História Imagine Jungkook - Host Family - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 215
Palavras 639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Me ajuda?


Fanfic / Fanfiction Imagine Jungkook - Host Family - Capítulo 5 - Me ajuda?


Minhas mãos começaram a suar muito, o que me deixou ainda mais nervosa.

Entrei no meuo da multidão, como não sou muito alta, as pessoas começaram a me empurrar. Quase caí, mas consegui me equilibrar. Finalmente cheguei no pátio. 

Tentei pedir ajuda para alguém, mas todos me ignoravam. Sorri ao ver o Jungkook do outro lado. Corri até o mesmo.

- Jungkook me ajuda por favor?

- Estou ocupado.

- Am?

- Isso mesmo, vai procurar ajuda com outra pessoa vai.

Aff, sábia que ele não ia me ajudar em nada, e a trouxa aqui ainda tentou. 😑

Fui andando pelos corredores e finalmente achei minha sala. Como não tinha amigos e nem livros no momento, fiquei sentada na minha cadeira, com a cabeça sobre a mesa.

A aula começou, o professor estava ensinando alguma coisa de matemática na lousa, mas eu não entendia nada.

Saí daquele transe com alguém me cutucando.

Me virei com medo de que o professor visse aquilo.

Era uma garota de óculos e super fofa.

- Oi! Prazer, meu nome é Giselle.

Esse nome parece meio brasileiro, então eu fiz a seguinte pergunta.

- Você é brasileira?

- Não, meu pai viajou para o Brasil na adolescência, e lá ele viu uma criancinha brincando na rua, e a mãe não parava de gritar pelo seu nome, que no caso era Giselle.

- Bonita história e lindo nome, eu sou a S/n, e sou brasileira.

- Que legal.

Nossa conversa acabou alí.

Quando o sinal tocou, todos saíram correndo. Inclusive a Giselle. Fiquei sozinha sem ninguém. Abaixei minha cabeça e fiquei alí.

Aproveitei para revisar o que o professor passou na lousa. As provas já estavam chegando e eu não estava entendendo nada.

No meio da revisão, senti uma respiração forte. Tirei o livro do meu rosto. E quase caí da cadeira quando vi o Jungkook bem perto de mim.

- O que você está fazendo aqui.

- Companhia para minha florzinha.

- Eu não preciso da sua companhia.

- Precisa sim.

- Quem disse?

- Eu.

Ri debochada

Ficamos brigando até o sinal tocar.

As últimas aulas passaram arrastando. E diferente da hora do recreio, no momento da saída, a Giselle me esperou para ir comigo.

Quando estava saindo pelo portão, alguém me puxa pela gola da minha camisa.(ft)

- A onde você vai.

Pela voz eu já sábia quem era.

- Vou pra casa com minha amiga ué.

- Você vai comigo, eu sou mais velho e me sinto responsável.

- Aff, Giselle não vou poder ir com você, me desculpe, vou ter que esperar meu irmão.

- Tudo bem, até amanhã! 

*Ela sorri e some no meio da multidão*

No caminho estava um silêncio estranho.

- Está com raiva de mim? 

- Lógico, você me abandonou no meio da escola, e pra piorar não me deixa sair com minha amiga.

Falei fazendo bico.

- Me desculpa tá?

Ele me abraçou, e beijou minha cabeça.

Sorri boba pro mesmo.

E então fomos o caminho brincando como hoje mais cedo.

Ao chegarmos em casa, nossos pais estavam terminando de almoçar.

- Ainda bem que chegaram, já estamos saindo pra almoçar, e vocês vão ter que ficar com as crianças.

Falando isso, os dois beijaram nossas cabeças e saíram da casa.

- Você sempre cuidava das crianças?

- Sim, mas não é uma coisa chata pra mim. Eu adoro brincar com eles.

- Huum

Terminamos de comer e fomos para o tapete de sala onde as crianças brincavam.

Passamos a tarde brincando, até as crianças pegarem no sono.

Cada um foi lara o seu quarto. Tomei meu banho e vesti essa roupa.(ft)

Peguei o meu caderno, onde o professor tinha passado a tarefa de casa. Ao abrir, eu fiquei perdida pois não estava entendendo nada. Coloquei o mesmo na bolsa novamente já colocando a mesma nas minhas costas.

Segui o caminho até o quarto do Jungkook, bati na porta do mesmo, ele gritou um ABRE, e então eu entrei.

O mesmo me olhou com uma cara de interrogação.

- Eu não estou entendendo nada da matéria. Me ajuda?

- Sim, vem cá.

Ele se sentou na cama. E quando me aproximei ele me beijou.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...