História Imagine Gay - Jay Park - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jay Park
Tags Boys, Gay, Hot, Jay Park, Kawaii, Lemon, Yaoi
Visualizações 167
Palavras 195
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Lemon, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


o imagine empoeirou, desculpem-me

o final antigo havia ficado uma bosta e eu já tinha desistido mas hoje às coisas mudaram sabe? me inspirei na profissão que quero seguir quando adulta, para fazer esse novo final.

eu espero muito que me desculpem, e espero que gostem também! ❤
obrigado pelos 50 favoritos, eu estou muito feliz!

Capítulo 11 - Peças Do Destino [NEW END]


Oito Anos Depois

Olá, meu nome é S/N e eu sou médico geral e cirurgião, também trabalho na emergência aqui do hospital, tenho 28 anos e já consigo ser um dos melhores médicos daqui.

É um dia comum aqui no hospital, crianças com virose ou gripe, idosos para fazer fisioterapia, gente com todos os tipos de doenças mas hoje, o meu sinal da emergência tocou.

Fui correndo para o segundo andar e assim que cheguei, uma enfermeira me passou a ficha de um rapaz, aparentemente jovem, que estava ensanguentado e desacordado.

— Nome: Jay Park, Idade: 32 anos, Peso: Em torno de 65kg, Altura: 1,79, Vítima de acidente de carro, Estado: Grave.

Logo me aproximei da maca, dando as ordens do que era para fazer, os remédios que era pra dar e mandando preparar a sala de cirurgia, depois que eles saíram com a maca eu fui até o banheiro do hospital e me olhei no espelho, lembrando do Jay Park de minha escola, eu não o perdoei, e agora ele estava em estado grave, anos depois, quase morrendo... E por alguma "peça do destino", eu era o responsável por salvar a vida dele agora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...