História Imagine Kim Taehyung... My Killer - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Personagens Originais
Tags Bts Killer
Visualizações 86
Palavras 842
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, LGBT, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 2 - Talvez?


Fanfic / Fanfiction Imagine Kim Taehyung... My Killer - Capítulo 2 - Talvez?

[ 7 de Maio de 2018 ]

Seoul, Coréia.

06:00 PM

PARK S/N ON:

Mais um dia, nesse inferno mais conhecido como meu quarto cor-de-rosa. Meus pais? Os que me arrependo amargamente de não ter os matado, enquanto ainda tinha minha preciosa arma. Eles foram para um páis na América, O Brasil, para adminstrar a empresa da família: os Park's. Felizmente essa semana é a ultima que estarei na escola, estou cursando o terceiro ano do ensino médio, só estou indo mesmo para receber meu diploma e rever o meu amor platonico...

Kim Taehyung.

Kim Taehyung, o maior gato de toda escola, o cara do tipo ''bad boy''' o sombrio, acho que é o que me chama mais atenção no garoto é a sua personalidade: um cara popular que nunca irá notar Park S/N....

sim eu mesma.

11:00 PM

Acabo adormecendo, chorando como de costume

. 06:30 AM

Acordo com o barulho infernal do meu despertador, rapidamente o jogo com força na parede, o despedaçando.

Faço as mesmas higienes matinais de sempre , pego meu celular , os fones, um boné e uma mascara, ambos na cor preta.

Caminho lentamente até a escola , entro na mesma e logo me encontro dentro da sala de aula, mas como ironia do destino e para a minha surpresa, Taehyung se senta atrás de mim. Suspiro e tento não o encara-lo.

Kim Taehyung on:

Acordo, mas por ironia do destino, Cleide, minha mais nova vitima estava em minha cama.

- Mas que inferno, poderia jurar que já havia a matado.

Sim,isso mesmo que está pensando, eu sou o Killer , mais procurado da Coréia, estou em todos os lugares, jornais, revistas , cartazes entre outros...

Se eu me importo? Ah caro leitor, acredite. Definitivamente nem um pouco.

--Parece que vou ter que deixar alguém viver por mais algumas horas, sussuro já olhando pro relógio.

Pego minha mochila, minha preciosa arma, um boné e uma mascara, ambos na cor preta.

Chego até a maldita escola, rapidamente me sento atrás de S/N que parece bem surpresa com minha atitude. A mesma sempre me chamou muita atenção, seu jeito frio, discreto, sem amigos...

Talvez Park S/N é meu antigo e grande amor? 

Esqueço a possibilidade de S/N ser meu '' antigo amor'' e volto a prestar atenção nas aulas...

O sinal pro  intervalo/ recreio, como preferir chamar toca, avisando que já poderiamos sair de sala, levanto rapidamente sentindo algo cair, mas não ligo.

Caminho lentamente nos corredores da escola, até que sou puxado com força para dentro de uma sala escura, logo coloco a mão na minha cintura e vejo que o objeto que tinha caido a alguns minutos atras era a minha arma... 

XXX: Não lembra de mim, Kim Taehyung?

--D-deveria? falo com um pouco de dificuldade pois o mesmo estava quase me sufocando, tento dar vários chutes e murros em sua barriga o que era inutil.

PARK S/N ON:

O sinal pro intervalo toca e escuto um barulho de algo caindo no chão, percebo que é do Taehyung, olho de relance e vejo que é uma arma, passo o pé por cima e a guardo em minha cintura, e vou a procura de Taehyung.

Corro desesperadamente a varios lugares que o mesmo poderia estar entre a quadra de volêi, o refeitorio, os corredores, o banheiro e nada.

Até que me lembro da maldita sala que já foi abusada sexualmente e verbalmente pelo Mark Tuan.

Corro rapidamente e com a arma já carregada abro a porta da sala e tive a visão da pior cena da minha vida, Mark com a arma apontada para a cabeça de Taehyung que já estava se desesperando por não estar com sua arma.

Chego por trás silenciosamente com a arma em mãos. 

Taehyung parece assustado com minha reação, mas permanece fingindo estar desesperado, vou por trás de Mark e sussuro pro mesmo...

-- Mark? falo com uma voz rouca e provocante.

Mark: S/N? meu amor?

-- Eu esperava mais de você, Mark.

Mark: Como assim querida?

-- Depois de me assediar .vem com essa de querida só por estar perto do Taehyung

Tae: O QUE ?? A- ASSEDIAR S/N?

 percebo o tom de preocupação na voz de Tae, mas prefiro explicar para ele depois que eu acabar com a vida desse desgraçado.

--- AGORA VOCÊ VAI VER O QUE EU SOFRI. 

Disparo balas em sua cabeça o matando por completo, na hora é claro. 

Taehyung já sorria pra mim, puxo a mão do mesmo e saio correndo até o portão da escola, avisar o inspetor que Mark havia sido baleado por um traficante que havia invadido a escola.

Taehyung ri debochado mais baixo, dando só pra eu ouvir. Dou uma cutevelada no mesmo que grunhi.

Sorrio safisfeita assim que o inspetor me agradece e sai em direção a sala.

Mas como ninguém ouviu o barulhos dos disparos?

Mark não era burro, então escolheu a sala mais afastada e a prova de balas, que tinha na escola.

Logo Taehyung me abraça e sussura:

Será uma boa parceira, S/N..

.

.

.

 CONTINUA?

 


Notas Finais


Obrigada,

NÃO SEJAM FANSTAMAS.

COMENTEM


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...