História Imagine CNCO baby - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias CNCO
Personagens Christopher Vélez, Erick Brian Colón, Joel Pimentel, Personagens Originais, Richard Camacho, Zabdiel De Jesús
Tags (seunome), Amizade, Amor, Banda Cnco, Christopher, Ciumes, Cnco, Erick, Joel, Paixão, Renato, Richard, Romance, Zabdiel
Visualizações 55
Palavras 4.126
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mil perdões pela demora coleguinhas, é que tive inúmeras probelmas técnicos! Mas enfim consegui resolver tudo e bora lá para mais um imagine.

Boa Leitura!

OBS: Desculpem qualquer erro de ortografia se tiver, é que no momento estou com sono e pode ter passado despercebido por mim 🖒.

Capítulo 3 - Sonho realizado! - Erick.


Fanfic / Fanfiction Imagine CNCO baby - Capítulo 3 - Sonho realizado! - Erick.

(S/N) On:

São Paulo, uma cidade tão linda e ao mesmo tempo tão confusa! Cheguei há quase duas horas e ainda não consegui achar um local aconchegante e barato para passar uma noite. Bom, pra quem não entendeu nada, eu me chamo (S/N), tenho 18 anos e sou de (Nomedasuacidade), vim para São Paulo por causa da minha banda favorita, CNCO. Os mesmos chegarão no Brasil pela madrugada e quero muito ir vê-los e também tentar entregar uma coisa que fiz para o Erick, um dos meus favoritos. Na verdade eu fiz uma fanfic para ele. Eu queria dar um presente símbolico e que chamasse sua atenção.

Lembro que passei dois meses praticamente fazendo essa fanfic, escrevi ela no meu celular e traduzi tudo para espanhol e por fim imprimi. Rezo para que o Erick leia pelo ao menos um pedacinho do que escrevi, pois foi do fundo do meu coração.

Às horas se passavam e nada que eu achava para passar a noite cabia em meu orçamento. Nem no show eu poderei ir, infelizmente não tinha mais ingressos quando consegui o dinheiro.

Eu: Oh vida difícil... - bufei sentando em um banco da praça.

Já era quase 18h00 da tarde, o frio já percorria meu corpo, mas eu tinha que ir para o aeroporto. Queria ser uma das primeiras na fila para tentar olhar os meninos de pertinho. Caminhei até o ponto de ônibus e me informei qual passava no aeroporto de Guarulhos. Cheguei no aeroporto e me surpreendi com uma pequena fila formada no portão de desembarque. CNCOwners brasileiras não perdem tempo mesmo hahaha.

Eu: Boa noite. - falei para um grupinho de meninas que estavam na fila.

Menina: Boa noite! É CNCOwner também?

Eu: Sim! - sorri ajeitando meu casaco, o frio estava demais.

Menina: Eu me chamo Isa e essas são minhas amigas, Bia e Gio. - ela apresentou suas amigas, às três eram pura simpátia.

Isa: Veio de onde (S/A)?

Eu: Sou de (Nomedasuacidade).

Bia: Nossa, corajosa você! É fã dos chicos desde quando?

Eu: Ah já faz um tempinho... - expliquei.

Gio: Qual é o seu favorito?

Eu: Amo todos, porém meu coração bate acelerado pelo Erick... Ah ele é tão lindo! - gargalhei e elas também.

Isa: Sei bem como é! Aquele cubano dos olhos verdes nos deixa no chão!

Eu: Verdade!

Bia: O que me enoja é ele de rolo com aquela tal de Jéssica... - revirou os olhos.

Isa: É.

Eu: Meninas, eu costumo não acreditar muito nessas fofocas postadas em fcs não confiáveis. Só acredito mesmo quando o próprio Erick se pronunciar.

Gio: Eu também sigo essa mesma linha de pensamento! - me abraçou de lado.

Isa: Bora comer alguma coisa? - sugeriu.

Eu, Bia e Gio: Sim!

Fomos para a praça de alimentação e pedimos milkshakes e sentamos para tomar.

Bia, Isa e Gio eram super divertidas e legais! Conversamos altos papos.

Isa: Que horas são? - perguntou para Gio.

Gio: Quase 22h00. - ela guardando seu celular.

Passamos a madrugada inteira acordadas. A fila já estava dobrando de fãs, era uma falação sem fim.

Eu: Eles são muito queridos... Olha só o tanto de fãs! - comentei admirada.

