História Imagine Itachi - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha
Tags Itachi
Visualizações 100
Palavras 970
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Falhas


Fanfic / Fanfiction Imagine Itachi - Capítulo 14 - Falhas

P.O.V ON: KISAME 

Saí do quarto de Itachi e encontrei Konan e Hidan na sala. 

Kisame: ─ O que estão fazendo aqui? 

Hidan: ─ A s/n-chan nos expulsou. 

Kisame: ─ Expulsou? 

Konan: ─ Não foi bem isso, ela só queria um tempo para ficar sozinha. 

Kisame: ─ Ainda bem que encontrei vocês aqui, preciso lhes falar algo. O Kakuzu já chegou? 

Kakuzu: ─ Cheguei agora. 

Hidan: ─ Você não tinha ido procurar a sua recompensa? 

Kakuzu: ─ Sim, mas eu o perdi de vista e decidi voltar. 

Kisame: ─ Já que vocês estão aqui, quero falar algo com vocês. 

Konan: ─ Pode falar. 

Kisame: ─ Aqui não, vamos para a parte de trás do esconderijo, ninguém vai nos ouvir. 

••• 

Kisame: ─ Então, o problema é o seguinte… Nesta história toda tem algumas coisas que não batem. 

Kakuzu: ─ Como o quê? 

Kisame: ─ Eu só contei a versão do Itachi, e falei que a Hana contou tudo para a s/n, mas eu não disse o que exatamente ela contou. Antes de falar, tenho uma pergunta para vocês. 

Hidan: ─ Manda. 

Kisame: ─ Vocês acham mesmo que o Itachi traiu a s/n? 

─ Não! ─ Konan e Hidan disseram a mesma coisa. 

Kakuzu: ─ É só as fotos que você disse que me deixou na dúvida. 

Kisame: ─ Eu também acho que não, e sobre as fotos que a Hana enviou, se você tivesse visto, você ia ver que o Itachi estava dopado pelo álcool, ou seja, ela fez parecer que ele estava lá por livre e espontânea vontade. 

Hidan: ─ Aff! Essa mulher é uma escrota mesmo. 

Konan: ─ Que comece as teorias. 

Kisame:  Aparentemente, tudo começou quando Itachi viu o Hidan e a s/n se beijando. 

Kakuzu:  Como é?! Hidan, você é um idiota, né? Por que fez isso? 

Hidan:  Puta que pariu, de novo! Eu não fiz nada, ok? Ah, que saco!  Ele gritou e por último cruzou os braços. 

Konan:  E lá vai ele xingando de novo. 

Hidan:  Aquilo foi um impulso da parte dela, eu jamais faria isso. Ela é apenas minha amiga e eu não faria isso com ela ou com Itachi, é muita falta de respeito com os dois, e eu não sou traíra. Eu só quero que os dois se resolvam logo e que fiquem juntos. 

Kakuzu:  É, tem razão. Foi mal aí, te julguei errado.  Como assim o Kakuzu está pedindo desculpas? Isso não é do feitio dele, este mundo está ao contrário, só pode. 

Kisame:  Estão, isso aconteceu, mas foi um "acidente". 

Konan: ─ Nossa! O Itachi interpretou tudo errado. 

Kisame: ─ Exatamente. Continuando, só que na cabeça do Itachi aquilo era uma traição e para afogar as mágoas, ele foi beber. Ele bebeu muito e desmaiou, só foi acordar no outro dia e nu no quarto da Hana. Como vocês já sabem, ele não se lembra de nada: Isso pode inocentá-lo ou acusá-lo. Há grandes chances dele não ter feito nada, é nisso que quero acreditar. Bem, o resto vocês já sabem. Agora é que as coisas começam a piorar. 

Kakuzu: ─ Mais? 

Kisame: ─ Mais. Quando nós fomos buscar as encomendas do grupo, a Hana apareceu usando o colar de Itachi. A s/n achou estranho e resolveu perguntar sobre o colar. A Hana disse que ganhou de presente do namorado dela e ficou se amostrando, fazendo gracinha com a cara da s/n. Mas o Itachi não daria o colar de presente para ninguém mesmo que estivesse bêbado.

Hidan: ─ Verdade, uma vez eu tentei pegar e ele quase me colocou em um genjutsu. 

Kakuzu: ─ Como sabe que é dele? 

Kisame: ─ Ele me disse que não existem réplicas daquele colar. Ele é único, foi feito feito exatamente para ele. 

Kakuzu: ─ Entendi, mas ele não notou o sumiço? 

Kisame: ─ Sim e até ficou um pouco chateado quando percebeu que não estava com ele. Ele achou estranho de ter sumido, pois ele não deixaria avulso. Então, uma coisa é certa: a Hana pegou o colar dele. 

Konan: ─ Ela não é meio burra de mentir desse jeito? Nós fazemos parte do mesmo grupo, uma hora a verdade ia sair e tudo ia se resolver. 

Kakuzu: ─ Deve faltar um neurônio nela para cometer essa estupidez. 

Kisame: ─ Verdade, mas isso é bom para gente saber quem é o culpado dessa história. A Hana acabou deixando escapar sem querer, o que eu não acredito, que  ela e Itachi haviam passado a noite juntos. É aí que o colar e as fotos entram como prova que isso aconteceu, mas isso pode ser tudo uma grande mentira, não vamos cair no joguinho sujo dela.   

Kakuzu: ─ Mas quando o Itachi chegou na casa dela, ele não poderia ter andado e se esquecido disso? 

Hidan: ─ Meu santo Jashin, Kakuzu! Hoje, você não está ajudando muito. 

Kakuzu: ─ Eu só estou pensado em todas as hipóteses. 

Kisame: ─ Não, pois ele estava muito muito bêbado. E eu já pesquisei um pouco, o dono do bar falou que uma mulher apareceu e levou ele embora. Eu sei que são poucas as coisas que pode inocentá-lo, mas não custa tentar. 

Hidan: ─ Vamos matar essa puta? 

Konan: ─ Hidan, tu se aquieta aí! 

Kisame: ─ Nós precisamos dela viva. Ainda estão em dúvida se ele é inocente ou não? ─ Todos nós olhamos para o Kakuzu. 

Kakuzu: ─ Não. Eu quero ajudar ele e a s/n, eles precisam ficar juntos. Eles são a resistência, eu já falei isso antes, só que as dúvidas surgiram e agora, desapareceram.

Kisame: ─ Já que todo mundo está de acordo, amanhã a gente se reúne para ver o que vamos fazer. Isso é só entre a gente, não deixem escapar nada. 

─ Ok!  ─ Todos confirmaram. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...