1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Itachi-Lysergic Bliss >
  3. Capítulo 3

História Imagine Itachi-Lysergic Bliss - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Oi cença rs...leitor né?

Eu tive um gatilho enquanto escrevia então acho que tá ruim...mas fazer o que né?

Capítulo 3 - Capítulo 3


Fanfic / Fanfiction Imagine Itachi-Lysergic Bliss - Capítulo 3 - Capítulo 3

《Narradora on》

S/N: 11 anos/ Kakashi: 15 anos/Itachi: 11 anos/Shisui: 13 anos

Com o passar do tempo, Kakashi e S/N foram se aproximando. S/N é uma menina doce e gentil, Kakashi era um menino egoísta e ignorante, mas com o tempo, isso mudou.

Com apenas nove anos, S/N já havia entrado na anbu. Foi treinada por: Minato Namikaze, Tsunade Senju, Yamato e Jiraya. Ela dominava quatro elementos de Chakra e também tinha a liberação de Yang, herdada do clã Senju. Sabia a técnica das marionetes, que herdou de sua mãe, ou seja, Clã Ōtsutsuki. 

S/N sempre saía em missões da Anbu com Yamato. Nos últimos anos eles tinham se aproximado bastante, pois assim como o Yamato, S/N também tinha o estilo madeira. 

Enquanto estava fora ocorreu diversos incidentes, causando a morte de Minato, mais conhecido como "Yondaime Hokage". Ela se culpou profundamente por não estar em Konoha naquela noite, com o seu estilo madeira, ela conseguiria confrontar a besta de nove caudas e talvez ter evitado a morte de Minato e Kushina.

Fazia dois anos que S/N estava em missão e fazia dois anos desde o ataque da nove caudas.

S/N estava voltando de sua missão. Já estava ciente da morte de Minato, a notícia de sua morte tinha se espalhado rápido pelo mundo inteiro.

Assim que chegou na aldeia, S/N percebeu que Konoha já não era a mesma, conseguia senti-la no ar. As pessoas que sempre carregavam consigo um sorriso, agora, tinham feições sérias e abaladas, mesmo depois de tanto tempo desde o incidente.

S/N- Yamato-senpai, você poderia entregar o relatório da missão sem mim?

Yamato- Sim, mas antes, me desculpe a pergunta, por quê?

S/N- Tenho que falar com uma pessoa.

Yamato- Sim, claro, pode ir.

S/N- Arigatō.

S/N saiu correndo até seu apartamento, que Kakashi dividia com ela. Ela sabia que o mesmo se abalava muito fácil, mas ele insistia em esconder o que sente.

Ela entra em seu pequeno apartamento, tira os sapatos e vai em direção ao quarto de Kakashi. Ela abre a porta bem devagar para que o menino não se assustasse com sua presença, ele estava sentado no chão, de costas pra porta e parecia estar soluçando. S/N se aproxima dele e senta em sua frente, fazendo com que o garoto ficasse surpreso por ela estar ali.

Kakashi- S/N!? Você não estava em missão? -ele diz tentando disfarçar seus olhos inchados e seu rosto molhado-

S/N- Acabei de voltar, nii-san. -ela fala limpando algumas lágrimas no rosto de Kakashi-

Kakashi- Ata....precisa de algo?

S/N- Sim.

Kakashi- Do que precisa? -ele fala enxugando algumas lágrimas que ainda insistiam em cair-

S/N- Preciso conversar com você, mas antes, eu vou fazer uma coisa.

Ela sai do quarto, mas volta minutos depois com um chá e uma toalhinha morna. Ela entrega o chá ao Kakashi, vai até a cama do mesmo e pega um cobertor e coloca sobre os ombros dele. Ela sai novamente do quarto e retorna com um kit médico nas mãos e, logo em seguida, volta a se sentar na frente dele.

S/N- Você não se cuida mesmo quando estou fora. -ela fala passando a toalhinha em alguns cortes na pálida pele de Kakashi, principalmente nos pulsos-

Kakashi- Eu to bem, S/N! -ele fala puxando o braço pra si-

S/N- Suas mentiras só enganam a si mesmo. É pelo olhar que te conheço. -ela fala puxando o braço dele, fazendo-o ficar corado- Você pode fechar os olhos para as coisas que não quer ver, mas não pode fechar o coração para as coisas que não quer sentir, é assim que funciona, infelizmente. -ela fala focada nos cortes nos pulsos de Kakashi- As coisas nunca acontecem como a gente quer, nem mesmo como a gente não quer, as coisas nunca pedem nossa opinião, e isso é um saco! -ela fala terminando de enfaixar os braços dele, e logo em seguida, segurando suas mãos- Mas, apesar disso tudo, quero que saiba que pode contar comigo, não prometo que vou estar aqui para sempre, mas prometo que poderá confiar em mim até o fim. -ela sorri docemente-

Kakashi- A-Arigatō! -ele fala abaixando a cabeça para disfarçar as lágrimas que caiam-

S/N- Não vou pedir que não chore, pois nem todas as lágrimas são um mal. -ela fala ainda tentando secar as lágrimas do mesmo- E quer saber de outra coisa? Eu te amo! E posso falar isso com toda a certeza do mundo, porquê você é meu nii-san! -ela fala dando uma leve apertada nas bochechas de Kakashi, arrancando leves risadas do mesmo- Agora, vá deitar, dê-se o tempo que merece.

