1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Deidara- Versão Akatsuki >
  3. Chapter Forty One

História Imagine Deidara- Versão Akatsuki - Capítulo 41


Escrita por:


Notas do Autor


Oii mais um cap hehe, espero que gostem

desculpe qlqr erro e tal, boa leitura.

Capítulo 41 - Chapter Forty One


Fanfic / Fanfiction Imagine Deidara- Versão Akatsuki - Capítulo 41 - Chapter Forty One

estavamos voando há bastante tempo, além de estar de noite, estava muito calor, e o passaro se movimentando assim só me deixava ainda mais enjoada...

- hm... deidara...

Deidara - espera só mais um pouquinho, agorinha paramos hum.

- eu não tenho agorinha seu porra!

Deidara - calma! - ele aperta minha mão em sua barriga. - agorinha nós paramos...

- hm... - olho pro lado para ver como Konan estava, era incrivel como ela estava totalmente de boa em pé la, sem nenhum medo ou enjoo, me bate até odio...

*s/n off*

*narradora on*

Konan - você acha que Pain nôs deu a rota mais longa só pra demorarmos pra ele dar bronca na gente?

Tobi - deve ser... - ele se senta logo atrás dela no passaro. - não duvido nada.

Konan - esta ventando tanto mas... - ela desabotoa seu manto. - está tanto calor... - ela retira seu manto e o dobra no braço, ficando apenas com aquela camiseta padrão e sua calça colada, sua camiseta alem de ser extremamente colada, ela era aberta nas costas, fazendo com que se ela virasse de lado, daria pra ter uma visão privilegiada da polpa dos seus seios, usando aquilo, ela poderia chamar a atenção de qualquer um ao seu redor, qualquer um mesmo... - o que você ta olhando?

Tobi - n-nada... - ele volta a olhar pra frente.

Konan - hã... aahh Pain devia ter nôs dado uma rota mais curta se ele queria ver a s/n e o Deidara logo.

Tobi - sim... pois é. - Konan realmente tinha muitos atributos notaveis, e essa roupa não estava deixando nada mais facil, faz meses que Tobi não tem uma relação sexual, naverdade faz meses que ele não quer ter uma, esses pensamentos impuros direcionados à parceira estão vindo da sua seca ou...

[quebra-tempo]

s/n odiava toda vez que ela tinha que voar naquele passaro pra um lugar longe, não podia passar 3h, 2h, nem 1 hora que ela ja começa a ficar enjoada, Deidara tinha noção disso, mas voando é a forma mais rapida de chegar ao esconderijo.

Deidara - você não pode esperar mais um pouco? - ele diz vendo s/n se inclinar para baixo, quase vomitando em seu passaro.

s/n - n-não. - Deidara imediatamente para seu passaro e pousa no meio da floresta, em ocasionalmente pousando o passaro de Konan também.

Konan - o que deu nela? - Konan se aproxima.

Deidara - ta gravida né?! - diferente de alguns, Deidara realmente não sentia absolutamente nada por Konan, nada bom, nem nada ruim, mas as vezes a paciência dele explodia só de olha-la.

Konan - eu nem imagino o que você deve estar passando s/n... - Konan e Deidara ajuda s/n a descer. - além de estar gravida, ter que aguentar esse cara o dia inteiro. - ela ri. - é dose.

Deidara - cala a boca!!

s/n - para de gritar... - ela se senta no chão, se taca naverdade, mas por sorte a grama da floresta era bem macia. - me da o remedio...

Deidara - hum... - ele pega o remedio de sua bolsa, junto com uma garrafinha d'água. - me desculpa por gritar... - ele se agacha. - não gosto de te ver assim...

s/n - tudo bem... - ela pega o remedio e coloco na boca, em seguida toma a água da garrafinha.

Tobi - tsk... essa floresta da um medo... - ele diz olhando ao redor.

Deidara - vão pra la, vão! - ele faz um sinalzinho com a mão, mandando eles sairem. - quando amanhecer nós voltamos a voar, hum. - ele se senta ao lado de s/n, fazendo s/n encostar a cabeça em seu ombro.

