1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Jackson >
  3. Irmãozinho pra Sayura

História Imagine Jackson - Capítulo 66


Escrita por:


Capítulo 66 - Irmãozinho pra Sayura


Fanfic / Fanfiction Imagine Jackson - Capítulo 66 - Irmãozinho pra Sayura

[...]

Quebra de tempo

3 semanas depois

09:00

                             Jackson Off

                                   Sn On

A minha relação com o Jackson tinha melhorado muito mesmo só tento passado 3 semanas, a Ah-ri e o Mark levaram o Li-yu novamente pros Estados Unidos ver os pais do Mark, o Júnior e a Sana foram pro Japão, a barriguinha da Sana já estava aparecendo, o Yug e a Sinb finalmente assumiram o namoro.

Acordei sentindo alguém mexendo no meu cabelo, abri os olhos bem devagar, era o Jackson mexendo no meu cabelo, ele tinha essa mania de ficar mexendo no meu cabelo, mesmo quando eu estava acordada, abracei ele e ele olhou em minha direção.

Jackson: Bom dia baixinha.

Sn: Bom dia amor - beijei ele.

Jackson: Você tava tão fofinha dormindo.

Sn: Para com isso, eu sei que eu durmo toda dessarumada.

Jackson: Não dorme não - me deu um selinho.

Sn: Eu preciso levantar, tenho que resolver algumas coisas na empresa hoje - falei me sentando na cama.

Jackson: Eu não tenho nada pra fazer na empresa hoje, posso ir com você?

Sn: Uhuum, mas eu tenho uma reunião hoje.

Jackson: Tudo bem, eu fico na sua sala te esperando.

Nos levantamos, eu fui pro quarto da Sayura ver se ela já estava acordada, como ela não estava eu voltei pro quarto, o Jackson estava tomando banho, eu escolhi uma roupa mais fresca porque estava calor hoje, esperei por mais uns 10 minutos e o Jackson saiu do banheiro já vestido, fui pro banheiro, tirei o meu pijama, coloquei no cesto de roupa suja, entrei no box, liguei o chuveiro com a água em uma temperatura razoável, tomei um banho não muito demorado, desliguei o chuveiro, sai do box, peguei a minha toalha, me sequei e me vesti, arrumei o meu cabelo e coloquei um colar que o Jackson tinha me dado a bastante tempo, sai do banheiro e fui pra cozinha onde possívelmente o Jackson estava e eu realmente estava certa.

Jackson: Não sabia que você ainda tinha esse colar.

Sn: Eu tenho guardado todos os presentes que você me deu.

Jackson: Eu também tenho, menos os cartões que eu sempre perdia.

Sn: Lembra da vez que eu te dei um cartão junto com um presente que eu tinha trazido do Japão e você perdeu no mesmo dia?

Jackson: Foi sem querer eu juro.

Flashback On

Estavamos no finalzinho da aula de geografia, terminei de fazer a lição, levei a minha lição para a professora corrigir, ela terminou de corrigir, eu voltei pro meu lugar mas no meio do caminho eu percebi que o Jackson estava dessesperado procurando alguma coisa.

Sn: Tudo bem? - sussurrei.

Jackson: Sim, eu só perdi um negócio - sussurrou de volta.

Me sentei no meu lugar, arrumei a minha mesa, mas eu reparei que o Jackson ainda continuou procurando alguma coisa que ele não quis me dizer o que era, depois de um tempo o sinal tocou, todos se levantaram e saíram da sala menos o Jackson que continuou dessesperado procurando alguma coisa.

Sn: Fala o que você tá procurando.

Jackson: Não é nada minha princesa, vai lá comer alguma coisa que eu continuo aqui.

Sn: Tá bom, qualquer coisa me chama.

Jackson: Ok.

Fui até o refeitório, a Pang estava conversando com umas amigas nossas, comprei um salgadinho e um suco, me sentei em uma mesa mais afastada e fiquei comendo, depois eu percebi que até agora o Jackson não tinha saído da sala, fui pra sala e o Jackson estava conversando com o BamBam.

