História Imagine JB(got7) - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson, JB, Mark, Personagens Originais
Tags Got7, Romance
Visualizações 586
Palavras 1.426
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura ❤

Capítulo 9 - Provavelmente o fim


Fanfic / Fanfiction Imagine JB(got7) - Capítulo 9 - Provavelmente o fim

Desde que conheci ele eu disse pra mim mesma que não iria gostar dele e que ele era uma perda de tempo mas mesmo assim acabei igual sempre, chorando por uma pessoa que simplesmente não se importa comigo, ou então que me vê como irmã 

Ir pra escola foi difícil, encarar  a todos, mas no fundo eu so queria encontrar o Mark contar tudo pra ele e deixar ele me dar uma bronca misturada com alguns conselhos para melhorar 

Quando cheguei na frente da escola percebi que todos estavam olhando em minha direção, eu estava confusa pois não havia feito nada para tudo aquilo, então parei por um instante para pegar um espelho que estava na minha bolsa, então uma garota muito bonita passou por Mim, ela tinha um corpo perfeito uma pele aparentemente perfeita também, ou seja era o sonho de consumo de qualquer garoto daquele escola, assim que ela passou por mim entendi o por que de todos os olhares estarem em "minha direção" 

Entrei na escola meio desanimada, e nem fui para a sala, entrei na biblioteca e fiquei lá, o mundo dos livros me facinava, depois de alguns minutos Mark apareceu lá, não sei se estava me procurando ou se estava apenas andando assim que me viu ele se sentou ao me lado e me fez um interrogatório, e eu não menti sobre nada 

Mark: eu sabia que não devia ter deixado vocês dois sozinhos, eu estava com medo que isso acontecesse

(S/n): tudo bem, não fiquei ai sofrendo por um erro meu 

Mark: mas eu podia ter evitado

(s/n): como? Se nem eu posso mandar no meu coração como você conseguira evitar? 

Mark: o que sente por ele? 

(S/n): não sei, é uma mistura de carinho com vontade de matar 

Mark: eu entendo, bem o que eu posso fazer pra ajudar? 

(S/n): volta para a sala, aprende tudo pra depois me ensinar, eu vou ficar aqui mais um tempinho 

Mark: entendo, não demore viu 

Quando ele me deixou sozinha eu refiz sua pergunta, o que eu sentia por ele? Era amor? Carinho? Desejo?Eu nem sabia o que sentia mas sabia que odiava e muito.Debrucei na mesa e fiquei pensando sobre isso ate que alguem me chamou 

Anne: ei, a biblioteca não é lugar pra dormir garota 

(S/n): quem é você?

Anne: sou a pessoa que esta falando que não pode dormir aqui 

(S/n): meu deus em, que mal humor 

Anne: meu humor não te importa 

(S/n): por um acaso você é a garota de mais cedo não é?

Anne: sim, meu nome é Anne e não é um prazer te conhecer 

(S/n): por que esta sendo assim comigo? 

Anne: gosto de incomodar 

(S/n): nossa ate me lembra o...

Annie: quem? Seu namorado?

(S/n): não importa, vou pra sala 

Assim que disse isso a porta se abriu e JB entrou, quando a garota viu ele pude perceber que ela ficou muito feliz, parecia que ia pular nele a qualquer momento. Ele veio até nós com um olhar de surpresa 

JB: o que esta fazendo aqui? 

Anne: ah eu estava dando uma volt...

JB: não estava falando com você, me diz (s/n) o que esta fazendo aqui em horário de aula? Como pretende aprender assim? Por isso tem dificuldade nas aulas 

Anne: por que ser tão grosso comigo meu amor? 

Meu amor? Por que ela havia chamado ele assim? Eu não sabia se estava com ciumes ou apenas ódio so sei que queria sair de lá e deixar os dois sozinhos 

JB: não me chame assim Anne 

Anne: amo quando você fica bravo *disse passando a mão pelo pescoço dele*

(S/n): sem querer atrapalhar nem nada eu to saindo, e sobre as aulas JB, não vamos mais ter elas, eu achei outra pessoa pra me dar aula mas obrigada *disse saindo rápido de perto*

JB:(s/n) espera

Assim que ele disse isso Anne abraçou ele e quase o beijou, ou o beijou sei lá, apenas sai de lá sem olhar para trás, queria sumir mas não podia, voltei pra sala com os olhos cheios de lagrimas mas quase ninguém viu, na verdade apenas o Mark viu e pareceu bem preocupado 

Depois de alguns minutos JB e Anne entraram na sala, ela estava abraçando o braço dele toda feliz e ele parecia bravo mas não tentava se livrar dela, eu estava com raiva mas não deles, de certa forma era uma raiva própria, durante todas as aulas eles ficaram perto, mas era estranho por que ele sempre parecia estar bravo ou sem paciência 

(S/n) off

JB on

Anne: então gostou da surpresa?

