1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine EXO e BTS Baekhyun e Jungkook Ilha Secreta >
  3. Ela não pertence a você!

História Imagine EXO e BTS Baekhyun e Jungkook Ilha Secreta - Capítulo 26


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpe pelos erros, eu reviso na hora que estou escrevendo, mas se tiver erros é porque passou despercebido.

Se estiver pequeno peço desculpas.

Favoritem por favor
Boa Leitura.

Capítulo 26 - Ela não pertence a você!


Fanfic / Fanfiction Imagine EXO e BTS Baekhyun e Jungkook Ilha Secreta - Capítulo 26 - Ela não pertence a você!


- Eu sou Jeon keila Sn, mulher de Kim Seokjin e Mãe de jungkook, é um prazer conhecer você.- ela sorrir para Sn, que sorrir de volta.

Sn: É um prazer conhece-la Senhora Kim.- se curva rapidamente em forma de respeito.

- Oi Sn, me chamo hoseok.- seu sorriso era lindo e ele parecia ser bem alegre em comparação aos outros ali na sala.

Sn: Eu me chamo... bom acho que todos sabem aqui.- Sorrir. Yoongi rapidamente aparece ao meu lado mas logo ja estamos no sofá, isso me deixa assutada.

Namjoon: Da pra se comportar.- Ele disse sem tirar os olhos do livro que segurava.

Ficamos um pouco conversando e eu conhecir um pouco deles, eles sao pessoas legais mas ainda sim, ele me olhavam de uma forma assustadora, isso me dava medo, Yoongi não saia do meu lado, confesso que ele era bem bonito mas não gosto de garotos estranhos, muito menos ele que me dava um medo da porra. Logo alguns deles vão se retirando, deixando apenas Jimin Taehyung e Suga.

Taehyung: Alguém viu o kook?.- se levanta.

Jimin: Ta ali fora.- yoogi se levanta.

Yoongi: Eu vou dormir, tchau.- ele some rapidamente. Me levanto e vou até a janela, la fora estava nevando e parecia divertido, eu gostaria de sair e dar uma olhada ao redor.

Jungkook entra na sala e vem até mim, ele sorrir para mim e então me puxa pela cintura, encaro o mesmo.

Jungkook: Oi gatinha?.- me beijou na bochecha.- Ta tudo bem?.- Concordo.

Sn: Não sou gatinha.- o imito tentando tirar a mão dele da minha cintura mas ele era forte. Ele soltou uma risada muito linda por sinal. Ele me olhou por um momento, me deixando intrigada.- que foi?

Jungkook: Vamos para o quarto?.- perguntou abrindo um sorriso. Ah, eu não quero ficar naquele quarto.

Sn: Esta muito chato la dentro.- Faço careta.

Jungkook: Podemos jogar algo.- se animou.

Sn: Tenho escolha?.- ele nega e então morde os lábios. - Affs ta bom.- O mesmo me pegou no colo, me deixando assustada, ele começou a andar até o corredor.- Eu tenho pernas, sei andar sabia?

Jungkook: Eu sei, mas gosto de sentir a sua pele na minha.- Sn o olhou por um momento, claro que jungkook mechia com ela, mas amava Baekhyun. 


Ao entrar no quarto, jungkook a colocou no chão e se virou para fechar a porta, quando Sn ia para a porta, se sentiu ser virada e abraçada, sentindo seu corpo ser colado mais ao de jeon, seus rostos estavam proximos e suas bocas também. 

Sn: E-então qual é o jogo?.- ela perguntou ao perceber o clima se formando entre eles. Ele a tirou do chão, segurando com força o corpo dela, andando e a deitando na cama, ficando por cima da mesma, entrelaçando suas duas mãos as dela,  prendendo acima da cabeça da mesma, Sn sentiu sua rigidez, e seus olhos se ergueram de leve.

Jungkook: Essa é a brincadeira.- se aproximou dos lábios dela, lhe dendo um beijo prazeroso e intenso, soltando um lado de sua mão e levando a nunca dela, aprofundando o beijo, esfregando levemente seu corpo ao dela, estava com muita vontade de toca-lá, até ontem ele queria apenas o sangue dela mais agora as coisas haviam mudado, nunca quis tanto uma mulher como ela. Sn sentiu seu corpo se arrepiar com o beijo dele, jeon a segurava com obsessão, com um desejo enlouquecedor.

