História Imagine Jungkook - Bem Me Quer, Mal Me Quer - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Ódio, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 1.427
Palavras 600
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capitulo bem curtinho. Espero que gostem!

Capítulo 3 - Um Garoto Misterioso


Fanfic / Fanfiction Imagine Jungkook - Bem Me Quer, Mal Me Quer - Capítulo 3 - Um Garoto Misterioso


Já é noite, tomei um banho e vestir uma calça jeans, uma blusa, com um moletom por cima e um tênis branco. Sai do quarto e caminhei até a porta da frente, ainda quando estava com a mão na maçaneta prestes a sair.
 
- Para onde você vai a essa hora S/N? – minha avó pergunta, se aproximando de mim.
 
- Vou andar um pouco halmeone - digo abrindo a porta.
 
- Mas você não conhece a cidade e para onde iria a essa hora menina? - indaga preocupada.
 
- Eu só vou até a pracinha que tem aqui perto halmeone, não vou mais longe que isso, não precisa se preocupar -digo atravessando a porta.
 
- Tudo bem, só não volte muito tarde - ela grita, quando eu já havia saído e fechado a porta.
 
Caminhei pelas ruas que estavam quase fazias, parei na pracinha, onde havia um balanço, fui até ele, sentei e me acomodei. Comecei a me balançar, elevei meus olhos para o céu que estava perfeitamente estrelado e me peguei a pensar no quanto eu me sentia sozinha, não pelo o fato de não ter amigos,afinal, isso é uma opção minha, mas por não ter minha mãe ao meu lado sempre quando eu precisava  e nos acontecimentos no qual eu me meti nos últimos meses.Talvez a minha mãe esteja realmente certa e eu deva realmente tentar mudar esse meu jeito que só faz me colocar e colocar os outros em problemas.
 
Ouço passos e me viro para olhar quem é, o que não foi possível, pois estava muito escuro.
 
- Ora, ora, ora, o que faz uma garota tão bonita sozinha a essa hora? - um garoto de músculos aparentes, visíveis pela camisa que trajava, disse, se aproximando de mim.
 
-O mesmo que você, suponho que não seja, porque pelo cheiro parece ilegal - digo abanando meu rosto, tentando amenizar o cheiro forte de maconha.
 
- Olha só que boquinha mais respondona - sorrir sarcástico - eu tenho uma utilidade melhor para essa sua boquinha gostosa - se aproxima de mim, apertando minhas bochechas.
 
- Nem a pau - tiro sua mão do meu rosto com força - pelo o tamanho, você não preenche nem sua mão, que dirá a minha boca - dou uma gargalhada alta e me viro para ir embora, mas sinto um solavanco ao ser puxada pelo o garoto, evidentemente bem mais forte que eu.
 
- Acho melhor você mudar a forma como fala comigo ou eu vou ser obrigado a te dá uma lição - diz apertando meu braço com força.
 
Eu estava morrendo de medo mas não iria demonstrar. Ser durona é a minha melhor arma para me defender.
 
- Eu não vejo porque mudar o meu jeito de falar por alguém tão insignificante como você - falei ríspida, tentando intimidar o garoto, que ficou furioso e me lançou no chão com bastante violência.
 
-  Eu te avisei, agora agüente as conseqüências - ele diz se abaixando até mim.
 
Fechei meus olhos,colocando minhas mãos no rosto, esperando que o pior acontecesse.
 
-O que você que pensa que estar fazendo Jang Hyun? - um garoto misterioso diz com uma voz grave e acentuada - saia já de perto da garota - o intimida, empurrando o cara que logo cai no chão desajeitado.
 
“Hoje, a lua está brilhando mais no espaço vazio na minha memória. Este lunático que me engoliu, por favor, me salve hoje à noite (Por favor, me salve hoje à noite, por favor, me salve hoje à noite) Nessa loucura infantil, você irá me salvar hoje á noite”.
BTS – Save Me
 
 


Notas Finais


Gomawo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...