1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Bobby (Ikon) >
  3. Chapter 3- Verdade ou desafio

História Imagine Bobby (Ikon) - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Chapter 3- Verdade ou desafio


Queria enfiar minha cabeça no chão, igual a um avestruz.

Nesse momento, Lisa sai da casa e vem ao meu encontro.

Lisa: S/n que cara é essa?

- A única que eu tenho ué!

Lisa: Idiota. Vamos entrar, você tá perdendo uma festa e tanto.

- Nem sei se que quero continuar, Lisa você não sabe o que aconteceu.

Lisa: Claro que não, não sou vidente.

- Ah ridícula.

Lisa: Vai logo me fala.

- Minha prima Amber vem pra Coréia amanhã.

Lisa deixa o copo de bebida cair no chão, me olha e me pega pelos braços e diz:

Lisa: Não.

- Sim.

Lisa: Não.

- Sim.

Lisa: Não.

- Sim

Lisa: Não

- Já disse que sim imbecil agora me solta!

Lisa: Ela não pode vir, essa garota é do demônio, capeta, capiroto, satanás e do cão!

- É, mas não podemos impedir aquela doida.

Lisa: S/n ela não pode saber aonde estamos morando, essa guria não vai atrapalhar mais a nossa vida.

Coitada da Lisa, a mesma teve sua festa de 18 anos arruinada pela minha prima. A mesma havia colocado ratos com ajudas de amigos na festa, aí já se consegue imaginar o que houve, foi gente gritando pra todo lado, aí tiveram que chamar os exterminadores de baratas, seja lá quem for, tivemos que sair da casa de festa, mas as pessoas foram embora, desistindo, Lisa ficou deprimida.

- O que vamos fazer?

Lisa: Não contar pra ela aonde estamos morando, anta.

- Tá, é mesmo.

Lisa: Agora vamos entrar.

- Ok.

A festa estava sem graça, tinha mais beijo do que dança, ou eu não tinha ninguém pra beijar mesmo eu acho isso. É, eu não tinha ninguém pra beijar mesmo.

Depois de mais alguma horinha, todo mundo começa a ir embora, Irene pede para que eu, as meninas e os meninos ficassem, ela queria brincar com a gente, só com a gente, ai lá vem.

Irene: Bom, como todos foram embora, vamos brincar de verdade ou desafio?

A pronto, só o que me faltava, quando alguém brincava dessa brincadeira, no final sempre dá merda, às vezes, mas dava do mesmo jeito. Nos sentamos em círculo, quis me afastar um pouquinho mas Lisa me puxa.

- Viada- Sussurro.

Lisa: Apenas jogue.- A mesma fala no mesmo tom.

Irene: Vamos começar.

Ela gira a garrafa e para na Lisa e uma garota que não sei o nome ainda.

Lisa: Desafio.- Lisa e suas loucuras.

Xxx: Eu desafio você beijar o Junhoe.

Meu deus, essa brincadeira não vai acabar bem.

Lisa: Sem problemas.

Ela se levanta, senta no coloco do mesmo e dá um beijo em sua boca. Essa Lisa é safada.

Irene: Ok, agora vamos de novo, Lisa...- A mesma se encontrava ainda o beijando.- Lisa pode parar ok?... Lisa?

Lisa: Pronto.- Fala ela ofegante.

Irene: Nossa. Bom, continuando.

A garrafa para em Irene e Junhoe.

Junhoe: Verdade ou desafio?

Irene: Verdade.

Junhoe: Ah mas que covardia- O mesmo fala rindo.

Irene: Vai logo.

Junhoe: É verdade que você transou com Bobby no quarto dos seus pais?

Yugyeom: Eita penga!- Falou o mesmo, fazendo os outros rirem, menos eu.

Irene: É verdade sim, mas não queria falar sobre isso, droga, porque não escolhi desafio?

Junhoe: De qualquer jeito, eu iria mandar vocês se pegarem no meio de todo mundo- Ela fala rindo novamente.

Sei lá, aquilo me desconfortou, nem falei direito com o garoto, na verdade, nem o conheço muito bem.

Irene: Vamos logo pra próxima rodada.

A garrafa para em Jennie e Jackson.

Jackson: Verdade ou desafio?

Jennie: Verdade.

Jackson: Ah pô, assim não vale, eu não sei nada ainda sobre você, você é nova.

Lisa: Concordo com ele.

Jennie: Lisa?

Lisa: O quê? Ele disse a verdade.- A mesma fala com um sorrisinho.

Jennie: Então vai, desafio.- Jennie fala sem muito interesse e revirando os olhos.

Jackson: Eu te desafio a ficar no quarto com JB até a gente decidir que vocês dois devem sair.

Jennie: Oi? Claro que não!

Amado, minhas mãos já estavam suando, ainda bem que essa garrafa não chegou em mim.

JB: Podemos até ficar mas não vai rolar nada seus babacas.

Os dois saem para o quarto de  hóspedes, onde Irene deu coordenas para eles irem.

Irene: Só espero que eles não façam nada mesmo.- Ela ri.

