História Imagine EXO XiuMin (Hiatus) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Xiumin
Tags Baby
Visualizações 53
Palavras 1.022
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi Flores, mais um capitulo saindo do forno, eu espero que vocês gostem! Boa Leitura.

Capítulo 12 - O Valor


Fanfic / Fanfiction Imagine EXO XiuMin (Hiatus) - Capítulo 12 - O Valor

Eu sigo em direção a rua e vou até o ponto de ônibus, eu pego o meu celular e os fones de ouvidos e conecto no aparelho e dou play e logo começa a tocar Monsta X – Need U.

Alguns minutos depois ônibus chega e eu subo nele, caminho até o trabalho é bem tranqüilo, agora estava tocando DAY6 – I Smile e foi com essa música que eu cheguei ao Studio cantarolando essa música. Assim que eu cheguei percebi que os nossos modelos já estavam por ali são as meninas da Twice e eu comprimento elas formalmente, eu pauso a música e tiro os fones.

Mais alguns minutos depois tudo estava pronto para nós começarmos aquele ensaio, nós fizemos fotos individuais, em dupla, em trio e em grupo, as meninas estavam lindas e as fotos também elas tinham um conceito bem fofo.

O dia passou tranqüilo e a sessão de fotos da Twice havia chegado ao final e outra sessão estava começando, enquanto o fotografo estava olhando as fotos eu estava limpando as lentes da câmera e foi nesse momento.

- Pequena Querida, nós vamos participar de um desfile. – avisa o fotógrafo se aproximando.

- Nossa que legal. – comento bem empolgada.

- Sim! Querida por isso nós vamos fechar mais cedo, então assim que você terminar por aqui pode ir para casa. – comenta o fotógrafo um pouco empolgado.

- Claro senhor uma pergunta, por caso senhor sabe de alguém que esta contratando? – pergunto terminando de limpar as lentes.

- Não, mas não me diga que você vai me deixar? – responde o fotógrafo um pouco confuso.

- Não senhor, é para a minha amiga, ela estava procurando emprego. – comento sorrindo.

- Ah Bom! Bem eu vou ver se aparece alguma coisa eu te aviso. – comenta o fotógrafo sorrindo.

Depois que termino de limpar as lentes, eu me despeço da equipe pego as minhas coisas e saio do Studio. Eu pego os meus fones de ouvidos e conecto no aparelho e dou play que logo começa tocar Super Junior – Devil.

Na volta para casa eu resolvi passar em uma lanchonete já entro e peço um lanche, pego uma mesa e tiro os meus fones de ouvidos e pauso á música.

Alguns minutos depois o meu lanche chegou eu comecei a comer foi quando eu vi o MinSeok se aproxima da mesa.

- Com licencia senhorita eu posso? – pergunta o MinSeok puxando a cadeira.

- Claro, pode. – respondo comendo uma batatinha.

- Você não deveria esta no trabalho? – pergunta o MinSeok sentando na cadeira.

- Sim, mas hoje eu sair mais cedo. – respondo pegando outra batatinha. – Você? – completo um pouco curiosa.

- Bem, hoje a minha agenda não estava tão cheia assim. – comenta o MinSeok pegando uma batatinha. – E bem já que nós dois estamos com o tempo sobrando, não vejo momento melhor para continuar a nossa conversa demais cedo. – completa comendo a batatinha.

- Que tal você pedir algo para comer e depois nós conversamos. – comento sorrindo.

- Por um acaso você estaria evitando essa conversa? – pergunta o MinSeok chamando a garçonete.

- De jeito nenhum, eu só comer primeiro e conversa com mais calma. – respondo comendo outra batatinha.

O mais velho pede o seu lanche e não demorou muito ele chegou e nós continuamos a comer juntos. Mais alguns depois nós tínhamos terminado o lanche, pagado e saído da lanchonete.

Nós seguimos em direção ao carro do mais velho.

- My Lady. – comenta o MinSeok abrindo a porta do carro.

- Obrigada Oppa. – comento entrando no carro.

O mais velho fecha a porta do carro e dá á volta e entra no veículo, assim que nós colocamos os cintos de segurança seguimos a nossa viagem até o condômino em silêncio.

Não demora muito, nos chegamos ao condômino ele guarda o carro na sua vaga e tiramos os cintos de seguranças e saio do carro. Nós fomos em direção ao elevador e novamente ficamos em silêncio.

- Pequena, por favor, esse silêncio todo está acabando comigo, diga alguma coisa. – comenta o MinSeok um pouco irritado.

- Calma! Só espere mais um pouco. – pedi respirando fundo.

Logo nós chegamos ao nosso andar.

- Será que nós podemos conversa na sua casa? Talvez lá seja mais tranqüilo. – pergunto saindo do elevador.

- Claro que nós podemos. Por aqui My Lady. – responde o MinSeok abrindo a porta.

Nós entramos o MinSeok se afasta e eu fecho a porta.

- Ok! Já chega! Pequena eu não quero te fazer pressão alguma, mas você ficou o dia inteiro para me dar á resposta. – comenta o MinSeok bem sério.

- Você tem razão, eu vou responder a sua pergunta. – comento respirando fundo.

- Eu estou ouvindo. – comento o MinSeok cruzando os braços na altura do seu peitoral.

- Bem eu não sei por onde começa e talvez isso seja um pouco confuso, porque eu não sei o que é para mim, eu não vejo uma definição especifica para isso. Mais eu sei que dês que eu te conheci á minha vida mudou bastante, você sempre ajudou quando eu precisei. Oppa você é importante para mim. – comento um pouco emocionada.

O mais velho descruza os braços e ele passa a mão sobre o cabelo ele vira de costas e respira fundo. Após alguns minutos depois o MinSeok se vira que fica em silêncio.

- Bem Minnie agora sou eu que estou pedindo diga alguma coisa. – comento me aproximando.

- Eu não tenho o que dizer, mas em vez disso eu vou fazer. – comenta o MinSeok se aproximando.

Em momento rápido o mais velho me beija, ele pega na minha cintura e eu pego na sua nuca na tentativa de ter mais contato. O nosso beijo estava calmo, sem pressa alguma e com muita ternura, eu mordo levemente o seu lábio inferior e ele chupa levemente a minha língua e nós ficamos naquele beijo por um bom tempo. Até o finalizamos o beijo com alguns selinhos bem demorado e o último foi mais demorado ainda.

Agora o mais velho o que eu sinto por ele e mesmo depois de ouvir á minha resposta eu ainda não sei o motivo da sua pergunta.


Notas Finais


Desculpem pelos erros ou por qualquer coisa.
Por hoje é só, até o próximo.
Beijinhos da Tiah e tchauzinho. >.<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...