1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Jungkook Namoro de Mentirinha >
  3. EP11: Me deixa Explicar

História Imagine Jungkook Namoro de Mentirinha - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - EP11: Me deixa Explicar


Eu passei pelo refeitório correndo e as meninas chamaram por mim, mas eu não podia parar pra ouvilas, eu corri até o banheiro e me tranquei em uma das cabines

Eu não queria chorar, não queria ser fraca mas era impossível eu não consiguia controlar aquelas lágrimas que insistiram em cair de qualquer forma

S/n: Eu não entendo... Por quê ele fez isso comigo... por que?

Eu escuto a porta do banheiro abrindo, eu não queria que soubessem que eu estava ali, mas não consegui me controlar e acabei soltando um soluço

Lisa: S/n... Nós sabemos que você está ai... amiga conta pra gente o que aconteceu..

Rosé: S/n o que o babaca do mark fez com você?

Eu sai da cabine limpando as lágrimas(perca de tempo) e as meninas estavam lá me olhando esperando que eu falasse algo

S/n: O jungkook ele... Ele me traiu com a jennie - começo a chorar de novo

Rosé: Aquele desgraçado fez o que?

Lisa: Não chora amiga - diz me abraçando - deve ter sido só um mal entendido

S/n: Não Lisa, eu vi com meus próprios olhos, eles estavam se pegando na quadra

Lisa: Eu sinto muito s/n - diz e desfaz o abraço

Rosé: Eu vou matar aquele maldito vocês vão ver

S/n: Calma Rosé

Rosé: Calma o caramba s/n

Lisa: Rosé não vamos pensar nisso agora, S/n os meninos estão lá fora, eles ficaram preocupados com você vai lá falar com eles

S/n: Eu não sei se devo falar com eles

Lisa: vamos lá S/n eles são seus amigos também e estão preocupados

S/n: Tudo bem - Saio do banheiro e vejo os 6 meninos do lado de fora com caras preocupadas - Olá meninos

Tae: S/a - me abraça - o que aconteceu pq passou daquele jeito no refeitório - desfaz o abraço - Você estava chorando?

Sg: Claro que ela estava né seu idiota

Tae: Eu só fiz uma pergunta hyung

Jimin: Parem os dois, o que aconteceu s/n?

S/n: Nad... - interrompida

Rosé: O jungkook traiu ela com a Jennie

Meninos: O QUE?

Lisa*S/n: Rosé!

Rosé: Que? Eu só falei a verdade

Jin: Vocês tem certeza que o Jungkook traiu a S/n?

S/n: Sim Jin, eu vi eles se beijando

Jin: Eu vou matar aquele pirralho

meninos-Jin: Eu também

hoje o dia vai ser longo

quebra de tempo...

Depois daquilo tudo eu resolvi ir pra casa, eu não queria ver a cara do jungkook, pelo menos não agora, não depois do que ele me fez

A Lisa pegou minha mochila na sala de aula e me entregou na saida da escola

Lisa: Amiga tem certeza que você vai pra casa sozinha? se quiser eu te acompanho

S/n: Não precisa Lisa, eu sei me cuidar

Lisa: Se cuida amiga, eu não quero ver você sofrendo pelo que aconteceu

S/n: Não se preoculpe eu só preciso ficar um tempo sozinha

Lisa: Tudo bem qualquer coisa ne liga que eu e a rosé vamos correndo pra sua casa

S/n: Tudo bem kkk

Lisa: Olha s/n eu vi que o Jungkook tava procurando por você desesperado quando eu fui buscar sua mochila, com certeza ele vai me perguntar onde você está...

S/n: É só falar pra ele que eu não quero ver ele

Lisa: Você não acha que tem que conversar com ele, s/n não vai adiantar de nada você fugir

S/n: Pelo menos por enquanto é melhor que eu e ele não nos falemos

Lisa: Você que sabe

S/n: Bom agora eu preciso ir, tchau Lisa

Lisa: Tchau - me abraça - se cuida tá?

S/n: Obrigado

eu sai de lá e fui caminhando em direção a minha casa. Mas como sempre eu nunca posso ficar em paz no meio do caminho uma pessoa me parou, se você pensou em Mark acertou

Mark: S/N.., S/n espeda

S/n: o que você quer Mark?

