História Imagine Jackson Wang - Meu professor. - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags Big Bang, Bts, Exo, Got7, Jackson Wang Sem Camisa, Nct, Romance, Stray Kids
Visualizações 192
Palavras 1.036
Terminada Sim
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom dia nenês, mais um capítulo <3

Está tudo normal.
Amo vocês, beijos. 😍

Obrigada pelas visualizações e favoritos, amo vocês! Beijos.

Capítulo 37 - 38- Volta às aulas.


Fanfic / Fanfiction Imagine Jackson Wang - Meu professor. - Capítulo 37 - 38- Volta às aulas.


Minha mochila estava preparada e eu já estava arrumada, eu até tinha perdido peso de tanto dançar nos fins de semana, em casa. 

_ Já está pronta filha? _ Diz a Omma.

_ Omma, eu já nasci pronta. _ Digo. 

_ Engracadinha. Tome seu café e vá pra escola. _ Diz a Omma. 

_ Está bem, Omma tem biscoito? _ Digo.

_ Sim, está no armário. _ Diz a Omma.

Ao sair de casa, vejo jimin no jardim dando banho no Sãta, o gato da mãe dele. Cumprimento ele e vou direto a casa de BamBam, buscar ele. 

_ Está animada? _ Diz BamBam.

_ Me diz quem é que fica animado com a escola? Eu pelo menos não. _ Digo sendo sincera. 

_ Você deveria se animar. _ Diz BamBam.

_ Eu também deveria ser rica, e não sou. _ Digo.

_ Se continuar reclamando eu te jogo na lata do lixo. _ Diz BamBam.

_ Me joga, que eu te puxo também ! _ Digo empurrando ele.

Chegamos na escola adiantados pois estávamos correndo, BamBam caiu na rua e eu fiquei rindo ao invés de ajudar ele. 

Estávamos todos sentados na frente como de costume Suga, BamBam e Eu.

Jackson chegou no seu horário, estava tão lindo! Com uma calça jeans rasgada e uma camisa preta.

Santa goiabada, que homem lindo né? Então, é meu. 

Eu não parava de olhar pra ele, e desviava o olhar fingindo que não estava olhando. Que vontade de beijá-lo.

_ Cadê meu lápis ein? Seus assaltantes? Que porra de escola é essa que não pode deixar um lápis na mesa _ Diz Suga indignado. 

_ Eu não sei, te vira. _ Digo.

_ Quem mandou deixar as coisas em cima da mesa, seu burro. _ Diz BamBam.

_ Eu não vou mais copiar também! _ Diz Suga.

_ Toma aqui um lápis, mendigo. _ Diz BamBam me fazendo rir alto.

_ Mendigo é tu! e esse lápis aqui é meu! _ Diz Suga.

_ Não é seu, esse lápis é meu. _ Diz BamBam.

_ Ei vocês aí! Silêncio pelo amor de Deus. _ Diz Jackson que estava corrigindo uns trabalhos.

Algumas pessoas ainda estavam acabando o trabalho de matemática, os burros. Uma das alunas que sentava lá atrás foi pedir ajuda na mesa de Jackson. 

_ Professor eu não estou entendo, me explica? _ Diz Ela se abaixando ao lado de Jackson, colocando as mãos em sua coxa.

_ Tá bom, eu explico. _ Diz Jackson sem olhar a menina.

Nesse momento, eu apenas queria sair da minha carteira, e tirar as mãos daquela vagabunda de cima do meu namorado! Mas não dava pra comprometer ele no local de emprego. Tentei ficar calma.

_ O que eu faço? Ela tá tirando toda a atenção dele, e tem uns peitos enorme! Tô quase dançando gretchen em cima da mesa, droga, o que eu faço? . _ Digo revirando os olhos.

_ dança gretchen porra. _ Diz Suga.

_ Cacete, eu pensei tão alto? _ Digo.

_ Sim. _ Diz BamBam rindo.

_ Eu tenho aqui no celular! Vai Ursinho! _ Diz Suga colocando a música em seu celular. 

Conga lá conga, conga conga conga.

_ Se tu não quer dançar eu danço. _ Diz BamBam subindo na mesa, rebolando a raba. 

_ Eu Também. _ Diz Suga.

_ Se não for pra passar vergonha juntos eu nem quero. _ Digo me juntando aos dois, na dança em cima da mesa. 

A sala inteira começou a fazer bagunça também, já que só bastava um pé. 

Jackson parou de corrigir as provas e ficou olhando sem reação, o monitor que ficava responsável por cada corredor da escola ouviu o barulho e gritaria vindo da nossa sala.

_ O que tá acontecendo aqui? Uma festa? _ Diz o monitor.

_ Nada. _ Digo rindo da cara do monitor.

_ Se eu fosse o senhor ia tomar um banho. Tá toda suja sua camisa. _ Diz BamBam.

_ Um aluno passou correndo e me derrubou café. _ Diz o monitor.

_ Mesmo sujo de café o senhor está bonito, eu pegava. _ Diz Suga.

_ Minha mão na tua cara que você vai pegar. Você é só meu. _ Diz BamBam. 

_ Vocês querem me enrolar né? Só digo uma coisa, detenção! Depois da aula todos vocês vão ficar pra limpar a escola. _ Diz o monitor indo embora.

Nos sentamos rindo da cara do monitor, o famoso banana de pijama. 

Imagino ele escrevendo o querido diário otario de tão trouxa que ele é. Não que eu não seja trouxa, todos nós somos trouxa pelo menos uma vez na vida.

Jackson acabou de corrigir os trabalhos, cada um foi pegar o seu.

Na minha vez, eu nem quis sair da cadeira e mandei o Suga pegar. Claro que o Jackson não deu, então tive que ir lá.

_ Meu trabalho, por favor. _ Digo.

_ Sua bagunçeira, eu ia te levar pra sair depois da aula. _ Diz Jackson.

_ Desculpa amor. _ Digo.

_ Sorte sua que eu tô com paciência hoje. _ Diz Jackson.

_ Chama o Namjoon pra ir com você, ou o Mark. _ Digo.

_ Mas eles não são minha namorada. _ Diz Jackson.

_ Outro dia nos vamos. _ Digo.

_ Senta lá que eu vou fazer a chamada, parabéns pelo seu trabalho, tome. Depois de limpar a escola, vá para sua casa com cuidado. _ Diz Jackson.

_ Está bem daddy. _ Digo.

Jackson quase teve um infarto quando ouviu a palavra, sério, deviam ter visto a cara dele. Que fofo.

_ Onde é que ela aprende isso, meu Deus. _ Diz Jackson. 

_ Está bem professor? _ Pergunta um dos alunos.

_ Tô sim. _ Diz Jackson.

Ele fez a chamada por número, as vezes fico pensando, será que eles pensam que isso aqui é prisão?

Não pode sair fora do horário, a não ser pulando o muro.

Não pode escutar música, a não ser escondido.

Não pode riscar a mesa, mas todo mundo risca.

Não pode conversar na aula, mas todo mundo conversa.

Não pode quebrar a cara das falsiane, mentira, isso aí pode. 

_ Vão para o intervalo e voltem para limpar a escola. _ Diz o monitor.


Notas Finais


Kkk agora vou cuidar dos meus gatos, até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...