História Imagine Kim TaeHyung - Possessivo - Capítulo 30


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, Jay Park
Personagens BamBam, Jackson, Jay Park, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Rosé, Youngjae, Yugyeom
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Suga, Tae, Taetae
Visualizações 1.165
Palavras 1.178
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bateria fraca vou postar só isso hoje amanhã posto mais

Capítulo 30 - Omma


Fanfic / Fanfiction Imagine Kim TaeHyung - Possessivo - Capítulo 30 - Omma

OMMA




- O que...? - perguntei confusa e ao mesmo tempo surpresa.

Taehyung- Sua mãe acordou S/n! - sorriu - Você vai poder falar com ela e cuidar dela novamente! Agora saí daí e vamos pro hospital! - entrou na casa correndo então eu peguei a parte de baixo do meu biquíni coloquei e entrei.

Eu e Tae tomamos um banho juntos e nos arrumamos.

- Ah eu estou tão feliz! - sorri enquanto arrumava a gravata do terno de Tae - Vou falar com minha mãe novamente minha única família. - desfiz meu sorriso ao lembrar da minha irmã mais velha e do meu pai.

Taehyung- Eu e sua mãe fomos suas únicas famílias. - falou e eu olhei pro seu rosto sem entender - Somos casados, esqueceu?

- Não ... - olhei para a gravata novamente - Pronto, acho que já podemos ir! - saí do meu quarto e fui pro escritório do Taehyung, abri uma das gavetas vendo a foto do Tae com a Somi. Respirei fundo e apenas peguei a chave do carro fechando a gaveta.

Eu e Tae fomos pra garagem entramos no carro seguimos à caminho do hospital.

- Kim, já que estamos indo pro hospital, poderíamos começar a nos prevenir melhor sobre nossa vida sexual...

Taehyung- Como assim? - perguntou e encarando a estrada.

- Temos que nos prevenir de ter filhos... Sou jovem de mais pra ser mãe...

Taehyung- E eu sou velho de mais, já quero filhos! Você tem que entender!

- Você é apenas três anos mais velho que eu! E ainda tem tempo pra nós dois termos filhos...

Taehyung- Você disse que não quer ter filhos comigo...

- Disse... Mas isso foi antes, eu pensei bem e seria ótimo ter minha descendência com você. - disse olhando pra frente e o carro parou por causa do sinal que ficou vermelho pros carros - Tenho certeza que meus futuros filhos terão você como pai. - segurei uma de suas mãos entrelaçando nossos dedos.

Taehyung- Ah eu sonhei tanto com o dia em que você me amasse de verdade... Parece que eu realizei esse sonho. - sorriu quadrado olhando em meus olhos - Tudo bem... Podemos começar a nos prevenir... Mas eu não vou usar camisinha.

- Aish.... Tudo bem! - ri - Agora estou feliz... Estamos nos dando bem e minha mãe finalmente acordou...! - disse animada - Quero muito reve-la. - falei e assim o Taehyung deu partida no carro novamente, dirigindo o mesmo com apenas uma mão.

( ... )

Chegamos no hospital, falamos com a recepcionista e logo fomos pro quarto em que minha mãe estava internada.

Entramos no quarto e eu pude ver uma médica falando com minha mãe que estava tentando falar direito por sua voz sair baixa.

- Omma! - sorri amarelo e minha mãe olhou pra mim. Corri até a mesma e à abracei forte assim como ela fez comigo.

Mãe- ah... Que saudade minha filha. - falou em um sussurro baixo em meu ouvi e por sua voz sair Fronçada e baixa - Eu amo tanto você... - nos separamos - Como chegou até aqui? Como sabia que eu estava viva?

- O meu marido me disse... E foi ele quem me trouxe também. - falei dando um pequeno sorriso forçado e minha mãe olhou pro Taehyung.

