História Imagine Jungkook-Blood Snow - Capítulo 5


Escrita por: e Chae_Min

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, TWICE
Personagens Chaeyoung, Dahyun, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jihyo, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Jungyeon, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Mina, Momo, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sana, Tzuyu
Tags Bullying, Depressão, Escolar, Jungkook, Lâminas, Medo, Namjin, Remédios, Romance, Suícidio
Visualizações 56
Palavras 1.289
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, LGBT, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpe se o capítulo estiver curto, eu não tenho tempo pra escrever pois só posso escrever a noite, quando minha vó dorme e eu pego o celular dela escondido.
O capítulo não vai estar editado até semana que vem, por que semana que vem eu vou pra minha omma e lá eu mecho no pc do meu padrasto •-•
Tenham uma boa leitura Mochis ❤️

Capítulo 5 - Capítulo 4


Leiam as notas de inicio e as finais!

{Um mês depois....}

 

Já fez um mês desde aquele acontecimento comigo. Não contem a niguém, e também não iria adiantar eu falar pra minha mãe e não vo preicupar o Jungkook com algo tão banal que nem isso.

Mas... sentia algo estranho desde aquele dia, comçei a ficar um pouco enjoada mas pensei que era por eu tar voltando a me alimentar direito agora emeu corpo não esta acostumado mas antes-de-ontem começei a pensar o pior. Minha menstruação não desceu.

 

S/N: E s-se for isso?  —Sento-me no chão do banheiro e me ponho a chorar— só tem uma forma d-de d-descubrir.

 

Com a pouca coragem que eu ainda tinha, peguei outro casaco,minh carteira e sai de casa. Fui para a farmácia. 

Com um pouco de vergonha, pedi ao moço doistestes e ele pegou para mim, paguei e voltei para casa.

Fui para o banheiro correndo e tranquei-me no mesmo.

Fiz um dos testes.

 

Aguardei....

 

Quando o resultado fora revelado, cai em prantos no chão chorando muito. O que vou fazer agora?

Mesmo que eu tente esconder por agora, com 5 meses já sera visivel o bastante já que sou magra demais.

 

Escondi o teste já usado e coloquei o novo na bolsa. Vou fazer esse outra hora.

 

Sai do banheiro {banheiro do quarto dela ;u;} e deitei-me na cama e puis  me a chorar de novo. Após um longo tempo chorando, acabei por adormeçer.

 

No dia seguinte e fui para a praça para esvaiziar a cabeça. Sento num banco e fico a olhar as pessoas circulando pelo local. 

Abaixoacabeça a tento controlar a minha vontade de chorar ali na frente de todos. 

Sinto uma sombra tampar o sol.

 

Aya-Hyung: O porca! Por que você foi comprar aqueles testes ontem? —Levantei minha cabeça—Olha se você estiver grav....

S/N: Não eram pra mim e sim pra minha mãe.  —Serio, eu divia ganhar um oscar de atuação.

Aya-Hyung: Acho bom, pois se você estiver aborte essa criança, se não eu faço isso na base da porrada, entendeu?

S/N: Entendi.

 

Ele foi embora e abaixei a cabeça novamente. Lagrimas vieram aos meus olhos e ameaçaram sair de meus olhos, por mais que eu tentasse lutar contra elas.

Eu lutei, mas elas cairam e comçei a chorar, em silêncio...

 

Quanto menos você esperar, alguém pode iluminar seu dia.

 

Senti alguém levantar o meu queixo e logo me abraçar.

 

Jungkook: Por que estás a chorar pequena?

{Observação: O Jungkook e mais novo     que você}

S/N:  —eu retribuo o abraço, e continua a chorar

Jungkook: Hey, se acalme... —ele falou com uma voz calma e começou a fazer carinho na minha cabeça, tentando me acalmar— ta tudo bem agora, estou com você..... O que houve?

S/N: Não quero falar sobre isso... —falo em meio aos soluços.

JUngkook: Não irei insistir, mas se quiser falar pode falar, ok? Agors vou levar-te para sua casa.

S/N: N-não quero ir pra minha casa.... Não hoje.—falo em meio a soluços.

{A mãe dela tinha saido a trabalho, e, a mãe dela trabalha pelo menos}

 Jungkook: Quer ue eu te leve pra minha então?

S/N: —assenti com a cabeça.

Jungkook: Estás bem, vamos. —ele separou o abraço e segurou meu pulso.

 

Ainda bem que ele segurou fraco. Puxo meu pulso de volta.

 

Jungkook: O que foi? Te machuquei?

S/N: N-não.

 

Me levantei tão rápido que acabei caindo de novo no banco. Jungkook não falou nada, apenas virou de costas e se abaixou na minha frente.

 

Jungkook: Ande suba.

 

Apenas fiz o que ele falou e subi nas costas dele. 

Ele me acarregou sem dizer nada. 

 

Jungkook: É estranho....

S/N: O que?

Jungkook: Você não pesa quase nada.... e leve demais para sua idade e altura. Por que não come direito?

S/N: Não tenho fome.

Jungkook: Mas tem que comer! Deixa, eu e os meninos cuidaremos de você.