Jackson: Se a Sn descobrir que eu perdi aquilo ela vai ficar triste.

BamBam: O que é que você vai fazer?

Sn: Primeiro ele vai me contar o que ele perdeu - entrei na sala.

Jackson: Tá aí a muito tempo?

Sn: O tempo suficiente pra perguntar o que você perdeu.

BamBam: Vou ir saindo porque não quero ver a bronca que o Jackson vai levar - falou saindo da sala.

Jackson: Promete que você não vai ficar triste ou brava comigo? - mostrou o dedo mindinho pra mim.

Sn: Prometo - peguei no dedo dele com o mesmo dedo que ele me mostrou.

Jackson: Meio que eu perdi o cartão que você me deu junto com o presente.

Sn: Sério?

Jackson: Sim, mas por favor não fica triste - me deu um selinho.

Sn: Tudo bem, só tenta não perder os próximos que eu vou te dar.

Flashback Off

Eu e o Jackson fomos fazer o café da manhã, depois de terminarmos o Jackson foi conferir novamente se a Sayura já tinha acordado, mas ele voltou falando que não, tomamos o café da manhã e ficamos esperando a Minnie chegar, a gente não ia levar a Sayura porque não íamos ter tanto tempo assim pra dar atenção a ela, a Minnie chegou e ficou conversando por um tempo com a gente, depois fomos pro carro do Jackson que dirigiu até a minha empresa.

Assim que chegamos fomos direto pra minha sala, resolvi as últimas coisas pra reunião de hoje, o Jackson me ajudou a responder alguns emails.

Quebra de tempo

11:10

A reunião tinha acabado agora, o Minsik estava nela, na verdade agora ele sempre está aparecendo nas minhas reuniões, voltei pra minha sala conversando com o Minsik, chegando lá o Jackson estava sentado no sofá mexendo no celular.

Sn: Amor - falei tirando a atenção dele do celular e trazendo a mim.

Jackson: Oi princesa, quem é ele?

Sn: É o Minsik, um amigo que eu fiz depois de tantas reuniões junto.

Jackson: Prazer Jackson - se levantou e fez reverência a ele.

Minsik: Prazer Minsik - também fez reverência ao Jackson

Nós três ficamos conversando até dar o horário do Minsik ir embora, nos despedimos dele e ele foi embora, eu e o Jackson ficamos resolvendo algumas coisas, terminamos de responder os emails e ficamos conversando.

Jackson: A umas 3 semanas atrás a gente conversou sobre ter outro filho, que tal a gente fazer ele agora?

Sn: Aqui não amor, espera a gente chegar em casa.

Jackson: Ixi tá bom - fez biquinho.

Sn: Nem adianta ficar com esse bico que não vai me fazer mudar de ideia.

Ficamos conversando enquanto o Jackson jogava alguns joguinhos no computador, mesmo a gente estando na empresa ele não perdia o jeito brincalhão que ele tem, nem vimos a hora passar só fui perceber que era meio dia quando eu olhei sem querer pro relógio.

Sn: Temos que ir amor.

Jackson: Tá bom.

Ele desligou o computador, me ajudou a arrumar a mesa, fomos para a garagem, entramos no carro, o Jackson dirigiu até em casa, a Minnie estava tentando dar a comida pra Sayura mas a pequena sempre fugia.

Jackson: Quer que eu tente Minnie?

Minnie: Tá bom, eu acho que com você ela vai querer comer.

Os dois trocaram de lugar, a Sayura continuou fugindo da comida, mas depois do Jackson distrair a pequena ela conseguiu dar comida a ela.

Sn: Você não pensa em ter filhos? - falei olhando pra Minnie.

Minnie: Sinceramente não, eu posso adorar ficar com filho dos outros porque é menos responsabilidade.

Sn: Entendo - ri - antes de ter a Sayura eu pensava a mesma coisa, mas aí a Sayura veio de surpresa.

Minnie: Você deve ter tomado um susto imenso.

Sn: Sim, eu tomei, até porque eu só tinha 18 quase 19 anos.