Ela sai do quarto e decide ir encontrar uma certa pessoa....

S/N- Kon'nichiwa Itac....-ela fala se aproximando, mas percebe que Itachi estava sentado no cais com uma garota de cabelos longos e castanhos- Deixa pra lá...-ela fala pra si mesma-

Ela se vira pra sair dali, mas acaba trombando com alguém e caindo no chão.

S/N- Ai!

???- Desculpa! Te machuquei? -ele fala ajudando S/N a se levantar-

S/N- Não, não....-ela fala com ironia-

???- Ei, a culpa não foi só minha! Você fica parada ai feito um poste! E baixinha desse jeito não tem como ninguém te ver.

S/N- Não me chama de baixinha!

???- Num mim chama de baixinha...mi, mi, mi....-ele fala imitando S/N-

S/N- Ah cala a boca!

Itachi- S/N!? Shisui!?

S/N e Shisui- Conhece ele(ela) Itachi?

Itachi- Sim...

S/N- O azar viu...

Shisui- Realmente, pra conhecer você deve ser muito azar!

Itachi- Parem de brigar!

Shisui e S/N- Ele(ela) que começou! -eles falam apontando um pro outro-

???- Eles sempre são doidos assim? -a garota de cabelo castanho pergunta-

Itachi- Eles já eram doidos antes de se conhecerem, imagina agora! Por isso eu gosto de você, Izumi, você não é doida. -ele sorri gentilmente para a garota-

S/N sentiu seu rosto esquentar naquele momento, ciúmes? Talvez.....

Shisui- Ta com ciúmes, S/N? -ele fala dando um sorriso sacana-

S/N- N-não...

Shisui- Ta sim. -ele fala cutucando ela com o cotovelo-

S/N- Não to não!

Shisui- Cê' tá brava?

S/N- Não.

Shisui- Tem certeza?

S/N- Tenho.

Shisui- Mas...cê' tem certeza que não tá brava?

S/N- Sim!

Shisui- Ah....Então cê' ta brava?

S/N- Tô! -ela empurra Shisui na água-

Shisui- Porra!

S/N- Mas cê' ta bravo?

Shisui- Não...mas você vai ficar!

S/N- Como ass- ela é interrompida por Shisui puxando-a pra água-

Itachi- Ei! Saiam daí agora! -Itachi grita, mas eles não param de jogar água um no outro- Oh céus....vamos Izumi! -ele fala segurando a mão da garota e indo embora-

S/N vê aquilo e tenta disfarçar sua raiva, mas é tirada de seus pensamentos por Shisui jogando água em sua cara. 

《Quebra de tempo》

Eles tinham acabado de sair da água, e estavam indo em direção à floresta, pois Shisui tinha chamado S/N para treinar.

S/N- Que frio! -ela fala tremendo um pouco-

Shisui- Vem cá, S/N! -ele fala puxando ela pelo braço-

S/N- Me solta! Eu sei andar!

Shisui- Cala a boca e vem logo!

Shisui leva S/N até sua casa e lhe dá algumas roupas secas.

S/N- Isso aqui ficou absurdamente grande em mim!

Shisui- Quem mandou ser baixa desse jeito...

S/N- A calça até que ficou boa, agora, a camisa ficou parecendo um vestido! -ela fala ignorando o comentário de Shisui-

Shisui- Calma, vem cá!

S/N vai até Shisui que pega duas pontas da camisa e dá um nó.

Shisui- Pronto, viu!?

S/N- Fez igual a tua cara, mas ok.

Shisui- Se ta igual a minha cara, então tá ótimo!

S/N- Num vou te dizer nada, por que eu sou uma pessoa fina.

Shisui- Desde quando?

S/N- Olha aqui seu mer-

Eles são interrompidos por alguém batendo na porta. Shisui vai até a porta abri-la e dá espaço para que Itachi entrasse. Assim que Itachi olha pra S/N, ele fica levemente corado.

Itachi- Estão fazendo o que?

S/N e Shisui- Nada.

Itachi- Hm...

Shisui- A gente está indo treinar agora, quer ir?

Itachi- Claro!

Eles passaram o resto da tarde treinando juntos, os três estavam se divertindo muito, mas Izumi chegou e estragou com o clima.