Isa: São os nossos amores!

Eu: Yes!

Bia: Meninas, eles acabaram de pousar! - avisou eufórica.

Gio: Ai meu coração! - pulou de alegria.

Nos ajeitando corretamente na fila e preparamos nossos celulares e presentes.

Minhas mãos estavam suando e minha barriga cheia de borboletas. Era muito emoção para uma só pessoinha!

Erick e Chris foram os primeiros a se aproximar das fãs.

Bia: Deus! Olha quem vem ali! - ela disse quase tendo um treco.

Isa: Hola mi amor! - falou abraçando Erick e entregando um presentinho ao mesmo.

Erick: Gracias mi amor! - sorriu todo simpático.

Bia: Tira uma foto com a gente? - pediu entregando seu celular para o cubaninho.

Erick: Sim. - apertou no botão e tirou uma selfie onde apareceu as meninas e eu.

Gio: Obrigada! - beijou o rosto dele.

Eu: Hola princeso... - falei quase sem voz, pois uma emoção enorme tomou conta de mim.

Erick: Hola mi amor! - sorriu. - É para mim? - apontou para o embrulho em minhas mãos.

Eu: Sim! - me despertei, entregando a fic e o ursinho.

Erick: Gracias! - mandou um beijo no ar e saiu guiado por um segurança.

Foram os instantes mais perfeitos de minha vida! Erick era um amor! Infelizmente não consegui foto com os outros 4, eles estavam muito apressado, certamente por causa do horário.

Isa: Meu bem, em qual hotel ce tá hospedada? - perguntou para mim.

Eu: Na verdade não tenho onde passar essa noite... - fiz careta.

Bia: Mulher e tu ia ficar onde? Aqui mesmo no aeroporto?

Eu: Talvez. Amanhã mesmo eu tô voltando para minha cidade.

Gio: Ué, não vai ficar pro show?

Eu: Não... - sorri triste. - Quando eu consegui o dinheiro não tinha mais ingressos disponível.

Isa: Oh minha linda... - ela me abraçou.

Bia: Isso é uma injustiça...

Gio: Verdade!

Eu: Mas no próximo tô dentro! Vai ter tour no Brasil em 2019!

Isa: Quase morri quando soube!

Gio: Mas linda ce pode passar a noite na casa da Isa, estamos todas lá.

Eu: Não será incômodo? Digo porque nos conhecemos hoje...

Isa: Incômodo algum! Bora logo, chamei até Uber pra nós. - falou me puxando.

Pegamos o Uber que Isa tinha chamado. Ela morava um tanto longe do aeroporto. Chegamos quase 06h00 da manhã na casa de Isa, era uma residência super linda. Os Pais da mesma me trataram tão bem.

Isa: Fofa tem toalha e lençol na cama.

Eu: Obrigada. - sorri.

Tomei um banho bem relaxante e deitei para descansar.

Erick On:

O Brasil é sempre muito receptivo conosco! Foi muito bonito a recepção das CNCOwners brasileiras, elas foram muito educadas e carinhosas. Joel mesmo fala que elas são super diferentes das demais.

Chris: Pensando no que cabeça? - falou entrando no meu quarto.

Eu: Em nada, tô de bobeira.

Chris: Já olhou os presentes que ganhou das meninas? - perguntou apontando para o monte de mimos que ganhei no aeroporto.

Eu: Pior que não. - coçei o cabelo.

Chris: Te ajudo a abrir! - falou indo pegar os embrulhos.

Erick: Elas são uns amores. Tenho muito orgulho das nossas fãs.

Chris: Sim. Olha isso! - ele jogou para mim um mini livro.

Erick: Que isso? Uma carta? - franzi o cenho analisando.

Chris: Aqui fala que é uma fanfic... - comentou confuso. - O que seria uma "fanfic"?

Erick: Sei lá, pesquisa no Google. - sugeri dando meu IPhone para ele.

Chris: Bom, aqui diz que fanfic é histórias criadas por fãs com os seus ídolos. - leu no site.

Erick: Tipo, imaginações românticas e eróticas? - franzi o cenho.

Chris: Isso mesmo! - gargalhou. - Cara acabei de procurar fanfics sobre mim e achei um montão! - comentou surpreso.

Erick: Eu vou ler essa. - peguei o livro.

Chris: Divirta-se! - bateu em minha testa e saiu.

(S/N) On:

Eu e as meninas dormimos muito, só acordamos porque a mãe de Isa nos chamou para comer.