Mark: Eu quero saber como você está, por sua cara vejo que não tá nada bem

S/n: Oww que bom que percebeu, agora se me der licença eu vou pra minha casa

Quando eu tento sair andando Mark puxa meu braço e envolve os braços em minha cintura me fazendo ficar colada a ele

S/n: O que você tá fazendo? enlouqueceu de vez? me larga!

Mark: Você vai continuar se fazendo de difícil s/n? agora não tem mais nada pra nos impedir, podemos ficar juntos - Tenta me beijar mais eu o empurro

S/n: Será que você ainda não entendeu? Eu não quero nada com você

Mark: Não fala isso, eu sei que você tá falando da boca pra fora, mas no fundo você quer muito relembrar os velhos tempos

S/n: Aquilo foi um erro, eu nunca deveria ter ficado com você

Mark: Pois se aquilo foi um erro, eu quero errar de novo

S/n: De você eu só quero distância e nada mais, agora me da licença

Eu sai de lá sem nem olhar pra trás, esse dia pra mim realmente não está nada legal

Quando eu finalmente cheguei em casa subi correndo pro meu quarto, não queria encontrar com minha mãe, tenho certeza que ela perguntaria o pq de eu ter voltado tão cedo da escola e eu não queria que ela soubesse

Após trancar a porta do quarto eu me joguei na minha cama já sentindo minhas lágrimas escorrerem por meu rosto

S/n: Eu não acredito que ele fez isso comigo...

S/m: S/n? - ouço minha mãe falar do outro lado da porta

S/n: Sim mãe - digo com a voz meio falha

S/m: Tá tudo bem filha?

S/n: Tá sim mãe

S/m: Pq você veio mais cedo da escola

S/n: Aa, eu, eu não tava me sentindo bem

S/m: o que você tem s/n?

S/n: Não se preoculpe mãe é só uma dor de cabeça, eu já tomei remédio e ja ja passa

S/m: Tem certeza?

S/n: Sim não se preoculpe

S/m: Tudo bem então, eu e o seu pai estamos saindo, vamos visitar sua tia, você quer ir com a gente?

S/n: Não mãe, eu prefiro ficar em casa

S/m: Mas nós só voltamos amanhã filha

S/n: Não se preoculpe, eu vou ficar bem - eu ouço minha mãe suspirar

S/m: Tudo bem filha, mas se cuida tá?

S/n: Tá mãe, tchau

S/m: Tchau meu amor

Eu escuto ela indo embora então me jogo na cama de novo permitindo minhas lágrimas caírem novamente, pelo visto vai ser assim a tarde toda...

Eu estava com muita coisa na cabeça mas acabei pegando no sono.

Quebra de tempo...

Eu acordei com muita dor de cabeça ouvindo o barulho da chuva que estava bem forte naquele momento, peguei meu celular e vi inúmeras chamadas perdidas e algumas mensagens, mas eu não quis ver de quem era então só olhei a hora e joguei meu celular de lado

S/n: Não acredito que eu dormi a tarde toda... Melhor eu descer e comer alguma coisa

Eu tomei um banho quente e vesti um moletom já que estava bem frio, logo depois desci até a cozinha pra ver se tinha alguma coisa pra comer

Abri o armário e vi um pacote de salgadinhos

S/n: É, isso vai servir

Peguei alguma coisa pra beber e voltei pra sala logo ligando a TV e colocando na minha série preferida

Eu estava tentando assistir mais o que eu vi hoje de manhã não saia da minha cabeça, eu não acredito que eu fui tão lerda...

saio dos meus pensamentos ao ouvir a campainha tocando, o que eu achei bem estranho aquela hora da noite então resolvi não atender

A pessoa que estava tocando era bem insistente não parava de apertar a campainha nunca, eu me levantei do sofá indo em direção a porto mas parei assim que ouvi uma voz conhecida chamar meu nome

Jk: S/n..

Sim era o Jungkook, mas o que ele tá fazendo aqui nessa chuva?, tá frio lá fora

Jk: S/n eu sei que você tá ai, por favor abre essa porta vamos conversar...

Eu não queria responder nem queria falar com ele agora, então eu me sentei no chão perto da porta, esperando que ele fosse embora

Jk: Eu não vou sair daqui até você me responder, não sem te explicar o que aconteceu

Eu já estava chorando de novo, só de ouvir a voz dele meu coração já aperta

Jk: P-por favor... - a voz dele saiu falha e trêmula - Eu quero te ver...

