História Imagine Kim Taehyung- Water And Fire - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 1.457
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Musical (Songfic), Poesias

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Muitos leitores vão odiar esse Cap mas estarei explicando nas notas finais... Até lá!^^

Capítulo 34 - Tragédia


Fanfic / Fanfiction Imagine Kim Taehyung- Water And Fire - Capítulo 34 - Tragédia

O cajado se transforma em uma espada e em seu braço esquerdo um escudo do mesmo tipo de madeira da sua armadura. Um raio caí no corpo do Superior e a armadura metálica cobre seu corpo, o peitoral tem o símbolo de raios, e sua mão segura um escudo e a outra a espada que é iluminada pelos raios...

_________________________________________

Mãe Natureza P.O.V

-Vou dá o meu melhor para salvar minhas crianças, não irei deixar que as levem, vou fazer de tudo para que eles continuem juntos__Seguro firme a espada em minhas mãos esperando que o mesmo avance para começar a batalha entre nós.

Ele corre em minha direção com sua arma branca, manejo a minha espada a girando fazendo se chocar com a dele que está próximo do meu rosto, coloco uma força exata empurrando o objeto em minhas mãos para frente jogando o superior em uma distância. 

Está somente eu e ele lutando, mas os outros elementos começam a lutar após conseguir tirar o escudo do seu braço caindo ao seu lado partindo ao meio. O Vento protege o Príncipe Água a Princesa Fogo e seus amigos dentro de um redemoinho grande formado por folhas e a terra molhada do campo de batalha.

O Tempo me protege dos ataques que vem atrás de mim com uma das espadas que ele tomou de um dos guerreiros do Reino Terra, um verdadeiro masacre frio, uma guerra que nunca era para acontecer, mas não sabemos o dia de amanhã nem minutos depois desse dia.

Minha espada se desmancha voltando a forma do meu cajado verde, giro ele entre meus dedos soltando uma magia que atinge o Reino água os deixando desacordado, entre o caminho aberto caminho até a Mãe Água que é protegida por seus soldados a deixando no meio de um círculo feito por seus escudos com o desenho do tridente do Deus da mitologia grega Poseidon.

Ela envia dois dos seus soldados para que me ataque, dou um basta nos dois os jogando contra os escudos que impedem minha passagem, os soldados abrem caminho para que eu passe, aproximo da Mãe Água que me olha assustada.

-Não irei te machucar, só quero que me ajude.__Estendo minha mão livre para que ela pegue na mesma, mas ela se recusa tirando uma espada da cintura de um dos seus guerreiros me atacando de surpresa, protejo meu peito com meu cajado após a ponta da espada quase atravessar o mesmo.

--Sua traidora, como pode não seguir as regras?__A mesma puxa a espada avançando para cima referindo golpes tentando acertar meu corpo, desvio sem dificuldades por sua fraca habilidade.

-Já disse não quero brigar com minha irmã.__ Ela reparte meu cajado ao meio os jogando para longe, olha para o mesmo caído perto do Rei Fogo que luta com o Rei Ar que tem mais habilidade a manejar a espada.

Distraída sinto a lâmina da espada do Elemento Água me acerta na bochecha causando um corte de raspão, passa a mão no local é olho para meus dedos coberto do sangue verde, arqueio uma das minhas sobrancelhas e curvo meu corpo para trás sentindo a ponta do metal afiado perfurar minha pele em meu abdômen descoberto pela armadura que desapareceu após meu cajado ser quebrado.

Caiu ao chão de joelhos olhando o rosto molhado da minha irmã Água, ela me olha assustada por seu ato catastrófico, ela se ajoelha a minha frente segurando em meu rosto sujando suas mãos com o sangue que sai da minha boca. Seus olhos transbordam a lágrima que escorre por suas bochechas.

--Me perdoe... N-não foi minha intenção de te...__Ela me abraça forte me molhando com seu corpo, sorrio ladino e sinto as minhas pálpebras pesarem e meus olhos se fecharem cada vez mais, meu corpo amolece e ouço o grito da Lian ao longe.

Com força ergo meus olhos para frente o Vento desmancha o redemoinho na tentiva de segurar a minha filha que corre entre espadas que se chocam uma a outra, sem sucesso a chegar perto de mim ela, olhando para seu peito o metal atravessa o mesmo, o Superior rir atrás de suas costas segurando a arma que  apunhala pela costa da Lian.

--Mamãe!!__Seus lábios se mexem e seu pequeno corpo caí ao chão após a espada ser retirada do mesmo, seus olhos olha em minha direção, sem cor e sem brilho só a escuridão que pertence agora seu corpo.

