História Imagine incesto - MoriMura - Capítulo 2


Escrita por: ~

Visualizações 260
Palavras 431
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa mini leitura ❤ antes de tudo essa capítulo foi pequeno porque eu resolvi que ia postar mais 2 ainda essa semana então foi só pra vocês não ficarem sem nenhuma fic atualizada okay? E também porque meu celular está descarregando.❤ teve +50 linhas ❤

Capítulo 2 - "Eu chupei ele" - Capítulo 002


Fanfic / Fanfiction Imagine incesto - MoriMura - Capítulo 2 - "Eu chupei ele" - Capítulo 002

Diretor: Você está suspensa por uma semana! — ele falou autoritário e mi nha mãe olhou pra mim com um olhar de reprovação, suspirei e sai da sala. Cinco minutos depois minha mãe sai da diretoria e vem ao meu encontro.

Omma: (S/N)! Você está de castigo! Um mês sem celular, e qualquer tipo de eletrônico, não vai mais sair também. Da escola para casa. — ela disse enquanto andávamos para fora da escola. Entramos no carro e ela começou a dirigir.— (S/N) será que você poderia agir menos como seu irmão e agir mais como uma garota, linda,fofa e meiga? — ela suspirou — e pode esquecer aquele tal de Gustavo! Nunca mais fale com ele — ela disse isso e meu coração começou a doer. Eu segurei o choro e nós logo chegamos em casa.

(S/N): Você não pode fazer isso comigo! Ele é meu melhor amigo naquela porra de escola!! Sem ele eu não seria nada!!! — elevo meu tom de voz e ela se assusta pois eu nunca tinha falado assim com ela.— licença.

Saio da sala e subo diretamente para o meu quarto, ouço alguns barulhos de coisas sr batendo mas ignoro e fecho a porta do quarto. Deito na cama e fico pensando o que seria de mim sem aquele Corno enchendo meu saco toda hora, eu preciso dele para viver e eu sei que ele também precisa de mim.

Fico umas horas pensando até ouvir um carro parar e claro eu já sabia que era meu pai.

Levanto da cama e decido ir no quarto do Math ver como ele tá.

(S/N): Matheus, você tá aí? — pergunto batendo duas vezes na porta e escuto um barulho de alguém tampando a boca para não gemer.

Matheus: Tô o-oque você quer? -— ele gagueja.

(S/N): Eu quero entrar, Matheus!! — escuto outro gemido e abro a porta, e não acredito no que vejo. Ele está deitado na cama com a mão na parte... De baixo ele ou seja ele está se masturbando.

Matheus: AAAH (S/N) SAI DAQUI!!

ele joga uma almofada e eu cubro minha cara mas logo percebo que ele pegou na mesma e jogo no chão, fecho a porta e quando viro ele já está vestido

(S/N): Porque você tava fazendo isso? — olhei-o.

Matheus: Talvez porque isso seja prazeroso...— ele diz ironicamente.

(S/N): Chato!! — olho para sua cueca e vejo que a mesma ainda estava com volume.

Matheus: Ha, pare de me secar assim, daqui a pouco vou estar vermelho!! — ele disse com uma das mãos no rosto e olhando para mim.



(S/N): Você quer que eu te ajude? — falo olhando para sua ereção.






Notas Finais


Foi isso meninis, o cap foi pequeno mas a explicação tá lá em cima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...