História Imagine Kim Taehyung- Em busca da felicidade - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtanboys, Beyond The Scene, Bts, Imagine Kim Taehyung, Tae
Visualizações 75
Palavras 649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá Pessoassss!! sorry pela demora (muito bosta na vida para resolver)
BOA LEITURA!! <333

Capítulo 11 - Não me ama mais?


Fanfic / Fanfiction Imagine Kim Taehyung- Em busca da felicidade - Capítulo 11 - Não me ama mais?

TAE ON

Quando escutei essas palavras saindo da boca de Jennie eu paralisei, não sabia o que dizer, fiquei a encarando por um tempo.

Tae: Jennie...Me desculpe por te fazer sofrer, mas eu amo a S/n!

Jennie: Então esse beijo não significou nada para você?

Tae: Desculpe-me, mas não, eu errei por ter cedido. Por favor, esqueça isso.

Jennie: O que você viu nela?! TAE EU SEMPRE TE AMEI! Aí aparece uma vadia qualquer e tira você de mim!- disse chorando.

Tae: ELA É MARAVILHOSA E EU A AMO! NÃO A CHAME ASSIM!- digo bravo, pois insultou o meu amor.

Jennie: E ELA?! AMA VOCÊ TAMBÉM? SE ELA GOSTASSE DE VERDADE NÃO TERIA IDO EMBORA!

Tae: JENNIE VAI EMBORA! NÃO ESTOU MAIS AGUENTANDO ISSO!

Jennie: Se é o que você quer... - disse pegando suas coisas e indo embora.

Depois de tudo isso, deitei-me na cama e comecei a refletir nas suas palavras. Será que é verdade? S/n não me ama mais?

TAE OFF- S/N ON

Depois que Jennie foi embora a minha mãe ficou me encarando por alguns minutos.

Mãe: Bom filhinha, mamãe tem uma surpresinha para você!

Logo vejo dois homens sem camiseta entrando no quarto.

S/n: O QUE É ISSO MÃE?!!- digo gritando e tentando me soltar.

Mãe: Acalme-se filhinha- disse saindo do quarto.

Os dois homens sobem em cima de mim e começam a tirar minha roupa...

QUEBRA DE TEMPO

Acordo novamente naquele maldito quarto, me corpo estava cheio de marcas e estava doendo muito. Começo a chorar desesperadamente por socorro. Até que alguém entra no quarto.

S/n: Quem é você?-digo me encolhendo na cama, ainda amarrada- o que você quer de mim? Por favor, não se aproxime!- digo com medo pelo acontecido da noite passada.

???: Por favor, não tenha medo, eu quero te ajudar- disse se aproximando e me soltando.

S/n: Qual é o seu nome e por que está fazendo isso?- digo me encolhendo novamente, pois estava despida.

???: Meu nome é Jaebum, mas pode me chamar de JB!

S/n: Oi JB... Nós nos conhecemos? Eu sinto que já te conheço.

JB: Aah! Nós nos conhecemos desde que éramos crianças, sou eu S/n, seu primo JB, ou como você costumava me chamar Jae Jae- disse um pouco envergonhado.

S/n: JAE JAE!- Abracei o mesmo, depois me lembrei de que ainda estava despida, então o soltei e corri de volta para a cama me encolhendo.

O mesmo percebeu e me deu uma calça de moletom cinza e uma camiseta preta larga.

S/n: Muito obrigada!

JB: De nada- percebo que o mesmo começa a me encarar e lagrimas saem de seu olho- S/n, me desculpe mesmo, você está toda machucada, eu quero muito te ajudar. Mas eu não consigo...

S/n: Tudo bem JB, não é culpa sua...- sinto uma lagrima saindo de meu olho mas logo o mesmo a limpa com o seu polegar e me abraça.

JB: Eu juro que vou fazer de tudo para te tirar daqui.

S/n: Muito obrigada!

S/N OFF- TAE ON

Acordo, e percebo que até agora S/n não voltou, comecei a chorar e pensar que ela foi embora de verdade e que não me ama mais.

Olho a hora, eram 6 A.M. não vou a escola neste estado. Arrumei-me e sai da casa de S/n, e comecei a andar pela cidade perguntando para todas as pessoas possíveis se viram a S/n. Procurei em todos os lugares possíveis, mas nada...

Eram 7:00 P.M. decidi voltar a casa de S/n e esperar...

Fiquei na sala assistindo TV, mas não tirava S/n de minha cabeça. Ficava pensando: “e se ela nunca voltar?”, “ e se ela tiver se machucado?”, “e se ela teve mais um daqueles surtos e cometeu suicídio?”

Logo sou tirado de meus pensamentos quando escuto um barulho estranho vindo da cozinha. Fui até lá e não vejo nada. Do nada tudo ficou preto e senti meu corpo cair.

 

 

 

 


Notas Finais


<<333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...