Bia: Garotas eu acabei de saber o hotel onde os meninos se hospedaram! - deu um pulo com o celular nas mãos.

Gio: Bora lá tentar tirar outra fotinha com eles?

Eu: Eu adoraria, mas tenho que voltar pra minha cidade ainda hoje!

Isa: (S/A) será rapidinho boba. Vamos!

Eu: Tá! - concordei animada.

O hotel ficava em um bairro de classe de São Paulo. Eu coloquei uma roupinha mais arrumada e as meninas também. Pegamos um Uber e chegamos em uma hora.

Isa: Agora é só rezar pros boys descer ou por suas caritas divinas na sacada!

Gio: Fato!

Ficamos praticamente coladas na grade de segurança e nada dos meninos mostrar suas caras. Confesso que minhas pernas já estavam doendo de ficar em pé.

Isa: Será que eles estão aí mesmo? - bufou sentando ao meu lado na calçada.

Bia: Olha ali manas! - ela nos cutucou.

Isa: Omg, eles estão saindo!

Gio: Joel! Por favor tira uma foto comigo! - pediu chamando o mesmo que por sorte a notou e se aproximou.

Joel: Buenos días, senhoritas! - ele sorriu pegando o celular de Gio.

Joel estava sendo muito fofo com a gente, bateu foto com nós três.

Isa: Obrigada meu amor! - ela abraçou o mesmo.

Chris, Erick, Richard e Zabdiel estavam ocupados atendendo outras CNCOwners.

Erick On:

O dia seria cheio, chegamos praticamente 04h00 da manhã e já estavamos de pé para dar entrevistas e gravar para rádios. Descemos para pegar o carro que nos levaria nos compromissos e notamos uma considerável quantidade de fãs na porta do hotel, claro que fomos atendê-las.

Chris: Sua cara tá péssima. Não cochilou nem um pouco? - perguntou.

Eu: Cara eu comecei a ler aquele negócio de fanfic e perdi totalmente a hora!

Chris: Viciou mesmo foi?

Eu: Eu achei interessante o que essa menina escreveu... - sorri lembrando de algumas coisas.

Chris: Fiquei curioso...

Eu: É ela! - falei olhando para onde Joel estava.

Chris: Quem Erick? - perguntou sem entender.

Eu: A menina que escreveu a fanfic!

Chris: Como sabe disso?

Erick: Ela colocou uma foto na fanfic! (S/N) é o nome dela...

Chris: O que pretende fazer?

Erick: Preciso conversar com essa garota... - mordi os lábios.

Chris: Pede pra alguém da equipe segurar ela aqui no hotel até voltarmos das entrevistas. - aconselhou.

Eu: Boa ideia! - sorri indo pedir para Clara, nossa nova assistente fazer o que Chris sugeriu.

(S/N) On:

Os meninos mais uma vez atenderam as fãs super rápido, só deu tempo de tirar uma foto com o Joel.

Isa: Muito sacrifício para nada! Nem uma mísera foto com o Zabdiel eu consegui...

Bia: E nem eu com o Richard...

Gio: Triste vida...

Eu: Meninas, daqui eu vou direto para a rodoviária.

Isa: Poxa, poderia ficar mais.

Eu: Infelizmente não vai dá meus amores! - abracei elas.

Bia: Não esquece da gente viu!

Eu: Nunquinha! Sou muito grata por tudo que fizeram por mim.

Gio: Não nos faça chorar mocinha. - fez bico.

Eu: Beijos! - acenei vendo elas entrarem no Uber.

Agora era hora de voltar para minha realidade. Não sei se cheguei a comentar faço faculdade de direito e trabalho em uma lanchonete na minha cidade.

Ajeitei minha mochila nas costas e quando eu estava prestes a sair da porta do hotel, senti uma mão tocar meu ombro e quando virei era uma moça loira.

Moça: Hola. - ela falou em espanhol.

Eu: Em que posso ajudar? - perguntei toda enrolada no espanhol.

Moça: Se chama (S/N) certo? Me chamo Clara e tem uma pessoa que deseja conversar com você.

Eu: Mas quem? - franzi o cenho preocupada.

Clara: O Erick.

Eu: ERICK?

Clara: Ei, fale baixo por favor! - pediu olhando para os lados.

Eu: O que ele quer comigo? - perguntei super anciosa.