Eu e ela ficamos conversando por um curto período de tempo porque ela foi embora, o Jackson conseguiu dar a comida pra Sayura, eu fui pra cozinha e descidi fazer comida japonesa.

Passei mais ou menos 1 hora na cozinha fazendo a comida, terminei de fazer e chamei o Jackson pra comer, ele chegou na cozinha coma Sayura no colo, coloquei a comida pra mim e pro Jackson, enquanto comiamos a Sayura também pediu um pouco então nos demos.

Jackson: Você parece a sua mamãe, quanto mais come, mais sente vontade de comer.

Sn: Para de falar assim, eu não como tanto.

Jackson: Come sim, nem adianta falar que não comer porque come.

Terminamos de comer, fomos para o quarto, colocamos um desenho pra Sayura assistir, ela estava bem entretida com o desenho, o Jackson sempre coloca desenhos em mandarim pra incentivar a pequena a aprender a falar mandarim, eu também fazia isso, mas ela gostava muito mais de assistir desenhos chineses então eu coloco músicas infantis japonesas.

Olhei pra Sayura e ela estava quase dormindo, depois do almoço ela sentia um pouco de sono.

Sn: Pode dormir meu amor - dei um beijo no topo da cabeça dela.

Ela ficou quietinha abraçada com o Jackson, depois de um tempinho ela dormiu, o Jackson pegou ela no colo e levou ela pro quarto dela, eu desliguei a tv e me deitei em uma posição mais confortável, o Jackson voltou pro quarto e ficamos fazendo carícias.

Sn: Se você quiser você quiser a gente pode fazer o irmão da Sayura agora.

Jackson: Você é uma safada mesmo.

Sn: Que calúnia - fingi estar indignada.

Jackson: Já que você que então vamos - falou subindo em cima de mim e me beijando.

Quebra de tempo

14:45

Eu e o Jackson tínhamos acabado de tomar banho, agora nos dois estavamos deitados na cama trocando várias carícias.

Sn: Amor, eu não quero que você fique tão animado até porque nós não sabemos se deu certo, mesmo a gente tendo feito sem camisinha.

Jackson: Tudo bem amor, mas se não der certo dessa vez, o que eu acho bem difícil, a gente faz de novo.

Sn: Tá bom.

Continuamos fazendo carinho um no outro até a Sayura acordar, eu me levantei e fui ate o quarto da pequena, ela tinha soado bastante enquanto dormia porque estava realmente muito calor hoje, peguei uma roupinha fresca pra ela, fui pro banheiro, enchi a banheira dela em uma temperatura agradável, dei banho nela e lavei o cabelinho dela, terminei de dar o banho, enrrolei ela em uma toalha, voltei pro quarto com ela, vesti um short soltinho e uma blusa, sequei e arrumei o cabelo, fomos pro quarto e o Jackson ainda estava deitada na cama.

Sn: Que tal a gente sair um pouco?

Jackson: Pode ser.

Liguei a tv e coloquei um desenho pra Sayura se distrair enquanto eu e o Jackson nos arrumavamos, trocamos de roupa, eu arrumei o meu cabelo, passei um batom bem claro, pegamos a Sayura, fomos até uma praça onde tinha vários brinquedos, a Sayura quis ir no escorregador várias vezes, eu e o Jackson ficavamos revezando pra vigiar ela.

Jackson: Meu amor, vamos sair do balanço, tomar sorvete?

Sayura: Não papai.

Sn: Por favor meu amorzinho.

Sayura: Não - parou com os bracinhos cruzados e fazendo biquinho.

Jackson: A gente vai sim meu amor, depois a gente volta - pegou ela no colo.

Fomos até uma sorveteria que era do outro lado da rua, fizemos o nosso pedido, ficamos esperando enquanto brincavamos com a Sayura, tomamos o sorvete e voltamos pra praça, dessa vez a Sayura quis ficar no balanço, o que foi melhor, não só pra mim mas pro Jackson também, porque aí não íamos precisar ir e voltar toda a hora pra pegar ela.

