História Imagine Kim Taehyung - Just a Dream - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan, Bts, Hoseok, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoom, Suga, Taehyung
Visualizações 167
Palavras 2.507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção Adolescente, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem a demora pra atualizar, espero que vocês gostem e me desculpem se tiverem erros de português ( ou do corretor msm kk ) não tive tempo de revisar o cap ❤

Capítulo 11 - Eu te amo!


Fanfic / Fanfiction Imagine Kim Taehyung - Just a Dream - Capítulo 11 - Eu te amo!

-O-o que você quer conversar Tae?


Perguntei engolindo em seco, Taehyung continuava à centímetros de mim me deixando cada vez mais tensa, nunca imaginei que o mesmo fosse capaz de se aproximar daquela forma de mim ou de qualquer outra garota por conta de sua timidez mas pelo visto eu estava enganada. 

Taehyung então começou à falar, porém sem se afastar de mim sequer um centímetro.


-Eu te amo...


Falou ele, apenas isso, uma simples frase mas que me deixou com as pernas bambas. Não conseguia acreditar que Taehyung havia mesmo dito aquilo, e por que havia dito aquilo? Ele não poderia estar falando sério.


-T-Tae...V-você...

-Já faz um tempo que quero te dizer isso mas nunca encontrei coragem para falar... Pelo menos não até hoje... Desde que nos conhecemos à três anos meu amor por você foi crescendo, apesar de não nos falarmos sempre olhava pra você, sempre me preocupei e quis estar ao seu lado, ser seu amigo... Sei que eu não mereço você, sei que você não sente o mesmo por mim mas eu sou e sempre fui completamente apaixonado por você... Você é muito especial pra mim S/N e sei que o que estou fazendo agora pode estragar nossa amizade mas eu precisava fazer isso, não aguentava mais ser sufocado por esse sentimento todos os dias, não aguentava mais acordar e saber que somos tão diferentes... Eu queria ser bom o suficiente pra você... Mas já que não sou só te peço para não se afastar de mim... Eu te amo... Muito... Sei que nunca iremos ficar juntos mas por favor não deixe de ser minha amiga por conta dos meus sentimentos... E-eu não sei mais se conseguiria viver sem você...


Falou Taehyung, pude sentir a intensidade de sua voz porém ao mesmo tempo um tom de tristeza, Tae parecia estar guardando aquilo à muito tempo, assim como eu. Nunca imaginei que o mesmo pudesse sentir por mim o que eu sentia por ele mas pelo visto eu estava enganada... Taehyung estava ali à minha frente expressando seus sentimentos por mim e humilhando à sí mesmo para ter coragem de me dizer aquelas coisas. Não sabia como reagir, o garoto que eu amava havia acabado de confessar seu amor por mim, aquilo deveria ser bom, deveríamos ficar juntos à partir de agora porém eu estava com medo, medo do que poderia acontecer se ficassemos juntos.


-T-Tae eu... Eu nunca imaginei que...

-Que eu gostasse de você? Eu sei... E eu entendo... Nós nunca ficaremos juntos, não precisa me dizer isso... Me desculpe por tudo isso S/N...


Falou ele aos poucos se afastando, apesar de estar insegura senti que não poderia deixá-lo ir, não daquela forma.


-Taehyung!!!! 


Falei andando até ele e o puxando para perto de mim. Tae pareceu surpreso.


-Taehyung por favor... Pare de pensar assim... Eu nunca me afastaria de você, entendeu? Você não precisa se humilhar desse jeito por mim...Eu nunca imaginei que você...

-Eu entendo S/N, você não esperava isso... Eu precisava colocar tudo para fora, e agradeço por você entender... Mas nós somos muito diferentes, eu entendo que você nunca olharia pra mim... Mas obrigado por não se afastar... Isso só prova que você é uma ótima amiga...


Falou ele se virando novamente em direção à saída. Ainda sem acreditar andei até ele e novamente o puxei para perto de mim.


-Tae, espera... E-eu sei que somos diferentes mas eu nunca disse que isso era um problema... Pare de pensar assim... E-eu só não esperava que você fosse me dizer essas coisas, não esperava uma declaração dessas vinda de sua parte...