JB: por que esta aqui?

Anne: eu vim atrás de você meu amor*disse colocando a mão na bochecha dele*

JB: me solta, olha eu não quero mais saber de você 

Anne: ah então esta dizendo que não sente falta de quando a gente namorava ?

JB: não sinto falta 

Anne: você não sabe mentir bobinho 

JB: ah, que inferno 

Anne: não diga essas coisas, vamos tomar um café depois da escola? 

JB: não, eu quero ir pra casa 

Anne: ótimo, vou adorar descobrir aonde você mora 

JB: Eu disse que EU vou pra casa 

Anne: bem, se você não for tomar café comigo eu vou te seguir na hora de ir embora e vou achar sua casa  

JB: eu te odeio garota 

Anne: então nos vamos? 

JB: ta, mas você vai ter 10 min pra falar o que quer 

Anne: acho que não vou precisar de tanto tempo assim

JB off 

(s/n) ON

Na última aula sai para ir no banheiro, estava quase passando mal com o casal amorzinho 2017, eles não se desgrudavam por um segundo, mas no fundo aquilo foi bom assim acho que eu finalmente entenderia que nada nunca iria acontecer entre eu e ele, quando me sentei na cadeira e abri meu caderno um bilhete caiu 

*Bilhete:

Eu preciso te contar algo muito importante me encontre na cafeteria perto da escola na hora da saída 

Ass: Mark*

Terminei de ler e procurei com os olhos aonde Mark estava, eu não tinha entendido o por que ele me mandaria um bilhete sendo que nos conversamos sempre, na hora da saída JB e Anne passaram por mim e me impediram de ir atrás do Mark 

Anne: desculpe por ter sido grossa com você hoje

(s/n): tudo bem

JB: o que ela fez com você (s/n)?

Anne: ai amor falando assim pareço um monstro

(S/n): amor?

Anne: sou a namorada dele

JB: ex namorada, desculpe ela tem alguns problemas 

Anne: não diga isso sobre mim 

JB: vamos logo*disse puxando ela com força* 

Eles saíram e eu fui procurar pelo Mark mas não achei, fui para o banheiro e me arrumei, sai da escola e fui ate a cafeteria 

(S/n) off

JB on

JB: agora me fala o que você quer 

Anne: estou proibida de conversar com o meu namorado? 

JB: claro que não, agora vai atrás dele por que eu sou seu ex

Anne: eu so quero saber como anda sua vida 

JB: ah mesma coisa de sempre, anti social, mal humor, bom aluno, afastado 

Anne: foi por isso que me apaixonei por você

Anne olhou pela janela sorriu e me fez uma pergunta que eu não esperava 

Anne: e a (s/n)? Quem é ela? 

JB: a (s/n)? Ah ela é só uma garota que vive atrás de mim, eu ajudei ela uma vez e depois daquilo ela fica atrás de mim, acho ate que gosta de mim mas nunca vai acontecer nada, a primeira vez que ela me viu eu dei um fora em uma garota e eu tenho certeza que se ela se confessasse teria o mesmo fim

Foi difícil pra mim dizer todas aquelas mentiras mas eu conhecia a Anne se ela soubesse que eu e a (s/n) "temos algo" não faço ideia do que ela seria capaz de fazer, e isso me assustava, eu so queria o bem da (s/n) 

Anne: ah, então não sente nada por ela? 

JB: não, não sinto nada

Anne: nem pena? 

JB: nem pena 

JB off

(S/n) on

Entrei ja cafeteria procurando pelo Mark, quando entrei vi Anne e o JB sentados mas ignorei apenas continuei procurando, fui ate bem perto da mesa dos dois ate que ouvi meu nome saindo da boca do JB, ele disse coisas...coisas que eu não estava pronta pra ouvir de ninguém muito menos dele, Anne havia percebido que eu estava lá mas JB não, ele continuou falando tudo aquilo

Assim que ele terminou de falar Anne apontou para mim, eu estava lá parada olhando para ele com lágrimas escorrendo, eu nem havia tentado esconder, eu estava chorando mesmo, estava machucada eu queria ir embora e eu ia. O silêncio invadiu o lugar e so foi possível ouvir um comentário 

Anne: ops*disse sorrindo*


Notas Finais


Eu sei que foi um capítulo bem triste mas vai melhorar, prometo
Espero que tenham gostado 🇰🇷❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...