História Imagine Hot BTS - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~ParkFerreira

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 215
Palavras 1.116
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Jung Hoseok (J-Hope)


A música atormentava meus ouvidos por estar meio alta mas não me importava, só queria sair daquele inferno/prisão que eles chamam de faculdade.

E para piorar meu tempo de estudo era ao anoitecer, praticamente saio todo dia ás 23:30 e ainda tenho que passar por ruas meio escuras ou até mesmo becos.

Mas enfim não importa.6

Estava escutando música no volume máximo e andando dispersa por aquelas ruas escuras de Seol.10

Notei uma certa movimentação e ao longe vejo um grupo de meninos com aparência nada amigável, e pareciam estar vindo em minha direção, não tinha outra alternativa a não ser entrar no beco mais próximo antes que me notassem.

- Merda

Entrei no beco e me escondi entre duas caçambas de lixo que haviam ali, tirei os fones e permaneci em silêncio.

- O que você tem cara? - ouvi um dizer com a voz meio embolada, acho que estava bêbado

- Eu vi uma coisa ou melhor alguém correndo pra esse lado ! - ele disse meio raivoso sacando um revolver

- Cara tu ta bêbado! Aposto que viu coisas vam'bora ! - o outro disse estressado e puxou o amigo para fora junto com os outros

Esperei mais um tempo para ter certeza de que foram embora e após 5 minutos soltei o ar, que nem sabia que prendia, aliviada.

Me levantei e limpei minha calça me certificando de que não estava suja e continuei meu caminho.

Andava meio com receio daquele lugar, nunca entrara naquele beco antes, e ele aparentava ser muito mais escuro que os outros que eu passava.

Olhava para todos os lado com medo de algo acontecer até que ouço um estrondo.

- O-olá? - pergunto meio assutada

Continuo parada até ouvir algo caindo.

- Q-quem esta a-ai? - perguntei já aflita com a situação18

Ouço algo caindo e depois vejo um rapaz com calça de couro preta, camisa social branca junto a uma gravata preta e uma jaqueta , ele para e começa a andar em minha direção eu não penso em nada a não ser sair correndo.17

E foi isso que eu fiz.

Corro o mais rápido possível conseguindo ouvir os passos do garoto atras de mim, estava desesperada, por que ele correria atras de mim? Por que eu?!

Corro por mais um tempo e me encontro em um beco sem saída, me viro para trás e me surpreendo em não ver o tal garoto.3

Ando com um pouco de receio do que vira acontecer e sinto uma mão em minha boca, outra na cintura e minhas costas irem de encontro com a parede.

Olho direito e vejo o tal garoto de cabeça baixa.

- Olá _____ - ele diz meio rouco e me arrepio

- Q-quem é v-você? - pergunto com medo da resposta

- Sério que não se lembra? - pergunta meio triste e levanta a cabeça para eu poder ver seu rosto

Aposto que fiquei branca papel quando notei quem era.

- Ho-Hoseok? - pergunto surpresa13

- Sim - ele diz sorrindo meio com receio

- Ma-mas como ? -digo já com lágrimas nos olhos - Você tinha m-morrido - choro baixo36

- É eu tinha... mas, uma coisa que eu não sabia era que... meu... meu avô quando era mais novo havia feito uma promessa de que quando alguém da nossa família morresse, viria outra família ajudar, e naquele tempo meu avô confiava muito em vampiros... e.. ele era um deles - me assusto com a história53

- M-mas... - digo tentando raciocinar

- Deixe-me terminar por favor- ele pede e assenti - quando eu morri naquele acidente, vieram amigos do meu avô e me trouxeram a vida novamente, ou seja .. _____ eu sou um vampiro - ele diz e abaixa a cabeça - me desculpe não ter vindo antes falar com você, é que... eu precisava me adaptar e me controlar, sei que não vai querer mais olhar na minha cara mas... me entenda12

- Hoseok... - ele me olha - doeu muito quando te vi morto... você não sabe como mas... eu não quero mais me separar de você! Eu te amo muito para continuar assim!6

- Você quer o que eu to p-pensando? - ele diz assustado

- Sim Hoeseok! Quero virar um de vocês! Se desse jeito eu conseguir ficar com você novamente sim ! Essas 5 semanas foram de mais pra mim ! - digo e ele ainda estava assustado - Por favor Hoseok38

- Ok, se é o que você quer... mas... - ele me prensa na parede - podemss brincar enquanto faço isso sabia ? - ele me olha malicioso30

- Faça o que quiser - digo e ele sorri mais ainda e me beija.

Ele me beijava com calma mas ao mesmo tempo era un beijo excitante para ambos, o beijo começa a se intensificar e ele desce os beijos para o meu pescoço dando leves mordidas e eu já suspirava.1

- Agora você vai ser sempre minha... Você é minha - ele diz e sinto suas presas entrarem em meu pescoço.

Sinto uma dor forte e ele sugando meu sangue, arregalo os olhos com tamanha dor e agarro seu cabelos ficando já sem voz, até sentir meu pescoço ser quebrado e nada mais vejo.13

Hoseok's pov ON

Sugo mais seu sangue e quebro seu pescoço, ela morre na minha frente mas pelo menos fiz do jeito que me ensinaram, fizeram assim comigo antes de morrer.32

Melhor levá-la pra casa.

Hoseok's pov OFF

Acordo meio tonta e noto estar no meu quarto.

"NÃO ACREDITO QUE TUDO ERA UM SIMPLES SONHO !"2

Vou ao banheiro mais triste pelo tal "sonho" que tive e vou tomar um banho.

Assim que o termino me troco e saio do banheiro e me deparo com meu celular quebrado.

- Ah pelo amor ! - digo/grito com raiva

Saio do quarto e bato a porta e ouvi um estrondo quando olho para trás a mesma estava em pedaços.

- Eita... - olho para minha mão estranhando o tal ato20

Vou para a cozinha e vejo aquele ser.

- HOSEOK?! -grito e o mesmo se vira sorrindo

- Já acordou minha vampirinha? - ele sorri e vem ao meu encontro e me beija

Vampirinha? Então... não era um sonho? - digo sorrindo após o beijo

- Não, não é - ele sorri e o abraço

- Senti tanto a sua falta- digo em sua orelha e sinto minha garganta seca

- O que foi? - ele pergunta

- Garganta seca - digo com uma careta

- Acho que esta na hora de caçar não acha? - ele diz sorrindo mostrando as presas

- Vamos lá - digo sorrindo maleficamente9

______________

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...