-É claro que não esperava... Olhe pra mim, eu não pareço o tipo que tem coragem de se declarar... Mas esqueça isso... Nós nunca iremos ficar juntos mesmo...

-Não Taehyung, eu não posso esquecer... 

-E por que não? 

-Porque você é muito importante pra mim, porque suas palavras mexeram comigo, será que você não entende? Eu não posso esquecer porque eu te a...


TRIIIM TRIIIM 


Fui interrompida pelo sino da escola, que soou indicando o início das aulas. Respirei fundo e me afastei de Tae dando alguns passos para trás. À um segundo atrás estava pronta para dizer à ele que também o amava mas depois de ser interrompida pelo irritante sino da escola fiquei em dúvida se deveria ou não ter falado à ele sobre o que sentia, afinal não sabia qual seria a reação dele e olhando por certo lado eu não estava pronta, não estava pronta para dizer à Taehyung que também o amava.


-Acho... Que devemos ir para a sala...


Falei num tom de voz baixo evitando olhar nos olhos de Tae. O mesmo soltou um suspiro pesado, como se estivesse nervoso com algo e logo assentiu.


-Tem razão... Vamos.


Falou ele andando até a porta e a destrancando. Quando saímos do vestiário Jungkook não estava mais lá, com certeza havia ido para a sua sala quando ouviu o sinal tocar. Taehyung e eu então andamos até a sala.

O caminho até lá foi silencioso, mativemos certa distância ao caminhar. Taehyung andava à alguns metros à frente enquanto eu andava logo atrás dele. Os corredores estavam vazios e apenas nós dois nos encontrávamos ali, olhava para Tae à todo o segundo ainda não acreditando no que havia acontecido no vestiário, aquele dia estava sendo o melhor mas também o pior dia de todos.

Entramos na sala cada um se dirigindo ao seu lugar. Percebi os olhares de todos concentrados em nós mas minha cabeça estava cheia demais para dar atenção à eles.

Me sentei em silêncio e tentei prestar atenção na aula mas era inútil, Taehyung não saía de minha cabeça. Não tinha coragem de olhar para trás e ver como ele estava, apenas abaixei minha cabeça pensando no que estaria passando pela cabeça do mesmo, se depois de tudo nossa amizade continuaria a mesma... Se eu fiz certo em não me confessar à ele... Eu não sabia mais o que fazer, uma imensa vontade de chorar tomou conta de mim e foi assim que passei o resto das aulas.


Quebra de tempo


As aulas já haviam terminado, arrumei meus materiais e saí pela porta da sala. Ouvi Hyemi me chamar uma ou duas vezes mas não estava com cabeça para responder então apenas a ignorei.

Caminhei sozinha para casa. As ruas estavam silenciosas e sinceramente aquilo me torturava, como minha mãe dizia... "Às vezes o silêncio pode ser seu pior inimigo, te faz pensar em coisas que você não gostaria de pensar e te faz ficar triste por coisas que você gostaria de esquecer "...E sim, ela tinha razão, aquele silêncio estava me matando.

Após uma caminhada de dez minutos cheguei em casa. Estava sem fome então simplesmente subi para o quarto me jogando sobre a cama.

Minha mãe não estava em casa mas havia deixado comida pronta para quando eu chegasse. Tomei um banho gelado e vesti um pijama descendo para a cozinha em seguida.

Tentei ao máximo comer toda a comida mas realmente não conseguia. Tentei assistir algum filme ou programa na TV mas não conseguia me concentrar. Tentei escutar algumas músicas mas nem mesmo as minhas favoritas conseguiam me animar... Tentei de tudo mas minha cabeça insistia em pensar em Taehyung. Era como uma tortura... Não sabia como ele estava, se estava triste assim como eu ou se simplesmente havia deixado aquela história de lado. Droga, por que eu fui me apaixonar?

Passei o restante da tarde daquele jeito, sem disposição para nada e com a cabeça em chamas. Confesso que tive algumas crises de choro e até mesmo de ansiedade pois não conseguia parar de pensar nele, nunca havia experimentado a chamada "dor do amor" porém agora eu entendia o que aquilo queria dizer.

