História Imagine BTS - Amor compartilhado - Capítulo 5


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Amor, Baby Jimin, Babyboy, Babygirl, Casamento A Três, Dinheiro, Egoísmo, Jikook, Nanjoom, Obsessão, Ódio, Omma, Paixão, Threesome
Visualizações 59
Palavras 823
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura ♥️

Capítulo 5 - Notícias...


(Susi)

Acordo faço minhas higienes matinais e Jung as deles, a casa estava silenciosa quando saio do quarto. Ai então lembro que a empregada entrou de férias ontem. 

Preparo o café da manhã rapidamente já que Jung estava prestes a sair. 

Jung chega na cozinha e eu peço para ele ir chamar Jimin, já que eu não estava nenhum pouco afim de falar com Jimin hoje.

... 

Amor! - coloca as duas mãos em meus braços

Que foi? Parece que viu um fantasma! E Jimin não ve...

.... Jimin foi embora amor. 

Que como assim? Ele não pode ter feito isso! - me solto de Jung.

Mas ele fez meu amor! E pra ser sincero acho que foi melhor pra ele e pra nós - entrega a carta.

Não, ele não fez isso...! Ele não pode ter feito! - pego a carta.

Jimin tinha ido embora, meu coração doía só de pensar que ele poderia estar passando por necessidades e coisas do tipo. Jimin apesar de tudo é meu baby, jamais desejaria o seu mal.

Bom amor agora eu tenho que ir, fica bem! - beija minha testa.

Mas você nem tomou seu café!

Compro alguma coisa depois! - beija meus lábios.

QUEBRA DE TEMPO

Já se passavam das 15:30 e eu não parava de pensar em Jimin, ele não tem família à não ser nós. Ele pode estar na rua passando frio, fome tudo por uma besteira Inconsequente.

Eu não aguento, pego meu casaco e minha bolsa e vou para meu carro onde dirigo atentamente para ver se encontro meu baby. 

Dirigo ruas e ruas. E nada de Jimin! Nada me tira da cabeça que ele não estar bem, conheço meu menino, ele é ingeno pra muitas coisas só tem 22 anos e talvez as pessoas possam abusar desta ingenuidade.

QUEBRA DE TEMPO

Passavam das 18:00 quando cheguei em casa deprimida por não ter achado Jimin, a grande mansão parecia fazia e sem cor. Ela estava fria, parecia que não havia mais vida....

Jung chegaria em menos de 45 minutos então decidi encomendar uma pizza.

Logo Jung chega a nota minha tristeza que já saia de dentro de mim e transpirava pela casa. 

... 

Eu ainda acho que você não devia ficar assim. Jimin é bonitinho, gostosinho mas não merece nossa tristeza... Não depois de tudo que ele fez, ele te estuprou meu amor! E eu ainda fui bonzinho com ele porque eu como juiz deveria ter prendido ele na hora! Mas fiquei com pena, nem é bom pensar o que os outros detentos fariam com a bundinha  dele... - ri debochado.

Você tem razão, eu não devo me preocupar com ele. Afinal ele é livre e não é meu filho nem meu marido no papel, então...

Jung e eu nos beijamos e intensificamos nosso beijo quando ele apertou minha bunda fazendo seu membro já ereto encostar perfeitamente em minha intimidade. Somos interrompidos quando alguém aperta a campainha. 

MERDA! - revira os olhos.

É a pizza!!!

Busco a pizza e então nós comemos e fomos para o quarto.

Eu não parava de pensar em Jimin e no frio que ele devia estar sentido e pior a fome talvez até os maus tratos...

Eu estava só de calcinha procurando uma camisola quando Jung chega por trás de mim e coloca sua mão por dentro da minha calcinha, ele massagea meu clitóris fazendo eu soltar um suspiro abafado. Meu corpo inteiro estremece na mão de Jung, rebolo em sua mão fazendo minha bunda encostar em se pau duro.

Ahh JungKook me...me fode, eu preciso disso... Ahhh vai Kook, vai logo! - falo com a respiração já ofegante. 

Jung me beija e vai descendo sua boca até minha intimidade onde arranca minha calcinha com a mesma. Passa sua língua em toda minha intimidade extremamente úmida e latejante e logo em seguida penetra seu enorme e volumoso pau, sem dó e nem piedade começa as estocadas rápidas e com muita força fazendo eu gritar de tanto prazer... 

O quarto cheirava a sexo e prazer, o desejo tomou conta do quarto e de nossos corpos fazendo nossa transa ser o único som da casa. 

Jung muda de posição e então fica de lado, pega minha perna e a segura pra cima me penetrando fortemente. Uma de suas mãos seguravam fortemente meu pescoço fazendo eu ficar sem ar, nossos corpos se chocavam fazendo um barulho ainda mais excitante. 

Jung goza dentro de mim e cai deitado de barriga pra cima assim como eu. Fazia algum tempo que não transavamos assim juntinhos e colados um no outro dividindo o próprio prazer, na verdade desde que Jimin chegou. 

Nós estávamos ainda deitados quando recebi uma ligação inesperada e que pra falar a verdade eu não iria nem atender... 

Tem certeza que era o Jimin? E você sabe como ele está? Estão machucando ele?! - digo já chorando. 

Desligo o telefone e então Jung revira os olhos parecendo não estar contente ao ouvir o nome de Jimin. 

O que houve agora com seu baby?! - diz debochando. 

Jimin, ele... Ah eu não consigo nem falar... 


 




Notas Finais


Uai gente, o que será que aconteceu com Baby Jimin?! 🤔 🙁💔


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...