História Imagine Hot Kim Taehyung - Noite - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens V
Tags Baby Girl, Bts, Daddy, Hot, Hot Bangtan, Taehyung
Visualizações 1.038
Palavras 1.598
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não ficou uniforme pois escrevi no celular e a outra metade foi feita pelo computador .
Boa leitura. 🌸

Capítulo 1 - Gemidos


Fanfic / Fanfiction Imagine Hot Kim Taehyung - Noite - Capítulo 1 - Gemidos

Era mais uma noite mais, um dia que eu teria de esperar por Taehyung, essas reuniões na empresa e esses comeback estão tirando todo o tempo que temos que já é bem pouco mas não o culpo eu adoro o seu trabalho. 

Hoje faz exatamente 1 ano que nos ... bem... namoramos? Nos envolvemos ? 

O relógio já marcava exatamente as 19:30 e eu já comecei a organizar tudo o quarto com lençóis vermelhos vinhos e os travesseiros estavam com fronhas brancas com um tom perolado. A casa em si só estava arrumada e escura , para o jantar preparei ... bem , eu serei o jantar de Taehyung .

 

~20 min Depois~ 

 

Eu havia saído do banho e estava a caminho do closet quando ouço a porta da frente ser destrancada todos os pelos de meu corpo se arrepiaram, dei um breve suspiro e corri para trancar a porta do quarto . 

 

 

- Porque trancou a porta ? - Tae me questionou do outro lado da porta
- Estou me vestindo 
- Já te via nua várias vezes 
- Mas desta vez será diferente espere um estante .

 

 

Fui até o closet e peguei uma blusa de abotoar branca que pertencia a TaeTae eu adorava aquela camisa.Coloquei uma cinta liga negra , sem sutiã . Baguncei meus cabelos e fiz um delineado forte e nos lábios um batom vermelho escuro, passei seu perfume preferido , caminhei até a porta para abri-la .

 

- Tudo bem ? - o observava sentado na escada 
- Tudo ... você está linda 
- Não gostei desse elogio 
- Você está lindamente gostosa 

 

Em sua última frase senti seus braços me erguerem e me por em seu colo , entrelacei minhas pernas em sua cintura e o observava nos olhos enquanto ele me levava para dentro do quarto fechando a porta com o pé . 

 

- Fez tudo isso para mim Baby ? 
- Por que não faria oppa ? 

 

Senti minha coxa direita arder e logo me dei por conta que ele avia me dado um tapa 

 

- Ôh baby , você não sabe o quanto eu quero abusar de você .
- Faça o que você quiser Daddy , eu sou sua

 

Taehyung me joga na cama e logo sobe em cima de meu corpo segurando meus pulsos acima de minha cabeça enquanto chupava meu pescoço e o mordiscava , eu ficava mais molhada a cada toque 

 

- Você gosta disso baby ? 
- g-gosto oppa

 

Tae havia saído de cima de mim , me sentei na cama e o observei tirar seu cinto e logo recebo fortes batidas em minhas coxas , o coro do cinto fazia com que minha pele ardesse mas eu não ligava eu até gostava . TaeTae subiu em cima da cama de joelhos e me olhava serenamente , eu já podía notar o volume em sua calça ... E que volume ! Não é só a voz dele que é grossa .

 

- estenda suas mãos 
- O que vai fazer ? 
-Se me perguntar mais uma vez eu deixo sua linda bunda toda roxa 
- Tudo bem - estendo meus pulsos 

 

(...) 

 

- Prontinho baby , agora se deite para que eu possa prender na cama 

 

O obedeci sem nem mesmo perguntar . Taehyung costumava me punir caso fizesse muitas perguntas , seus fetiches por amordaças era excitante mas dolorosos . 

 

 - Ôh baby , eu quero você 
- me tenha Daddy - gemi 

 

Ele fica sobre meu corpo e começa a desabotoar minha camisa e a cada botão que ele tirava deixava solares até minha camisa está aberta por completo e ele ter uma ampla visão de meus seios . 

 

- seu corpo é lindo e eu não trocaria ele por nenhum outro 
- Eu espero que não troque mesmo daddy
- eu não suportaria ver nenhum outro te tocar . 
- você não vai ver . 

 

(...)

Me soltei da amordaça improvisada de Taehyung  – eu tinha que fazer alguma coisa, aliás ele ainda estava todo vestido – sentei em cima dele e comecei a afrouxar sua gravata. Tirei a mesma e comecei a desabotoar sua camisa, a cada botão desabotoado eu depositava um beijo e um chupão.

Vi as chupadas ficarem vermelhas e ri disso, ele fez uma careta ao olhar para as marcas.

 

— Agora você é meu, somente meu – falei e ele terminou de tirar a camisa.

 

Eu me apoiei sobre meus cotovelos e fui beijando seu abdômen até chegar no seu quadril, desabotoei sua calça, abri seu zíper e abaixei a calça dele até as coxas, terminei de tirá-la com meus pés.

 Vi novamente o volume que estava embaixo de sua boxer, e passei minha mão por cima pressionando e escutando Tae gemer baixinho. Depositei um beijo por cima do tecido da boxer e ele se contorceu. Rocei minha intimidade em seu membro ainda coberto.

