História Imagine 7 garotos e 1 garota - Bangtan Boys (BTS) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Alcoolismo, Revelaçoes, Sexo
Visualizações 282
Palavras 612
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Adivinha quem voltou!
Sentiram saudades? \(*~*)/

Calma, calma não me joguem pedras✋😂

Tudo bem com vocês? Espero que sim 😻❤
depois de duas semanas eu voltei para vocês minhas xuxus ❤❤.. espero que gostem meus amores ❤❤

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

❤❤

Capítulo 5 - Capítulo 4


Fanfic / Fanfiction Imagine 7 garotos e 1 garota - Bangtan Boys (BTS) - Capítulo 5 - Capítulo 4


Fico intacta ao ouvir aquela voz -- eu a reconheço de algum lugar! Mas da onde?



-- Estou falando com você -- Não o respondo -- Ah você está se passando por muda agora? -- o olho e não podia acreditar que era aquele homem que tentou fazer algo comigo anos atrás.



Olho ao redor para ver se tinha mais alguém e sim tinha mais cinco homens. -- meu Deus me ajuda por favor! -- pedia repetidas vezes para Deus me enviar alguém que pudesse me tira daquela situação.



-- Ei sua vadia, estou falando COM VOCÊ! -- disse vindo em minha direção e subiu encima de mim me deitando no chão  -- Ah, acho que poderíamos termina algo que terminarmos Uhm? -- disse em um sussurro em meu ouvido e já me encontrava chorando.



-- Não... N-Não por favor! -- disse implorando -- N-não faça nada comigo por favor!



-- Ah, então a vadia sabe falar -- sorriu sarcástico -- Pena que sua súplica não vai adianta.. -- disse com um sorriso psicopata e começou a "tira" minhas roupas.



-- Não não não -- por quê comigo? Eu não sou tão ruim assim ou sou? Eu mereço isso? Deus me ajuda por favor! -- Não! -- consegui o empurra de cima de mim já me levantado segurando a parte de cima do meu vestido que se encontrava rasgada e começei a correndo.



-- Peguem ela, AGORA! -- eles saíram correndo atrás de mim.



Estava correndo o máximo que podia, já estava ficando sem forças. Tinha uma certeza eles iam me pegar e não teria mais forças para lutar! -- Por que tive que aceitar esse "convite" da mamãe! -- Batimentos acelerados, forças se esgotando e meus anjos da guarda onde estão?


-- Você acha mesmo que vai consegui fugir? -- disse rindo sarcástico e em alto som.



-- Sim, ela vai! -- disse um rapaz.



-- Vocês não cansam de atrapalhar minha diversão não? -- disse.



-- Não -- parei de correr já fraca.



-- Você está bem? -- pergunta o ruívo me segurando e confirmo com a cabeça.



-- Hoseok leva ela para fora, AGORA! -- ele me pegou no colo e saiu correndo para fora do local.



-- O-obrigada... -- digo fraca -- por me ajudarem meus anjos protetores! -- ele sorrir



-- esse sorriso onde eu vi ele? -- penso. Chegamos no lugar -- que no caso era fora do estacionamento -- ele me coloca no chão -- ainda me segurando para não cair por estar fraca -- sorrir



-- Você está bem mesmo? -- diz em tom de preocupação.



-- Estou bem sim -- respirou aliviado e sorri com seu ato -- Você é o Hoseok? -- pergunto



-- Sim



-- Obrigada mais uma vez por me salva... Hope? -- Sorriu ao escuta o apelido que avia lhe dado.



-- Magina -- olhou em meus olhos e sorriu tímido e por um momento veio um sentimento de já ter visto aquele sorriso.



-- Desculpa... Mais já nos vimos? -- ele desviou o olhar ficou calado.



-- Quem sabe -- sorriu -- Oh vocês deram um jeito naquele cara? -- fiquei confusa logo olhando para trás e vendo quatro meninos vindo em nossa direção.



-- Sim -- chegou perto da gente -- Aquele não irá mexer com ninguém tão cedo -- disse rindo assim como os outros.



-- Então -- me pronunciei -- Acho que já vou -- sorrir sem jeito -- Obrigada mais uma vez -- me reverencio logo me virando já caminhando.



-- Espera -- diz o Hobi e virei para olha-lo. -- Posso te leva para casa?



-- Bem eu...



E aí ela aceita ou não?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...