Clara: Isso eu não sei te dizer, mas se você quiser saber me segue.

Eu: Claro!

Clara: Venha por aqui. - ela pegou em minhas mãos e me guiou para dentro do luxuoso hotel.

Minhas pernas estavam francas, o nervosismo era notável em mim. Minha mente só tentava imaginar o que Erick queria comigo? Parceria sonho tudo aquilo.

Clara: Sente aqui e aguarde. É que eles foram dar algumas entrevistas e já retornam.

Eu: Tudo bem. - sentei retirando minha mochila das costas.

Clara: Você é maior de idade? - puxou assunto.

Eu: Sim! Tenho 18 anos.

Clara: Ah sim.

Clara Pablo era uma moça legal, o pouco que conversamos descobri que ela tinha sido contratada por Renato para ajudar ele com os garotos.

Clara: Vamos tomar um café? Estou quase congelando de frio! - sorriu toda encolhida.

Eu: Vamos sim. - levantei acompanhando a mesma.

Aquele hotel era gigante, tinha praticamente tudo dentro dele.

Clara: Você é de São Paulo mesmo? -perguntou bebendo seu capuccino.

Eu: Não, vim apenas para tentar ver os meninos de pertinho.

Clara: Vai ao show?

Eu: Infelizmente não...

Clara: Por que não?

Eu: Não consegui ingressos, tá tudo esgotado.

Clara: Acho que posso te ajudar.

Eu: Como?

Clara: Você pode ir como convidada da banda.

Eu: Seria a melhor coisa! - bati palminhas.

Clara: Os meninos chegaram! - falou vendo eles entrarem.

Erick: Hola! - falou sorridente.

Clara: Fiz o que você pediu. - piscou para Erick e saiu.

Eu: Posso te dar um abraço? - perguntei quase não me aguentado de tanta felicidade.

Erick: Claro que sim mi amor. - sorriu me puxando para um gostoso abraço.

Eu: Sou muito sua fã, admiro tanto sua simplicidade e paixão pela música!

Erick: Oh gracias por todo carinho. - beijou minha bochecha, quase infartei.

Eu: Parece um sonho sabe...

Erick: Eu pedi para te chamar porque eu simplesmente estou vidrado na fanfic história que você me deu.

Eu: Então você leu? - perguntei com meus olhos cheio de lágrimas, era muita emoção.

Erick: Sim, e viciei a propósito.

Eu: Fiz do fundo do meu coração! - abracei Erick de supresa.

Erick: Acredito que sim. O que estava comendo? - perguntou.

Eu: Café e pão de queijo!

Erick: Ah também quero pan de queso! - ele puxou uma cadeira e sentou ao meu lado.

Eu: Seu sotaque portunhol é tão lindinho... - suspirei toda boba.

Erick: Brasil, brasileño! Sou um menino brasileño!

Eu: Lindo!

Perdi até a noção do tempo conversando com o Erick. Ele era extremamente amável! Conversamos sobre muitas coisas, por fim estávamos parecendo dois amigos de infância.

Erick: Não vai por favor! - pediu fazendo bico.

Eu: Mas meu bem meus Pais vão me trucidar se eu não chegar hoje em minha cidade!

Erick: Ligue para os mesmos e explique que você vai ficar até o show! Quer que eu peça para o Renato ou para minha mãe falar com eles?

Eu: Nao precisa. Vou tentar explicar para eles.

Erick On:

A (S/N) era uma menina encantadora, cara pelas horas que conversamos descobri bastante coisas sobre ela, seus gostos e preferências.

Eu: E então? O que eles disseram?

S/N: Falaram um pouco, mas entenderam.

Eu: Oba! - abracei ela de supresa.

S/N: Nossa, anoiteceu e nem percebemos!

Eu: Verdade. É, como eu estou dividindo quarto com minha mãe você poderia ficar conosco.

S/N: Erick, melhor não...

Eu: Minha mãe estará lá o tempo todo. Ah e eu também não sou um maníaco, não irei te atacar! - gargalhou.

S/N: Bobo.

Subimos para o meu quarto e encontramos minha mamá assistindo filme.

Daisy: Buenas noches. - ela nos olhou desconfiada.

Eu: Buenas. Mamá se importa da (S/N) dormi aqui conosco?

Daisy: Com a condição que ela durma comigo por mim tudo bem. - deu de ombros.

Eu: Perfeito! - abracei minha mãe e (S/A) apenas riu.

