1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Jeon Jungkook- Casamento Arranjado >
  3. Briga...

História Imagine Jeon Jungkook- Casamento Arranjado - Capítulo 14


Escrita por: Mile_kook_ofc

Notas do Autor


Oi amores! Tudo bem com vocês? Como prometido aqui está o capítulo.

Capítulo pegando fogo hoje...🔥

Beijos, boa leitura!!!

💜📖

Capítulo 14 - Briga...


Fanfic / Fanfiction Imagine Jeon Jungkook- Casamento Arranjado - Capítulo 14 - Briga...


•S/n on•


Acordo com o despertador tocando, desligo e me levantando sonolenta. Claro, não consegui pregar os olhos a noite inteira, por causa dos gritos da amante no Jungkook. Eu sabia que não ia demorar pra ser corna. Mas fazer o que? É a vida.

 Vou ao banheiro, faço minhas higienes, e tomo um banho rápido. Termino e vou até o closet, e pego meu uniforme.

Chego na sala de jantar, e me sento já vendo o café da manhã pronto. Termino de comer, e vejo a Suzi a vindo em minha direção.


Suzi: - Bom dia senhorita, o motorista já está à sua espera.


S/n: - Oh claro Suzi obrigada, me chame só de S/n não esqueça!- falo me levantando, e pego minha mochila na sala, em cima do sofá.


Suzi: - Ah, claro S/n!- ela de da um sorriso simpático e me acompanha até a porta.


Suzi: - S/n, espere um minutinho.


S/n: - Tudo bem.- falo e ela sai apressada


Suzi: - Aqui está o seu lanche, pra você comer no intervalo.- ela diz me estendendo para que eu possa pegar.


S/n: - Muito obrigada Suzi, realmente não precisava! Eu compro lanche na escola.


Suzi: - Mas pode comer esse também, sua omma me pediu para que fizesse seu lanche todos os dias.


S/n: - Olha eu vou te contar viu, minha omma não tem jeito. O Jungkook já foi pra empresa?


Suzi: - Sim, ele saiu bem cedo.


S/n: - Tudo bem, Suzi obrigada. Tchau.


Suzi: - Tchau.


Ando até o motorista e entro no carro. Chegando na escola, ja vejo minhas amigas me esperando.


Malu: - Oi S/n! Já estava com saudade.


Jennie: - Nem me fale eu também.


Jisoo: - Que bom que está de volta S/n, duas semanas sem você já é de mais.


Rosé: - S/n sua omma me disse que você tinha mudado de casa, e que foi morar com p Jungkook. Por que não nos contou?!


Malu: - Ah é verdade! Por que não nos contou mocinha?


S/n: - Calma meninas, eu nem tive a oportunidade de falar nada aqui!


Jisoo: - Tá legal, então vamos pra sala, depois você explica no intervalo.


Fomos andando no corredor da escola, e percebo vários olhares sobre mim. Tento evitar os cochichos, mas estavam todos rodando em minha cabeça.


 Tinham garotas me olhando com ódio, e algumas cochichando com os gastos. Tinham seguintes comentários que consegui escutar, como: - "Olha ali é ela, a esposa do Jeon Jungkook!" - "Não sei o que ela viu nessa sem graça, tão feia." - "Certeza que ela se casou com ela por interesse!" - "A amiga das populares se casou com o Jeon Jungkook, filho de uns dos milionários mais ricos da Coréia! Ele tem mau gosto." -" Ela ainda é menor de idade, por que ela se casou tão de pressa? Certeza que está grávida".


Já não estava aguentando toda aquela situação. Percebo que as meninas notam que estou desconfortável, e me levam pra sala o mais rápido possível. Ainda não tinha ninguém na sala pois não havia batido o sinal. Nos sentamos nos nossos lugares, e eu fico em silêncio.


Jisoo: -  Amiga não liga pra o que eles dizem, tá bom?


Rosé: - Isso mesmo S/n, eles são uns idiotas.


Malu: - Gente o sinal bateu, a professora já está vindo.- ela fala e todas se viram para frente.