Izumi- Ita-kun, vamos comer dangos?

Itachi- Vamos sim! Tchau gente!

S/N e Shisui- Tchau.

S/N e Shisui ficaram vendo os dois se distanciarem por entre as árvores.

S/N- Eu também já vou. Ja ne Shisui! -ela ia saindo mas é impedida por Shisui segurando seu pulso-

Shisui- Vai pra onde agora?

S/N- Fazer uma visita...

Shisui- Posso ir junto?

S/N- Não, melhor não.

Shisui- Ok, Ja ne S/A-Chan!

S/N- Ja ne, Shi-Kun!

S/N sai da floresta e vai fazer a tal visita.

《Quebra de tempo》

S/N estava no cemitério, analisando cada detalhe da lápide de Minato. Como eles puderam morrer e ainda deixar uma criança? Sem perceber, S/N deixa uma lágrima escapar. Ela estava muito entristecida pela morte de seu "Sensei", ela o tinha como uma figura paterna, e nada nesse mundo mudaria esse fato. S/N sente uma mão sobre seu ombro e é tirada de seus pensamentos.

Shisui- Chorar por uma pessoa que está morta não é tão triste quanto chorar por uma pessoa que ainda vive mas que a perdemos para sempre.

S/N- Sei disso, mas é quase inevitável não chorar. -ela fala limpando as lágrimas-

Shisui- Sim, não tiro sua razão por estar triste.

S/N- Que bom que entende. -ela fala cruzando os braços e mantendo seu olhar fixo na lápide ainda segurando o choro-

Shisui puxa S/N pra um abraço apertado.

Shisui- Não precisa se fazer de forte na minha frente, não se prive deste sentimento, pode chorar agora. 

S/N retribui o abraço e se derrama em lágrimas, soluçava alto e murmurava coisas sem sentido algum. Ela só aceitou esse abraço pois não tinha mais ninguém que o pudesse dar. Sim, tinha o Kakashi, mas ele estava pior que ela, ela precisava de alguém com um mínimo de sanidade mental. S/N podia ouvir claramemte os batimentos de Shisui, um ritmo calmo e reconfortante, sem pressa alguma, fez com que ela se acalmasse e parasse de chorar.

Shisui- Ei coisinha, quer sair pra comer alguma coisa? -ele fala ainda abraçando-a-

S/N- Óbvio! -ela fala sem se soltar do abraço-

Shisui-Então vamos! -ele sai puxando ela pelo braço-

Shisui levou S/N para a loja de Dangos mais perto, Itachi e Izumi também estavam lá, quando Itachi viu os dois entrarem juntos na loja, se desesperou pensando: "Esses dois tão de sacanagem né? Tão me seguindo até na loja de Dangos pra brigar!?"

Mas ele ficou mais surpreso por ser completamente ignorado pelos dois. S/N nem notou a presença de Itachi, ela estava distraída se divertindo com Shisui.

Itachi- Olhando assim até parecem duas pessoas descentes....-ele fala pra si mesmo-

Izumi- O que foi Ita?

Itachi- Não, nada...

A raiva em seu rosto era notável. S/N sempre cumprimentava Itachi, mas dessa vez ela estava focada no sorriso de Shisui, chegando a conclusão que, quando o brilho dos teus olhos combinam com o do teu sorriso, o do sol é um mero figurino.

Eles saíram da loja e Itachi se segurou para não segui-los.

Os dois foram para uma ponte, ficaram conversando enquanto viam o sol poente no horizonte.

A noite já caira sobre Konoha, iluminada pela luz da lua naquela noite gélida e estrelada. Shisui fez questão de levar S/N até sua casa e na hora de se despedirem ele dá um beijo delicado sobre sua mão.

S/N- Que brega!

Shisui- Num pode nem mais tentar impressionar a pessoa!

S/N- Ta tentando me impressionar é?

Shisui- N-não! -ele fala virando o rosto pro lado pra disfarçar sua vergonha-

S/N- Mas você acabou de falar que tava.

Shisui- Mas eu não to!

S/N- Mas você já ta bravo?

Shisui- Não!

S/N- Tá bom, Tá bom....-ela fala se aproximando e depositando um beijo em sua testa- Boa noite, nos vemos amanhã.

Shisui- Amanhã? -ele fala ainda corado-

S/N- Claro, por que não?

Shisui- Ok, boa noite, S/A-kun!

S/N entrou em seu apartamento, estava tão distraída pensando em Shisui, que se esqueceu de jantar. Ele foi o último pensamento do dia de S/N e com certeza seria o primeiro ao acordar. E o mesmo foi pra Shisui, dormiu pensando no dia que teve, ao lado de S/N.






Notas Finais


Vish Itachi, tu vacilô ó doido

Gostaram? Tive um puta bloqueio criativo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...