Mãe- SAÍ DAQUI, SAÍ DAQUI AGORA! - gritou com o Taehyung que se aproximou e quem saiu da sala foi a médica nos deixando sozinhos.

- Calma mãe, ele é uma pessoa boa... E é meu marido. - falei saindo de perto da minha mãe - Ele não vai lhe fazer nenhum mal.

Mãe- Não? Foi ele quem matou sua irmã e seu pai... E quase me matou também... Ele destruiu nossa família!

- Não foi ele quem machucou você, o Appa e a Unnie... Foi o Sr.Kim o pai dele.

Mãe- Os dois tem o mesmo sangue!

Taehyung- Mas nem por isso sou igual a ele. - falou encarando minha mãe - É um prazer conhece-la... Sogra...

Mãe- NÃO ME CHAME ASSIM SEU LIXO!

- Mãe! Não fala assim com ele! Mãe estou feliz em vê-la novamente, apenas não fale assim com o meu marido... Ele está nos ajudando.

Mãe- Como pode falar "Meu Marido"? Não poderia apenas falar "Um Assassino"? Como você consegue proteger um homem tão nojento assim? Nem parece minha filha... Está sendo comprada por esse homem. - olhou com nojo pro Taehyung.

- Não estou sendo comprada por ninguém, o Taehyung é o motivo pra senhora estar viva, ele é o homem que eu amo... Omma... Tenta entender que ele é uma pessoa boa. - peguei na mão do Taehyung o que fez minha mãe olhar com ódio.

Mãe- Se vai ficar do lado desse homem... Esquece que sou sua mãe. - deixou uma lágrima cair.

- Omma! - disse em um Tom triste.

Taehyung- Pode me chamar do que quiser... Mas não é por isso que vou desistir da sua filha ou da senhora... Vou cuidar das duas. E saiba que não foi eu quem acabou com sua família... Irei deixar vocês duas sozinhas. - me deu um selar na testa e logo saiu do quarto me deixando sozinha com minha mãe.

Mãe- Eu não acredito que minha filha virou uma nada da vida, sendo mulher desse homem! - disse me encarando - Vocês fazem sexo?!

- Somos casados... - falei de cabeça baixa.

Mãe- Minha filha está valendo menos do que nada... Aposto que só serve pra dar prazer pra esse verme.

- Para de falar assim do meu marido e de mim! O Tae não fez nada pra nós duas, a culpa não é dele por termos perdido o Papai e a Unni ... Ele que estava pagando as coisas pra senhora continuar aqui respirando porque se não fosse por ele você teria morrido.

Mãe- Seria melhor mesmo, assim eu não precisava ver a puta que minha filha se tornou, você agora é apenas um objeto sexual pro assassino da sua família.

- Eu já disse que ele não matou ninguém! Para de falar assim do meu marido! Ele me ama assim como eu amo ele!

Mãe- Você ama a sua mãe, não é S/n? - perguntou e eu assenti - Então se você me ama de verdade, você não vai mais dormir com esse homem, porque se algo der errado e se você ficar grávida desse... - parou de falar - Homem... Eu nunca mais vou te perdoar, e sua mãe vai tentar suicídio.

- Omma!! Para de falar isso! Isso é coisa séria, você não deve brincar com isso.

Mãe- Não estou brincando, estou falando a verdade, e se você engravidar desse homem, você já sabe o que eu vou fazer. Não quero nem saber se vocês usam proteção ou não, eu não quero! Fique longe desse homem!

- Eu amo ele...

Mãe- Você ainda é nova de mais pra saber o que é amor, não teve tempo de saber oque é isso porque o seu "Marido" tirou essa chance de você, e tirou a chance da sua irmã de ser uma adivogada como ela tanto queria ... - começou a chorar - Saí daqui, eu quero ficar sozinha.

- Tudo bem... - sai do quarto em que minha mãe estava e dei de cara com o Taehyung.

Taehyung- Já conversaram?



Contínua...




Notas Finais


Falem o que vcs acham


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...