História Imagine Kim Taehyung(HOT) - Capítulo 66


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO
Personagens Baekhyun, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Rosé, Sehun
Tags Bts, Hot, Imagine, Taehyung
Visualizações 174
Palavras 3.644
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus amores lindos💟💟 como voces teem estado? Desculpem a demora para este capitulo, mas pelo menos vim com um capitulo grandinho e bastante amoroso.

Nao se esqueçam eu vos amo e boa leitura💕

Capítulo 66 - Finalmente a nossa casa


Fanfic / Fanfiction Imagine Kim Taehyung(HOT) - Capítulo 66 - Finalmente a nossa casa

S/N POV ON

•• 3 DIAS DEPOIS •••


Finalmente ja tinha chegado a casa, depois de 3 dias que mais pareceram uma eternidade. 


TAEHYUNG- Meu amor, não achas melhor ires para o quarto descansar um pouco?

PAI- Sim querida, era melhor - fechou a porta de casa

-Aish, eu já descansei muito -sentei-me no sofa enquanto o Taehyung pousava a minha mochila com algumas roupas que me tinham levado para o hospital

PAI- S/n, que teimosa -bufou- mas pronto tudo bem - vei-o ate mim e deixou um selar na minha testa - sendo assim liga a televisão filhota, que eu tenho que tratar de um assunto com o Taehyung 

-Alguma coisa de grave? -encarei-os e o Taehyung negou com a cabeça

PAI- É sobre a empresa querida -sorriu- qualquer coisa chama, é que a empregada não conseguiu vir hoje

-Tudo bem appa -sorri e peguei no controle para ligar a televisão


Agora sim podia relaxar tanto psicologicamente como fisicamente, confesso que já estava a ficar desgastada.


A minha vida tem andado uma confusão e espero que agora acalme um pouco, principalmente com a chegada do bebe, que ainda ninguem sabe que existe... 

Ainda não tive coragem de contar ao meu pai muito menos aos meus amigos, tenho receio, principalmente do meu pai não sei como ele vai reagir, se ele vai aceitar esta criança ou se me vai obrigar a abortar, coisa que eu não quero fazer! 


E quando dei por mim estava a levantar a minha t-shirt a acariciar a minha barriga, que ainda se encontrava normal já que estou grávida de semanas, mas em breve vou a uma consulta para ver como o bebe está.

A minha primeira consulta.


E no mesmo dia o médico vai ver o aspeto da cicatriz e ver se está a sarar bem, pois já tirei os pontos, por sorte a facada não foi muito profunda nem muito grande, mas foi o suficiente para sair uma boa quantidade de sangue.


Estava a ficar entediada, o meu pai e o Taehyung ainda nao tinham saído  do escritório, o que me estava a deixar bastante curiosa

Levantei-me e pus-me atras da porta do escritório para tentar ouvir a conversa.


PAI- Eles ja foram lá a casa -que casa?

TAEHYUNG- E então?

PAI- Nada -ele parecia um pouco irritado- simplesmente nada - ouvi um soco na mesa e assustei-me

TAEHYUNG- Tenha calma 

PAI- So encontraram um telemóvel jogado em cima da bancada

TAEHYUNG- Isso é tão esquesito, não acha que podem estar a morar nessa casa? Se se pode chamar assim

PAI- Verdade, parecia mais uma barraca no meio da floresta -ouvi ele bufar- mas mesmo assim já deixei os meus homens a vigiar a área - vigiar? - por isso agora é so esperar

TAEHYUNG- Claro, mais tarde ou mais cedo nós vamos descobrir..- merda deixei de conseguir ouvir


-Ah, caralho - bati com o mindinho na porta - puta que pariu

TAEHYUNG- S/n - abriu a porta assustado - está tudo bem meu amor? - agachou-se - a ouvir atras da porta? - riu para mim

-E-eu não estava Taehyung-ah - disse manhosa

TAEHYUNG- Vou fingir que acredito - continuou a rir - não te preocupes não era nada demais -eu acenti mesmo estando curiosa, mas não valia a pena, eu sabia que eles não me iam contar nada se eu perguntasse

PAI- Está tudo bem filha?

