1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Hidan - Opostos quimicamente perfeitos >
  3. Você é um saco

História Imagine Hidan - Opostos quimicamente perfeitos - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem meus anjos❤

Capítulo 3 - Você é um saco


Fanfic / Fanfiction Imagine Hidan - Opostos quimicamente perfeitos - Capítulo 3 - Você é um saco

Já estou com tudo que tinha que pegar, levei minha máscara, mas que só cobre até meu nariz, e a coloquei. Kakuzu e Hidan logo apareceram do lado de fora

Kakuzu: - ikesuh 

Ficamos andando e Kakuzu mudou a rota da folha

- Kakuzu, onde você vai?

Kakuzu: - tem um monge que a cabeça dele vale uma grana boa

Hidan: - Kakuzu, de novo esse papo de dinheiro? Você só pensa nisso?

Kakuzu: - Hidan, dinheiro é importante, e outra, eu que cuido da parte financeira. A vida não é feita de religião Hidan, tudo gira em torno do dinheiro, entenda isso.

Hidan: - para com essas baboseiras Kakuzu, depois que se morre, não tem dinheiro pra salvar - ele sorriu

Kakuzu: - Dá-me paciência... - ele colocou a mão na testa - Hidan eu ainda vou te matar um dia

Hidan: - para Kakuzu - ele deu um tapa nas costas do mesmo sorrindo - você sabe que isso é impossível né?

Kakuzu e eu: - queria eu que fosse possível

Kakuzu: - s/n, avance mais a frente pro templo do país do fogo, e veja se tem algum inconveniente pra atrapalhar, se tiver se livre dele

- Hai, assim eu fico longe de certas pessoas - olhei pro Hidan

Hidan: - hey! Cala a boca que a chata aqui é você! - ele apontou pra mim

Kakuzu: - menos Hidan...

Avancei mais a frente

- *sinais de mão* Jutsu de invocação! - coloquei as mãos no chão e o Denze, meu pássaro de invocação apareceu

*características do Denze: grande, parece uma fênix, negro, rápido, olhos brancos semelhantes ao de um gavião, grandes asas, sorrateiro, forte, maior do que eu*

Denze: - s/n-sama o que deseja?

- Veja o sul do templo dos monges do País do fogo e se tiver algum ninja por perto, mate sem exitar, e me passe as informações, irei verificar a parte norte e as laterais, seja discreto

Denze: - como se eu não fosse discreto, não teria me invocado - ele alçou voo

Comecei a verificar a área

DEPOIS DA VERIFICAÇÃO

Ninguém da minha parte, fui pra entrada do templo de monges do país do fogo e Denze chegou segundos depois

- E aí? - encostei nas costas na parede do templo?

Denze: - nenhum sinal de ameaças pra você

- Muito bem, seu trabalho por hora acabou, pode ir

Denze: - Até logo - ele voltou pra onde veio

- Agora... onde tá a dupla de zumbis?

KAKUZU ON

Hidan: - Kakuzu... falta muito pra chegar lá em cima? - ele falou com preguiça

- Cala a boca e caminha, estamos quase chegando, tá tão maluco pra ver o s/n? - provoquei ele de propósito

Hidan: - KAKUZU VOCÊ ENLOUQUECEU OU O QUE? - ele gritou

- Cala a boca berrante humano, lá no fundo eu sei que você vai com a cara dela, só não concorda com o meio que ela vive

Hidan: - cê tá drogado? Eu não gosto de nada naquela mulher, nem nunca

- Nunca diga nunca Hidan, as coisas podem mudar um dia

Hidan: - Eh Kakuzu! Tá me rogando praga?

- Tô falando que tudo é possível Hidan

Hidan: - então já que tudo é possível, isso quer dizer que ainda é possível você se converter a doutrina de Jashin! - ele falou animado

- Isso aí nunca

Hidan: - oh você não falou que nada é impossível?! - ele bateu o pé no chão

- Mas isso é uma coisa que nunca vai acontecer Hidan, aceita logo. 

Hidan: - você é um saco

- Mais do que você eu não sou - ele voltou a subir emburrado e resmungando

Chegamos na entrada do templo e a S/n está lá escorada na parede do templo

s/n: - até que enfim chegaram, tava ficando impaciente 

- E então? Alguém na área?

s/n: - nenhum sinal de vida, e se tivesse, eu já teria dado um fim no inconveniente

- Ótimo - dei um soco na porta do templo que a mesma quebrou

S/n: - acho que aqui é minha deixa, até mais tarde Kakuzu

- E o Hidan?

S/n: - que ele se ferre - ela falou debochada

"Você também não ajuda" - pensei

Hidan: - que quando você morrer você queime no inferno!

S/n: - eu te espero lá - ela sorriu de lado e foi pra um lado discreto e ficou observando, eu e Hidan entramos no templo

S/N ON

Ai, esse meu trabalho até que tá sendo fácil, menos a parte de ter que aturar o psicopata do Hidan. Eles já começaram a lutar, tá ficando tenso

- Será que eu deveria interferir agora? - falei pensativa - acho que não, eles dão conta

Depois de toda a luta deles...

Eles fizeram uma carnificina no lugar, tudo destruído, mortos...

- Já podemos ir em rumo de Konoha? - fui até eles

Hidan: - não tá vendo que eu tô no meio do ritual?

- Não zumbi, eu sou cega - falei revirando os olhos

Kakuzu: - não tenho tempo de ficar aqui - ele pegou o corpo do monge e saiu

Hidan: - eh!

Fomos até o posto de troca, que é dentro de um banheiro.

- Vocês podem ir, eu vou ficar aqui fora, por mais que eu goste de uma grana, não gosto muito do cheiro desses lugares

Kakuzu: - certo

Eles entraram no banheiro e sentei na frente do banheiro na escadinha, logo depois vi o zumbi imortal do Hidan saindo e se sentou perto de mim

- Você tá fedendo à aquele lugar - falei sentindo o fedor - nem a máscara tá dando efeito

Hidan: - cala a boca! até parece que eu quis ir pra lá!

- Vai demorar muito pra fazer essa troca no mercado negro? Num gosto de ficar nesses locais

Hidan: - tá com medo? - ele sorriu me provocando

- Até parece baka, esses lugares são meio estáveis. E ficar com você é uma droga

Hidan: - cala a boca sua jamanta!

- Cala a boca você vampiro pirado!

Ficamos assim por um tempo até que...

Hidan: - até que enfim você apareceu Kakuzu, você demorou demais, aguentar essa chata é uma porcaria

Ele se virou e era um shinobi da folha

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado❤
até o próximo capítulo❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...