1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Kakyoin - you promise? >
  3. Único.

História Imagine Kakyoin - you promise? - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


nn abandonei a fic de jotakak, to escrevendo o prox cap
talvez tenha mais um imagine desse homem perfeito

como sempre, boa leitura
♥️🐬

Capítulo 1 - Único.


Fanfic / Fanfiction Imagine Kakyoin - you promise? - Capítulo 1 - Único.


Um dia comum como todos os outros, o clima estava agradável, com um número exagerado de nuvens no céu

Os raios de pouco sol batiam em S/N, que estava em frente a casa de Kakyoin, todo dia tentava falar algo para ele mas sempre era deixada de lado

Não entendia o motivo, sempre parecia ocupado com seus novos amigos que não dava atenção para a pobre garota, que sempre esteve lá para tudo

Absolutamente tudo

─ Kakyoin.. ─ Sussurrou seu nome colocando a mão sobre o peito, sentia seu coração bater calmamente, apenas de pensar no ruivo trazia uma calma incrível

Em uma Sexta-feira, Kakyoin conseguiu ver a garota enquanto estava saindo de casa. Em seu quintal viu ela de longe, os cabelos C/C não enganavam o ruivo, que ficou chocado e com os olhos marejados

─ S/N, é você mesmo? ─ Passava a mão sobre os braços e rosto dela, tentando conter as lágrimas

─ Claro que sou eu ─ S/N abraçou seu melhor amigo, não entendendo essa reação bem diferente do que esperava, afinal eles sempre se encontravam todo dia, por que só agora ele a notou?

─ Eu só desejo que você nunca mais me abandone ─ Soluçava em seu ombro, apenas ela que não estava compreendendo aquilo tudo

─ Nunca vou te abandonar, eu prometo - Estendeu o dedinho e, Noriaki também estendeu o dele, entrelaçando os dois ─ Prometo de dedinho! ─ Riu olhando para os dois mindinhos que estavam grudados

─ Se você quebrar essa promessa eu te bato ─ A abraçou mais uma vez ─ Venha, vamos pra minha casa

─ Okay ─ S/N foi dando pequenos pulinhos, estava feliz, depois de tanto tempo tentando chamar sua atenção, agora estava conversando com Kakyoin

Todo dia era uma surpresa nova, uma delas foi que nem sua mãe conseguia a ver, era como se fosse um "nada", gritava e mesmo assim a mais velha não conseguia perceber

Sentou em frente a calçada de sua casa, abaixando a cabeça e começando a chorar de leve

Logo esse choro que ela acreditava se passageiro, se tornou algo terrível, S/N estava com os olhos vermelhos de tanto chorar

─ S/N! ─ Kakyoin sentou ao seu lado e começou a fazer brincadeiras bobas para pelo menos ver um sorriso de canto

Continuou e continuou, caia, fazia graça, ria alto

Até que deixou acontecer a tão esperada coisa, começou a rir limpando as lágrimas que ainda estavam em suas bochechas com um tom de pele vermelho nelas, isso deixou Kakyoin muito alegre

─ Prometa mais uma coisa para mim, certo? ─ Se agachou em sua frente segurando suas mãos ─ Me prometa que nunca mais vai chorar ─ S/N ficou pensando que isso era impossível, uma hora ou outra ela ia acabar chorando

Noriaki moveu seus próprios dedos e formou um sorriso nos lábios da garota

─ Seu sorriso é mais lindo do que sua cara de choro

─ Tá, tá, eu prometo que não vou mais chorar ─ Tirou os dedos de Kakyoin do canto de sua boca, desta vez, um sorriso verdadeiro foi feito

─ Muito linda - Se derreteu todo mas se recompôs quando viu a garota rindo mais ainda ─ Corrigindo, você fica melhor sorrindo mesmo ─ Fez uma tosse forçada

Dias se passaram, os dois estavam ficando muito mais próximos

E mais uma coisa : ninguém mais conseguia perceber que S/N estava ali, presente no mesmo ambiente de outras pessoas

Isso quebrava o coração de Kakyoin, ver ela querendo conversar com toda essa gente, e não podendo.

Tentaram descobrir, mas não conseguiram, isso deixava a jovem bem deprimida

Queria que sua vida fosse como antes, tudo igual antigamente...

Chegar em casa, conversar com sua mãe sobre as coisas da escola, encontrar Kakyoin e seus outros amigos na rua

Tudo isso estava acabado

Apenas Kakyoin conseguia vê-la

Mas, por quê?

Por que só ele?

Essas infinitas perguntas sem uma resposta exata, mexiam com seu psicológico, que já estava afetado por todos esses acontecimentos

S/N sempre sentiu a vontade de visitar um local que despertava sua curiosidade

Hoje, foram ver se tinha algo de interessante

Uma casa normal e bem simples, não sabia o motivo de nada, mas ficar perto deste lugar lhe causava arrepios

Kakyoin e S/N morreram de susto quando o dono saiu dizendo para se afastar imediatamente

O rosto do sujeito fazia a garota ter um ataque de pânico, seu parceiro percebeu isso, assim como também notou outros detalhes que preferiu não comentar

─ Você também não vai mais me perceber, Kakyoin? ─ O ruivo a olhava mas não dizia nada, como ele iria saber?

─ Eu.. ─ Fez carinho em seu cabelo - Eu nunca vou te esquecer, S/N ─ A garota sentia como se precisasse sempre do carinho de seu melhor amigo, é algo que alivia sua alma, a deixando livre de preocupações ou pensamentos negativos




S/N On


─ Promete?

─ Prometo. Ah, nós estamos cheios de promessas, né?