Jennie: - Amiga, qualquer coisa eu estou aqui não esqueça.- ela se vira pra mim, ja que ela senta na minha frente.

Jennie, se vira pra frente olhando pra professora. Os alunos já estávam na sala, alguns olhando pra mim. Mas ignoro, e começo a prestar atenção na professora.


   ×Quebra de tempo×


Eu já estava em casa, hoje o dia na escola foi tenso. Nunca pensei que minha vida pudesse mudar tão rápido em apenas um mês. E o pior é que mudou pra ruim.

Eu tinha acabado de terminar minha lição de casa, então pego meu celular e vou pra sala. Já era 15:38, então decidi que ia assistir alguma coisa. Coloco um filme qualquer, e começo assistir.


•Jungkook on•


Eu estava estressado de mais hoje, tinha tanto trabalho que pareçe que eu não conseguia dar conta, não sabia que trabalhar em uma empresa, iria ser tão difícil assim.


Ontem, eu só coloquei um medo na S/n pra ela ficar esperta comigo. Se aquela estúpida pensa que é dona de tudo, ela está muito enganada. Eu dou as regras naquela casa. Mas claro que não vou bater nela, não sou tão imbecil a esse ponto. Mas bem que aquela pirralha tá merecendo apanhar. Então o máximo que eu vou fazer vai ser colocar medo nela, se não funcionar verei o que fazer depois.

Saio do escritório e vou até a secretária. Confesso que já fiquei com ela algumas vezes, mas só por diversão e depois à descartei.


Jk: - Oi Aurora, alguma reunião pra hoje?


Aurora: - Não senhor Jeon, terá amanhã. Que tal aproveitamos seu tempo livre? 

 

Jk: - Não obrigado, e eu já falei que não irá se repetir.- falo dando as costas pra mesma indo pra minha sala novamente.Ligo pra HyunA.


×Chamada on×


HyunA: - Oi oppa! O que foi?


Jk: - Nada, só queria avisar que a noite passo pra te buscar.


HyunA: - Tudo bem oppa, vou te esperar. E aquela cadela, deu um jeito nela?


Jk: - Sim, eu dei. Ela teve o que mereçe.- minto pois se não ela não vai me deixar em paz.


HyunA: - Que bom oppa, então mais tarde nos vemos.


×Chamada off×


Desligo a chamada e volto a trabalhar. Hoje o dia vai ser estressante, então espero que a pirralha da S/n não me irrite hoje, se não eu sou capaz de fazer uma besteira. Quando fico nervoso não tem quem me controle.


•S/n on•


Eram 19:53, eu já havia comido. Jungkook ainda não chegou, melhor assim, por que não estou afim de ver a cara desse miserável. Falando no babaca, ele acaba de abrir a porta. Continuo sentada no sofá mechendo no celular. Olho pra ele, que está folgando a gravata.


Jk: - Já comeu pirralha?- ele pergunta mas não respondo.


Jk: - Eu te fiz uma pergunta.- ele fala impaciente mas continuo vidrada na tela do celular.


Jk: - Me dá essa droga de celular.- ele arranca meu celular com brutalidade.


S/n: - ME DEVOLVE JEON! - grito e me levanto tentando pegar o celular da mão dele.


Jk: - JÁ FALEI PRA NÃO AUMENTAR O TOM DE VÓZ COMIGO! - ele se levanta e grita se pondo em minha frente.


S/n: - E se eu não quiser? Vai fazer o que, me bater? Eu não tenho medo de você Jeon Jungkook, você é um miserável! Um mimadinho, que nem se quer respeita uma mulher, só as usa e depois descarta. Mas saiba que comigo você não conseguirá isso.


Jk: - Olha como você fala comigo, você não me conhece S/n, eu já falei pra você me obedecer se não será pior.


S/n: - Acontece, que eu não sou sua cadelinha igual a sua amante.


