1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine EXO e BTS Baekhyun e Jungkook Ilha Secreta >
  3. Que merda você está fazendo

História Imagine EXO e BTS Baekhyun e Jungkook Ilha Secreta - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Se tiver erros peço desculpas.
Favoritem por favor
Boa leitura ❤

Capítulo 19 - Que merda você está fazendo




Sn: Oi Félix está tudo bem por ai?.- Félix evitou falar de imediato mas respondeu.

Félix: mais ou menos... quer dizer, as coisas estão péssimas.- ele diz com a voz trêmula. 

Sn: Félix, o que esta havendo ?.- Sn ouviu Félix soluçar, um soluço doloroso, se Félix estava chorando, significava que a coisa era grave.- Polícial Félix? Esta me deixando preocupada.

Félix: ontem recebemos um chamado de socorro, vindo da casa dos seus pais e ...- ele soluçou de novo e chorou por um momento, Sn fechou os olhos - Não chegamos a tempo. 

Sn: O que quer dizee com isso?.- o coração de Sn acelerou e seu peito doia, ja sabendo sua resposta.

Félix: Não sabemos o que aconteceu Sn, eles estavam completamente mortos, gelado e até mesmo roxos em algumas áreas. Mas não havia nenhum sinal de que alguém estivesse dentro da casa. Sn se sentou no sofá e rapidamente começou a chorar. 

Saber quee seus pais estavam mortos por motivos desconhecidos a deixava ainda mais curiosa.

Sn: Não pode...ser.

Félix: Eu sinto muito SN. Meus sentimentos, eu os considerava cono pais para mim.- ele recomeça a chorar de novo. Os pais de Sn o amavam e ele também os amava.

Sn: Também sinto muito, sei o quanto você amava eles Félix, obrigado por me avisar.

Félix: O enterro deles vai ser de amanhã a noite. 

Sn: Tudo bem, vou viajar pra ir de tarde, tchau meu velho amigo. 

Félix: Tchau até amanhã. - Eka desligou o celular e passou a mão nos cabelos, completamente perdida e desamparada.

Minutos se passam e seu chefe Woojin entra na sala dela.

Woojin: Sn eu pedir para você... hum?.- ele a olhou, seus olhos se ergueram de susto ao vê-la chorando. - ...o que houve?.- Sn tentou falar mas não conseguiu.- o que está havendo Sn.- Ele se aproximou da mulher que chorava descontroladamente. 

Sn só conseguia chorar, ter Baekhyun longe a afetava muito mas agora ter os pais mortos era algo escruciante e doloroso, ela concerteza não aguentaria sozinha. Rapidamente seu corpo esfriou e suas mãos tremiam, o estado na qual ela estava assutou woojin, ele se sentou ao lado dela e acariciou os cabelos macios da mulher.

Woojin: Querida?.- ele a puxou de leve para um abraço de lado.- Calma Sn.- ele esfregou o ombro dela de leve.- me conta o que aconteceu?

Sn: Meu pais...eles morreram.- um soluço escapou de seus lábios. Woojin sentiu o coração acelerar na mesma hora, ele não os conhecia mas se era doloroso e assustafor para ela imagina para alguém proximo a ela. Ainda de olhos arregalados e respiração acelerados ele a abraçou mais forte.

Woojin: Eu sinto muito Sn, tem como eu fazer algo por você?.- Sn encarou aqueles olhinhos puxados.

Sn: Eu preciso ir viajar amanha, o velório deles vai acontecer amanhã a noite. 

Woojin: Ok eu vou providenciar um helicóptero para te levar, vai ser mais rápido do que ir de avião, ele vai te levar e te trazer de volta está bem?

Sn: Obrigada por tudo woojin. - ele sorriu levemente e a abraçou novamente. 

Woojin: Não precisa agradecer, vai oara casa, você precisa descansar melhor para amanhã está bem disposta para viajar.

Sn: Woojin... além de você ser o meu chefe, você também é um grande amigo para mim.

° Quebra de Tempo ° (Sete e vinte sete da noite )

Sn saiu cedo do trabalho mas não quis voltar para casa, passou o dia todo andando por ai, recebeu vários telefonemas de seus parentes ela até atendeu alguns e outros ela nem fez questão de atender. Ainda estava cedo e a rua da sua casa ainda estava bastante movimentada, ela passou em um bar e bebeu alguns drinks mas não estava bêbada, a mesma ainda estava chorando, os olhos inchados e o nariz vermelho a deixava fofa, porém ela parecia muito cabisbaixa e até mesmo depressiva.