 

— Onde... você aprendeu... a tortura um homem... desse jeito? – perguntou entre os gemidos baixos.

 

— Experimenta ler a trilogia de Cinquenta Tons de Cinza e não aprender nada – falei – E. L. James ficaria decepcionada.

 

Subi meus beijos até seus lábios, chupei seu lábio inferior. Ele inverteu nossas posições.

 

— Agora você vai me pagar pela tortura – falou com um olhar vingativo – se prepare!

 

 Ele atacou meus seios com certa brutalidade. Com sua língua fazia movimentos giratórios no bico do meu peito direito e massageava o esquerdo, me fazendo soltar uns gemidos um pouco alto. Ele desceu os beijos pela minha barriga, e beijou minha intimidade coberta apenas pelo tecido fino da calcinha fazendo eu me arrepiar completamente.

Ele beijou minha coxa direita e passou os dedos na minha intimidade.

 

— Puta que pariu Taehyung  – gritei – faz logo o que você tem que fazer!

 

— Implore por mim baby! – ele puxou minha calcinha com a boca e roçou suas lábios na minha intimidade, fazendo com que eu implorasse mentalmente por ele – implore!

 

— Me chupa Tae - falava igual uma vadia – me chupa agora!

 

Ele beijou mais uma vez minha intimidade e passou a língua por cima, eu me contorci de desejo.

 

— Pede direito vadia! – sentir ele botar o polegar em meu clitóris e soltei um gemido.

 

— Me chupa Tae, me deixei mais molhadinha do que já estou! – gemi.

 

Ele começou a lamber e chupar minha intimidade, e fazer movimentos com o polegar em meu clitóris.

 Isso me deixava louca, passava minhas mãos pelo seu cabelo e seu pescoço.

Ele penetrou um dedo em mim, soltei um gemido, quando ele começou a fazer movimentos de vai e vem eu já estava completamente louca de desejo. Então ele penetrou mais um dedo em mim, senti meu corpo se contrair já sabendo que ia gozar, dito e feito. Ele lambeu tudo e voltou a beijar minha boca fazendo eu provar meu próprio gosto. Inverti nossas posições e arranhei delicadamente seu abdômen, descendo até chegar na sua boxer, a abaixei assim fazendo com que seu membro pulasse para fora ele estava tão duro . Agarrei seu membro devagar e comecei a fazer movimentos de vai e vem lentamente, ele jogou a cabeça para trás enquanto gemia.

Eu lambi a cabeça e sua glande ele gemeu mais alto.

 

— Vamos Taehyung  mais alto! – falei olhando ele com cara de safada – agora eu vou me vingar de você meu amor!

 Botei seu membro na boca e comecei a fazer lentamente movimentos de vai e vem mantendo o contato visual, ele gemia. Retirei seu membro da minha boca e lhe disse.

 

— Eu quero ouvir você gemer meu nome Taehyung ! – falei próximo a sua boca – meu nome!

 

 Peguei seu membro novamente e lambi ele da base a cabeça.

 

— Aah... S/n... você me deixa louco – ele gemia e eu me divertia com isso – vai... logo com... isso!

 

Abocanhei seu amiguinho, e passei meus dentes querendo me vingar vi ele me olhou com cara de quem estava sentindo dor. A parte que não coube na minha boca eu fazia os movimentos com minha mão.

Sentir as veias de seu membro engrossarem, me preparei para sentir seu gosto quente, eu já havia feito isso com ele, mas essa vez era diferente eu podia chamar o Tae de MEU!

 Depois de mais alguns movimentos Taehyung gozou e eu engoli tudo.

Voltei a beijar seus lábios. Sentei em cima de seu membro escutando ele arfar em reprovação. Comecei a rebolar em cima dele, mas sem penetrar. Ele ainda gemia meu nome. Ele inverteu nossas posições e se apoiou no cotovelo, começou a me beijar urgentemente, chupava meu lábio inferior com destreza, passava minha mão pela sua nuca e pela sua costa.

 Ele parou o beijo e olhou minha intimidade, pegou sua calça do lado da cama e revirou os bolsos encontrando uma camisinha vestiu seu membro e logo em seguida pôs a cabeça de seu membro na entrada da minha intimidade eu queria telo dentro de mim.

 

— Me fode Tae! – eu gemia – quero você dentro de mim!

 

— Seu desejo é uma ordem.

Ele me penetrou devagar, eu estava gemendo seu nome. A cada estocada elas iam ficando mais forte e mais rápidas.

 

— Ma-mais rápido-do Taehyung – gemia

 

enquanto nossos peitos estavam colados, sua boca estava beijando o meu pescoço. Ele aprofundou as estocadas, eu cravei minhas unhas na sua costa.

 Depois de várias estocadas, soltei um orgasmo.  Depois de mais algumas estocadas sentir o liquido quente do Tae me preencher.

 Ele se jogou ao meu lado tentando recuperar o folego eu não estava diferente.

 

— A cada dia que se passa você me surpreende – Taehyung falou olhando para mim – é por isso que eu quero ficar contigo para sempre.

 

— Você me terá para sempre TaeTae.


Notas Finais


Obrigado por lerem. 🌸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...