História Imagine Hot J-Hope (BTS) - My Hope Is Your Hope - Season Two - Capítulo 41


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Black Pink, Blackpink, Jeon Jungkook, J-hope, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Park Jimin, Rap Monster, Suga
Visualizações 607
Palavras 1.747
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MEU DEUS, peço milhares e milhares de desculpas e perdão pela demora!
Gente, esse mês e o mês passado foram extremamente corridos pra mim.
Bom... Muita gente está deixando de ler, então nem devem ter notado a minha ausência.

Me desculpem por favor, vou tentar atualizar do jeitinho normal, no máximo a cada duas semanas.

Boa leitura! Relevem qualquer erro!

A fic logo chegará ao fim.

Capítulo 41 - Memories


Fanfic / Fanfiction Imagine Hot J-Hope (BTS) - My Hope Is Your Hope - Season Two - Capítulo 41 - Memories

                          *  S/N ON  *

É uma sensação completamente estranha quando se acorda em um lugar totalmente desconhecido, onde você não conhece ninguém e ainda por cima pronuncia a língua daquele lugar de forma perfeita. E ainda mais da maneira como eu pronunciava.

Pelo menos assim o enfermeiro me disse.

Jennie veio aqui e me explicou muitas coisas. Eu gosto dela. Ela me parece uma pessoa extremamente confiável e além de tudo, protetora. Ela me passa tranqüilidade, paz. Ver o jeito como ela sorria falando de nós duas me deixou com o coração apertado de vontade de lembrar-se de tudo. A maneira como ela sorria enquanto me contava as bobagens que eu já havia feito me deixaram sem chão. Éramos realmente muito próximas e tínhamos uma amizade muito bonita. Ela me trouxe fotos em pequenos polaróides, e eu me assustei com algumas fotos “antigas”, onde eu estava com o cabelo bem grande. Também tinham fotos minhas com o tal garoto, JaeBum.

Falando nele, ele acabou de sair daqui. Neste momento, estou na janela, observando o mesmo que saiu um pouco desnorteado, talvez?

Não sei dizer. Ele me pareceu bem chateado quando eu disse a verdade.

Percebi que a porta se abrira novamente e pelo vidro da janela vi que era Hoseok. Mas resolvi olhar um pouco mais o moreno que acabara de sair. Ele parou em frente ao carro e olhou para cima, rodeando os olhos pelo hospital, então entrou em seu carro e saiu rapidamente.

Por que ele havia ficado daquele jeito?

Olhei para Hoseok, que já havia se sentado na cadeira ao lado da minha cama, mas logo voltei a olhar pela janela. Hoje é um dia de descobertas.

- Contou para ele? – Ele perguntou enquanto eu voltava para a cama.

- Sim. – suspirei. – Eu e ele éramos muito próximos?

- Hum, eram bem amigos. Ele na verdade sempre quis você bem mais do que amigo. Acho que ainda quer.  – Hoseok riu nervoso.

Não sei o motivo, mas senti meu coração pulsar fortemente. Mas... Bem, deixe para lá.

- Ah. Entendi. – me sentei na beira da cama, próxima à Hoseok. – Você trouxe. – apontei para o notebook. Hoseok estava um pouco disperso, mas logo me acompanhou.

- Ah, sim, trouxe. Quer ver as fotos?

Meu coração palpitava de desejo de ver as fotos, vídeos, o que fosse. Mas ao mesmo tempo, minha mente turbilhava em emoções me dizendo que não deveria ver.

E bem... Eu ouvi meu coração.

- Claro! – disse sorrindo um pouco e isso pareceu animar um pouco o ruivo, que pegou o notebook, me dando. Ele se sentou em minha frente, enquanto eu abria o notebook e esperava o mesmo iniciar, então percebi que o garoto me olhava. Não quis encarar aqueles olhos negros.

O notebook ligou e logo de início havia uma foto minha e de Hoseok juntos. Levei um susto, mas ao mesmo tempo achei uma coisa extremamente adorável. A maneira como ele sorria para mim na foto era sem dúvidas uma das coisas mais lindas e mais sinceras que já poderia ter visto.