Konan - que cara chato... - ela sai andando pra trás, parando em frente a uma arvore, não muito longe de s/n, Konan queria ter a visão dela, caso aconteça algo. - hm... - ela se senta encostada na arvore.

Deidara - s/n. - ele faz carinho em seu cabelo. - ainda são 22h00PM, você acha que consegue voar mais um pouco? hum.

s/n - você quer me matar? - ela questiona se deitando no colo de Deidara, pondo a cabeça em sua coxa.

Deidara - não. - ele ri. - dorme um pouquinho... - ele começa a fazer cafuné no cabelo da outra. - vamos quando você melhorar hum.

s/n - tudo bem. - ela fecha os olhos, segundos depois ela sente um movimento em sua mão, quando ela abre os olhos, da de cara com seu gatinho de argila. - milk... - ela sorri.

Deidara - dorme bem viu...

s/n - ok... - ela fecha os olhos, dormindo de conchinha com seu gatinho basicamente, Deidara em seguida fecha os olhos também, tentando dormir sentado enquanto cuidava de sua amada, Konan os observava de longe, qualquer coisa, ela conseguiria ajudar.

Konan - que fofura, ele fez um gatinho pra ela. - ela diz sorrindo.

Tobi - seria ainda mais fofo se o gato não explodisse. - ele se senta ao lado de Konan.

Konan - verdade... - ela ri. - mas de qualquer forma é bem romantico.

Tobi - me desculpa... - ele diz baixo.

Konan - o que?

Tobi - por ter te batido aquela hora. - ele diz evitando contato visual, falando o mais baixo possivel para nem s/n, nem Deidara escutar.

Konan - eu não guardo rancor, mas é estranho você pedindo desculpas logo para mim. - ela o olha desconfiada. - você deve estar prescisando da minha ajuda para algo né?

Tobi - não... não é isso... - ele se aproxima mais um pouco de Konan. - eu só me senti mal por ter te batido.

Konan - entendo... - ela se afasta um pouco. - nem doeu, eu não ligo pra isso.

Tobi - ah sim! sim... - ele se aproxima ainda mais. - mas de certa forma... eu gostei de te enforcar... - ele vira seu rosto pra Konan.

Konan - que?

Tobi - você não gostou? você não vai pra cama com o "deus da dor"? você deve ter passado por coisas piores do que uma enforcadinha de nada.

Konan - a onde você quer chegar? - ela se afasta ainda sentada no chão, ficando de frente com o tal.

Tobi - você ja deve saber aonde eu quero chegar... Konan-senpai.

Konan - madara...?

...

[quebra tempo]

*narradora off*

*s/n on*

me acordo com Konan cutucando meu rosto, Deidara estava em pé logo ao lado dela.

- oi... - passo a mão na cabeça de milk que estava deitado na minha barriga.

Deidara - você está melhor?

- uhum... - me viro, fazendo o gato sair de cima. - mas não quero ir não...

Konan - para de ser birrenta e vamos!

- naum!

Deidara - s/n... - ele da um chutinho em minha coxa. - anda.

Tobi - aqui... - ele chega com algumas plantinhas na mão, pareciam ervas medicinais raras. - acho que peguei tudo.

Deidara - me da isso aqui! - ele toma da mão de Tobi. - como que usa? hum.

Konan - para de ser burro, vocês não sabem prepara-la, quando nós voltarmos eu preparo.

Tobi - Konan-senpai é tão esperta...

Deidara - hum! - ele da outro chutinho em mim. - vamos s/n, eu vou chutar terra em você, hum.

- anão! - me sento emburrada. - pra que essas ervas?

Deidara - seu remedio ta acabando, Konan vai tentar fazer outro hum.

- aé? - coço os olhos. - que top.

Deidara - é! é! agora levanta. - ele estende a mão e me puxa pra cima, me fazendo levantar.

- eu não quero ter que voar denovo... - digo com a voizinha triste.

Deidara - não temos outra opção.

Tobi - temos sim.

Deidara - não temos.

Tobi - logico que temos.

Deidara - não.

- temos outra opção?

Deidara - não.

Tobi - temos sim!!

- qual é a opção?

