História Imagine Kim Taehyung (V) - BTS - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Visualizações 210
Palavras 1.279
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura. 📖💙

Voltei, não estou 100% mas já estou melhor um pouco. Reescrevi o capítulo novamente, então me senti mais confiante . Espero que gostem.
FIGTHING! 💙

Capítulo 23 - Capítulo 21


Fanfic / Fanfiction Imagine Kim Taehyung (V) - BTS - Capítulo 23 - Capítulo 21

Quando a aula acabou Taehyung disse que me esperaria na esquina da escola, concordei com a cabeça e voltei a guardar minha coisas. Quando cheguei na esquina ele estava mexendo no celular e assim que me viu sorriu bobo, guardou o celular e me roubou um beijo. Sorrir boba para ele e fomos a uma lanchonete ali perto já que ele não toma sorvete. Depois de algum tempo conversando descobri coisas que ele nunca contou a ninguém.

S/n: aigoo, está tarde, preciso ir para casa. *olha o celular*

Tae: o que? Calma... você não vai só.

S/n: meu irmão deve está preocupado.

Tae: você está comigo. Hm? 

S/n: tudo bem...

Taehyung pega na minha mão e vamos embora, durante o caminho todo ele contava histórias bobas o que me fazia sorrir. Quando chego em casa vejo tudo escuro e o portão estava fechado é estranho já que Hoseok não costuma sair de casa, Taehyung me olha confuso provavelmente sem entender o porquê da casa está escura.

Tae: não é melhor ligar para o seu irmão? Você disse que ele não costuma sair de casa.

S/n: ele deve está dormindo. 

Tae: amor, são 18:50 não é cedo demais para ele já ir dormir?

S/n: ta... 

Liguei para Hoseok e nada, apenas caia na caixa postal. Tornei a ligar mas ele não atendeu. Imaginei que ele estava com a Woop, mas por que não me atende? Bufei de raiva vendo Taehyung me olhar sério. 

S/n: por que está me olhando assim?

Tae: não é nada *cora* acho que você terá que dormir em minha casa.

S/n: aigoo, não seja pervetido *diz cobrindo um o peito em expressão de defesa*

Tae: e-eu não estava pensando nisso, mas se é isso que você pensou é... *recebe um tapa no braço* aí. 

S/n: você fala demais. 

Tae: vamos?

S/n: talvez ele me atenda. Ainda está cedo.

Tae: bom, você que sabe eu tenho que ir. *beija*

Taehyung me deu um selinho e saiu andando, depois de uma hora Hoseok me atendeu, pediu-me desculpas e disse que teve que viajar com urgência pois a Omma precisava de um homem para acompanha-la em um jantar. Disse também que não deu tempo de me avisar e deixou a chave na vizinha. Respirei fundo busquei a chave na vizinha e entrei em casa, tomei um banho fiz algo para comar e fiquei na sala assistindo algo. De repente o celular vibra em cima da mesinha, estendo a mão para alcança-lo. Era o Taehyung, ele estava me ligando, sorrir de lado e atendi.

S/n: oi. 

Tae: ele te ligou? Você já entrou em sua casa?

S/n: já sim, mas...

Tae: o que foi? 

S/n: o Hoseok não está em casa, ele viajou, minha mãe precisava dele e...

Tae: estou chegando aí em 20 minutos. 

S/n: Taehyung... *a ligação cai*

Aish, que bobo, dexei o celular na mesinha e fui até a geladeira pegar um pote de sorvete, enquanto eu saboreava meu sorvete a campainha toca, deduzi que era ele, então deixei de lado o pote e fui abrir a porta.

Tae: você está bem?

S/n: estou... por que?

Tae: não quero que fique sozinha, é perigoso.

S/n: quem iria entrar na minha casa?

Tae: não seja teimosa.

S/n: okay, entra. *beija ele*

Tae: você comeu alguma coisa? Se não, irei comprar algo.

S/n: amor eu tô bem, e sim eu já jantei.

Tae: menos mal... Eu... senti sua falta.

S/n: mais a gente se viu hoje a tarde. *fui até a cozinha pegar um copo de água para ele*

Tae: eu sei.

Taehyung simplesmente me agarrou e me colocou sobre o balcão da cozinha, nos encaramos por alguns segundos e voltamos a nos beijar, o mesmo se põem entre minhas pernas apertando minha cintura. 

S/n: amor, é melhor pararmos, isso não vai da certo.