Quebra de tempo

19:20

Estavamos jantando, eu tinha feito Yakissoba, a Sayura gostava bastante de comida japonesa por isso eu sempre fazia, o Jackson estava com ela no colo enquanto ela comia, ela ainda comia com a colher porque não sabe usar o hashi.

Sn: Eu vou prender o cabelo dela - falei tirando a xuxa do meu pulso e prendendo o cabelo dela depois de perceber que ela estava tirando muitas vezes o cabelo do rosto.

Jackson: Ela fica tão fofinha assim, da pra ver melhor o rostinho dela.

Sn: Verdade.

Terminamos de comer, o Jackson foi lavar a louça para não ficar pra amanhã e nós dois ficarmos com preguiça, eu dei alguns docinhos pra Sayura, mas não muitos para ela não passar mal, o Jackson terminou de lavar a louça e nos fomos para a sala, o Jackson e a Sayura ficaram brincando de esconde-esconde enquanto eu observava a brincadeira deles.

Quebra de tempo

1 mês depois

10:09

A Sana esta grávida de 4 meses, eles já descobriram que é uma garotinha, eu apresentei o Minsik para os meninos o BamBam se mostrou bem interessado nele, o Youngjae conheceu um garoto Chinês aqui na Coreia mesmo, o aniversário da Sayura estava cada vez mais próximo, a gente ainda não sabíamos de que tema fazer a festa dela, já perguntamos pra ela mas ela sempre fala vários e a gente fica meio confuso, ultimamente eu venho sentindo enjoos e tonturas muito fortes.

Acordei sentindo as mesmas tonturas de sempre, já estava se tornando até "normal" acordar sentindo esses enjoos ou tonturas, fiquei deitada na cama esperando que pelo menos a tontura passasse para mim levantar, o Jackson estava dormindo abraçado com um travesseiro do meu lado, peguei o meu celular e fiquei mexendo e senti alguém abraçando a minha cintura, olhei para o lado mesmo já sabendo que era o Jackson.

Jackson: Bom dia minha pequena - falou com a voz rouca e me deu um beijo na bochecha.

Sn: Bom dia amor - larguei o celular e respirei fundo.

Jackson: Tá se sentindo enjoada de novo né?

Sn: Uhuum.

Jackson: Da pra perceber só de olhar no seu rostinho - passou a mão pelo o meu cabelo - o que você acha de fazer aquilo agora?

Sn: O teste?

Jackson: Sim, se você falar que quer eu vou ir lá comprar agora, ou se você preferir a gente vai no médico fazer um exame de sangue.

Sn: Compra um teste de gravidez e eu faço.

Jackson: Ok.

Ele se levantou, foi até o guarda-roupa, pegou as roupas dele, ele foi pro banheiro, me sentei na cama e fiquei olhando para a minha barriga, ela estava do mesmo tamanho, já tinha se passado um mês que eu e o Jackson tínhamos planejado ter o bebê, da primeira vez a minha barriga só começou a com os 2 meses de gestação.

O Jackson saiu do banheiro, me beijou e disse que já voltava, ele saiu do quarto, depois de um tempinho a tontura já tinha passado um pouco, fui até o quarto da Sayura e ela ainda estava dormindo.

Eu queria muito saber como seria a reação da Sayura quando descobrir que vai ter um irmão, isso se eu realmente estiver grávida, eu não queria que ela ficasse com ciúmes com o novo bebê.

O Jackson chegou em casa, me entregou o teste de gravidez, fui até a cozinha, bebi alguns copos de água para mim ficar com vontade de fazer xixi, fui até o banheiro, fiz o teste e fiquei esperando os três minutos que eram precisos, peguei o teste de gravidez que já estava pronto, tinha dois riquinhos, que indicavam o positivo, um dos riscos estavam bem clarinhos, sai do banheiro e entreguei pro Jackson.

Jackson: Meu Deus, deu certo - falou pulando e pegou no colo.

Sn: Calma amor - ri com a felicidade dele.

Ele ficou celebrando porque tudo deu certo, ele pegou o celular e foi ligar pros pais dele, eu também fui ligar pra minha mãe e pro meu pai.

Continua...






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...