História Imagine Bts: Um motivo para viver...(Park Jimin) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts/ Park Jimin, Originais, Romance
Visualizações 211
Palavras 1.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Estupro, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieh mores voltei, espero que gostem do capitulo....bjs morecos...

Capítulo 8 - What is love?


Fanfic / Fanfiction Imagine Bts: Um motivo para viver...(Park Jimin) - Capítulo 8 - What is love?

As palavras da garota estavam começando a mexer com o Park, suas ações, suas palavras seu modo de ser começavam a surgir efeito mas severo, ele queria a todo momento estar com ela queria fazer coisas com ela dizer coisas com ela, mas por que parecia tão impossível, e também sua mãe parecia o tratar como criança, nada de beijo ou nada de abusar da pobre coitada, ele que e pobre por ter que conter seus desejos.

-Vamos a praia?-Ele propôs se encostando na porta do quarto á olhando deitada fixando seu olhar no teto.

-Eu me arrumar.

Ela disse e quando se virou para o guarda roupa notou pelo espelho da porta do guarda roupa que ele ainda a olhava.

-Ham...-Ela resmungo sem graça.

S/n estava de vestido desabotuou os botões da frente lentamente até que estivessem todos abertos deixando o vestido cair sobre seu corpo até atingir o chão o corpo de Park se arrepiou assim como o dela, não só pela beleza que ele via mais pelas marcas que mesmo depois de tempo possuía.E eram essas marcas que deixavam s/n sem jeito.

Ela pegou uma blusa GG de listras pretas e brancas e a vestiu em seguida vestindo um short jeans, se virando para o Park que não sabia o que dizer.

-Vamos?-Ela propôs, saindo as pressas mas não antes que ele a segurasse pelo pulso e a puxasse dando lhe um selinho.-Vamos...

E assim foram até uma praia um tanto desconhecida onde ninguém mais ia, não tinha ninguém.

Eles se sentaram em uma rocha e apreciaram a vista.

-Vai entrar?-Ele perguntou começando a se desnudar.

-Não eu não trouxe roupa de banho.

-Tudo bem entra com a minha blusa.

Ele jogou a blusa branca para ela que logo começou a se vestir.

-Para de olhar isso e estranho.

-É lindo.

-Park Jimin!

-Ta ta virei.

Ela ficou com a blusa do maior logo pulando no mar e ele logo em seguida começaram uma guerra de água e mesmo que o maior tivesse parado ela continuava então ele a puxou para perto para muito perto, apoiando os pés no chão ja que para ele não era tão fundo encostando as costas na rocha, e puxando s/n para seu colo colando as mãos em suas coxas em quanto a menos entrelassava as pernas na cintura do rapaz. Ele olhou fundos naqueles olhos claros tão lindos tao diferentes tão seus, vendo ela devolver o olhar na mesma intensidade as mãos da menuma foram para seu pescoço as do Park para suas nadegas a causando um arrepio ele inclinou o rosto para frente sem dar a ele tempo para fugir e logo iniciando um beijo terno devagar para que não acabasse suas línguas dançavam umas com as outras e as mãos do Park estavam cada vez mais boas, ele queria toma la ali e agora, mas sabia que não podia queria que fosse especial pra ela. Interromperam o beijo por falta de ar e ela o olhava de cima abaixo ficxando o olhar em sua boca e logo apoiando sua cabeca cá no ombro do maior o vendo respirar pesadamente controlhando a adrenalina que sentia.

-Você me deixa louco sabia.

-Um?-Ela indagou o olhando curiosa.

-Toda vez que te vejo quero te fazer minha, quero marcar você toda para que saibam que você é minha! Quero te ter nos meus lençóis na minha cama poder te chamar de meu amor poder te beijar todos os dias sem ninguém reclamar, eu quero dormir e acordar com você do meu lado sabendo que me pertence e que eu sou seu...

-...-Ela abriu a boca mas a resposta o surpreendeu.-Então faça, me beije, me abrace me ame e que se dane os outros eu...eu...

