1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine BangTan Boys Jimin (Hiatus) >
  3. O Otimismo

História Imagine BangTan Boys Jimin (Hiatus) - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Oi flores mais um capitulo, saindo do forno, eu espero que vocês gostem. Boa Leitura.

Capítulo 24 - O Otimismo


Fanfic / Fanfiction Imagine BangTan Boys Jimin (Hiatus) - Capítulo 24 - O Otimismo

Assim que ela saiu, eu olhei para a minha coxa e ela estava sangrando muito, foi quando o homem entrou.

- Você ainda acha mesmo que alguém vai vir buscar você? – pergunta o homem se aproximando.

- Devolva. – respondo um pouco séria.

- O seu lindo anel? Tarde demais ele tem uma nova dona. – comenta o homem sorrindo.

- Você vai se arrepender disso. – comento um pouco irritada.

- Você pode me ameaçar quantas vezes quiser, eu não tenho medo de você. – comenta o homem pegando no meu queixo.

Sem pensar duas vezes eu acabo cuspindo nele, o homem solta o meu rosto e dá soco na minha boca do meu estomago e eu acabo desmaiando.

Algumas horas depois eu acordo, eu levanto do chão e vejo que tinha curativo na minha perna. Eu me aproximo da porta e escuto uma discussão.

- Diga, como é possível esse lugar está cheio de policias? – pergunta o homem.

- Eu não sei. – responde a mulher.

- Tem mesmo a certeza disso? Porque eu acho que foi por causa daquela maldita foto, agora quem mandou você postar aquilo? – pergunta o homem.

- Foi sem querer, mas que apaguei na hora, como eles a descobriram? – responde a mulher.

- Bom senso e um cérebro são coisas que pelo visto falta em você. Garota como pode ser tão burra assim? – pergunta o homem. – Bem, isso não concertar a nossa situação, enquanto a garota a matamos e vamos embora. – completa.

Eu saio de perto da porta e vou até a janela onde eu vejo, varias viaturas.

- Finalmente, eles me acharam. – comento a mim mesmo sorrindo.

Nesse momento a porta foi aberta e o homem entrou.

- Pode tirar esse sorriso do seu rosto porque esse momento não vai durar muito. – comenta o homem se aproximando.

- O que você vai fazer? – pergunto me afastar.

- Matar você. – responde o homem pegando no meu braço.

Ele coloca a arma na minha cabeça e nós saímos do cômodo, assim que nós saímos da casa eu vi mais policias.

Um policial com o megafone se aproximou.

- Eu sou o chefe de policia. Se entregue e solta á moça. – comenta o chefe de policia um pouco sério.

- Não, eu prefiro morrer a me entregar. – comenta o homem um pouco irritado.

- Por favor. – comento respirando devagar.

- Cala a boca. – comenta a homem empurrando a arma contra a minha cabeça.

Foi nesse momento que um pequeno tumulto começou, um homem começou a gritar e querer passar pelos policias que os mesmo seguravam. O Homem implorava para ser solto e gritava muito.

Eu conhecia aquela voz.

Aquela linda voz, gentil, doce, carinhosa, segura, confortante.

- JiMin. – comento sorrindo.

- Cala a boca. – comenta o homem apertando o meu braço.

O chefe de policia se aproximou novamente.

- Nós conseguimos um carro. – avisa o chefe de policia um pouco sério.

Logo o carro se aproximou e o motorista desceu, o homem apontou a arma para o motorista e em movimento rápido o motorista desarmou o homem e o fez me soltar.

- Corre. – manda o motorista bem sério.

Eu vou correndo, sem rumo, perdida, confusa, tremendo. Quando eu me aproximo do chefe de policia, uma policial se aproximou e colocou uma coberta sobre os meus ombros.

- JiMin. – comento respirando fundo.

A policial me levou para ambulância e lá dentro eu o vi e o mais velho não estava sozinho ele estava com o J-Hope.

- JiMin. – gritei quase chorando.

Ele me olhou e veio na minha direção.

O mais velho me abraçou com toda a sua força.

Como eu sentir falta do seu carinho, do seu cheiro, do seu corpo contra o meu.

- Pronto Amor acabou. – comenta o JiMin se afastando.

- Que saudade. – comento dando um selinho nele.

- Sai da minha frente, sou eu. – comenta o J-Hope empurrando o JiMin.

O J-Hope me abraça bem forte e começa a pular comigo.

- Menina, eu quase tive um ataque de preocupação, que bom que você está bem. – comenta o J-Hope me apertando. – Escuta. Se você fizer isso de novo, eu vou bater em você, esta vendo essas rugas culpa sua. – completa se afastando.

- Me desculpa. – pede sem jeito.

- Meninos, nós temos que ir. – comenta o para-medico um pouco sério.

Eu e o JiMin fomos para a ambulância e seguimos para o hospital.

Assim que eu cheguei, já fui tratada e fui para o quarto.

Agora eu já tomei banho e estou no quarto com o mais velho.

- Não vai dizer nada? – pergunto um pouco séria.

- Não. – responde o JiMin sorrindo.

- Você não vai falar do meu cabelo? – pergunto um pouco confusa.

- Eu gostava dele maior, mas ele ficou mais lindo. Cabelo cresce. – responde o JiMin passando a mão no cabelo.

- Lindo? Isso é mentira! Ele está horrível. – comento um pouco séria.

- Não, tem como ficar horrível já que é seu. – comenta o JiMin sorrindo.

- Eu entendi. Love Myself. – comento respirando fundo.

- Exatamente. – comenta o JiMin passando a mão nuca. – Amor, me desculpa. Você passou tanta coisa por minha causa, por causa do meu trabalho, tudo isso foi culpa minha. – completa um pouco sério.

- Pode parar por ai. Primeiro você não teve culpa nada, a culpa foi de doida que precisa muito de ajuda, segundo isso não tem nada há ver com o seu trabalho. E Não compare as A.R.M.Y.S com aquela doida, isso é muita ofensa ao fandom, o qual você ama e defende e o mesmo que eu faço parte. – Agora se deita aqui do meu lado e me beija. – completo um pouco séria.

O JiMin sorri, ele se levanta do banco e se deita do meu lado.

O mais velho começa dar vários selinhos, até que ele deu um selinho bem demorado que acabou se tornando um beijo. Ele morde o meu lábio inferior e chupa á minha língua, nós continuamos aquele beijo, eu pego na sua nuca e puxo um pouco o seu cabelo. Nós terminamos aquele beijo com um selinho.

Eu estou de volta, acabou. Eu sabia que ele iria me encontrar.


Notas Finais


Desculpem pelos erros ou por qualquer coisa.
Primeiro que gostaria de agradecer aos comentários, aos favoritos e aos seguidores.
Muito obrigada, pelo amor e apoio de vocês, amo muito vocês, minhas belas flores.
E qualquer coisa vocês podem me fala, pode ser desde conselhos, sugestões, temas ou até mesmo perguntas, para tornar á nossa Fic melhor.
Por hoje é só, até o próximo.
Beijinhos da Tiah e tchauzinho. >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...