Ele apenas ignorou o que eu disse e me puxou para mais perto dele, puxei os fios de seu cabelo quando o mesmo mordeu meus lábios puxando-os, Tae sorrir sapeca mas depois para o beijo e me olha, ele se afasta devagar ainda me olhando, desci do balcão e fui até a pia. Peguei um copo e coloquei água entregando para ele. Ficamos na sala assistindo filme até olhar no relógio e ver que estava tarde.

Tae: posso dormir com você?

S/n: Taehyung! *diz repreendendo ele*

Tae: deixa vai.

S/n: okay.

Subimos para o quarto e entreguei algumas roupas do Hoseok a ele que foi em direção ao banheiro tomar banho. Como já havia tomado banho peguei uma roupa mais confortável, assim que Taehyung saiu entrei no banheiro e me troquei, quando saí o vi se olhando no espelho e senhor que homem, que corpo. 

Tae: não deveria me provocar tanto assim.

S/n: idiota. *sorrir*

Deitamos na cama um de costas para o outro, mas logo sinto ele me puxar me fazendo deitar sobre seu peito desnudo, podendo sentir seus batimentos cardíacos acelerado.

Tae: você me deixa assim *diz em relação aos seus batimentos*... s/n?

S/n: hm?

Tae: acredita em mim? Acredita que irei te fazer feliz? Eu irei dar o meu máximo para não te ver infeliz. *beija a cabeça da s/n*

S/n: eu acredito. 

Acordamos no dia seguinte e fui fazer o café da manhã enquanto ele tomava banho. Estava quase tudo pronto, porém, faltava pegar os sereais no armário, mas estava sendo um sofrimento.

S/n: que droga, por que eu não alcanço. *bufa* aish, *se machuca* QUE DROGA! 

Tae: aqui. *chega por trás da s/n e pega as caixas de sereais entregando a ela.* se machucou? 

S/n: eu apenas bati meu joelho, mas está tudo bem. Obrigada. *vergonha*

Tae: vá se arrumar, irei terminar por aqui.

Confirmei com a cabeça e subi. Me arrumei peguei minha mochila, respirei fundo e desci. Encontrei Taehyung na mesa encarando a tigela em sua frente

S/n: não irá tomar café? 

Tae: vou sim, só estava esperando você.

Depois que tomamos café, fechei a casa e saímos de mãos dadas até a esquina da escola pois soltamos as mãos, entramos na escola e todos estavam nos olhando. Ignorei pois era o que todos faziam sempre quando entramos ali.

Y: Taehyung! Você viu?

Tae: o que? *confuso*

Y: isso *mostra o celular*

Tae: que porra é essa? Como conseguiram isso?

Y: eu não sei, esta rolando em todos os grupos da escola. 

Tae: eu não peguei no meu celular hoje *tira do bolso o celular*

S/n: o que? Não iram me contar? 

Y: descobriram.

Tae: não se extresse *avisa*. Abra os grupos da escola. 

Fiz o que Taehyung disse, peguei meu celular e abri todos os grupos que eu estava, e adivinha? Fotos do Taehyung e eu nos beijando na lanchonete ontem, e de mãos dadas. 

S/n: como? Estavam espiando a gente?

Y: é o que parece. 

Rita: olha aí, a piranha de olho gordo. Já devíamos desconfiar que você estava de rolo com Kim Taehyung. Sua invejosa.

Y: Rita! Foi você? 

Rita: *ignora Yoongi* vão dizer que é mentira? Vão dizer que essas fotos não são reais?

Tae: não. Não irei negar.

S/n: Taehyung...

Tae: já descobriram e não há como negar. *segura a mão da mesma* s/n e eu estamos namorando sim. Não há porque negar. Nos amamos e quem se intrometer no nosso namoro ira se arrepender. Isso vale para você. *se direge a Rita*

Todos que estavam ali ouviram o que ele disse, e todos ficaram em silêncio nos olhando. Tae me puxa para a sala e Yoongi foi atrás.

Y: sabe que isso não vai ser possível, várias meninas iram fazer de tudo para verem vocês separados.

Tae: isso não vai acontecer, ninguém fará nada, nem a mim e muito menos a s/n. 

S/n: aish que merda. Como nos descobriram?

Y: ouvi dizer que já estavam descofiando de vocês e alguém os seguiu. 

Tae: vamos agir como se nada tivesse acontecido. Okay? Não fique preocupada com isso, ninguém vai nos atrapalhar, demorei tanto para te ter e não vou deixar ir embora tão fácil. *segura o rosto da s/n*

S/n: tudo bem... *beija o Taehyung e o abraça*


Notas Finais


I'm sorry pelos erros.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...