Já estava anoitecendo ,estava deitada sobre a cama segurando mais uma vez as lágrimas, sabia que ficar parada ali sem fazer nada não me levaria à lugar nenhum. Uma hora ou outra eu teria de encarar Taehyung. Ele havia sido corajoso em expressar seus sentimentos por mim e eu deveria fazer o mesmo... Deveria deixar o medo de lado e me confessar à ele apesar de sentir que não estava pronta.

Eram em momentos como aquele que sentia que precisava desabafar, senti que precisaria de um conselho e já sabia à quem recorrer.

Me levantei indo até meu celular e discando o número da única pessoa que poderia me ajudar agora.


-Alô?

-Jimin... Eu... Preciso falar com você...

-S/N? O que houve?

-É complicado... Mas preciso de um amigo agora...

-Eu estou aqui... Pode falar...


Disse ele me tranqüilizando. Contei tudo à Jimin, tudo o que havia acontecido mais cedo na escola sem deixar escapar um detalhe. Jimin ouvia tudo pacientemente.


-Entendo... Então está insegura... Não sabe o que dizer à ele?

-Exato, não faço ideia do que fazer...A-acha que eu deveria... Me confessar à ele?

-Acho que deve esclarecer as coisas... Você o ama S/N e ele a ama também, se quiser ter algum futuro com ele deve tomar coragem e conversar com Taehyung...

-E-eu não sei se estou pronta pra isso...

-Pronta ou não é uma questão de coragem... Você tem que ser corajosa e falar tudo à ele... Assim vai ser melhor, confie em mim...

-Mas Jimin eu nem sei onde ele está... Não sei como falar isso e...

-Sou vizinho dele, esqueceu? Vi quando ele chegou em casa e parece não ter saído de lá até agora, e você não precisa saber o que falar... Apenas venha até aqui e converse com ele.


Disse Jimin. Pensei um pouco no que o mesmo disse, eu realmente deveria ser corajosa, deveria ir atrás dele, afinal Tae já fez muito por mim, eu devia isso à ele, ele tinha de saber dos meus sentimentos e seria naquela noite. Eu não iria mais fugir, iria dizer tudo à Taehyung.


-Você tem razão... E-eu estou com medo, mas não posso deixar isso me vencer... Vou falar com Taehyung...

-É assim que se fala!!!

-Obrigada ChimChim, não sei o que faria sem você...


Falei e após me despedir de Jimin desliguei o celular correndo até meu guarda- roupa. Tirei o pijama que estava me vestindo e no lugar dele vesti uma blusa branca, um short jeans e um vans preto. Amarrei um moletom na cintura e após arrumar o cabelo saí às pressas de casa.

Caminhei pelas ruas escuras de Seul, porém que eram iluminadas por alguns postes e alguns carros que passavam por elas e acendiam seus faróis. Comecei à sentir um pouco de frio mas não me importei, minha única preocupação era chegar à casa de Taehyung o quanto antes. 

Após longos minutos de caminhada com minhas pernas já doendo finalmente cheguei ao prédio. O porteiro, que me reconheceu da outra vez que havia vindo com Jimin, me deixou entrar. Corri até o elevador, mas estava demorando muito. Olhei então para o lado vendo as escadas de emergência e sem pensar duas vezes corri até elas e comecei à subí-las.

Minha respiração falhava mas finalmente cheguei até o andar onde Tae morava. Passei reto pela casa de Jimin e Yoongi, meu objetivo era apenas falar com Taehyung.

Meio nervosa dei duas batidas na porta e respirei fundo. Um " já vou "  foi ouvido do lado de dentro e em seguida a porta se abriu revelando Taehyung.

 O mesmo ao me ver arregalou os olhos, parecia surpreso mas logo falou.


-S-S/N?

-Tae eu...

-Entre... V-você parece estar com frio...


Disse ele abrindo mais a porta para que eu entrasse. Meio sem graça adentrei no apartamento de Tae. Era pequeno, mas muito acolhedor. O local tinha o cheiro de Taehyung, era como se seu perfume estivesse pairando no ar. Aquilo de certa forma me reconfortou.