Irene joga mais uma vez a garrafa parando em uma garota e o Bobby.

Bobby: Verdade ou desafio Joy?

Joy: Desafio.

Bobby- Eu te desafio a fazer aquelas suas danças do ventre pra gente.

A mesma ri e dança. É, até que ela não é mal. Ela para e continuamos o jogo. A garrafa vai em Bambam e Junhoe.

Nossa, esse guri tá que tá hoje hein.

Junhoe: Verdade ou desafio meu amigo Bamb?

Bambam: Verdade.

Junhoe: É verdade que você ficou com a professora de educação física atrás da arquibancada no último ano de ensino médio?

Bambam: Sim, e inclusive foi bom demais.

Meu deus e eu achando que aquele povo era tudo legal, bom, legal eles são, mas são tudo pervertido, gente do céu, só sei que a Lisa era a que mais gostava desse tipo de coisa entre eu e a Jennie. E por pensar nela, tadinha, ficou junto com o JB trancados.

Irene mais uma vez gira, e nesse momento, eu queria sair correndo dali, de nervosismo, sangue de jesus tem poder, meu pai amado, vai derramando em nome de Jesus, aí jesus amado tira todo o mal que tem nessa brincadeira.

Parou em mim e Junhoe, esse filho da mãe vai querer desafio, ele já lascou com Jennie, só pode o capiroto está comandando esse jogo.

- Gente, eu não quero brincar disso.

Lisa: Ah qual é S/n vai amarelar agora?- Mano a Jennie pode contar com minha ajuda pra deixar a Lisa em coma.

Irene: Vai S/n brinca só essa vez, depois que passar por essa rodada você pode sair, senão vamos ficar na sua cola, aqui é assim.

Aí jesus, eu queria acabar logo com aquilo então falei de uma vez.

- Verdade.

Lisa: Não ela quer desafio.

Dou um olhar mortal para a mesma, Lisa vai morrer hoje a se vai.

Junhoe: Quero o mesmo que a Jennie e o JB, só que com você e o Bobby.

Naquele momento não podia desmaiar, porque era quase o que eu ia fazer, minha pressão quase caí.

- Garoto você tem problema?

Junhoe: Não, só apenas gosto de brincar assim.

- É mas eu não, então não vou e nem adiantem dizer pra eu ficar, vou embora agora mesmo.

Lisa se levanta e pega no meu braço.

Lisa: S/n é só uma brincadeira.

- Uma brincadeira que pode ser real, você não viu o beijo que deu nele? Eu não gosto disso.

Lisa: Você tem frescura demais, não aguenta uma brincadeirinha, sua sem graça.

Não acredito que ouvi aquilo da minha própria amiga por causa de um jogo que estava me incomodando.

Sai dali o mais rápido possível. Pego meu celular e ligo para Mino. Sei lá, ele pode ser, comilão, mas sempre foi nosso amigo, ele nos ajudou tudo mesmo.

Já estava chorando, sério eu estava mal, a Lisa nunca falou assim comigo, ela sempre me defendia de tudo, mesmo que ela gostasse e eu não, se Jennie estivesse lá, com certeza a mesma perderia os dentes, Jennie jamais adimitiria umas de nós nos ofender por bobagem. Tento ligar, mas dá no caixa postal.

- Ótimo.

Xxx: Quer que eu te leve?

Olho para trás e dou de cara com Bobby.

- O que faz aqui? Eles pediram pra você vir não foi? Mas que babacas!

Bobby: Não S/n.

Primeira vez que ele me chama pelo meu nome.

Bobby: Eu parei de brincar também, vi o quanto você não gostou, bom, na verdade os meninos também não queriam mais brincar, só ficou os mais ousados.

- Ok, mas não precisa, alguns dos meninos podem me levar.

Bobby: Bom, eles disseram que não vão agora, na verdade, eles pararam de brincar, mas resolveram ir tomar banho de piscina.

Ele me leva até um canto onde dá pra ver a piscina e realmente era verdade.

- E a Jennie?

Bobby: Ainda estão no quarto.

- Vou chamar ela, quer dizer você pode chamar por mim?

Bobby: Vou estar passando pela regra do Junhoe mas mesmo assim vou.

O mesmo sai, depois de uns minutinhos ele volta com Jennie, me abraçando.

Jennie: Pode ter certeza que Lisa não vai dormir hoje em casa, ela pode dormir lá com aquele Junhoe, agora vamos amiga.

Entramos no carro e Bobby logo deu a partida.

Assim que chegamos, Jennie também convidou Bobby para entrar, ele aceita. Conversamos um pouco sobre hoje, até dar a hora de dormir, como só tinha três quartos e o quarto da dona Lisa estava trancado, deixamos Bobby dormir no sofá, já que ele também não estava com a chave do apartamento dele.

Saio do meu quarto para beber água, abro a geladeira e quando vou fechar levo um susto por Bobby está parado em frente.

- Meu jesus Bobby, que susto.

Bobby: Desculpa.

Ficamos nos encarando por um longo tempo. Ele estava sem camisa.




Notas Finais


Thanks people 🥰


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...