{nesse um mês você ficou amiga dos outros meninos também}

 

Ele me carregou até sua casa, onde parou na porta. Sem me colocar no chão, ele me carregou para dentro de suas casa.

 

Jungkook: Omma, cheguei.

???: Você comp.... quem e o que aconteceu com essa menina???

JUngkook: Essa e minha amiga, S/N, e ela tava a chorar no parque.

???: A S/N de que tanto fala? —ela sorri e vem até nós— prazer, sou a omma do Jungkook. 

S/N: Prazer —dou um sorriso fraco.

Sra. Jeon: Kookie... coloca ela no sofá, eu já volto.

Jungkook: Ta...

 

Assim como sua mãe pediu, ele me colocou no sofá com rodo cuidado e sentou-se ao meu lado.

Ele olhou em minha direção e abriu um sorrisso, com um olhar de compaixão.

 

As vezes a unica coisa que precisamos e de olhares.

 

Poucos minutos depois, a mãe dele chega com ummobjeto em mão e vem perto de mim, colocando a sua mãe sob a minha testa.

 

Sra. Jeon: Céus, ela ta queimando em febre, como não percebeu Jungkook?

 

Ele me olhou preocubado.

A mãe dele coloca o objeto em mim e espera o mesmo apitar. 

Ela tira o objeto de mim e olha pro Jungkook.

 

Sra. Jeon: Ela está com 39.0 de febre. Jungkook, pegue algumas roupas que ela possa usar. S/N?

S/N: S-sim? 

Omma do Kook: Vem comigo.

 

Com um pouco de dificuldade, a sigo até um quarto.

 

Sra. Jeon: Vai banhar-se para ajudar baixar a febre.

S/N: Tá...

 

Ela sai e eu entro na porta —do banheiro— a fecho atrás de mim. Despir-me e entrei na banheira e tomei meu banho.

Depois do banho, enxuguei-me com a toalha {Não... com a escova •-•} e enrrolei-me na mesma.

Abri delicadamente a porta e vi que tinha uma roupa lá, e que o quarto encontrava-se vazio.

 

Vesti-me e desci para o encontra deles.

 

Sra. Jeon: Venha querida, sente-se aqui e venha comer.

 

Sentei-me aonde ela indicou e ela serviu-me um prato de comida. 

 

Sra. Jeon: Coma tudo, minha querida.

 

Assim como ela pediu eu comi o prato todo, sem questionar. Logo ela veio com um remedio em mãos.

 

S/N: Sra. Jeon, me desculpa mas não preciso tomar remedio. Já estou bem melhor!

 

Venho a mentir de novo, serio, vou trabalhar no teatro da escola!

 

•pra quem não entendeu, ela não pode tomar o remédio por estar gravida e pode matar o bebe•

 

Sra. Jeon: —ela coloca a mão em minha testa— a febre parece ter abaixado. Se a febre voltar te levarei a um hospital e você vai tomar o remedio, certo? 

S/N: Certo!

 

Coloco meu prato na pia —e mesmo que ela não quise-se— e lavo o mesmo.

 

Jungkook: Está melhor mesmo? —ele vem até mim.

S/N: Hu-hum. —abro um sorriso fraco.

Jungkook: Que bom —ele me abraça— agora vá descançar pequena.

S/N: Está bem. Boa noite.

Jungkook: Boa noite. —ele da um beijo no topo da minha cabeça e desfas o abraço.

 

Eu subo para o "meu" quarto e deito-me na cama, logo adormecendo

 

....

 

Eu acordei com meu celular tocando com mensagens, eram uma duas da manhã.

Peguei o celular e vi quem mandava mensagens. Minha mãe.

 

Mensagens ON!

 

Mãe: Onde você tá? Vem pra casa agora!

Mãe: Sua vadia escrota!

Mãe: Se não vir agora eu vou atrás de você seja onde for e te cato na porrada!

S/N: Já to indo.

 

Mensagens OFF

 

Deixei uma carta em cima da cama e sai apressada para casa.

Fui correndo pra lá e parei na portar, exitando em entrar.

Abro lentamente a porta e entro em casa, indo pra sala.

Na sala, vejo minha mãe de pé com um coisa que parecia um galho de arvore e o teste que eu fiz mais cedo.

 

Puta

Merda

 

S/M: Sua vadia, vai ver o que vou te fazer imunda nojenta!

 

leiam as notas finais e de inicios


Notas Finais


Genteeee três coisinhas
Pra compensar a minha ausencia, quero fazer algo especial aqui •-•
Vocês ecolhem o que, por exemplo "personagens respodem"
(Namoral, eu passava mt tempo no Amor Doce animo ksksks)
E genteeeee eu sei que vão falar "ah, vai demorar" mas mesmo assim! Minha omma disse se eu me comportar bunitinho até o final do ano ela arruma meu celular e me da de natal •-• to muito feliz!!!!
E a terceira e que pesso que deem uma olhada nas minhas outras duas histórias!!! A "O Reino Assombrado" e a "Imagine Yoonseok: Por quê você?"
A do Yoonseok vou focar nela nessa semana, e a do Reino assombrado eu parei por bloqueio criativo, mas ja estou com ideias pra voltar com tudo!
É só isso mochis
A kiss with Sugar ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...