História Imagine Kim Namjoon - One more time... - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), HyunA, Jay Park, K.A.R.D
Visualizações 33
Palavras 1.038
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem... ❤

Capítulo 5 - O que está acontecendo??


Vou andando pela casa até que vejo marcas vermelhas no chão, parecia sangue.

Nam - Omma? 

Sigo o sangue ate um quarto que estava de portas fechadas, havia uma poça de sangue ali, abro a porta devagar e dou de cara com meu pai e minha mae jogandos no chão cobertos de sangue, corro até eles e me ajoelho ao lado dos dois, começo a chorar.

Nam - Omma!!! -Grito - Appa!! - Grito novamente - Acorda... Acorda por favor... Vcs não podem me dxr aqui assim... Por favor Omma - Digo entre soluços.

Vejo minha mãe mexer levemente a mão e abrir os olhos e olhar em minha direção.

Omma - Nam... - Ela sussurra

Nam -Omma - Digo a olhando, entre soluços

Omma - Nam... Desculpe... - Ela começa a perder o resto de força que lhe restava

Nam - Omma fica comigo por favor - Digo passando a mão em seu rosto sujo de sangue e deixando sem querer uma lagrima cair em seu rosto

Omma - Desculpa Nam - Uma lágrima cai de seu olho e ele a fecha morrendo em meus braços

Nam - Não... Não... Omma... Acorda - Começo a alterar a voz - Omma não me deixe por favor.... NÃO - Grito

S/n - Nam - Sinto ela me abrançando por trás, apenas me viro e abraço me acabando em lágrimas.

Fico ali como se ela fosse meu porto seguro, apenas chorando, enqt ela acariciava minha nuca, apoio meu rosto em seu colo, me sentindo perder as forças, até que DPS de um tempo em silêncio ela fala.

S/n - Precisamos ligar pra polícia agr Nam...

Apenas assento com  a cabeça sem olha-la e sem tirar a cabeça de seu colo, e sem parar de acariciar minha nuca ela pega o celular com a mão livre e liga para a polícia.

S/n - E dá emergência? E que tem duas pessoas assassinadas aqui... Okay - Ela termina a ligação passando o endereço para a atendente.

Ela fica ali mais um tempo sem dizer uma palavra, apenas me fznd carinho enqt eu chorava.

S/n - Temos que ir Nam... A polícia vai querer te fzr perguntas, e sei que agr não é a hora, vamos - Ela disse com tanta calma, que me levantei devagar, mas de cabeça baixa e ela me guiou até o carro.

Ela dirigiu de volta para a casa dela, e me ajudou a ir para o quarto de hóspedes, me ajudou a deitar na cama pois eu estava fraco de tanto chorar. Quando ela ia sair do quarto, seguro seu pulso.

Nam- Por favor. Fica aqui - Falo quase em um sussurro a olhando nos olhos.

Ela se deitou ao meu lado, e voltou  a acariciar meus cabelos até eu dormir.

``Namjoon Off```

Me deitei ao lado de Nam e fiquei ali quieta fznd carinho nele, não queria perguntar o que havia acontecido para os pais dele terem sido assassinados, pois eu sabia que essa não era a hora pois sei como e perder alguém, e quando alguem fica te perguntando o que aconteceu parece que você passa por aquilo um milhão de vezes e a dor e bem maior. Depois de um tempo vejo que o mesmo dormiu, fico o olhando enqt dormia, seus olhos estavam inchados por causa do choro, seu rosto tbm estava vermelho, mas seu rosto parecia tranquilo, quieto, calmo, passo a mão por sua bochecha, sua pele era macia como um pêssego, eu estava realmente apaixonada por aquele garoto, fico ali o observando até pegar no sono.

Acordo com os raios do sol batendo em meus olhos, olho pra Namjoon e o mesmo dormia como um anjo, tento me levantar, mas mesmo me puxa pela cintura me voltando para a cama.

S/n - Nam eu preciso levantar...

Nam - Fica mais um pouco - Ele diz sem abrir os olhos

S/n - Nam eu realmente preciso levantar - Tiro suas mãos de minha cintura - Pode continuar a dormir

Saio do quarto e o mesmo continua dormindo, vou para meu quarto e a caminho de meu quarto vejo Alfred.

S/n - Alfred - O mesmo se vira pra mim

Alf- S/n? O que est fznd acordada? Pq ainda está com essas roupas

S/n - Venha Alfred vou te explicar tudo.

Levo o mesmo pra dentro do meu quarto e tranco a porta. Sento na cama e ele se senta ao meu lado, explico tudo que aconteceu ontem, e o mesmo fica de boca aberta.

S/n - Ele vai ficar aqui um tempo ta?

Alf - Ta, mas e as roupas dele? 

S/n - Isso a gente da um jeito - Faço uma pausa - Só não fica perguntando pra ele o que aconteceu ou sobre a família dele ta? Sei como e perder alguém e ficar perguntando só piora as coisas... Agr a mente dele deve estar td confusa, e ele esta muito triste

Alf - Eu entendo

Sorrio e me levanto e destranco a porta.

S/n - Eu vou ficar sem ir na aula pra ajudar ele, então chame aquele meu professor particular e tranque minha matricula na escola, vou voltar a ter aulas em casa...

Alf - Okay - O mesmo se levanta e sai.

Fecho a porta e a tranco novamente. Vou para o banheiro, e tiro minhas roupas, queria me livrar daquele clima pesado que estava me perseguindo, entro no box e tomo um banho demorado, dps saio faço minhas higienes e troco de roupa colocando uma roupa leve. Saio do quarto, e vou para o quarto onde Nam estava, o mesmo estava deitado ainda só que acordado brincando com um fio solto do travesseiro.

S/n - Nam - Chamo calma da porta, o mesmo me olha e se levanta - VC quer tomar banho ou tomar café primeiro?

Nam - Prefiro tomar um banho

S/n - Vem vou te dar algumas roupas

Guio o mesmo até meu quarto, e vou para meu closet, onde estava as roupas que ele tinha usado pra nadar

S/n - Nam vem cá - O mesmo vem até mim - Usa essa bermuda dnv, DPS damos um jeito de arrumar mais roupas pra vc, tem toalha, uma escova de dente lacrada no banheiro, VC pode usar - Seguro a mão do mesmo e o levo até o banheiro do meu quarto - Pode tomar banho aqui, eu vou descer - dou um bjo em sua bochecha e saio do quarto deixando o mesmo sozinho.

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...