Se passaram uns dois minutos e ele ainda continuava ali, me chamando então eu tinha que falar alguma coisa ou ele continuaria ali

Jk: S/n abre a porta por favor..

S/n: Jungkook vai embora

Jk: S/n!? Que bom que você me respondeu vamos conversar me deixa te explicar

S/n: Já disse que não quero suas explicações

Jk: Mas e nós?

S/n: Não existe mais nós, Tá tudo terminado

Jk: Oque?? Não... por favor s/n Não faz isso comigo

S/n: Você deveria ter pensado isso antes de se agarrar com a jennie

Jk: Você entendeu tudo errado, a jennie que me agarrou, acredita em mim

S/n: Não adianta Jungkook, acabou

Jk: Não... - eu ouvi alguns soluços e percebi que ele estava chorando - por favor eu te imploro, não me deixa

S/n: Jungkook vai embora, sai da chuva você vai ficar doente

Jk: Eu não me importo em ficar doente - ouço ele tocir - por favor acredita em mim... - sua voz estava muito falha

Eu sabia que ele não tava bem, então eu não ia deixar ele ficar na chuva e acabar ficando deonte, não podia pensar só em mim, então eu abri a porta o vendo sentado no chão encolhido entre suas pernas

Ele estava totalmente encharcado e tremia muito, não é pra menos estava fazendo muito frio qualquer um ficaria doente

Assim que ele nota que eu abri a porta e me vê ele se levanta de onde estava e vem até mim, quando ele ia tentar me abraçar eu o empesso

S/n: Entra, não quero que você fique doente, se é que não já está - ele assente e entra e em seguida eu fecho a porta - fica aqui vou buscar uma toalha pra você

Eu subi as escadas e fui até o meu quarto peguei uma toalha pra ele se secar e em seguida fui até o quarto dos meus pais e peguei um moletom e uma calça, ia ficar um pouco grande mas servia

desci as escadas o vendo tramendo de frio em pé perto da porta

S/n: toma - entrego tudo pra ele - tem um banheiro no corredor segunda porta a esquerda

Jk: Obrigado - ele olha pra mim da um pequeno sorriso e sobe as escadas

S/n: *susurro* Droga pq eu tenho que ser tão coração mole?

Eu sentei no sofa de novo e passei a mão entre meus fios de cabelo respirando fundo, minha vontade de chorar é imensa mas eu tenho que me recompor...

Depois de um tempo jungkook volta já de roupa trocada e se senta ao meu lado no sofá

Jk: Você vai me deixar explicar o que aconteceu?

S/n: Eu não devia ter deixado nem você entrar aqui mas já que já entrou então prossiga..

Jk: *suspira* Obrigado

S/n: Só não enrrola muito

Jk: Tudo bem. O que você viu lá na quadra, você entendeu as coisas arrado, eu não beijei a jennie, na verdade ela que me puxou e me agarrou

S/n: E o que você estava fazendo lá com ela? pq que eu me lembre você me disse que ia ao banheiro

Jk: E eu realmente ia, mas no meio do caminha a jennie me parou, ela disse que precisava de ajuda na quadra e me puxou até lá

S/n: Mais aquele beijo não pareceu ser forçado

Jk: Mas foi, por favor acredita em mim eu nunca beijaria a jennie eu não gosto daquela garota.

S/n: Eu não sei se posso acreditar...

Jk: S/n eu te amo, você acha que se eu não gostasse de você eu estaria aqui? ou teria ficado lá fora na chuva implorando pra você me deixar te explicar? ou teria enfrentado meu pai pela primeira vez por você? - eu apenas fico em silêncio - Olha eu sei que eu não deveria ter nem aceitado ajudar ela mas na hora eu só queria me livrar logo dela

A todo momento ele expressava ser sincero com as palavras mas eu ainda estou confusa com tudo isso

Jk: Por favor S/n me perdoa, você não sabe o quanto eu chorei pq você não atendia minhas ligações e nem lia minhas mensagens, eu tenho certeza que isso foi uma armação só pra separar nós dois

S/n: realmente pode ter sido isso

Jk: E então? Você acredita em mim? Nós vamos continuar namorando?

continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...