1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Hidan - Opostos quimicamente perfeitos >
  3. Te odeio; Conversa com o líder

História Imagine Hidan - Opostos quimicamente perfeitos - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem ❤

Capítulo 2 - Te odeio; Conversa com o líder


Hidan: - Ah sua miserável! - ele foi avançar em mim, mas Kakuzu o segura - Kakuzu! Me solta! 

Kakuzu: - Hidan, você sabe que não podemos matar ela - ele falou calmo

Hidan: - ela precisa de uma lição Kakuzu! Me larga!

Kakuzu: - Hidan, já chega de escândalo - ele o puxou - S/n, devolva a foice do Hidan 

Fui até ele com a foice na mão

- Pega sua foice de brinquedo - estendi a foice

Hidan: - minha foice não é um brinquedo! - ele pegou se uma vez a foice da minha mão 

Itachi: - É hora do jantar, vamos comer, e sem brigas por favor - ele falou educadamente

Me sentei entre Obito e Deidara, Hidan ficou na minha frente

Deidara: - s/n porque você tá aqui?

- O Pain mandou

Sasori: - mas porque? Você não é a que passa informações pra eles? Você não nem membro oficial da Akatsuki

- Eu sei disso, mas eu não posso descumprir ordens deles dois, mesmo que vá contra a minha vontade.

Terminei de comer e fui pro meu quarto, tranquei a porta e comecei a tirar minhas armas do corpo

- Obito, não precisa fingir que não está aí - falei de costas pra ele

Obito: - então sabia que eu tava aqui?

- Claro que sabia, tá fazendo o que aqui?

Obito: - não se faça de burra - ele puxou meu braço e me bateu contra a parede e com o corpo quase colado no meu - você tá muito teimosa ultimamente sabia, e eu não tolero isso

- Uma pena que eu não me importo né - debochei dele e tirei a máscara dele

Obito: - vou te ensinar uma lição - ele me beijou ferozmente e apertou todas as partes do meu corpo e me jogou na cama sem nenhuma delicadeza, tirou o manto e a camisa junto e subiu em cima de mim

- Eu te falei que você não consegue me matar

ele rasgou minha blusa no meio e o sutiã a mesma coisa

Obito: - garotas iguais a você tem que ter uma boa punição - ele deu um chupão forte no meu seio esquerdo - pra não falar o que não deve 

ele abaixou minha calça junto da calcinha com uma rapidez indescritível e colocou dois dedos na minha intimidade e os movimentou rápido e me contorci, coloquei a mão na boca pra não gemer alto

- Huuum - gemi baixo com a mão na boca

Gozei nos dedos dele e ele chupou tudo e logo depois me beijou ferozmente de língua, senti o sabor do meu gosto e ele apertou meu seio esquerdo e fiquei entre as pernas dele, passei as mãos na costa dele e puxei as calças dele junto com a cueca e puxei o rosto dele fazendo o beijo ficar ainda mais forte

Ele parou o beijo, me virou de lado, e penetrou com força, e apertou meus seios, cada estocada mais forte que a outra, assim como o choque dos nossos corpos, ele colocou uma mão na minha boca pra mim não gemer

- Huuummm - gemi com a mão dele na minha boca

Quando ele tava prestes a gozar tirou o pau e gozou na minha perna, senti minhas pernas latejarem, ele se levantou e se vestiu

Obito: - isso foi pra você aprender a não me provocar, na próxima vez eu vou te matar

- Você diz isso sempre, e nunca me mata, porque eu sou seu brinquedinho de sexo, e você é o meu... - eu sorri e ele apenas me olhou sério

Obito: - boa noite pra você também - ele saiu pelo Kamui

Me vesti, joguei as roupas rasgadas fora e fui dormir, morrendo nas pernas.

QUEBRA DE TEMPO - DE MANHÃ

Acordei, fui no banheiro, fiz o que tinha que fazer, me vesti adequadamente (Blusa preta colada sem mangas, calça de couro preta,  um sapato sem salto preto também) coloquei minhas armas e ouço alguém bater na porta.

- Entra! - falei arrumando meu cabelo

Era a Konan

Konan: - Pain quer falar com você depois do café, não se atrase

- Certo, tô indo - ela saiu e fechou a porta

Depois que terminei de arrumar meu cabelo, fui tomar café, minha perna ainda tá doendo, Obito pegou pesado dessa vez. Me sentei, e percebi que Obito sentou na minha frente de proposito

- O que foi Tobi? 

Obito: - nada não, você tá legal? - ele falou com aquela voz de pateta

- Só com um pouco de dor nas pernas

Kisame: - huum, dor nas pernas neeeh

Obito: - *fala baixo* para Kisame, para caralho!

Zetsu: - Tobi, você tá legal?

Tobi: - ótimo Zetsu senpai, melhor impossível

- rsrsrsrs - sorri olhando pro Obito e ele entendeu 

Terminei de comer e fui até a sala do Pain, lá está Kakuzu, Konan e o idiota do Hidan

Pain: - bem na hora s/n.

- O que queria falar comigo?

Pain: - você vai fazer uma missão com o Kakuzu e o Hidan, na procura do nove caldas

Hidan: - ela só vai atrapalhar

Kakuzu: - mais do que você não vai

- Desculpa Pain Sama, mas eu não sou apenas subordinada? Eu não participo desse tipo de missão

Pain: - mas você não participará diretamente, você vai dar suporte em casos extremos, e vai conseguir informações

- Deixa eu ver se entendi, eu vou participar das sombras?

Pain: - sim, você dará informações pro Kakuzu e Hidan, só irá entrar em combate em casos extremos, entendido?

Eu, Hidan, Kakuzu: - Hai

Pain: - saiam em 30 minutos


Notas Finais


Espero que tenham gostado💖
o próximo sai amanhã


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...