História Imagine Jimin(BTS) - O meu professor - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias ASTRO, Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Red Velvet, Seventeen, Stray Kids, TWICE
Visualizações 129
Palavras 1.061
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá unnis do meu colaxão ^^
Espero que estejam todos bem

Deixo-vos um novo capítulo e espero que gostem

Boa leitura...

(Sem dar spoilers, eu não consegui atrasar uma cena então não me matem unnis)

Capítulo 12 - Capitulo 11- Traição


Fanfic / Fanfiction Imagine Jimin(BTS) - O meu professor - Capítulo 12 - Capitulo 11- Traição

???: (S/N)...

(S/N): Jimin *vou até ele* Obrigada por falares de mim ao Bang Si-Hyuk

Jimin: Eu disse te que ia tentar *sorri*

(S/N): Obrigada mesmo Jimin *abraço o* Um dos meus grandes sonhos realizaram se por causa de ti, Obrigada mesmo

Jimin: *cede ao abraço* Não precisas de agradecer *sorri*

(S/N): Não foi um sonho pois não? Ele disse mesmo que eu cantava bem e que quero trabalhar comigo?

Jimin: Disse mesmo *ri*

(S/N): *grito* Nao posso acreditar que ele disse isso para mim

Jimin: Anda ensaiar para seres tu a escolhida

(S/N): Vamos, vamos, vamos...

(Fomos outra vez para a sala e tivemos como sempre a ensaiar. De tanto cantar tive que fazer uma pausa e fui ao Instagram ver as novidades e essas coisas como sempre fazia, estava tudo bem até que vi uma foto do Tae e da Nayeon e na descrição a dizer " A relembrar momentos de infância". Aquilo deu me uns nervos e liguei para ele)

*Ligação on*

Tae: Olá mor, estás bem?

(S/N): Não Taehyung, não estou bem *raiva*

Tae: O que aconteceu mor?

(S/N): Não me chames assim Taehyung está bem

Tae: O que é que eu fiz?

(S/N): Sabes que mais, acabou tudo entre nós. Não dá para manter nos uma relação a distância

Tae: Mas...

*Ligação off*

(Desliguei sem o deixar falar e sentei me a chorar mas logo o Jimin veio ter comigo e abraçou me)

Jimin: O que é que aconteceu? Porque é que estás a chorar?

(S/N): E-eu e o tae terminamos *abraço o forte*

Jimin: Não fiques assim, eu já te tinha dito que vocês não iam ficar juntos

(S/N): Nos estávamos bem, só agora é que posso acreditar em ti *choro mais*

Jimin: Não gosto de te ver assim, vamos para casa para ver se ficas melhor

(S/N): O-okay

(Fomos para casa e eu não me conseguia desgrudar do Jimin e nem parar de chorar, não conseguia acreditar que o Tae me tinha traído com a Nayeon)

**********************************

A (S/N) pensava que o Tae a tinha traído mas não era verdade. Ela tinha pensado nisso porque o Tae e a Nayeon antes eram namorados então com a frase "a relembrar os momentos de infância" ela pensou que ele o estava a trair

**********************************

*Tae on*

(Porque é que a (S/N) terminou comigo do nada, sem dar explicação nenhuma? O que é que eu fiz? Eu não posso deixar isto assim, eu amo a e quero ficar com ela. Vou voltar para Busan pelo menos para falar com ela)

*Tae off e Jimin on*

(Eu não gosto nada de ver a (S/N) assim triste, eu quero ficar com ela mas não posso enquanto estiver com a mãe dela, tenho que terminar com ela)

Jimin: Deixa me ir só lá embaixo está bem?

(S/N): Fazer o que? *Diz com voz de choro*

Jimin: Só vou dizer a tua mãe que já chegamos, não te preocupes que eu volto rápido *solto me dela*

(S/N): N-não demores...

Jimin: Vou ser rapido *dou lhe um selinho na bochecha e desço*

(Fui para a cozinha e a mãe da (S/N) estava a cozinhar)

Mãe: Olá mor *sorri e tenta me dar um selinho mas eu afasto me* O que tens?

Jimin: Eu tenho que falar contigo

Mãe: Sobre o que mor?

Jimin: Eu quero terminar

Mãe: O-o que? M-mas porque? *Solta algumas lágrimas*

Jimin: Eu nunca gostei de ti, só andei contigo porque queria me aproximar da tua filha e como ela agora já está disponível vou ficar com ela e contínuar com a nossa relação

Mãe: Vossa relação? *Começa a chorar*

Jimin: Sim, eu gosto dela e nós já tivemos juntos algumas vezes

Mãe: Como é que pudeste fazer me isso e trair me com a minha própria filha? *Chora muito* QUERO OS DOIS FORA DESTA CASA AGORA

Jimin: Com todo o prazer... *subo para o quarto*

(S/N): Porque é que a mãe estava a gritar?

Jimin: Vamos para minha casa

(S/N): O que é que aconteceu Jimin

Jimin: EU E A TUA MAE TERMINAMOS E NOS TEMOS QUE SAIR DESTA CASA AGORA POR ISSO ARRUMA AS TUAS COISAS *grita*

(S/N): O que é que tu lhe disseste Jimin?

Jimin: Que nós já nos beijamos, e ela mandou nos sair da casa

(S/N): Porque é que fizeste isso logo agora? Tu queres me ver sofrer?

Jimin: Não (S/N), não digas isso. Eu precisei de acabar com a tua mãe para poder ficar contigo. Eu sei que tu gostas de mim porque não o consegues esconder e eu também gosto de ti

(S/N): EU NAO GOSTO DE TI *grita*

Jimin: Tu vais conseguir aceitar quando te acalmares, agora arruma as tuas coisas e vamos embora

(Ela começou a arrumar as coisas e quando acabou fomos ao meu quarto também pegar nas poucas coisas que tinha levado para lá. Descemos as escadas e a mãe dela estava na porta de casa aparentemente a nossa espera com a cara toda vermelha de chorar)

*Jimin off e (S/N) on*

(Quando chegamos á porta a minha mãe olhou para mim de lado)

Mãe: Nunca mais voltem e tu esquece te que és minha filha é que tens uma família

(S/N): M-mae... *Choro*

Mãe: Mãe nada *diz fria* Dizias tanto que ele ia me trair mas nunca pensei que fosse contigo, agora SAI DESTA CASA

(O Jimin pegou na minha mão e levou me quase a arrastar para o carro, pousou as malas no porta bagagem e entrou no carro)

Jimin: Tu vais ficar bem *passa a mão no meu rosto e sorri fraco*

(Ele arrancou e ao longe consegui ver a minha mãe a entrar dentro de casa e a bater a porta. Passado cerca de 20 mim chegamos á frente de um portão preto gigante que logo se abriu revelando um grande Jardim. Entramos para dentro do grande casarão e paramos em frente a porta principal)

Jimin: Chegamos...

(S/N): Tu vives aqui?

Jimin: Sim, é uma casa de família então é bem antiga por isso também é grande

(S/N): Tu chamas a isto grande e eu a gigante *ri*

Jimin: Vamos entrar?

(Acenti com a cabeça e saímos do carro logo pegando nas malas e nos dirigindo a grande porta. O Jimin tocou á campainha e a porta passado um bocado abriu se é uma rapariga saiu de dentro da casa)

???: OPPA...

 

 

 

 

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...