Ele se afastou um pouco e tirou a camisa que usava, Sn o olhou incrédula, viu os olhos do mesmo mudarem para o vermelho, saindo do castanho original.

Jungkook: Faça amor comigo.- Ele susurrou para a mesma, hipnotizado-a, Sn obedeceu, puxando o mesmo pela nunca, o deixando tirar as roupas do corpo, sentindo apenas o prazer que jungkook deixava em seu corpo.


( Quebra de tempo )


Sn acordou duas horas depois, se sentia exausta e muito cansada, não conseguia se levantar mas conseguiu sentir ser virada para o outro lado da cama, ela enchergou jungkook, o mesmo estava sem roupas, e a únicacoisa que o cobria era os lençóis da cama, ele a puxou para um abraço e por fim a mesma ficou ali em seus braços. Jungkook olhou para Sn, sentindo que a mesma estava fraca demais, ele abaixou o olhar, percebendo que havia deixado varias marcas de mordida pelo corpo dela, ele suspirou, concerteza passou dos limites, não tinha como esconder tantas marcas assim, ele estava bem mais calmo agora mais notou que perdeu a comportura diversas vezes e sentiu que ela estava sentindo dor quando ele a mordia.

Segurando o rosto delicado dela em suas, ele se aproximou e a beijou, tentando curar os ferimentos dela mais de alguma forma não estava conseguindo, ele se afastou e vestiu as roupas, em seguida foi até o banheiro, pegando um pano molhado e voltando, ele a deitou  em posição normal, e passou o pano úmido pelo seu corpo, a mesma se mecheu e resmungou, isso o fez sorrir mais sabia que ela surtaria ao ver seu corpo. Com o pano ele girou todo o sangue do corpo dela, pegou uma roupa dele, grande e a vestiu, era para ser divertido mas aquilo não teve nada de divertido.

Sn: O que aconteceu, estou me sentindo exausta.- Ela susurrou, ao sentir ser abraçada por Jeon, quando ele não respondeu ela o olhou.- Jeon, meu corpo ta doendo.

Jungkook: Está?.- ela perguntou olhando-a seriamente.- Desculpa ta bom.- acariciou seu rosto.

Sn: Te desculpar por que ?.- fechou os olhos mas logo abriu.- O que você fez?

Jungkook: Eu, mordi você. Peço desculpas eu não queria, foi... eu apenas me descontrolei.

Sn: Só foi uma mordidinha?.- ele a olhou seriamente e então riu, fazendo-a rir também mas ele logo ficou serio, seu coração pulsa forte. - Então não foi só uma mordidinha?

Jungkook: Não Sn, não foi eu passei dos limites entendeu, eu acjo que nem mesmo o meu pai havia feito isso com minha mãe, não entendo do porque sou assim.- Ele diz sombrio, olhando fixamente para a janela.

Sn: Tudo bem.- ela diz com a voz fraca, eu vou sobreviver. - ele sorriu e concordou.

Jungkook: Eu sei, quer comer algo?.- ela concorda.- Otimo, fique aqui, eu vou preparar algo para você. - A deitou sobre a cama e a mesma fechou os olhos, adormecendo rapidamente, ele saiu do quarto e foi até a cozinha.


~Dia seguinte.


Sn: Você parece estranho.- ela disse a jungkook, ve do o mesmo entrando pela porta do quarto.- Você ta bem?.- o mesmo cospiu sangue e por fim caiu no chão, Sn estava horrorisada.- Jungkook. - Ela correu até o mesmo o segurando, ele a olhou por um momento.

Jungkook: Chame o Taehyung hyung eu preciso da ajuda dele.- ela concorda e sai correndo do quarto, indo buscar Taehyun.

[...]

Jungkook estava deitado sobre uma mesa de aço, onde Tae o havia prendido, as pernas e os pés. Ele havia desmaiado porque Sn não encontrou Taehyung no castelo de imediato, apenas 10 minutos depois.

Sn: Porque ele precisa está amarrado?.- perguntou curiosa.