-AAAAAAAAH!!__Grito em desespero ainda nos braços da Mãe Água, meu corpo enfraquece mais e aos poucos perco meu foco entrando no breu.

Princesa Fogo P.O.V

A luta está precária, e várias mortes está acontecendo. Meu peito doe ao vê a Mãe Natureza sendo acertada pela espada da Mãe Água. Consigo sentir a raiva do Príncipe da sua mãe, ele tenta atravessar o redemoinho mas seguro sua mão, ele me olha e nego com a cabeça derramando em lágrimas, o mesmo me abraça forte.

--Lian-Ne NÃO!!__ Ouça a voz do Vento, me solto do abraço e olho para a Lian que corre em direção a sua mãe, Vento tenta segurar mas é impedido pelo Tempo que o segura para não entrar no meio da confusão.

Ao longe vejo o pequeno corpo da Lian jogada ao chão alguns quilômetros de distância da sua mãe que está entre os braços da Mãe Água que a abraça. Ela grita alto e um trovão ecoa pelo céu, o corpo das duas agora no chão, me dá medo e me faz querer voltar no tempo e impedir o meu encontro com o Príncipe... Mas isso é algo impossível.

Braços me rodeiam me afastando do Príncipe Água olho para trás e dois dos guardas do meu pai me segura me puxando contra a minha vontade, me remecho entre os braços na tentativa de me soltar, mas eles são fortes.

Grito estendendo minha mão a centímetros a do Príncipe que também está sendo arrastado, meus olhos se enchem de lágrimas ao perde o mesmo de vista naquele massacre, os soldados me joga ao chão na terra molhada pela chuva que começa densamente.

Chorando olha para meu pai a minha frente que tem a expressão seria, suas mãos quentes segue a meu braço molhando fazendo a mão do mesmo começar apagar, ele faz expressão de dor mas continua a segura-lo com força.

--Você nunca mais irá sair daquele Castelo, se sair estará morta.__Ele me olha com ódio falando entre os dentes, me solta com brutalidade me jogando em uma poça de lama, os guardas me pegam novamemte me levantando seguindo o mesmo em um portal que se abre.

Ergo minha cabeça para trás e entro em desespero ao vê os que me ajudaram serem mortos pelos soldados do meu pai. O corpo do Sereiano no colo de Taehyung que o abraça forte, o Vento caído no colo de seu pai, o Tempo e o RM sendo carregados para um lado junto ao corpo de Lian e da Mãe Natureza.

Grito mais alto xingando todas as palavras e jogando todas as pragas que existem nesse mundo injusto contra o meu "pai", que ele desapareça e me deixe viver em paz. Sinto um forte dor acerta minha nuca e minha vista embaçar.

Kim Taehyung P.O.V

Vejo a Princesa ser carregada para longe entrando em um portal, olho em volta vendo o mar de sangue e de corpos ao chão naquela chuva triste e grossa, ao longe o corpo do meu melhor amigo sendo esfaqueada por um dos guerreiros do Reino Fogo, corro em sua direção puxando uma espada enfiada nas costas de uma dos guerreiros já morto.

Acerto os que entram em minha frente bloqueando a minha passagem, mato o que acertou o Sereiano que cai ao chão, seguro o corpo do meu amigo que cai de vagar ao chão junto ao meu que o ampara, abraço seu corpo olhando para seus olhos que transbordam a lágrima que cristaliza junto a chuva.

-Amigo?? Por favor não faz isso, me perdoe por ter te batido para ter feito você chorar, me perdoe por te meter em encrenca.__Acaricio sua bochechas gordinhas e rosadas, seus lábios carnudos esboça um sorriso froxo e trêmulo, suas mãos erguem até meu ombro dando um leve soco.

--Não os deixe pega-lo... Segue o seu caminho, encontre sua amada.__Ele segura minha mão e aos poucos seus olhos se fecham derramando uma última gota de lágrima.

-N-NÃO... Você não pode.__Abraço seu corpo forte entre meus gritos de dor pela perda do meu melhor amigo.__Irei te vingar meu irmão.

Me afasto do seu corpo correndo em uma direção distante do campo de batalhe, entre as árvores da floresta escura pelo céu nublado, dou uma última olhada para trás e vejo meus amigos caídos no chão ao meio de outros corpo, deixo a lágrima descer em meu rosto.

Saio daquela visão terrível, indo para longe de lá, sei o rumo que eu irei tomar e não irei desistir até que eu a tenha.

-Irei até você minha amada...



Notas Finais


Bom... A Fanfic está acabando falta mais 3 episódios e é uma Fanfic dramática, então...perdoe-me...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...