Não pude evitar e acabei sorrindo, o que causou o mesmo efeito no ruivo, que sorriu sem mostrar os dentes.

- Tiramos essa foto antes de você voltar para o Brasil, na verdade bem antes. – ele sorriu de forma melancólica.

- Oh, entendi. – acabei ficando um pouco confusa. – Hum, onde está a pasta?

- Ah, claro! – ele se levantou. – Aqui está. – apontou para um ícone onde estava escrito “My life”.

Sorri gentilmente e abri a pasta.

Ainda bem que eu estava sentada. Porque se não... Provavelmente eu iria acabar caindo.

Havia muitas fotos. Tipo MUITAS fotos. Fora que havia uma pasta de vídeos que eu nem abri, pois sabia que com certeza haveria muita coisa.

- Eu consegui resgatar muitas fotos nossas, graças a um amigo meu.

Permaneci em silêncio. Apenas mandei abrir algumas fotos e observei bem cada detalhe. Nós parecíamos ser um casal tão feliz. Eu estava sorrindo na maioria das fotos. Meus olhos estavam começando a se encher de lágrimase eu mal sabia o porquê. Meu coração estava palpitando de forma extrema, acho que até o ruivo ouviu.

Fechei os olhos e suspirei, tentando desviar um pouco dos meus pensamentos em relação a tudo o que estava ali na minha frente.

- Se você ainda tem alguma dúvida... – ele disse de repente, me tirando do transe em que estava, então tomou o notebook para si e mexeu por alguns instantes, até o colocar novamente no meu colo. – Vou deixar você sozinha um pouco. – o ruivo disse e então saiu, me deixando só.

Aproveitei o momento e respirei fundo, tentando me concentrar no que iria ver. Era um vídeo de um show? Mas por que diabos ele queria que eu visse um show?

De qualquer forma, vamos ver.

O vídeo já começou com Hoseok falando algumas coisas, e aparentemente era eu atrás dele dormindo.

“Estão vendo aquela mulher ali? Eu a amo. E fiz isso tudo pra ela.”

Então fotos. Muitas fotos. Muitas fotos apareceram, uma câmera focou no rosto de Hoseok no palco, mostrando seu sorriso enorme. Alguns meninos ao lado dele sorriam junto e eu me encantei com a beleza de cada um deles.

Passaram alguns vídeos também, o que fizeram meu coração se esquentar por alguns instantes. Hoseok já estava chorando e percebi que havia um dos garotos que também estava chorando. O ruivo começou a falar um textinho muito bonito, então se agachou e todos ficaram em silencio. Até mesmo eu, me vendo ali chorando, parei de respirar por um instante, lágrimas querendo descer pelo meu rosto. Então, ele me pediu em casamento.

E eu disse sim.

Mas então o vídeo acabou.

Havia outra pasta, onde estava escrito “Aniversário da S/N.” Abri, curiosa e havia várias fotos minhas com os tais garotos, fora alguns vídeos.

O vídeo onde eu entrava um pouco (aparentemente) assustada em uma sala cheia de gente me fez rir da minha cara.

Eles tinham feito uma festa surpresa e era pra mim. Meu Deus... Eu tinha uma bela família.

Ou tenho...

Desliguei o notebook e me sentei na beira da cama. Meu coração estava batendo tão forte que eu poderia explodir e eu mal sabia o porquê de tanta euforia.

A porta se abriu de repente e eu levei um susto, enxugando meus olhos rapidamente. Era o ruivo, com um copo de café em mãos. Ele me olhou e sorriu de forma triste, se aproximando devagar.

- O médico disse que não tem problema você tomar, e eu o lembrei de que você ama café também. – coçou a nuca e riu nervoso. – Viu tudo?

Concordei em silêncio.

- Percebi. – apontou para os meus olhos vermelhos. – Também fico assim quando vejo. É normal. – me entregou o copo. – Bem, você viu o Jimin, certo?

- Quem é Jimin?

Ele riu.

- O garoto que estava chorando com você quando te pedi em casamento.

- Ah... Sim. O nome dele é Jimin?

