História Imagine Bangtan Boys (HOT) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jeon Jungkook, Kim Taehyung, Min Yoongi, Romance
Visualizações 554
Palavras 1.407
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Saga, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii abiguinhos, turu bom?:3 espero que sim, voltei com mais um capítulo. Primeiramente, eu não sei se o título deste capítulo está certo, pois não olhei no Google tradutor:") qualquer coisa, depois eu concerto.
Boa leitura.

Capítulo 8 - "I want one son your..." - Kim Taehyung. -


Fanfic / Fanfiction Imagine Bangtan Boys (HOT) - Capítulo 8 - "I want one son your..." - Kim Taehyung. -

​(Seu nome) P.O.V

- Amor? - eu escutei aquela doce voz me chamando, abri vagarosamente meus olhos e fitei o rosto de Taehyung logo a minha frente: - Eu fiz seu café. - ele disse acabando por arrancar um sorriso dos meus lábios:

- Obrigada. - disse com a voz meio sonolenta, Taehyung sorriu pegando com as duas mãos a bandeja encima do criado-mudo.

 Eu me sentei na cama e meu marido, sim, eramos casados, já fazia um mês que o nosso casamento tinha acontecido, Taehyung deixou a bandeja em meu colo, a mesma tinha algumas torradas, café, leite, e uns três pacotinhos de açúcar, eu olhei meu marido e sorri:

- Foi você quem fez? - perguntei o vendo sorrir fofo para mim:

- Foi sim, não sei se está do jeito que você gosta, mas... Eu tentei, ah, e hoje eu não quero saber de você arrumando casa, ouviu mocinha? - ele disse meio autoritário, eu sorri meiga:

- Mas Tae, a casa está uma bagunça. - disse começando a comer:

- É, talvez um pouco, mas eu não quero ver você arrumando casa hoje. Eu quero você pertinho de mim. - ele disse e fez aegyo, eu soltei um risinho e continuei tomando meu café:

- Tá bom, tá bom, pode ser. Que tal assistirmos Doramas mais tarde? - Sugeri o vendo sorrir fofo:

- Sim, pode ser, eu adoro assistir Doramas com você! - ele disse e aproximou sua mão do meu rosto começando a acariciar minha bochecha, eu sorri meiga e tomei meu café.

(...)

- Que tal este? - Taehyung falou me mostrando a capa do drama Korean MonStar, eu pensei um tempinho:

- É, pode ser então. - disse e sorri, Taehyung tirou o CD de dentro da capa e o colocou no aparelho, nós ficamos assistindo Doramas a tarde inteira:

- Eu estou com fome. - resmunguei ouvindo minha barriga roncar, Taehyung soltou um risinho.

 Eu sai dos braços de Taehyung que resmungou me fazendo soltar um risinho e comecei a caminhar em direção a cozinha, eu não estava afim de cozinhar nada, por isso, comi algumas torradas e voltei para a sala me deitando, novamente, nos braços de Taehyung.

 Eu respirei fundo:

- Tá cansada? - meu marido perguntou começando a dar beijos no meu pescoço:

- Um pouco, e olha que hoje eu dormi bastante. - disse e soltei um risinho, Taehyung gargalhou e continuou beijando meu pescoço, eu puxei levemente seus cabelos para trás e grudei nossos lábios em um beijo calmo, eu fiquei encima dele no sofá e me sentei em seu colo, ele apoiou suas mãos em minha cintura, eu me mexi lentamente encima dele:

- S-S/N... - ele disse rouco parando de me beijar, eu franzi minha sobrancelha sem entender: - E-Eu... É-É... Que tal se... A gente tomasse um banho e fôssemos deitar... É que está meio tarde, sabe? - ele sorriu fofo para mim, eu respirei fundo e olhei as horas no relógio encima da mesinha da sala:

- Tae são 19:12 da noite - eu disse olhando o rosto do meu marido:

- Sim, só que... Eu estava pensando da gente sair amanhã bem cedinho, estava pensando da gente ir na praia, sei lá.

 Nós temos que aproveitar... Entende? - ele disse apoiando seus cotovelos no sofá, eu balancei minha cabeça em positivo:

- Tá bom, eu vou tomar banho então, quando eu terminar eu quero lhe dizer algo. - eu disse o vendo assentir, eu peguei o controle no braço do sofá e desliguei a TV.

Eu e Taetae fomos pro quarto, eu tomei meu banho, fiquei pensando se deveria mesmo falar isso, eu não sei se ele quer... 

Eu lavei meus cabelos e passei sabonete em meu corpo, fiquei quase 1 hora embaixo do chuveiro peguei minha toalha, me sequei e vesti uma lingerie cinza e um baby-doll meio transparente, sequei meus cabelos, passei um perfume e fui pro quarto. 

