História Imagine EXO D.O. - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Tags Baby
Visualizações 32
Palavras 1.022
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi Flores, mais um capitulo saindo do forno, eu espero que vocês gostem! Boa Leitura.

Capítulo 12 - O Valor


Fanfic / Fanfiction Imagine EXO D.O. - Capítulo 12 - O Valor

Depois que o KyungSoo e o ChanYeol saíram o cozinheiro chefe chegou com o meu pedaço de bolo, ele me servi eu começo a comer o bolo bem devagar apreciando cada pedaço e conversando um pouco mais com ele.

Mais assim que eu termino de comer eu percebo que a lanchonete estava começando a ficar cheia e o cozinheiro chefe não estava dando conta dos pedidos. Então eu me levanto da cadeira, pego as minhas coisas e vou até a cozinha, onde eu amarro o meu cabelo e pego um avental e o primeiro pedido e com isso eu já começo a trabalhar. E aos poucos nós vamos dando conta dos pedidos e isso deixa a cozinha a todo vapor, como eu estava sentindo falta disso, como era bom estar finalmente de volta.

O dia passou e nós tivemos muito pedidos pela manhã e durante a tarde fico um pouco mais calmo e a noite também ficou bem calma. Então eu aproveito esse momento e pego as minhas coisas e me despeço de todos e vou embora. Eu saio da lanchonete e pego os fones de ouvidos e o meu celular, o conecto no aparelho e dou play, já começa tocar iKON – Killing Me e assim eu vou andando até o ponto de ônibus, assim que eu chego e fico esperando o transporte chegar que demora um pouco. Assim que ele chega, eu subo nele ao som de 24K – Bingo.

Durante a volta para casa eu ouvia varias músicas e quando chega a minha parada eu desço ao som de 4Minute – Volume Up e vou andando até em casa e foi nesse momento que o meu celular começa a tocar era uma ligação do KyungSoo.

- Alo. – digo assim que eu atendo.

- Alo! Meu Amor. – comenta o KyungSoo.

- Tudo bem? – pergunto andando devagar.

- Sim, apesar de que o ChanYeol Hyung ficou enchendo a minha paciência, olha eu vou te dizer que faltou muito pouco para eu bater nele. – responde o KyungSoo.

- Nossa que milagre é esse? – pergunto um pouco surpresa.

- Pois, é ele disse que eu batesse nele, ele iria contar para você. – responde o KyungSoo.

- E ai você não bateu nele? – pergunto um pouco curiosa.

- Sim, eu não bati nele, mas está faltando muito pouco como, por exemplo, eu estou falando com você e ele está me perturbando. Baby, eu vou bater no Hyung e depois te ligo. – responde o KyungSoo.

- KyungSoo deixei o menino. – pedi dando risada.

- Menino? Amor, o ChanYeol Hyung é pior que criança pequena. Bem eu falo com você depois. – comenta o KyungSoo.

Como isso mais velho desliga e agora eu fiquei até com um pouco de pena do ChanYeol eu acho melhor ele correr bastante.

A música volta a tocar era da Hyolyn e Jay Park – One Step e vou para casa e assim que eu chego jogo as minhas as coisas no sofá e vou tentar organizar um pouco as coisas da viagem. E é isso que eu fico fazendo, quando eu estava quase terminando a campainha começar a tocar, eu paro o que estou fazendo e vou atender a porta assim que eu abro vejo que era o KyungSoo.

- Oi! – cumprimenta o KyungSoo sorrindo.

- Oi! Meu anjo o que faz aqui? – pergunto o deixando entrar.

- Eu vir lhe trazer um presente. – responde o KyungSoo entra.

Eu me afasto do mais velho e ele me entrega um vasinho de pé de Cacto.

- Obrigada Oppa. – comento pegando o vasinho.

- De nada! Querida. – comenta o KyungSoo sorrindo.

- E o ChanYeol Oppa? – pergunto colocando o vasinho em cima da mesa.

- Ainda vivo. – responde o KyungSoo um pouco sério.

- Do KyungSoo, o que você fez? – pergunto um pouco séria.

- Eu nada de mais, só bati nele mesmo. Mais antes que você fique brava comigo, saiba amor eu que tentei me segurar, mas ele não colaborou comigo. – responde o KyungSoo jogando no sofá.

- KyungSoo, você deveria para bater nele. – comento me aproximando.

- Querida não é para valer é apenas um carinho amigável. – comenta o KyungSoo pegando na minha mão.

- Sei! Você não faz esses carinhos amigáveis no Kai. – comento sentando do seu lado.

- É porque ele não me provoca. – comenta o KyungSoo sorrindo.

Eu dou risada e ele me dá um beijo na bochecha.

- Bem, já que nós estamos falando do ChanYeol, eu gostaria de continuar o assunto de mais cedo. – comenta o KyungSoo um pouco sério.

- Você tem certeza que quer continuar? – pergunto me afastando um pouco.

- Sim, minha querida, eu quero continua, eu tenho que saber. – responde o KyungSoo passando a mão sobre o cabelo.

- Tudo bem, mas lembre-se que foi você quem me pediu para ser sincera. – comento respirando fundo. – Bem eu não sei o que você significa para mim, mas eu sei que você é uma pessoa que me ajudou muito quando eu precisei. Quando eu pensei em desistir e largar tudo que eu conquistei aqui. Você o foi quem mais insistiu para que eu ficasse. E talvez se não fosse a sua insistência eu teria ido embora sem ao menos olhar para trás. É verdade que nós passamos pouco tempo junto, mas eu já o considero importante para mim. – completo olhando para frente.

O mais velho respira fundo e coloca a sua mão sobre a minha me fazendo olhar para ele que sorri quando eu olho para ele. O KyungSoo se aproxima um pouco e da, um beijo na minha testa, ele segura no meu queixo e o beija pegando o meu o lábio inferior e me dá um selinho bem demorado e assim nós iniciamos um beijo, bem calmo, com muita ternura, sem pressa alguma e com muito desejo envolvido. Ele morde levemente o meu lábio inferior e eu chupo levemente a sua língua, ele pega na minha nuca e puxa levemente o meu cabelo. Nós ficamos nesse beijo por um bom tempo, até o terminamos com um selinho bem demorado e nós abraçamos.

Mesmo depois de responder a sua pergunta eu ainda não sei o motivo dela.


Notas Finais


Desculpem pelos erros ou por qualquer coisa.
Por hoje é só, até o próximo.
Beijinhos da Tiah e tchauzinho. >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...