- Você o chamava de Minnie. – deu de ombros. – Mas então, ele e os meninos virão aqui hoje para poder te ver. Todos eles precisam falar com você e o Jimin está doido pra te ver logo.

- Hum, por mim tudo bem. – digo me encolhendo. – Será que não vou desapontar eles?

Ele me olhou um pouco assustado, então se aproximou, segurando minha mão e colocando uma mecha de cabelo meu atrás da orelha.

Esses toques eram... Tão íntimos, apenas parei de respirar por segundos.

- Ei, o que aconteceu não é culpa sua! Mantenha isso em mente, ok?

Concordei, em silencio. Mal conseguia encarar aquele homem por muito tempo, principalmente depois de tudo o que vi.

- Além do mais, me parece que os caras que foram pegos estão querendo entregar a pessoa por trás de tudo isso. Nós faremos justiça, você vai ver. – ele sorriu e deu um beijo em minha testa. – Eu preciso ir. Nós vamos fazer algumas gravações e tal. Amanhã eu venho de novo, tudo bem?

- Tudo bem. – digo baixo.

- Jimin está lá fora. Ele e os meninos. Mas só ele vai entrar agora, então... Por favor, tente não demonstrar muita indiferença. OK? – ele ajeitou sua blusa. – O notebook é seu. – ele disse calmamente e me impediu de protestar. – Sem reclamações, senhorita.

O comentário me fez rir por um momento, o que fez meu ombro latejar. Hoseok rapidamente fez uma cara de preocupado, me perguntando se estava tudo bem ou se precisaria chamar o médico.

- Calma, foi apenas um choquezinho. – falei o afastando.

- Tem certeza?

- Absoluta. – a preocupação explicita dele era tão fofa. – Peça para Jimin esperar alguns minutinhos antes de entrar. Eu... Preciso ir ao banheiro. – disse envergonhada.

- Você não pode ir ao banheiro sozinha!

- Lógico que posso! – protestei.

- Venha, eu vou te esperar aqui na porta. – ele foi até a porta do banheiro.

- Eu não vou fazer xixi com você aí me olhando, por favor! – cruzei os braços, mesmo que isso causasse uma dorzinha em meu ombro.

- S/N, por favor. Não quero que corra mais riscos. Ande logo. – ele disse sério. Revirei os olhos e fui até lá, ao entrar, tentei fechar a porta. – Nananinanão, moça. – ele segurou a porta.

- Pelo amor de Deus! – disse irritada e então fechei a porta. Se até ficar na presença dele me causava certa insegurança e vergonha, imagine fazer xixi?

Levando em conta que fomos noivos... Ele já me viu nua alguma vez?

- Não sei por que toda essa vergonha, já te conheço muito bem, S/N. – ele diz praticamente respondendo a minha pergunta mental.

Tampei minha boca reprimindo um gritinho. Será que ele lê minha mente? Porra.

Terminei e lavei minhas mãos, saindo. Ele estava encostado na parede enquanto mexia no celular. Evitei o olhar, então me deitei na cama.

- Posso falar para o Jimin entrar direto ou peço para que espere?

- Hum, peça pra que ele entre.

Hoseok concordou, então se aproximou de mim, me olhando nos olhos e se aproximando devagar dos meus lábios. Mas então levantou a cabeça, me beijando na testa.

- Amanhã eu volto. – se curvou e então saiu.

Um pouco atônita pelo que aquele homem me causava, respirei fundo.

Então um garoto de cabelos castanhos entrou. Ele era lindo, e assim que me viu, sorriu, o que fez seus olhos ficarem como risquinhos. Ele estava diferente do vídeo, mas mesmo assim era impossível esquecer ou confundir seu semblante.

- Oi, S/N. Nós precisamos conversar. E muito.


Notas Finais


Por favor, por favor, comentem! Gente,eu estou pedindo isso com todo o meu coração!
Eu sinto falta disso tudo aqui e juro que ficarei mais ativa, então ficarei vendo se irão comentar ou não.
Lembem-se que quanto mais comentam, mais rápido eu posto.

Respondo os comentários do outro capítulo assim que voltar pra casa!
Beijos da omma!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...