Taehyun: É pra segurança de todos, ele foi envenenado, então preciso tirar todo o liquido do corpo dele e enjetar algo nas veias dele.- ele analisa o mesmo por um momento e então se aproxima dos seus lábios, colocando o nariz ali e sentindo o cheiro- Ah, aqueles filhos da puta.

Sn: Sentiu algo?.- Taehyun concordou e então segurou o pulso do irmão, mordendo em seguida, sugando o veneno presente no sangue dele e vomitando em um recipiente. Tae estava com medo de engolir aquilo e passar mal, mais continuou, era seu irmão e quando ele percebeu que não tinha mais ele parou e então foi ao banheiro, vomitando e lavando os lábios, tirando o gosto do sangue da boca.- Você está bem?

Taehyun: Eu estou.- ele olhou sobre a mesa e pegou uma seringa, mechando algo dentro de um recipiente negro e puxando com a seringa.

Sn: O que é isso na seringa?.- ela viu o mesmo olhar para a seringa, examinando lentamente. 

Taehyung: Sangue e adrenalina.- Ele engeta no pescoço de jungkook o liguido todo.-  Ele precisa ta amarrado ou destroi tudo, por está fora de si, essas coisas, o jungkook e mais forte do que todos aqui dentro, até mesmo do Namjoon hyung. 

Sn: Ele vai acordar assim?.- Taehyung concorda.

Taehyung: Sim, isso faz ele ficar elétrico e mais forte que qualquer outra coisa, o que é bem estranho.

[ SN ON ]

Sn: Tae?.- ele me olha, fiquei nervosa ao ver as mãos de Jeon se mecherem descontroladamente mas logo parou.- E que... bem eu assistir muitos filmes de vampiros e vocês não se parecem com os que eu assistir. 

Taehyung: Como assim não entendi?

Sn: Vocês comem comidas de humanos, dormem, são quentinhos, circula sangue nas veias de vocês então eu...- nos assustamos com o jungkook  tão agressivo derrepente.

Taehyung: Ele não te contou?.- Nós afastamos quando ele acorda, se debatendo na mesa para querer dair dali.- Aaah não,  de novo não. 

Sn: O que significa esse " Aaah não "?

Taehyun: Eu errei a porcaria da dose de novo.- Jungkook consegue soltar uma das mãos e então ele se ergue, seus olhos param em mim e ele se exauta ainda mais. Taehyung rapidamente se aproxima dele, segurando o braço que ele havia se soltado mas jungkook o empurra, o jogando contra a parede, meu coração acelerar forte dentro do peito. Tae se levantou e o segurou de novo, eu fiquem travada, nao sabendo o que fazer.- Calma irmãozinho. - o segura com força. 

Sn: Quanto tempo ele fica assim?.- jungkook gritou de raiva e novamente Tae foi lançado contra a parede.

Taehyung: vinte minutos no máximo, pelo menos ultima vez foi que contei foi assim.- disse entre os dentes, se aproximando de do irmão e o segurando novamente.

Sn: Eu posso ajudar em algo?.- ele me olha sério. 

Taehyung: Sim, ficando bem longe.- Jungkook o lançou novamente e dessa vez, Taehyung atravessou a janela, corrir ate a mesma, olhando para abaixo. 

Sn: TAEHYUNG?.- o mesmo me olha.

Taehyung: Não se aproxima dele.- ele grita para mim. Me viro para jungkook e me aproximo do mesmo.

Sn: Jungkook?.- o chamei e ele me olhou.- Sou eu a Sn.- ele me olha seriamente e então bate a cabeça com força na mesa.

Jungkook: Não, se afasta de mim.- ele disse puxando com força o outro braço, gritando muito alto ao não conseguir mas ele logo para, tomo coragem e o toco no ombro, sentando sobre o mesmo.- O que está fazendo?.- ele me olha assustado, desço meu rosto até o seu e me aproximo de seu rosto mas ele segura meu pescoço com uma mão, apertando lentamente.

Sn: Sou eu.- ele me solta e então ele consegue soltar o outro braço e por fim se senta, sua respiração batia no meu rosto, seus olhos mudam para o castalho claro.- Jungkook? Você ja está bem?.- ele fecha os olhos e em seguida se aproxima, segurando minha cintura e celando nossos lábios em um beijo intenso, sua mão ja estava atrás da minha nunca, me puxando para um beijo mais intenso.