-Jimin?-Uma mulher disse e S/n rapidamente se afastou sabendo quem era a mulher.

-Boa tarde Sun-Hee.

-Boa pra vc também querido, vejo que tem de divertido.

-Você nem imagina.

Ele saiu da água apenas de bermuda revelando o belo corpo que possuía logo ajudando s/n a sair a cobrindo com uma manta que havia trazido e a colando junto ao seu corpo.

-Corajoso namorando uma de menor isso é muito sério.

-Não precisa se preocupar eu ainda espero seus 18 anos com prazer ate la fique longe dela.

-O que faz você pensar que me importo? Desejo você toda felicidade do mundo.

Ela disse pisando firme e indo embora e Park foi ate onde estavam sentados estendeu um pano no chão estava começando a esfriar, abriu a manta que estava com seu amor colocando a garota entre suas pernas e os cobrindo.

-Ela vai nos machucar?

-Não! Eu não vou deixar além do mais ela não sabe a onde iremos morar.-Ele disse revelando a sua surpresa.

-Ela sabe a onde seus...Pera Você...

-Eu comprei uma casa fique a poucos kilometros daqui você vai gostar, mas só podemos ir lá quando a casa estiver limpa.

-Entendi senhor altas revelações.

-Não...me chama de "amor" que já esta bom.

-Amor...eu to com fome.-Ela diz o levando a rir pela forma que a palavra amor foi usada. Ele se esticou pegando um saco de Salgados colocando na boca da menor que fazia de tudo para não rir.

Ficaram em silêncio escutando a brisa do mar até que ele tocou em um assunto.

-Você não me disse que tinha marcas no corpo.

-Eu...pensei ter dito.

-Não mente pra mim, por que não me contou...

-Ham...Pensei que  você ia sentir nojo de ter uma garota usada ao seu lado, eu tentei esquecer apagar me lavar, mas...-Ela caiu em lágrimas e Jimin a abraçou forte dizendo.

-Mesmo que você tenha passado por tudo isso a culpa não foi sua. E sim daquele desgraçado, mesmo que isso tenha acontecido acabou você esta comigo agora, eu te amo s/n, eu te amo então por favor não esconda nada de mim.

-Eu não vou.

Então eles deitarma na rocha um do lado outro conversando bobeira jogando assunto fora se divertindo ate que Jimin pegou no sono.

Ela se sentou olhando o por do sol.

-O que é amor, Park Jimin?-Ela perguntou ao vento.

-É algo que ele nunca vai sentir por uma doente.

-Quem te pediu opinião?

-Além de doente e sem educação.

-Eu vou te dar um aviso, posso ser doente posso morrer daqui alguns messes mas eu nunca vou deixar de amar o Jimin, será que você não pode nos deixar em paz? Deixar ele ser feliz? Se você fizer algo pra ele eu acabo com você, tenha certeza que em quanto eu viver vou amar ele com todas as forças.

-Eu deixaria ele em paz, mas e comigo que ele vai ficar feliz e comigo! Só eu posso dar o que ele quer.

-É o que seria?

-Prazer.

Ela disse indo embora mas antes be8jando os lábios do rapaz que dormia deixando s/n revoltada sem graça e com lágrimas nos olhos.

Ele acordou de noite, s/n estava deitada ao seu lado e ele percebeu que a mesma havia chorado...por que?

-Você acordou...-Ela disse.

-Eu te...

-Não. Eu só estava de olhos fechados.

-Quer ir pra casa?

-Quero.

Eles entraram no carro e o resto do caminho era um silêncio absoluto.

-O que aconteceu? Por que está tão quieta.

-Nada eu so estava pensando.

-No que?

-Na vida.

Pov's Sun-Hee:

-Olha quero que faça um pequeno serviço pra mim.

-Pode falar senhora.

-A família Park está contratando um novo jardineiro e quero que você seja esse trabalhador quero que afaste Park Jimin de S/n.











Notas Finais


Bom por hj e aí até mais amores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...