História IMAGINE KAI (KIM JONGIN) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Kai
Tags Exo, Fofo, Imagine, Jongin, Kai, Kim Jongin
Visualizações 88
Palavras 683
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction IMAGINE KAI (KIM JONGIN) - Capítulo 1 - Capítulo Único



- Aaaah, por favor! Vamos! - dizia Baekhyun tirando as cobertas de cima de mim.

- Não, Baek! Por favor não insista. - me cubro novamente - eu não quero vê-lo com ela. Você não sabe o quanto machuca ver ele beijando ela, abraçando ela... e o que mais me dói é o sentimento de impotência. Eu sou apenas uma amiga para ele. - eu já podia sentir as lagrímas molhando o meu travesseiro.

- Como se você fosse mudar alguma coisa mofando nessa cama, não é? - tirou a coberta da de cima de mim, de novo - até porquê vocês não são amigos. - levantou as sobrancelhas.

- Muito incentivador, Byun Baekhyun! - Me sento na cama e reviro os meus olhos.

- Você nunca me deixa terminar. - ele me abraça de lado e põe a minha cabeça contra o seu peito e me encara. - Amigos não se tratam do jeito que ele te trata e... amigos não se beijam. - levantei minha cabeça subtamente, quase que bati em seu queixo e olhei para ele incrédula. Como ele sabia disso?

- Quem te contou?

- Kim Jongin serve? - vejo brotar um sorriso brincalhão em seus lábios - Vamos?

Me levantei em silêncio e fui em direção ao banheiro. Tomo um banho, lavo o cabelo, escovo os dentes e seco o meu cabelo. Saindo do banheiro vou ao meu quarto, lugar esse onde não há mais nem sinal de Baekhuyn. Pego o primeiro vestido que vejo pela frente, o mais irônico nisso é o fato de que esse vestido foi o Jongin que me deu de presente no meu aniversário no ano passado, eu não o usei uma única vez. O vestido vinha até meus joelhos, tinha a cor rosa pastel, com detalhes me renda nos ombros e pequenos brilhos na parte saía, quase não dava para notar. Fiz uma maquiagem simples e passei perfume e coloquei um salto. Eu estava pronta. Desci as escadas e pude ver Baek no sofá. Ele olhou para mim com um sorriso orgulhoso que ia de orelha a orelha.

- Eu quero voltar.

- Não. Você tem confiança o sufiente, agora pare de se por para baixo e vá falar com ele. - ele abriu a porta do carro quase que me jogando para fora. Dava para ouvir o barulho da música alta lá de dentro. Olhei para cima e vi o nome "SMTOWN". Passando por aquela porta de vidro a primeira figura que vejo é a de Jongin, entretanto 'ela' não está ao seu lado, eu me pergunto o porquê. Os rumores de que Jongin estava namorando apenas aumentavam a cada dia que se passava, até eu que era próxima dele estava começando a acreditar que realmente houvesse algo entre os dois. Ele nota a nossa presença e vem até nós.

- Pensei que você não vinha. - agora, com ele olhando nos meus olhos, sinto que fiz a coisa certa ouvinndo Baekhuyn. Ele está sorrindo tão lindamente, está tão lindo nessa roupa social. - Você está muito linda nesse vestido. - ele me olha de cima para baixo com um lindo sorrindo.

- MAS GENTE! Olha alí o Heechul! - Baekhyun vai de encontro a Heechul que estava ao lado de Yesung e Shindong e começaram uma conversa muito animada.

- Você pode me acompanhar? Quero conversar com você - ele estende a mão gentilmente, e eu em resposta coloco a minha sobre a dele. Nós vamos para um canto mais reservado e silencioso - Eu não sei como começar com isso... - suspiro - Eu poderia tomar o caminho de volta dessa estrada chamada "esquecimento", mas seus olhos vão me levar de volta para essa casa chamada "amor". E se você me conhece , como eu te conheço... você deve me amar, você deve saber. Bem, eu sei que há um limite pra tudo, mas eu não amo meus amigos como amo você... - olhando bem no fundo dos olhos - nós não somos amigos. Nós poderíamos ser qualquer coisa, se nós tentarmos... o que eu quero dizer é que... eu quero que você seja minha. Você aceita?


Notas Finais


Não se esqueça de comentar, por favorzinho ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...