─ Sim, eu sei que não vou quebrar as minhas, você eu duvido muito

─ Qual é S/N, um bom homem cumpre com sua palavra

─ Ok então, cumpra com sua palavra, "bom homem" ─ Baguncei seu cabelo e corri para o meio da rua

Senti algo me perfurar por trás, o medo habitou em mim novamente

Por que isso?

Memórias confusas começaram a vir para mim, pessoas gritando, outras chorando, algumas rindo

Meu corpo foi dominado pelo cansaço, a vontade de deitar mas de um jeito estranho, é como se eu não tivesse controle sobre ele

Estava quase desvendando, uma coisa de formato familiar parece ter feito parte disso

─ Por favor..acorde ─ Ao ouvir a voz dele, puxei a camisa de Kakyoin com força, estava com medo de cair em algum buraco profundo, mesmo que eu não conseguisse ver ele ─ O que está acontecendo?

─ Uma parte de mim morreu ─ Toquei em seu rosto, sorrindo gentilmente

─ S/N..você..? - Olhava como se estivesse me procurando ─ S/N! ─ Gritou me largando no chão sem perceber, me contorci de dor na hora do impacto que foi contra o asfalto

─ Noriaki.. ─ Uma moça de pele pálida saiu de sua casa, minha visão estava péssima, não consegui ver quem era ─ Com quem estava falando?

─ Ela, a S/N! onde está? ela estava aqui agora mesmo e eu ─ A mulher tapou sua boca e em seguida o abraçou

─ Meu querido, você sabe que ela se foi semana passada... ─ Kakyoin se afastou repetindo "Não, eu não vou acreditar em você" sem parar ─ É difícil aceitar isso, uma garota tão doce e jovem

Tudo está fazendo sentido agora, as pessoas..as que riam, estavam envolvidas

─ Pare de mentir - Se recusava a acreditar ─ S/N está aqui, eu sei que está! ─ Sua voz alta deixou a mulher assustada por um momento

─ Está tudo bem, é algo impossível de engolir ─ Colocou suas mãos, também pálidas, sobre a boca ─ Minha garotinha virou um anjo

Minha garotinha? como?

Espere um minuto, não, não pode...isso não pode estar acontecendo

Agora, consegui identificar esta mulher, é a mulher que daria sua vida por mim

Estendi minha mão para Kakyoin, esperando que ele a pegasse como sempre faz

Tudo começou a ficar escuro, até eu não enxergar mais ele e nem nada ao redor

Minhas lágrimas são as únicas possíveis de se ver, brilham como um diamante em meio a escuridão me engolindo por total

Me controlava para não enlouquecer de uma só vez, por favor, alguém me salve

Kakyoin, venha me acalmar, aqueça minha alma com seu abraço

Quero apenas mais um pouco dessa doce ilusão

 Me desculpe, irei quebrar minha promessa

Assustador, sufocante...conseguia ouvir apenas meu choro e os soluços descontrolados

─ Por que? por que só ele conseguia conversar comigo? Uma reposta...UMA ─ Grito, sabendo que ninguém irá responder, morrer com isso engasgado é a pior sensação

O rosto...o rosto dele

Aquele homem fez algo a mim, estou certa?

Muitas pessoas suspeitavam de que ele se envolvia com coisas erradas, ou fazia diversas maldades

A última pessoa que quis a verdade por conta própria, nunca mais apareceu

Não posso acreditar...ele...

É ele?

"Notícias urgentes do último caso de jovem garota encontrada morta na noite de sexta-feira"

Seu corpo foi encontrado com marcas vermelhas por toda a região, aparentando ter sido espancada até perder a consciência

Em um quintal de uma casa vazia, a jovem estava amarrada, uma mordaça em sua boca teria sido presa com muita força

Logo após muitas investigações, foram descobertas coisas chocantes

O homem que antes estava em procura da polícia, havia cometido mais crimes como esse, pegando jovens para abusar, espancar, e, por fim, matar.

Felizmente ele foi encontrado graças a uma denúncia feita por um adolescente de dezessete anos amigo da vítima, ao ver o sujeito, se enfureceu

No local, dois policiais precisaram o segurar, controlando sua raiva

Os outros envolvidos neste crime, estão sobre a procura dos policiais

Esse foi o jornal de hoje, tenha um bom dia. Caso recebermos mais informações sobre o caso-

A televisão foi desligada, Kakyoin estava de mal humor como sempre

Começou a perder o interesse em muitas coisas, mas, não parou de produzir suas obras de arte

Uma delas é de uma menina inspirada em sua melhor amiga, ele guarda esse quadro em sua sala de estar

Continua sendo frequente quando ele mergulhava em seus pensamentos e começa a surtar, implorando para Deus trazer ela de volta, uma vida tirada de forma injusta e podre

Mal o garoto sabia que, na verdade, ela estava sofrendo mais ainda em ver o amigo nessas condições

Como um passáro sem asas, a menina não consegue voar para lugar nenhum, seu doce canto poderá ser ouvido todas as noites

Mas, a dor que sente em seu coração continuará sempre tocando a melodia de alguém que está sozinho

Infelizmente ela parou de cantar para os outros, canta agora na tentativa de aliviar sua alma

Só de ver Kakyoin todas as sensações ruins somem, deixando somente uma rachadura

Poderá ser curada quando Kakyoin se perdoar, sorrir, ou voltar a ser o menino mais alegre de antes

Eles precisam se libertar de todos os seus fantasmas, conseguindo finalmente, seguir em frente

Ter a liberdade em mãos e voar livre, zelando pela segurança um do outro




Notas Finais


primeiro imagine q faço scrr
e sem putaria, amém
eu tava qrendo fazer do giorno tbm, q tal?

bom, bye, amo vcs, serumaninhos sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...