1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Kakashi >
  3. Capítulo 3: O Festival

História Imagine Kakashi - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Obs: Todos os personagens tem entre 13 ou 14 anos.

Capítulo 3 - Capítulo 3: O Festival


Fanfic / Fanfiction Imagine Kakashi - Capítulo 3 - Capítulo 3: O Festival

Acordei cedo hoje, talvez não tão cedo assim, mas pelos menos antes do Kakashi que ainda estava dormindo. A chuva ainda caía forte lá fora, e mesmo que eu quisesse ir embora, não conseguiria por estar preocupada com a saúde dele. Vez ou outra eu checava a temperatura dele, que as vezes a febre baixava e as vezes aumentava. 

Com toda essa chuva, acho difícil ter o festival. Vou até a cozinha para preparar o café da manhã, como eu não sei muito bem quais são as comidas favoritas dele, decidi fazer uma refeição básica. Coloquei o avental branco para começar a cozinhar

Depois de algum tempo eu finalmente terminei de cozinhar. Organizei todos os pratos na mesa junto com a refeição, e o Hatake enfim acorda. Ao chegar no local em que eu estava, ele fica surpreso com a mesa toda organizada com vários pratos, dentre eles missoshiru, tempura, robata e niguiri. 

Kakashi: Você preparou tudo isso sozinha? ---ele falou enquanto analisava toda a mesa surpreso. 

S/n: Alguns já estavam quase prontos... Mas a maioria sim. ---sorri me sentando na cadeira. 

Ele também se sentou em uma cadeira pensativo, fizemos o tradicional Itadakimasu para enfim comermos a refeição. 

Kakashi: S/n, eu tenho que te contar uma coisa. ---levantando os olhos em minha direção e fazendo uma expressão séria, ele fala. 

S/n: Ah, estou ouvindo... 

Kakashi: A partir de agora, não vamos nos ver tão facilmente. 

S/n: Hã? Eu não entendi, o que quer dizer? 

Kakashi: Eu entrei para a anbu, então vou ter muitas missões. Não vou ter mais tanto tempo disponível. 

S/n: Oh, eu entendo. 

Sorri fraco e desviei meu olhar para a janela, o céu estava azul com lindas nuvens brancas, totalmente límpido. Quase não se vía vestígios de que acabará de chover. 

S/n: Olhe a chuva já passou. O clima está um pouco frio ainda, porém não há mais sinais de que vá chover novamente. Você deveria descansar mais um pouco. E eu já vou indo.

Kakashi: S/n-chan... ---ele baixou o olhar e eu sorri afagando seus cabelos. 

S/n: Vamos nos ver no Festival tudo bem? 

Ele afirma com a cabeça e eu saí de sua casa. O céu agora estava iluminado pelo sol que brilhava e deixava tudo e todos mais alegres, além de aquecer nossos corpos, aquecia nossos corações. 

Mas fui incapaz de me sentir feliz ou alegre, não pude deixar de me sentir chateada. Sei que vamos nos ver ainda, porém não será a mesma coisa que anteriormente, agora ele estará cansado constantemente, vai sair quase que diariamente em missões. 

Abanei a cabeça na esperança de esquecer todos esses pensamentos,e para minha alegria Kurenai, Asuma e Gai estavam em um pequeno campo de treinamento. Corri até eles que estavam organizando algumas caixas. 

S/n: Isso tudo é para o concurso? ---arregalei meus olhos enquanto observava todas aquelas caixas. 

Gai: É sim! Nós vamos vencer! ---ele sorriu grandemente. 

Asuma: O Gai está tendo várias ideias malucas com os fogos... 

Kurenai: Estou com medo, ele vai acabar jogando fogo para todos os lados. 

Asuma: Ele vai acabar é nos matando. 

Gai: Não é verdade, não sejam tão pessimistas! Deixem o poder da Juventude queimar e explodir dentro de vocês!! 

Asuma: Agora ele quer que a gente se exploda de dentro pra fora... 

Começamos a rir com a observação do Asuma. 

S/n: Bom, vou deixá-los trabalhar. Já vou indo então boa sorte para vocês! 