Rapidamente eu me sinto estranha, como se a escuridão estivesse me puxando para longe da luz, imagens estranhas e assustadoras começam a surgir como flexes na minha cabeça, tento me afastar mas a mão atrás da minha nunca esta firme, abrir os olhos e um rosto derrepente apareceu para mim, tipo uma imagine, um lugar muito lindo apareceu mas logo depois ele apercebeu novamente mas dessa vez estava destruído, uma cabana e então  uma mulher dentro dela, estava morta e então a voz de jungkook surgiu na minha mente, desesperada gritando o nome da mulher morta dentro da cabada.

Começo a chorar minutos depois ao ouvir seu desespero, sague e rostos estranhos sentir as mãos de alguem me puxando dali, era o Taehyung, ele segurou meu rosto nas mãos. 

Taehyung: O que você viu?.- ele disse ofegante, com um corte na lateral do rosto, começo a chorar descontroladamente e ele me abraça. 


[ AUTORA ON ] 


Jungkook: O que houve?.- ele disse ainda com a respiração acelerada, apertando a cabeça com as maos, não entendendo muito bem o que estava acontecendo. Tae o soltou com uma mão. Um choro chamou sua atenção então ele se levantou depressa.- o que houve?.- ele tentou toca-la mais a mesma ficou atrás de Tae.

Taehyung: Você não queria solta-lá. - Jungkook puxou sn e a abraçou. 

Jungkook: Hey, Desculpa.- susurrou no ouvido dela.- isso vai passar logo.- se afastou e segurou seu rosto nas mãos,  enxugando as lagrimas dela.- olhe para mim Sn?.- a mesma o olhou e em seguida ele se aproximou.- não chore mais, tudo passou.- ele disse olhando-a atentamente, Sn parou de chorar e passou a olhar para ele.- Fique calma, tudo que aconteceu minutos antes, não era real, você nao vou nada.- Sn derrepente acorda do transe e o olha rapidamente. 

Sn: Como você acordou?.- jungkook sorrir e então abraça a mesma, Tae se joga na cama.

Taehyung: Você tem que parar de fazer isso.- disse entediado.

Jungkook: Claro que não. - a olhou e então acariciou os cabelos dela.- eu gosto de fazer isso.- se aproximou e a beijou.

Taehyung: Kook?.- o mesmo levantou a mão, pedindo para tae esperar, seus lábios beijaram os dela mais intensamente. - é sério,  precisa dizer a ela sobre a nossa origem, como somos vampiros e humanos.

Jungkook se afastou da mesma e a olhou.

Jungkook: Sn.- ele esfregou os ombros da mesma.- Todos nós somos metade vampiros e humanos, menos hoseok, ele é so vampiro agora.

Taehyung: Nossa, você é direto mesmo hein?.- Jungkook riu.

Sn: Quer dizer que a sua mãe é como eu?.- jungkook concorda.

Taehyung: Não se sente encomodada com tantos vampiros nessa casa?

Sn: Sim, mas o que mais me emcomoda e poder ficar sem porder fazer nada.

Jungkook: Podemos ir la fora se você quizer...

Sn: Eu adoraria, ppsso ir ver o Baekhyun?.- jungkook fechou a cara.

Taehyung: Não podemos entrar daquele lado da ilha, fizemos regras que não podemos quebrar.

Sn: entao...Vocês comem e bebem sangue?

Jungkook: Sim, podemos nos alimetar dos dois mas o hoseok é diferente da gente, ele não é como nós ele foi tranformado.

Sn: Quem o transformou?.- Jungkook corou brutalmente. 

Taehyung: Jungkook fez isso.- disse rindo.

Jungkook: Foi er.... um acidente.- disse envergonhado. 

Taehyung: Exatamente, o jungkook tropeçou e caiu de boca no pescoço do hoseok.- Tae riu mais e então junkook ficou mais vermelho, fazendo sn rir dele.

