História Imagine Kim Taehyung- Water And Fire - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 9
Palavras 1.113
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Como disse... A criatividade está pouco e acabei ficando exatamente cinco dias para postar somente vendo filmes e séries relacionados com o mesmo tipo da Fanfic o que foi bastante difícil... Mas eu estou melhorando!!

Capítulo 28 - Aversion


Fanfic / Fanfiction Imagine Kim Taehyung- Water And Fire - Capítulo 28 - Aversion

Adentranos na cripta caliginoso caminhando entre as paredes, andando por alguns segundos até poder vê a luz azul aonde as princesas estão...

________________________________________

Príncipe Água P.O.V

A Lian a frente da minha mada que tem seus braços entrelaçados em suas pernas encolhidas ao seu corpo, seu olhar longe procura uma distração, diferente da Lian que puxa assunto qualquer para não deixar a caverna em silêncio.

Os olhos da princesa fogo se reviram fazendo uma pequena trajetória até parar em mim que está mais a frente que os outros que vem logo atrás. Em impulso ela se levanta, fazendo a Lian dá alguns passos para trás a deixando em tom roxo que demonstra um sobressalto.

A princesa caminha até a mim, mas para aos dois novos integrantes ficarem ao meu lado e o vento atrás junto com a sua guardiã. Seus olhos negros carvão que me olha com anarquia querendo explicação.

-Calma querida!__Caminho até a mesma que corre em minha direção me abraçando forte, segurando meu rosto com suas mãos que faz seus polegares acariciarem minhas bochechas que esquentam por seu toque.__Eles são meus amigos vieram nos avisar.

Pelo meu tom de voz ela retira suas pequenas mãos e murmúrios saí entre meus lábios por não sentir seu carinho em minhas bochechas que agora arrefecem.

--Nos avisar do que?__ A deixei preocupada, mas o problema é que não tem como não ficar preocupado com essa dimensão repleta de confusão.

--Sobre a guerra dos reinos elementar.__Ouço a voz fina atrás de mim da Guardiã que se aproxima.__Os elementos principais estão saindo do controle.

Os olhos agora esgazeados da princesa quase saem da órbita, ela olha para mim com seus dedos quase encostados no labio inferior, querendo saber se isso é realmente verdade. Não sei como dizer isso a ela, somente afirmei com um aceno de cabeça, e seu olhar negro se torna furioso com uma mista tristeza que com certeza a domina por dentro.

--Eles sempre tem que meter guerra em coisas alorpado e sem nexo?__Seus olhos parecem pegar chamas, seus punhos fechados impedem o sangue circula em seus pequenos e delicados dedos esbranquiçados.

-Calma amor, iremos fazer algo para que isso acabe.__A abraço e por alguns segundos sinto que ela tenta recusar o mesmo, mas é em vão e ela retribui deixando as lágrimas cair em um choro de criança.

--Por que nunca dá certo... Por que devemos seguir ordens de alguém que parece não querer a felicidade, por que?__Sua voz embarga entre soluços altos que ecoam pela caverna, nem um som de água correndo ou de quais quer outra coisa somente seu choro querendo respostas.

-Calma meu amor... Isso é algo que somente eles entendem.__Afasto seu corpo do meu e limpo as lágrimas escuras que descem das suas bochechas avermelhadas.__O que vocês realmente viram lá?

Descendo minha mão que ainda não evaporou até o braço da princesa segurando sua mão e entrelaçando seus dedos nos meus que brincam um com o outro.

--Eu somente vi a rainha vendo os soldados Áqua treinando e comentando algo sobre guerra entre o Guarda que protege você.__O sereiano dá um pequeno passo para frente passando a mão pelos cabelos que bagunça.

--Eu vi a mesma coisa no Reino de fogo... A coisa parece pior lá, o rei está usando condenados e pessoas da cidade.__A guardiã fala e ouço um tipo de xingo vindo da minha amada que me faz soltar um pequeno riso.

-Quando que eles planejam começar a guerra?__Abaixo minha cabeça olhando para a mão não existente em meu braço que solta pequena fumaça de evaporação, puxo o ar pelos dentes trincados pela dor que eu não sentia.

--Não sei exatamente... Não ouvir a rainha falar sobre isso, se falou não ouvi por está fugindo de dois guardas.__Ela fala melancólico e o RM coloca uma das suas mãos em seu ombro em conforto.

--Digo o mesmo nada veio do rei, talvez ele tenha falado quando eu sair as pressas para deixar a princesa atenta.__A pequena guardiã aumenta se transformando em uma silhueta feminina, mas ainda não com pele e sim composto de chamas.

--Eu ficar atenta... Com o que?__A voz agora calma da princesa indaga olhando para sua guardiã que se aproxima mais tocando na mesma.

--Não sei... Mas isso parece que dará estorvo.__Pela palavra não entendo o que ela está querendo dizer.

--Encrenca? Acha que eles estão planejando algo?__ A princesa fala em tom baixo e entendo o que a guardiã quer dizer.

-Acha que eles estão tramando algo contra eu e a princesa?__Solto uma gargalhada.__Minha mãe as vezes passa dos limites, ela sabe que não desitos do que eu amo.__Sorrio para a princesa que devolve o sorriso.

--O que iremos fazer sobre a guerra? Eu sei que eles não irá parar até que eles conseguem o que quer.__ O vento atravessa o caminho até a nós parando perto a Lian que está ao lado dos outros dois o sereiano e o Dragão marinho.

Reino Água

Mãe Água P.O.V

--Majestade o sereiano conseguiu escapar, queres que nós vá atrás dele?__Um dos guardas que peseguia o melhor amigo do meu filho vem até a mim me dando a notícia.

-Não... Com certeza ele está a procura do meu filho e lhe falará sobre a guerra.__Estou um pouco mal pelo plano do mal feitoso do rei fogo. Despenso o Guarda que saí me deixando a sós.

--Acha isso certa querida?__A voz grossa e rouca do meu ex pretendente, pai do meu filho ecoa pelo salão vazio somente repletos de estátuas.

-Eu só quero meu filho de volta... Isso não é pedir muito?__A imagem do homem moreno e alto para em minha frente, seu pulso repleto de relógios e seu terno preto que o caí bem.

--Sabe que nosso filho e difícil de desistir do que ele mais ama.__Ele chega mais perto se abaixando e beijando as costas da minha mão direita.

- Isso ele puxou ao pai.__Indago puxando minha mão da sua limpando a mesma o fazendo rir.

Aquela risada me dá nos nervos, irmão do elemento ar controlador do tempo, passado ele esquece, presente ele só age e o futuro ele deixa para depois. Meus olhos se reviram e eu praguejo palavras sem sentido a mim mesma.

--Eu sei que você ainda sente algo aí em seu coração.__Ele aponta entre meus seios que estão um pouco a mostra pelo decote do vestido azul pirata.

-Não fale bobajes querido... Tenho coisas melhores a se fazer.__Me levanto da poltrona me desviando do seu corpo, meus dedos se estalam e uma carruagem aparece a frente da entrada do Palácio.

--Sabe que estou contra você em tudo, e ajudarei meu filho.__Grita antes que eu entre na carruagem dourada e com a decoração de ostras e pérolas finas.

-Ele nem se quer sabe que você é o pai dele.__Entro na carruagem que é fechada a pequena porta pelo guarda e a mesma começa a ser puxada pelos cavalos-marinhos grandes...





Notas Finais


É... Boa noite
E bjus!!
👋😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...