Mamá e (S/N) logo começaram um assunto sobre o Brasil e acabei ficando excluído, coitado de mim.

(S/N) On:

Tia Daisy era uma figura, ela me fez sorrir tanto que quase fiz xixi na roupa. Ela me contou algumas travessuras que o princeso aprontou na infância.

Erick: Nossa mãe, valeu por tá me constrangido na frente de uma fã! - cruzou os braços todo bravinho.

Eu: Oh princeso a tia não fez por mal! - fui abraçar o mesmo.

Daisy: É filho.

Joel: Buenas noches pessoal! - ele disse entrando no quarto.

Erick: Ah entra aí irmão. Já conhece a (S/N)? - perguntou me apresentando ao amigo, eu estava me segurando para não correr lascar um abraço no Joel.

Joel: Muito prazer moça! - Joe acenou sorrindo.

Eu: O prazer é meu... - falei totalmente feliz.

Erick: Parceiro você pode abraçar ela? (S/A) é muito tua fã também.

Joel: Oh mais é claro. - ele veio em minha direção e me abraçou apertado.

Era 00h21 e todos nós ainda estávamos conversando animadamente, mas agora Chris, Zabdiel e Rich estavam no meio também.

Os meninos me trataram maravilhosamente. Realmente eu tive sorte, Deus preparou o melhor para mim.

Richard: Galera acho bom irmos para nossos quartos. Olha como a tia Daisy está com sono e a (S/A) também!

Chris: Rich tem razão, vou indo nessa. - levantou-se despedindo de todos.

Joel: Também.

Zabdiel: Se não é capaz do Renato nos matar amanhã!

Erick: Até amanhã então povo! - falou indo leva os amigos na porta.

Chris: Pega a gatinha, mas por favor usem proteção! - cochichou para Erick, mas ouvi e quase morro de vergonha.

Depois que saíram do quarto, tia Daisy foi se arrumar no banheiro e ficou apenas eu e Erick.

Eu: Parece que tô sonhando... - comentei me sentando ao seu lado.

Erick: Tá sendo do mesmo jeito que você escreveu na fanfic?

Eu: Você leu mesmo né... - sorri tímida.

Erick: Já estou no capítulo 13. - sorriu sapeca.

Eu: Sério? Que vergonha!

Erick: Fica com vergonha não, é bom saber que vocês fãs nos imaginam bom de cama. - comentou olhando fixamente para mim.

Eu: Nossa imaginação de fã é outro nível. - gargalhei escondendo o rosto entre minhas mãos.

Erick: Posso te perguntar uma coisa? - tocou em minha coxa.

Eu: Pergunte. - sorri nervosa com seu toque.

Erick: Você é virgem mesmo como descreveu na fanfic?

Eu: Erick... - levantei totalmente sem graça.

Erick: É apenas uma dúvida.

Eu: Sou sim... - respondi rápido.

Erick: E você teria coragem de fazer comigo tudo o que escreveu? - mordeu os lábios.

Eu: Talvez... - suspirei nervosa.

Erick: Olha, serei bem sincero contigo. Quando comecei a ler sua história, fiquei totalmente curioso e na medida que fui lendo fiquei excitado! Não gosto de muito delongas, quero saber se você quer mesmo fazer o que escreveu? - ele se aproximou, colocando meus cabelos para detrás da orelha.

Eu: Eu adoraria... mas... mas eu sou insegura, Erick.

Erick: Mas você se mostrou tão segura no que escreveu... - sussurrou em meu ouvido.

Eu: Se eu quisesse mesmo onde faríamos isso? - perguntei tentando deixar meu nervosismo e timidez de lado.

Erick: Aqui ó... - sorriu apontando para sua cama.

Eu: Com sua mãe no mesmo quarto? Melhor não. - me afastei.

Daisy: Terminei! - ela disse saindo do banheiro pronta para dormir.

Eu: Eu vou só tomar um banho rapidinho. - sorri indo para o banheiro.

Okay, nem nos meus melhores sonhos pensei que isso ia acontecer! Erick me queria e eu não sabia o que fazer. Tenho medo de me entregar... Eu sei que serei apenas mais uma para ele.

Tomei um banho rápido e vesti uma calça de moletom e uma camisa. Sai do banheiro e a mãe do Erick já estava ressonando profundo.

Erick: Ela sempre pega no sono rápido. - comentou concentrado em seu IPhone.