Taehyung estava deitado na cama mexendo no celular, ele me olhou de cima abaixo e resmungou, eu soltei um risinho:

- Que foi? - pergunto me deitando de bruços na cama:

- B-Belo baby-doll. - ele sussurrou, eu sorri de lado:

- Obrigada. - disse ainda sorrindo, Taehyung se levantou da cama, pegou sua roupa dentro da mala e caminhou em direção ao banheiro. 

Eu deitei no canto da cama e me cobri com o edredom, fechei meus olhos e respirei fundo, eu iria conversar com Taehyung, já estava decidida, o medo de ele não aceitar ainda tomara conta de mim:

- Amor. - eu abri meus olhos, Taehyung colocou sua mão em minha cintura e me deu um beijo no ombro:

- Oi? - eu perguntei me virando podendo ver seu rosto, seus cabelos estavam molhados e grudados na testa, eu mordi meu lábio inferior e senti minha intimidade de encharcar:

- Você queria conversar comigo. Que houve? - ele perguntou meio preocupado começando a acariciar minha bochecha:

- Então, eu... Vou ser direta. - disse o vendo assentir com a cabeça: ​- Eu quero um filho seu. - ​disse e corei violentamente, Taehyung ficou um tempo calado, talvez, tentando raciocinar oque eu tinha acabado de dizer: - Amor? - eu disse colocando uma de minhas mãos em seu rosto:

- Oi, desculpe. - ele disse e sorriu meio de lado, eu respirei fundo, coloquei minha mão envolta do seu pescoço e o puxei para um beijo, onde ele retribuiu, eu fui pra cima dele e me sentei em seu colo, começando a me mexer lentamente, Taehyung segurou com firmeza minha cintura me proibindo de continuar a minha ação, ele parou o beijo: - Você tem certeza de que quer ter um filho agora? - ele perguntou preocupado:

- Sim, eu quero muito isso Tae-Oppa, eu quero e não é de hoje. - eu disse e corei, Taehyung me beijou delicadamente, eu já sentia seu membro ereto dentro da bermuda cinza, eu passei meus lábios pro seu pescoço, beijei e chupei sua pele o marcando como minha propriedade, ele tirou meu baby-doll e começou a massagear meus seios por cima do sutiã, eu gemi baixinho, meu marido me jogou na cama ficando encima de mim, ele grudou nossos lábios novamente, desta vez, o beijo era veloz e quente, eu desci com minhas mãos para a barra da blusa do homem e a tirei, eu arranhei seu ABS perfeito.

 O homem começou a beijar meu colo, ele foi descendo com seus beijos para a minha barriga, eu gemi baixinho e segurei os lençóis da cama, Taehyung beijou minha intimidade por cima da calcinha:

- Tae... - eu acabei soltando um gemido indesejado: - E-Eu preciso de você... - disse com dificuldade, ele tirou minha calcinha e ficou na minha altura novamente, eu tirei sua bermuda e sua box preta, ele arrancou meu sutiã, eu mordi meu lábio inferior:

- Eu irei ter paciência com você. - ele disse depositando um beijo em minha testa, ele colocou sua mão por cima da minha e eu segurei a mesma: - Se doer você aperta a minha mão. - ele disse num sussurro e eu assenti, eu o senti entrar dentro de mim e apertei sua mão com muita força, ele entrou por completo dentro de mim, eu ergui minha cabeça e tomei seus lábios para mim dando mordiscadas no mesmo, Taehyung começou a se mexer lentamente dentro de mim, nós dois gememos, ele segurou minha cintura conseguindo se movimentar perfeitamente.

Eu coloquei minhas mãos acima da cabeça, enquanto meu marido continuara a se mover lentamente, eu queria mais, comecei a me mexer embaixo dele:

- A-Amor mais rápido, p-por favor... - choraminguei e o senti aumentar ainda mais a velocidade, o barulho dos nossos corpos se chocando tornara-se cada vez mais alto, eu gemi manhosa assim que senti meu ápice se aproximando: - N-Não para... - disse com dificuldade, Taehyung deu seu sorriso mais sexy, aquilo foi o bastante para eu gozar. Ele aumentava cada vez mais a velocidade, Taehyung se desfez dentro de mim e caiu na cama ao meu lado, nossas respirações estavam ofegantes:

- E-Eu te amo. - ele disse com dificuldade e me puxou para perto de si fazendo-me deitar com a cabeça em seu peitoral, eu sorri:

- Também te amo. - disse ainda sorrindo, Taehyung depositou um beijo em minha testa e começou a me fazer carinho, eu me deixei ser levada pelo sono.


Notas Finais


Foi isso, espero que tenham gostado, até mais amores da minha life.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...