1. Spirit Fanfics >
  2. (IMAGINE) Kim Seokjin - A New Chance To Love >
  3. Amigos!?

História (IMAGINE) Kim Seokjin - A New Chance To Love - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Bonjour Caramelows!! Aqui está o primeiro episódio oficial de “A New Chance To Love”. Eu espero que gostem! 

(Se houve algum erro de ortografia, eu peço desculpas.)

Capítulo 2 - Amigos!?


S/N On ~


S/N: Mas uma manhã de trabalho. - Digo me levantando de minha cama, indo em direção ao banheiro para fazer minha higienes matinais. -


[...]


S/N: - Já havia tomado um banho e me arrumado, tomei meu café e fui para a empresa onde era a advogada. Depois de pagar o táxi entrei e fui até o elevador, indo para o andar onde fica a sala onde será a reunião. Ao chegar, me sento perto do meu cliente(O dono da empresa). Não demora muito é a reunião começa, poucos minutos depois, alguém bate na porta e entra. -


Haru: Srta. S/N? Desculpe te atrapalhar, é que estão de chamando no andar de baixo. 


S/N: Ah, tudo bem. - Sorrio para o meu melhor amigo e peço licença, assim saindo da sala junto com Haru. -


Haru: Vejo que está de bom humor.


S/N: Parece que sim. - Digo caminhando em direção ao elevador. - 


Haru: Ai meu Deus, vai me dizer que finalmente transou com alguém?! - O encaro seriamente. -


S/N: Haru, seu idiota! Claro que não. Você sabe muito bem que eu não faço esses tipos de coisas!


Haru: Minha querida, o que eu não sei é como você está aguentando ainda não ter transado com ninguém. Porque eu não aguento ficar nem 1 uma semana sem fazer “esses tipos de coisas”, como você diz! 


S/N: Isso é porque você tem muito fogo naquele lugar, eu não. 


Haru: - Ele ri de forma sarcástica. - Todo mundo tem fogo “naquele lugar”, você também tem, é só porque ninguém ainda acendeu ele o suficiente que o fizesse queimar. Você entende? 


S/N: Não acredito que estou discutindo com o melhor amigo, quem tem mais fogo! - Digo rindo e assim entro no elevador. -


[...]


S/N: - Depois de ir para o andar de baixo, voltei para a reunião, e umas 2 horas depois, a mesma acabou. Já estava saindo da empresa pronta para ir pra casa, quando ouço meu celular tocar. -


???: Senhorita S/N? 


S/N: Sim. Pois não?


???: Eu estou lhe atrapalhando em algo importante? 


S/N: Não, pode falar.


???: Bem, é o Kim Seokjin, sou seu cliente. 


S/N: Ah, sim! Sr. Kim. O que o senhor deseja?


Seokjin: Só quero saber se podemos nós encontrar, quero lhe perguntar algumas coisas, sobre os papéis do divórcio. 


S/N: Claro. Onde podemos nos ver?


Seokjin: Pode ser na cafeteria Sawyerville? 


S/N: Aquele que fica no centro da cidade? 


Seokjin: Sim. Esse mesmo! Pode ser daqui a meio hora? 


S/N: Ah, sim... Pode sim!


Seokjin: Ok, obrigada, Srta. S/N! 


S/N: Não a de que senhor, esse é apenas meu trabalho! - Educadamente ele se despede e assim desliga. Pego um táxis indo para o restaurante. -


[...]


Seokjin On ~


Seokjin: - Já fazia um tempo que tinha chegado e estava esperando S/N, logo a vejo entrar no lugar e vir em direção a mesa onde eu estou sentado -


S/N: Bom dia, Sr. Kim! 


Seokjin: Bom dia, Srta. S/N! - Ela sorri gentilmente e se senta de frente para mim - Vai querer beber algo? 


S/N: Não, senhor. Mas obrigada mesmo assim! 


Seokjin: Sem problemas. - O garçom vem em nossa mesa e eu penso um café expresso, o mesmo logo se retira ao anotar meu pedido -


S/N: Bem, o senhor me chamou aqui porque tem algumas dúvidas sobre os papéis de seu divórcio, quais sérião? 


Seokjin: Não são bem dúvidas, só quero saber mais sobre. A senhorita poderia me falar sobre os direitos que cada um tem, tanto financeiro, quanto às outras coisas? 


S/N: Claro. Como vocês só são casados a 3 anos, podemos dizer que arrecadaram bastante dinheiro juntos, então cada um receberá metade disso, já que vocês não tiveram filhos, pelo que eu saiba. 


Seokjin: E se tivéssemos? 


S/N: Bem... Ai já seria algo mais complicado, teríamos que fazer todo um processo para ver qual de vocês dois iriam ficar com a criança, mas idependente disso, quem ficar com a criança, poderia ter um direito de receber pensões mensais. Isso normalmente são mais as mães que recebem, mas isso depende bastante do estado financeiro dos pais, e se ela quer receber algum tipo de salário para ajudar a cuidar da criança.


Seokjin: Entendo. - Ficamos um tempo em silêncio. Nesse tempo eu pude observar detalhadamente as feições da jovem mulher em minha frente, seus lábios poderiam facilmente ser desejados, eles são bem atraentes... Mas o que eu estou pensando? Kim Seokjin, ela é sua advogada, é muito inadequado ter esse tipos de pensamentos. Assim meu devaneios são interrompidos quando o garçom chega com meu pedido -


Garçom: Aqui está, senhor!


[...]


S/N On ~


S/N: Finalmente em casa! - Digo me jogando no sofá da sala - Que dia. Preciso imediatamente de um banho quente. - Me levanto rapidamente indo até meu quarto, jogo minha bolsa em cima da minha cama e vou direto para o banheiro, tiro minha roupas e entro no box. Depois de um banho relaxante, visto meu pijama e me deito em minha cama, como estava bastante cansada não demorou muito para que adormecesse. -


[...]


S/N: - Já era de manhã, eu estava na sala de espera junto com o Sr. Kim, hoje é dia de mais uma reunião do processo para o divórcio. Estou começando a ficar nervosa, o Sr. Kim não parava de me encarar, olhei para o rosto do mesmo e ele continuou me encarando - Sr. Kim, está tudo bem?


Seokjin: A-Ah... Está sim! - O mesmo dá um sorriso meio fraco, eu retribuo seu sorriso meio preocupada -


S/N: O Senhor tem certeza? 


Seokjin: Sim, tenho!


S/N: Não quer que eu te busque uma água?


Seokjin: Muita gentileza sua, mas não será necessário! Mas obrigado mesmo assim. 


S/N: De nada.


[...]


S/N: - A reunião de processo havia acabado, estavamos saindo do prédio, eu estava já pronto para chamar um táxi, mas o Sr. Kim chama minhaminha atenção. -


Seokjin: Não quer que eu te de uma carona?


S/N: Não se preocupe, eu não quero incomodar! 


Seokjin: Não incomoda. Pode entrar! - Diz abrindo a porta do carro do lado do passageiro. Sem dizer mais nada eu entro. Durante o caminho ele me perguntou o caminha do minha casa, eu o expliquei e assim o mesmo seguiu. O resto do caminho foi um silêncio total. Quando finalmente chegamos, eu agradeci a gentileza do mesmo, estava pronto para sair, mas ele me interrompe -


S/N: - Olho em sua direção e o mesmo ficar encarando meu rosto. - Sim, Sr. Kim? 


Seokjin: É...


CONTINUA...!? 



Notas Finais


Bem, esse foi o episódio! Obrigada por dedicar um pedacinho do seu tempo para ler essa história.

Xoxo~ 


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...