Jk: - CALA A BOCA! FICA QUETA SUA VADIA ESTÚPIDA!- ele segura meu cabelo com força, mas eu seguro a mão dele com toda a força e a tiro de lá.


Jk: - Olha a pirralha é forte, acho que tô pegando leve de mais com você.


S/n: - Melhor você calar sua boca seu babaca, você também me deve respeito.


Jk: - Eu não obedeço mulher nenhuma, ainda mais as cachorras como você.


S/n: - EU NÃO SOU NENHUMA CACHORRA SEU INFELIZ MISERÁVEL! FALA DOREITO COMIGO! 


Jk: - FODA-SE GAROTA, QUEM VOCÊ ACHA QUE É? VOCÊ DEVE SER SÓ MAIS UMA QUALQUER QUE JÁ DEVE ESTAR RODADADA!


S/n: - Você não tem o direito de falar isso, você não sabe nada a respeito da minha vida.- digo olhando bem no fundo dos seus olhos.


Jk: - Eu sei muito bem esse tipinho de mulher que você é, aliás nem mulher você é! É só uma adolescente, que não sabe de nada.


S/n: - Eu posso até ser uma "adolescente", mas eu já tenho dezessete anos Jeon Jungkook, e você é um homem de vinte e quatro anos! Vê se cresce, você age como um garotinho mimado, nem o seu próprio pai te suporta.- eu jogo tudo cara dele, e sou recebida com um belo de um tapa.


Jk: - NUNCA MAIS FALE ASSIM COMIGO, VOCÊ PENSA QUE É A TODA CERTINHA NÃO É?! VOCÊ DEVE SER UMA SÓ UMA PUTINHA IGUAL SUAS AMIGAS!- ele grita e mas ainda estou com o rosto virado pra ele com a mão direita em minha bochecha.


S/n: - CALA BOCA! - dou um tapa na rosto, eu estava furiosa ele não tem nenhum direito de me bater. Ele não é meu pai, nem ninguém pra falar isso de mim.


S/n: - VOCÊ NUNCA MAIS SE ATREVA A ENCOSTAR UM DEDO EM MIM JEON JUNGKOOK! EU NÃO ACEITO QUE HOMEM NENHUM ME DÊ UM TAPA! VOCÊ NÃO É NINGUÉM PRA ME BATER! - grito com todas as minhas forças.


JK: - Você vai se arrepender por isso S/n. Eu juro.- ele fala e sobe as escadas indo pro quarto.


Coloco a mão no meu rosto, que está ardendo pelo tapa que ele me deu, deve estar avermelhado à esse ponto. Me sento em num cantinho perto da parede e começo a chorar. Eu sabia que sofreria nas mãos dele, sabia que um dia isso poderia acontecer. Mas uma coisa que eu nunca irei permitir, será ele me bater, ou tentar me ofender. Confesso que meu psicológico está afetado pelas palavras dele.


Afinal nunca ninguém disse essas coisas horríveis pra mim. Não sei da onde saiu essa coragem toda pra lhe dar um tapa. Eu achei que ele me espancaria ali mesmo. Mas não, isso não aconteceu, isso prova que ele não vai chegar a me espancar. Ele é um idiota, maldito dia em que eu assinei aquele contrato. Eu volto a repetir, sem hesitação, Eu te odeio Jeon Jungkook. 

Depois de mais um tempo chorando, levanto e vou pro meu quarto. Vejo Jungkook sair do quarto, e passa reto sem olhar pra mim, reparo a marca da minha mão em seu rosto, mereceu. Entro no quarto e vou ao banheiro tomar um banho pra tirar toda a tensão. Coloco meu pijama, e deito na cama pra tentar dormir.








Continua...




Notas Finais


Gente que briga!😱
Bem feito pro Jeon, ninguém mandou bater na S/n. Convenhamos que ela está certíssima não?

Gente não sei quando sai o próximo capítulo, talvez na quinta, ou na sexta. Então aguardem durante esses dois dias.

Se tiver erros sorry.🤗

Spoiler: - Lisa estará na fic em breve.

Beijos até a próxima.👽💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...