Jungkook: Affs nao foi nada disso.- disse sorrindo, com sua voz rouca.- Eu me descontrolei e então o transformei. Tae o cjamou e então ambos ficaram se entreolhando, ele olhou para sn.- fique aqui...- susurrou para Sn.

Taehyung: Alguém ta quebrando as regras.- sorriu e se levantou, saindo do quarto em seguida. Jungkook sentiu a presença de Baekhyun no castelo e praquejou mentalmente. 

Jungkook: vai para o quarto e não saia de lá. - disse saindo.

Sn: mas...- Ela ficou sem entender muita coisa.


[ Sala ]


Taehyung: mentira que ele teve essa coragem.- Sorriu, vendo os demais todos reunidos ali, jungkook apareceu.

Jungkook: O que será que ele quer?

Jimin: Caçando?.- levantou uma sombrancelha, confuso.

Namjoon: impossível, ele sabe que não podemos entrar no território deles e eles no nosso.

Yoongi: Vocês são burros? Ele está atrás da Sn,  é óbvio. 

Seokjin: como aquele lobo sabe dela?.- os olhou.

Taehyung: Eles eram melhores amigos na cidade Appa.

Hoseok: Parece que o cachorrinho veio atrás da sua dona.- riu divertido. 

Taehyung: Não fale assim, Baekhyun é um cara legal.- Hoseok mostra lingua.- Tão infantil.

Jimin: Ele está na estrada do castelo.- Disse olhando para todos. Jungkook estava aborrecido, o ciúmes era evidente em seu rosto. Ele ouviu baek gritar o nome de Sn, fazendo jeon ir ao seu encontro.

Do lado de fora, Baekhyun estava aflito. Seus pés afundavam na neve fofinha, estava frio mais ele deu graças por está com moletom. Minutos depois, jungkook apareceu em frente a Baekhyun. 

Jungkook: O que você quer aqui Baekhyun?

Baekhyun: Você sabe muito bem nao se faça de idiota.- disse impaciente. Ele tentou passar mais jungkook o segurou pelo braço, o empedindo de dar mais um passo.

Jungkook: Você não é bem vindo aqui.- o encarou.

Baekhyun: Isso não me importa, preciso falar com ela e não é você que vai me empedir.- soltou seu braço do aperto do homem em sua frente.

Jungkook: Olha aqui, você está quebrando as...- foi interrompido.

Sn: Baekhyun Oppa.- Jungkook se virou em direção a voz, vendo sn correndo na direção deles dois. Baekhyun passou por jungkook, um sorriso surgiu em seus labios ao sentir Sn finalmente em seus braços. Os cabelos dela bagunçavam com o vento. Baekhyun sentiu as pernas dela rodearem sua cintura, sentindo a mesma chorar em seus braços. 

Jungkook:" Baekhyun Oppa ".-ele imitou, um tanto irritado.

Baekhyun estava felix por finalmente encontra-la, ele a abraçou forte, percebendo que o cheiro da mesma estava bem dierente.

Baekhyun: Você esta bem? Como chegou aqui? Está machucada? Ah meu Deus quer me matar de susto? Eu fiquei preocupado.- disse ele segurando o choro.- o que eu disse?.- a colocou no chão. - Não deveria pisar aqui nunca.- Sn não respondeu.- Amor me responda.- segurou o rosto da mesma nas mãos. 

Jungkook: Amor?.- susurrou enquanto fazia careta.

Taehyung: ja vi que o coração dela ja tem dono.

Suga: 1 x 0 para Baekhyun... é irmão,  perdeu.- Apareceu com as maos no bolso, sorrindo para ele.

Jungkook: É melhor calar essa boca Suga Hyung.- Disse pressionando o maxilar, encarando ambos.

Sn: Estou bem oppa.- ela disse depressa.- Eu estava com saudades.

Baekhyun: Eu vinha antes, mas kai não deixou ele me prendeu.

Sn: O que ele fez?.- o olhou com atenção. 

Baekhyun: Eu queria te ver mas ele não deixou e então me trancou no porão. 

Jungkook: Pobre coitado.- Disse se aproximando, Baekhyun não o olhou, ele nem mesmo tirou os olhos de Sn. Sabia que jungkook estava provocando e não queria da chances a ele. Jungkook puxou Sn pela blusa, fazendo a mesma ir para trás,  ficando ao seu lado, se aproximou mais da mesma e colou seus corpos em um abraço de lado.