Tobi - irmos pro esconderijo do mesmo jeito que fomos ao hospital daquele dia, dã!

Deidara - quem garante que ela não vai passar mal teleportando? hum.

Konan - e você não tinha dito que gasta muito chakra?

Tobi - é...

- vamos logo. - me levanto. - essa floresta ta me dando calafrios...

Deidara - você vai passar mal...

- eu sempre passo mal, vamos.

Deidara - hum...

Tobi - ta bom. - ele faz os sinais de mão e aponta pra Deidara.

Deidara - c-calma, por que primeiro em mi...

Tobi - kamui! - antes de Deidara terminar seu questionamento, Tobi o teleporta, em seguida aponta para mim. - não mexe. - ele faz os selos de mão e me teleporta, novamente para aquele lugar escuro que estavamos daquele dia.

- Deidara...? - olho para os lados e não o acho.

Deidara - oi. - ele aparece logo atrás de mim me fazendo levar um sustinho. - cuidado!

- não me assusta retardado!

Deidara - se dava pra ele fazer isso, por que ele não fez desde o inicio?? hum.

- ele deve estar cansado, te ouvir enchendo o saco a ida inteira é pra poucos. - sorrio.

Deidara - hum. - escuto um barulho ao nosso lado, vejo que é Konan surgindo no ar do nada.

- isso é tão estranho... percebeu que se ele quisesse ele poderia nôs prender aqui pra sempre e ninguém nunca saberia...

Tobi - não, Tobi não faria isso. - ele surge do nada atrás de mim, falando perto do meu ouvido, me fazendo assustar novamente.

- p-para com isso!

Tobi - desculpa. - ele faz os selos de mão, enviando eu, Deidara e em seguida konan para a porta do esconderijo, ao pisar no chão eu sinto uma vontade extremamente grande de vomitar, e assim eu faço.

Deidara - o que eu disse? e você me escuta? não escuta! porque é lesada! hum. - ouço barulho ao meu lado, vi que era Konan saindo do teleporte, e ela teve a sorte de sair pisando bem cima do meu vômito.

Konan - a-ah que nojo, que nojo! s/n. - ela arrasta o pé na terra.

Deidara - cacete bem em cima. - ele ri.

Konan - anão... - ouço Tobi saindo de seu teleporte ao meu lado.

Tobi - eca eca! - ele se vira de costas. - que nojo.

- envez de falar mal da minha indigestão vocês podiam me ajudar né... - abaixo a cabeça.

Deidara - desculpa. - ele estende sua mão e me ajuda à levantar.

Konan - eu vou informar Pain que ja chegamos.

- ok...

Konan - eu tenho certeza que ele vai gritar com vocês, querem que eu convença ele à não gritar? para não fazer mal à s/n.

- sim! por favor...

Konan - ok, eu vou la. - ela aponta e sai andando. - Tobi ele vai querer te ver também.

Tobi - hm? a-ata espera! - ele vai acompanhando ela.

- cade o milk?

Deidara - aqui. - ele bate em sua bolsa. - guardei ele hum.

- ah sim, que susto. - sorrio.

Deidara - vamos... - ele pega em minha mão. - deixa que a chuva limpa esse chão hum.

- ok... - vou andando com ele. - hm... to com mal estar...

Deidara - mal estar? hum, então vai deitar.

- o que você vai fazer?

Deidara - ver se tem algo pra você comer, hum você nao comeu nada hoje.

- realmente... ok vai la. - ele larga minha mão e eu vou seguindo ate meu quarto, na porta do quarto eu dou de cara com Konan, com a mão na cintura, ela parecia estar me esperando impacientemente. - oi...?

Konan - presciso conversar com você! - ela entra no quarto.

- bem educada você.

Konan - se senta e cala a boca.

- ok. - me sento na cama, esperando ela falar. - diga...

Konan - eu... - ela fecha porta. - eu transei com o Tobi.

- q-que? - rio. - o que?

...


Notas Finais


eu tava pesquisando gif da konan, e foi agora que lembrei que ela morreu enforcada por ele KKKKKKKKKK sorry eu n lembrava


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...