-Fique à vontade... Eu vou buscar um como d'água e também...

-Não Tae...


Falei e o mesmo me olhou confuso.


-Creio que quer saber o porquê vim aqui...


Falei e o mesmo assentiu. Respirei fundo e olhei em seus olhos.


-Bem, eu vim aqui porque... Precisamos conversar...

-O que temos para conversar?

-Você sabe o que é... Mas por favor... Me escute primeiro antes de falar qualquer coisa...

-Eu...T-tudo bem... 


Disse ele me levando até o sofá.  Nos sentamos no mesmo e eu logo comecei à falar soltando um suspiro nervoso.


-Tae você sabe o quanto é importante pra mim, não sabe? Eu gosto de você mais do que você imagina... E quando você disse que me amava mais cedo eu...

-Não S/N... Pare...

-O que?

-Já entendi o que veio fazer... Veio até aqui se explicar e dizer que sente muito mas nós devemos seguir nossas vidas separados ou algo parecido... Mas não precisa disso... Se quiser me dizer que sente pena de mim por achar que teria chance com você ou que devemos nos afastar novamente não precisa... Eu já entendi...

-O que? Taehyung não é nada disso! Eu nunca iria lhe dizer essas coisas... Eu não estou com pena de você e nem quero que a gente de afaste! Eu não iria suportar isso!

-Então por que veio aqui? Hein?

-PORQUE EU TE AMO KIM TAEHYUNG!!!!


Gritei sem pensar e logo me dei conta do que havia falado. Tae estava com os olhos arregalados e parecia incrédulo. Não sabia se havia feito a coisa certa ou não mas de qualquer forma agora eu estava pronta, iria soltar tudo para fora.


-V-você...

-Sim Taehyung... Eu te amo... Eu te amo muito mas eu fui medrosa demais para te dizer isso antes... Eu achava que você não sentia nada por isso guardei esse sentimento por muito tempo... Mas... Depois do que você me disse hoje pude ter certeza de que você também me ama, e apesar das nossas diferenças talvez possamos ficar juntos!!! E-eu não sei mais o que fazer... Eu me sinto inútil... Eu nem mesmo tenho coragem de olhar nos seus olhos agora... Me desculpe Taehyung... Me desculpe...


Falei começando à chorar. Senti minhas mãos tremerem e as lágrimas cada vez mais inundarem meu rosto. Abaixei a cabeça sem nem mesmo olhar para Taehyung.


-S/N...


Falou ele e sem que eu esperasse senti Tae segurar meu queixo e levantar meu rosto me fazendo olhar para ele. Ainda com lágrimas nos olhos o encarei e senti seu rosto se aproximar do meu. Pude sentir sua respiração quente em contato com a minha pele e logo fechei os olhos me entregando ao momento. Tae então se aproximou mais levando uma das mãos até minha cintura. Senti um arrepio percorrer meu corpo enquanto Taehyung me puxava mais para perto e logo senti seus lábios beijando minha bochecha e descendo para os meus lábios. Levemente nossas bocas se juntaram em um beijo profundo calmo e apaixonado. Senti mais lágrimas escorrerem de meus olhos mas desta vez de felicidade. Permaneci com os olhos fechados e conforme o beijo fora ganhando intensidade levei minhas mãos até a nuca de Tae acariciando seus cabelos. 

O beijo, que já durava longos minutos foi então desfeito pela falta de ar. Nos separamos ainda com os rostos próximos enquanto Tae secava minhas lagimas. Pude notar que o mesmo também estava chorando e sequei as lágrimas de seu rosto também.


-Eu te amo S/N...


Falou ele me dando leves e lentos selinhos. Retribuí aos beijos ainda em choque com o que havia acontecido.


-Eu te amo muito Tae...


E assim os leves selinhos logo se transformaram em mais um beijo apaixonado. Porém ao invés de chorar como na outra vez sorrimos entre o beijo pela certeza de que agora tínhamos um ao outro.


Continua?




Notas Finais


Obg por lerem 😊❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...