Baekhyun trincou o maxilar, seus olhos não saiam de Sn mas a raiva surgida era de Jeon.

Jungkook: Ela está bem, eu cuidei muito bem dela.- Sn o olhou. Baekhyun a puxou para perto e a abraçou, era possivel ver o odio estampado nos olhos de Jeon, Baek sorriu.

Baekhyun: Obrigada pela ajuda, agora.- a olhou sorrindo.- Você vai voltar comigo.- A mesma se animou.

Sn: Sério mesmo?.- Baekhyun concordou e em seguida se aproximou dos lábios dela mas jungkook o empurrou, fazendo Sn se assustar com o movimento rapido.

Namjoon: Isso está ficando interesante. - Sorriu.

Jimin: Devo concorda.- Sorriu de lado, jungkook abraçou Sn por trás. 

Sn: da pra parar vocês dois.

Jungkook: Ela fica seu idiota. - O olhar de Baek era ameaçador.  Ele se aproximou e segurou o pulso de Sn, o clima estava mudando e Sn sabia, sabia que Baekhyun estava com ciúmes e que a queria por perto, mas não entendia do porque jungkook a queria.

Sn: Parem os dois.- Baekhyun tentou puxa-la mais jungkook não a soltou. 

Baekhyun: O que está fazendo, solta ela cara.

Jungkook: Solta você. - A puxou.

Sn: Aiaiai, parem estão me machucando.

Baekhyun: Esta agindo como uma criança birrenta jeon.- Jungkook a puxou mas Baekhyun não a soltou, e não iria nunca mais, não agora que finalmente a encontrou.

Taehyung: Chega com essa palhaçada. - Tirou a mesma dali.- perderam o juizo por acaso, vocês podem ser sobrenaturais mais ela ainda é humana, e fraca e fragil perto de voces dois.

Baekhyun: Esta vendo idiota.- empurrou jungkook.- Você poderia ter machucado ela.

Jungkook: Você que estaba puxando.- O empurrou.

Sn: Parem com isso.- Separou os dois que estavam se agarrando. Baekhyun respirou fundo, fazendo Sn o olhar, sabia que o mesmo estava muito bravo, tanyo que seus olhos ja estavam vermelhos.

Taehyung: É impressão minha ou ele é Alfa?.- susurrou para Yoongi.

Yoongi: Eita cacete, o negócio vai esquentar, porra cade a pipoca hoseok.- o mesmo riu.

Baekhyun: Sn vamos pra casa?

Jungkook: Ja disse que ela fica.- O encarou.

Sn: Ja chega.- Susupirou, sabia que precisava tomar uma decisão, ela olhou para jungkook e Baekhyun enchergou algo jo pescoço dela.

Baekhyun: Sn vem aqui.- A puxou, descendo o moletom na área do pescoço dela.- Que diabos.- Ele afastou as mangas da camisa,  percebendo que havia varias mordidas espalhadas pelo corpo da mesma. Levantando a blusa ele viu mais delas, ele a olhou incrédulo.- Você...- ele olhou para jungkook.- Como você teve coragem seu filho da...

Sn: Calma Baekhyun. - a olhou, rapidamente a furia saiu do seu corpo e o choro chegou.

Baekhyun: Como qjer que eu tenha calma, olhe para você. - as lagrimas desceram pela face rosada dele.- Esse sanguessuga fez isso com você e quer que eu tenha calma.- Diz impaciente, os olhos ainda estavam vermelhos. Jungkook mordeu os lábios,  encergonhado.

Yoongi: Caramba, vacilou hein irmão. - Disse ele sério. Assim como todos ali.

Jungkook: Você vai ficar.- Ele encarou Baekhyun.- Ela não te pertence.

Baek: Ela também não pertence a você. - O empurrou com força, fazendo o mesmo ir para trás. 

Jungkook: Tudo bem, então a sn vai decidir se fica ou não. - Olha para o mesmo assustado.

Sn: O que ?.- Baekhyun a olha, ela fica nervosa ao ver que eles queriam uma resposta.- E-eu...








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...