Sn não estava muito ativa no momento mas quando o sinal da rua abriu e os pedrestres começaram a atravessar a rua ela também atravessou, estava lenta de mais e quando o sinal mudou novamente os carros começaram a passar, buzinando para ela sair da frente. Estava muito friu e ela ja estava toda molhada, porém aquilo parecia não encomodar. Ela ja havia chorado demais, quase não havia mais lágrimas para derramar.

-Sai do meio da rua sua louca.- um rapaz gritou do carro para ela, Sn parou ao ver que um carro quase iria atropera-la.

-Ta maluca mulher sai da rua.- ela ficou começou a olhar ao redor, vinha carros de todos os lados e ela não sabia se parava ou continuava andando.

Não muito distante dali, Baekhyun saiu do baço e começou a ir na direção da casa da Sn, porém alguns sons irritantes fizeram ele olhar para trás, ele atravessou a rua ainda olhando e então percebeu que uma mulher estava no meio da rua, ele não iria ligar porém algo naquela mulher chamou sua atenção, ao ver que era Sn ele saiu correndo na direção da mesma. A puxando para fora da rua assim que a alcançou.

Baekhyun: que merda você está fazendo?.- ele a abraçou forte contra o peito, mas logo a soltou quando viu que ela não respondia,  Baekhyun viu seu rosto e ele seguida a sua postura, essa não era a mesma Sn de sempre.- O que foi?.- ela não respondeu e então baek a sacudiu pelos ombros, fazendo a mesma começar a chorar.- Amor? O que foi, porque estava no meio da rua? Porque está chorando...

Sn: Eu...me desculpa.- Ele a abraçou forte, sentindo a agua descer pelo seu rosto, Baekhyun sentiu vontade de chorar só de vê-la assim.

Baekhyun: O que foi Sn?.- ele segurou o rosto dela nas mãos. 

Sn: Meus pais morreram Baek, eles não sabem a causa.- Baek comecou a chorar quando viu as lágrimas de dor de Sn.

Baekhyun: Eu sinto muito.- Ele a pegou no colo.- sinto muito mesmo.- ele a levou para casa.

• Quebra de Tempo •

Seu rosto estava totalmente sério mas Baekhyun sorriu para Sn.

Baekhyun: Eu estou falando sério Sn, você é a primeira pessoa que eu amei na vida.- Ele segurava Sn nos braços,  ambos estavam na cama, no quarto de Sn.

Sn: Eu também... te amo Baekhyun. - ela diz um tanto seria e Baekhyun se aproxima e acaricia o nariz dele ao dela, seus olhos comecaram a lagrimejar e ele suspirou para não chorar mas falhou.

Baekhyun: Eu...pensei que somente eu sentia isso.- ele soluça e em seguida afasta o olhar do rosto de Sn, um pouco envergonhado mas logo a abraçou. - Mas hoje percebir que sou correspondido. - ele Susurrou próximo ao ouvido do mesmo com a voz trêmula- Eu tentei... esses anos todos esconder esse sentimento porque sabia que você não me amava da mesma forma que eu te amava. Eu estou com medo Sn.

Sn começou a chorar ao ouvir isso o que fez Baekhyun a abracar forte.

Baekhyun: Estou com medo de deixar você, tudo que eu mais quero e ficar com você, ficar ao seu lado e não te deixar mais. Sn nunca tinha visto Baekhyun tão vulnerável quanto hoje ela sempre o via feliz e confiante mas agora tudo isso a assustou,  eles nunca vão poder ter algum tipo de relacionamento por causa das regras de Jongin, por causa da ilha, porque ele nem se quer é humano, isso fazia o co ração de Sn doer, ela o abraçou forte contra o peito,  o reconfortante. 

Depois de um tempo ele parou de chorar, ele a deitou na cama e em seguida deitou sobre ela, a beijando intensamente, com ternura e cheio de amor.

( S/n On )

Sentir Baekhyun colocar seu peso sobre mim e me beijou intensamente enquanto deslisava a mão pelo meu corpo, deixei minha mão entrar por de baixo da sua camisa, tocando sua pele extremamente quente. Sem demora eu sentir sua rigidez sobre a minha pente, ele me precionou mais contra o coxão e em seguida me beijou ferozmente, tirando minha blusa e beijando meu pescoço. 