Kurenai: Tchau S/n! Nos vemos no Festival!! 

Acenei com um largo sorriso em meus lábios antes de correr para casa. 

           Quebra de Tempo 

Já são mais ou menos 18:40, o festival de fogos já vai começar, então me apressei para colocar meu kimono e corri para um campo que ficava entre Konoha e a floresta. 

Haviam várias barraquinhas de comidas, brinquedos e lembrancinhas. O local estava muito bem iluminado pelas estrelas e pequenas luzes espalhadas pelo lugar. 

Kurenai: S/n! Estamos aqui! 

Ela estava junto com os outros perto de uma barraquinha de pipoca, quando me vê ela acena sorridente. 

Gai: Uau, seu kimono é lindo S/n! ---seus olhos brilham ao ver o meu kimono. 

S/n: Muito obrigada, vocês estão muito bonitos também. 

Kurenai: Ah S/n! Eu quero te apresentar alguns dos nossos amigos. ---ela me puxa até um pequeno grupo de pessoas--- Essa é a Anko. 

Anko: Oi, tudo bem? ---ela sorriu gentilmente. 

Kurenai: Anko essa é a S/n.

S/n: É um prazer conhecê-la. 

Anko: O prazer é todo meu! 

Ibiki: Você é a Namikaze S/n não é? 

S/n: Sou sim, você é o Ibiki Morino não é? 

Ibiki: Sou sim. 

Asuma e Gai se aproximaram e começamos a conversar sobre vários assuntos aleatórios. Tudo estava indo bem, até três garotos que estavam ali perto começarem a cochichar coisas ao meu respeito. 

Yogi: Ela é aquela garota Namikaze não é? 

Tao: Ouvi dizer que depois que ela perdeu os pais ela se tornou pobre. 

Hyuki: Como será que os pais dela morreram? 

Yogi: Então você não sabe? Dizem que o Tsuchikage enviou os melhores shinobis de Iwa para exterminar o clã Namikaze. 

Tao: Os pais dela eram tão fracos assim? 

Hyuki: Com certeza eram. 

Com toda essa conversa entre eles, senti um peso crescer em meu peito.

Kurenai: Você está bem? 

S/n: Estou sim, eu vou dar uma volta. 

Forcei um sorriso e comecei a andar até me sentar em uma pequena colina bem mais adentro da floresta. 

Meus pais foram grandes ninjas de Konoha, mas infelizmente eles morreram para proteger a vila e a mim. Coloco meu rosto entre os joelhos com algumas lágrimas escorrendo pelas minhas bochechas. 

Senti uma mão quente e reconfortante pousar sobre meu ombro, levantei a cabeça e o olhei ainda com lágrimas escorrendo pelo meu rosto, era o Kakashi que sorria melancólico para mim, e ao se sentar ao meu lado ele começou a me perguntar o que havia acontecido. 

Depois de lhe explicar toda a situação ele passou o braço em volta de meus ombros e me puxou para mais perto, como uma forma de me confortar. 

Kakashi: Não dê ouvidos a esse tipo de pessoa, eles não sabem de nada. 

Ele falou gentilmente acariciando meu ombro de forma reconfortante.

S/n: Arigatō Gagashi-kun!

Sorri amavelmente e abraçando o seu braço deitei minha cabeça em seu ombro. 

Kakashi: Olhe, já vai começar. 

Ele apontou para o céu que estava repleto de estrelas brilhantes e cintilantes, abrimos sorrisos largos ao ver aquelas enormes e lindas explosões de cores no céu estrelado. 

Passamos alguns minutos em silêncio, eu tirei meus olhos do céu e encarei o Hatake que também estava me encarando. 

Kakashi: Pão de mel.

S/n: Fala Gagashi. 

Kakashi: Você é uma boba sabia? 

Ele bagunçou meus cabelos rindo levemente. Voltei a colocar minha cabeça em seu ombro, senti o calor de seu corpo me esquentar em meio a noite fria, senti minhas bochechas corar quando ele passou o braço em volta de meus ombros me puxando para mais perto. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...