Eu: Tenha uma boa noite Erick... - falei me deitando com cuidado ao lado da mãe dele.

Erick: Dorme aqui linda. - ele pediu me chamando para sua cama.

Eu: Sua mãe não vai gostar!

Erick: Do jeito que ela tá dormindo aí só acorda agora amanhã, vem. - ele me puxou de leve.

Eu: Ai ai, não quero probelmas princeso. - falei me aconchegando em seu peitoral.

Erick: E não terá. - beijou meu rosto.

Eu e Erick conversamos mais um pouquinho e acabou que nos beijamos até alta madrugada. O cubaninho beijava muito bem!

Erick: Menina, você tá me deixando

louco... - gemeu entre o beijo.

Eu: Melhor parar... - tentei empurrar ele.

Erick: Eu não vou fazer nada de mais... - falou me beijando.

Eu: Mas amor estamos quase pegando fogo... tô toda suada já.

Erick: O nome disso é tesão. - piscou com aqueles olhos verdes que matam qualquer um.

Eu: Safado! - sorri beijando seus lábios de leve.

Erick: Nem sou. - ele pegou em minha bunda.

Eu: Chega! - empurrei ele. - Tô morrendo de sono.

Erick: Que mulher difícil Dios! - bufou frustrado.

Eu: Boa noite, bonito!

PELA MANHÃ...

Erick On:

Daisy: Eu falei para ela dormi na minha cama e não na sua! - mamãe disse brava.

Eu: Mãe não precisa desse escândalo, não fizemos nada de mais!

Daisy: Eu é que não sei... - disse ríspida.

Ela tinha acordado e flagrado (S/N) dormindo abraçada comigo.

S/N: Me sinto envergonhada... - abaixou sua cabeça.

Daisy: Vocês jovens parece ter vento na cabeça ao invés de celebro! - ela saiu do quarto pisando firme.

S/N: Ela deve ter pensado horrores de mim...

Eu: Mamá é assim mesmo. Vamos tomar café aqui mesmo? - puxei ela para meus braços.

S/N: Uhum.

Liguei para o serviço de quarto e eles trouxerem um saboroso café da manhã brasileño.

S/N: Amor, não me suja de Nutella! - pediu fazendo bico.

Eu: Deixa eu limpar então! - sorri beijando o pescoço dela.

S/N: Não morde! - sorriu me empurrando.

Eu: Daqui a pouco tem passagem de som, vamos? - mordi meu pão.

S/N: Só se for pra rolar barraco no fandom. Melhor eu ficar por aqui mesmo.

Eu: Tá bom. Penso que não vamos demorar muito.

S/N: Okay. - me deu um selinho.

(S/N) On:

Erick tinha ido com os meninos para a passagem de som no espaço das Américas e eu fiquei no quarto apenas vendo minhas redes sociais e falando com meus Pais. Minha mãe me fez prometer que depois do show eu voltaria para casa.

Erick: Voltamos! - ele entrou no quarto acompanhado dos outros.

Joel: São Paulo é tão linda... - suspirou se jogando na cama.

Chris: Tá fazendo o que gatinha? - perguntou se sentando ao meu lado.

Eu: Atualizando meu Instagram! - mostrei para ele.

Chris: Qual é o seu, deixa eu te seguir! - falou pegando o IPhone dele.

Eu: Tá brincando né?

Chris: Não! Agora você é nossa amiga e amigos se seguem nas redes.

Eu: Ah obrigada meu anjo! - abracei o mesmo e no mesmo instante Erick nos olhou com uma cara nada boa.

Erick: Pra mim você não pede.

Eu: Peço o que princeso? - perguntei sem entender.

Erick: Para te seguir nas redes.

Eu: Mas bem foi o Chris que me seguiu.

Richard: Brother manera no ciúmes aí! - brincou com Erick.

Zabdiel: Ele ficou todo possessivo! - deu uma pedalada na cabeça de Erick.

Erick: Ah vão se fud* vão! - mostrou o dendo do meio.

Joel: Boca limpa essa sua meu jovem! - revirou os olhos.

Chris: Deixa tia Daisy saber.

Eu: Vocês são mais crianças que eu! - gargalhei os deixando sem entender nada.

Chris: Ela é doidinha! - gargalhou alto.

Richard: Gostei!

Passamos o resto do dia naquele clima de descontração.

O show estava previsto para às 19h00 horas e já estávamos no camarim.

Erick: Você tá linda nessa roupa... - me abraçou por trás.