Um gemido sai da minha garganta e um formigamento surge entre minhas pernas, Baekhyun segura meus pulsos e ergue no alto da minha cabeça,  me prendendo contra o coxão, uma quentura tomou conta do meu corpo assim como o desejo de tê-lo. Sua boca vem até meus lábios onde ele me morde um pouco com força, sua mão livre afasta as minhas pernas e ele se posiciona entre elas, rosando seu membro rígido no meu sexo, seus olhos se fecharam e em seguida seus labios se entreabriram fazendo um gemido se manifestar no quarto.

Sentir que ele começou a apertar meus pulsos com mais força, tentei me soltar mas não conseguir, sua boca começou a me beijar novamente, intenso e com desejo enquanto seu corpo se esfregava ao meu, sinto o suor descer pela lateral da minha testa, baek se afasta e tira a camisa, desço a mão e o ajudo a tirar o short, ele me segura com facilidade, e nos move na cama, me fazendo ficar por cima, suas mãos tiram a minha blusa, me deixanso apenas de sutiã. 

Baekhyun: Não podemos...- ele diz ofegante.- Eu quero muito mas... não posso.

Sn: Entendo que seja por causa das regras mas você pode quebra-las Hyun...

Baekhyun: Não posso mas eu quero...- ele me puxou novamente e me beijou ferozmente. - também posso me descontrolar.- ele diz ofegante. - Você... não iria aquentar caso isso aconteça. 

Sn: Como assim?.- ele suspira e aperta minha cintura com uma mão. 

Baekhyun: Eu nunca transei antes, mas sempre que tentei me descontrolei então parava no meio do caminho, eu tenho medo de te machucar de te deixar marcas.

Sn: Não tem problema Baek.- ele apertou os labios e eu sei que estava desconfortável. - posso te ajudar...

Baekhyun: Tudo bem.- ele me puxa novamente e em seguida volta a me beijar, tirando o resto das minhas roupas e se livrando das dele sem desgrudar seus lábios de mim.- não vou conseguir.- ele susurra. 

Sn: Eu sei que consegue baek.- sussurro de volta e ele concorda, colando nossos corpos e em seguida mudando de posição, ficando por cima de mim, sua mão afasta minhas pernas e sem demora ele me penetra, um encomodo surge mas logo passar, ele me olha preocupado, fazendo eu puxar ele para um beijo.- eu tenho camisinha você pode esperar eu ir buscar.

Baekhyun: Ta bom mas antes podemos fazer um pouco assim?.- eu concordo e ele continua, me beijando e se movimentando, ele arfa muito enquanto começamos a gemer juntos, seguro sua cintura, buscando mais intensidade, ele segura meu rosto nas mãos,  me estocando rápido e intenso, sua boca me chupa um pouco com força e isso me deixa com muito prazer.

Ele segura meus pulsos e os prende contra a cama, apertando a minha cintura com força e me estocando com mais força, me fazendo contorcer as vezes, tento me soltar do seu aperto mas ele aperta com muita força seus olhos estão fechados e sua boca está entreaberta e molhada.

Baekhyun: Aah, Sn... você me deixa louco.- ele me olha intensamente com os olhos completamente vermelho e então ele se aproxima e me morde de leve no ombro mas logo ele para e me solta, seus olhos estão fixo em mim, no meu ombro.

Sn: o que foi?.- pergunto ofegante. 

Baekhyun: Você sempre teve isso ai no ombro.

Sn: Isso o que ?.- ele se aproxima e olha novamente.- O que têm ai Hyun?

Baekhyun: Nada...- ele me olha com os olhos ainda vermelhos.- Onde está a camisinha?

Sn: Na gaveta do banheiro.- ele concorda e sorrir, me dando um beijo e indo para o banheiro.

( Baekhyun On )

Eu entro no banheiro e abro algumas gavetas encontrando os preservativos na terceira gaveta. Aquela marca... e a mesma marca que a Jady tinha, quando ela apareceu com aquela marca ela disse que não sabia como tinha acontecido, mas... se parecia como uma mordida como presas mas e se fosse, quem estaria aqui... quem teria a coragem de fazer isso.

Sn: Até você voltar e já dormir.- eu começo a rir com o seu comentário sair do banheiro as presas.

Baekhyun: Olha sua safadinha, eu acho que você está abusando de mim.- ela sorrir e então fica séria, era bom saber que eu poderia distrai-la, mesmo que seja apenas por hoje.




Notas Finais


Beijinhos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...