais.

- Tudo bem.

Você pode dormir no quarto e hóspedes.

Amanhã vemos o que faremos.

Jk: Tudo bem

Amanhã cedo vou em casa pegar umas coisas.

Dan: Eba! Vai ser muito legal.

- Vocês querem sobremesa?

Jk/Dan: Siiiiim

Após a sobremesa, fomos assistir um filme com Daniel.

Ele estava tão feliz, nunca vi meu filho assim. Eles conversavam finalmente como pai e filho, eu Estava totalmente emocionada com a cena.

Jk: S/N?

- Sim

Jk: Vou colocá-lo para dormir.

Olho para Daniek sonolento nos braços do pai.

- Tudo bem

Dei um beijo no meu filho e fui arrumar a nossa bagunça.

Vou até a varanda e fico pensando nos acontecimentos atuais.

Até que sou retirada dos meus pensamento pela presença de JK ao meu lado.

Jk: Ele já dormiu.

- Obrigada

Jk: Eu que te agradeço por esta me deixando ficar perto dele.

- Não estou fazendo por você e sim por ele.

Pós ele não tem culpa dos nós erros do passado.

Eu já tirei o pai dele durante quase 5 anos, não posso fazer mais isso.

Mas eu não me arrependo, eu não ia conseguir ficar aqui depois de tudo aquilo. Eu só queria sumir e te esquecer. Quando recebi a notícia da gravidez, eu me desesperei. Não contei a ninguém sobre a gravidez e nem que ia embora.

Eu não queria que ninguém te contasse, eu estava muito magoada.

*limpei uma lágrima que caia em meu rosto*

Jk: Eu sei que te magoei, mas eu estava totalmente destruído por dentro. Fui imaturo e quis te machucar da mesma forma que você me machucou.

- Até hoje eu não sei como eu te machuquei

Jk: Eu te vi com o Jimin aquela tarde no restaurante.

Vi vocês conversando, ele pegando em sua mão e te beijando antes de sair.

Eu estava voltando da joalheria, fui com comprar um anel para você. Eu ia oficializar nosso relacionamento naquela noite.

Já tinha planejado tudo, eu ia fazer um jantar especial, pedido e etc.

Então passei pelo restaurante e vi aquela cena. Aquilo foi como tiros em meu peito.

- Eu não sabia disso, e-eu sinto muito.

Mas você deveria ter vindo falar comigo.

Pois o que você viu foi o Jimin dizendo para mim que sabia que eu tinha te escolhido, mas que Iria esperar por mim.

Ele me deu um selinho de despedida, me pegou de surpresa. Eu não tive reação.

Jk: Não foi o que pareceu aonde eu estava.

- Então já que você não acredita em mim, essa conversa é inútil.

Acredite no que você quiser e me deixa em paz.*gritei*

Jk: Desculpa, mas foi isso mesmo que aconteceu?

- Eu não tive nada com o Jimin depois de ficar com você.

Eu já tinha feito minha escolha.

Mas agora é tarde demais.

*falo me retirando do local*

Ele me segura e me puxa para um abraço, eu retribuo e percebo que o mesmo estava chorando. Eu o acariciei seus cabelos em forma de consolo.

- Porque você está chorando?

Jk: Porque só agora me dei conta da merda que eu fiz.

Perdi a mulher da minha vida, porque fui infantil demais para procurar saber o que realmente aconteceu.

Não vi meu filho nascer, não pude esta junto de vocês nos momentos mais importantes.

Ao ouvi tudo aquilo me partia o coração, ele chorava igual a um bebê e u não aguentei.

- Ei, olha pra mim.

*falei levantando o rosto do mesmo*

Não fica assim, você está aqui agora. Você pode vê-lo crescer, ele só irá estar aqui na festa de 5 anos dele. Ele é louco por ti desde o primeiro dia. Você não o perdeu.

Jk: E você ?

Eu perdi? Você ainda me ama?

- Eu passei tanto tempo te odiando, que nunca parei pra pensar se realmente ainda te amava. Até pouco tempo atrás, eu sou confusa.

Se eu disser que eu te amo, talvez eu esteja mentindo.

E se eu disse que não te amo mais, talvez também esteja mentindo.

Desculpa.

Jk: E você e o Jimin?

-*suspiro* Ele me pediu uma chance.

Jk*me olhou com os olhos marejados,*

E você disse o que?

- Eu fiquei de pensar, mas estou pensando em aceitar.

Só não digo que me arrependo de não tê-lo escolhido anos atrás, porque se não fosse minha escolha errada. Eu não teria meu filho

Jk: Me machuca ouvir isso sabia. *lágrimas escorreram sobre seu rosto*

- Desculpa Jeon, mas eu sofri tanto que eu quase perco meu filho.

Nao quero te magoar, mas eu tenho que tentar com outra pessoa que eu tenha certeza que me ama e que não me magoaria.

Jimin seria incapaz de me fazer mal, e ele se dá bem com Daniel. Eu preciso te deixar no passado.

Jk: *limpou as lágrimas* Eu entendo.

Eu quero que você seja muito feliz, eu vou indo.

- Mas você não ia ficar aqui?

Jk: No momento não acho certo, eu quero ficar só. Amanhã passo para levar Daniel para passear e converso com ele.

- Tudo bem, eu entendo. Você não quer levá-lo amanhã para passar o fim de semana com você?

Jk: Seria ótimo. Então venho pela Manhã.

- Tudo bem, Boa noite.

Jk: Boa noite, fique bem, quero que você Seja muito feliz. *Diz tocando meu rosto*

- Obrigada JK, digo o mesmo a você.

O mesmo saiu pela porta, me deixou com uma dor no peito.

Eu Quero abraçá-lo e dizer que ele é o homem que eu amo, percebi isso ao vê-lo naquele estado. Mas eu tenho que seguir em frente.

Assim encerro minha noite e vou dormir. 


Notas Finais


O que acharam?
Daniel ô criança esperta! Rs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...