Eu: Depois do show tenho uma supresa para você. - avisei saindo de suas carícias.

Erick: Agora mesmo é que não me concentro nesse show!

Eu: Pois trate de se concentrar! Todas essas meninas estão aqui para assistirem o melhor de vocês.

Erick: Me deseja sorte?

Eu: Boa sorte mi amor! - beijei sua testa e limpei a mancha de batom que ficou.

Ele se juntou aos meninos e assim começou o show.

Eu assisti o show do lado do palco juntamente com a Clara e o Renato.

Tudo durou mais ou menos 1 hora, acgei super pouco mas fazer o que né?

Clara: Parabéns chicos! Foi incrível e no Twitter a galera só sabe falar de CNCO no Brasil.

Chris: A energia que nossas fãs nos passaran hoje foi surreal. - comentou retirando seu retorno e microfone.

Eu: Erick, você tá muito suado! - reclamei após ele ter me abraçado.

Erick: Tá com nojinho? - sorriu sapeca.

Eu: Lógico.

Renato: Se apressem temos que voltar para o hotel!

Os meninos: Okay Renatinho! - falaram entendidos.

Eles se arrumaram depressa e logo estávamos dentro da van para retornar ao hotel.

Hoje eu seria do Erick, tomei essa decisão no caminho para o show. Chegamos no hotel e quem foi para seus quartos foi. Erick e eu resolvemos admirar a paisagem no último andar. Era uma espécie de terraço para os hóspedes.

Erick: Cadê minha supresa? - perguntou me beijando.

Eu: Tá aqui. - sorri descendo às alças do meu vestido.

Erick: Mas aqui? - sussurrou analisando meu corpo coberto pela langerie.

Eu: Prefere no quarto com sua mãe nos vigiando? - perguntei incrédula.

Erick: Óbvio que não! - sorriu meu agarrando.

Seria super desconfortável transar pela primera vez no chão, mas eu queria ser do Erick de qualquer jeito.

Nos deitamos no chão e Erick ficou entre minhas pernas. Nossas línguas pareciam travar uma batalha. Ele tirou sua roupa rapidamente e começou a distribuir beijos nos meus seios ainda cobertos pelo sutiã.

Eu: Você tem proteção né? - perguntei vendo ele retirar sua cueca box.

Erick: Sempre! - sorriu malicioso.

Voltamos a nos beijar intensamente e em questão de segundos Erick estava dentro de mim. Doeu, não posso negar, mas aos poucos o ardor foi diminuindo e dando espaço ao prazer. Erick sabia muito bem como satisfazer uma mulher.

Erick: Ai... - gemeu chegando ao seu limite.

Nossas respirações estavam aceleradas.

Erick: Te machuquei muito? - perguntou ainda dentro de mim.

Eu: Nada de muito ruim! Na verdade eu amei Erick, obrigada. - beijei seus lábios com carinho.

Erick: Precisamos ir... - sorriu se levantando e caçando suas roupas.

Eu: Se não são capazes de vir nos procurar! - falei vestindo meu vestido.

Erick: Mamita você me dar sua calcinha de presente? - pediu pegando da minha mão.

Eu: E eu fico sem? - perguntei indignada.

Erick: Ninguém vai notar! - piscou me beijando.

Eu: Meu ídolo é muito safado mesmo.

Descemos para o nosso andar e assim que entramos no quarto precebemos que tia Daisy tava ferrada no sono.

Erick: Bora aproveitar mais um pouquinho? - ele me jogou na cama sem fazer barulho.

Eu: Princeso eu tô meio dolorida, podemos continuar amanhã? - fiz careta.

Erick: Sem problemas minha linda.

Depois de dar mais uns beijinhos em Erick fui tomar um banho.Vesti um short e uma blusa e me deitei ao lado dele.

Eu: Obrigada por tudo! Se não fosse por você eu não teria realizado esse sonho.

Erick: Não seja fofa dessa jeito.

Eu: Princeso, não sei como ficamos daqui em diante. Mas quero que saiba que eu te amo, mesmo que não seja recíproco de sua parte, afinal você me conheceu ontem. Quero apenas te dizer o quanto fiquei realizada por ter tido minha primera vez com você e por ter te conhecido. Muito obrigada Erick Brian Cólon.


Notas Finais


Iai? Gostaram??

Querem mais?? 🙈🤔

Beijos 😙😙😙😙😙 e volto logo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...