-Sim appa - sorri

PAI- Bem eu e o Taehyung estavamos a pensar em chamar os pais deles para virem aqui jantar que achas meu amor? - o Taehyung ajudou-me a levantar

-Uma ótima ideia appa

TAEHYUNG- Então eu vou ter que ir a casa amor - tirou o celular do bolso - e depois vou passar na casa do Jungkook 

-Tudo bem - assuprei 

TAEHYUNG- Ate logo baby - deixou um selinho nos meus labios -ate logo sogrinho - e saiu


PAI- Ei filhota, queres fazer alguma coisa? Ou ir a algum lugar? O pai leva-te

-Não appa -sorri- eu secalhar vou para o quarto deitar-me um pouco 

PAI- Se precisares de algo diz

-Appa so uma coisa

PAI- Sim? - encarou-me e sentou-se no sofá

-O Taemin?

PAI- Ah meu amor, ele teve que ir para Busan a noite passada

-Aish, nem se despediu de mim - fiz biquinho

PAI- Ele vai voltar, ele teve que resolver um problema, nada de grave - sorriu

-Ok -peguei na minha mochila e subi 


Entrei no quarto e suspirei já tinha tantas saudades de entrar aqui.

Amandei a minha mochila para um canto qualquer e fui para cima da cama.


-Vez meu amor - acariciei a minha barriga - aqui é o quarto da omma -ri- sabes ainda não consigo acreditar que estou realmente grávida, mas desta vez eu prometo que vou fazer tudo bem para nada te acontecer - fechei os olhos- tou com um pouco de medo de contar ao teu avô meu amor - continuei com os afetos na minha  barriga - espero que corra tudo bem quando o fizer, quero mesmo ser feliz - sorri- o colégio está já a terminar, falta apenas um mês e alguns dias, e so depois de te ter é que vou pensar em faculdades, quero me dedicar 100% a ti baby - virei-me de lado - tenho a certeza que vamos ser muito felizes, hum - bocejei - acho que está na hora de dormir um pouquinho bebe - e assim adormeci 




 - 19:00 -


Acordei com o barulho do celular, estiquei a mão e agarrei-o, deslizando o dedo pela tela.  


- CHAMADA ON -

MÃE -Ah meu amor, como estás? Ja sei o que aconteceu

-Oi mãe

MÃE- A minha princesinha estava a dormir ? Desculpa, mas a mãe estava preocupada 

-N-não faz mal- espreguiçei-me e encostei as costas na cabeçeira da cama

MÃE- Como te sentes?

-Melhor

MÃE- Que bom meu amor, fiquei tão preocupada quando o teu pai me contou -suspirou- queria estar opé de ti

-Mamãe - disse manhosa

MÃE- Ah que saudades de te ouvir dizer essa palavra filha -eu ri- o que minha filha linda quer, hum?

-Porque não vens á Coreia? Tenho saudades tuas mamãe, por favor

MÃE- Amor a mãe adorava mas eu não tenho dinheiro para as passagens e nem penses, não quero pedir nada ao teu pai

-Eu pago mãe, por favor, eu quero te contar uma coisa super importante

MÃE- Filha...

-Está decidido vou comprar as passagens sim? O Bambam também quer vir? Eu adorava que ele viesse

MÃE- Eu não posso aceitar amor

-Por favor, eu tenho novidades gigantes, serio

MÃE- Mas eu...

-Nada disso mãe, ah esqueci-me, o teu namorado tambem quer vir? 

MÃE- Não meu amor isso já não

-Então vou comprar para ti e para o Bambam 

MÃE- Eu prometo que depois te pago filha 

-Não é preciso mãe, eu vou ja tratar disso e depois quando vieram dormem aqui em casa, tem espaço suficiente

MÃE- Filha e o teu pai?

-Ele não vai se importar tenho a certeza, mesmo assim eu vou falar com ele agora 

MÃE- Ok filha

-Depois mando-te mensagem mamãe 

MÃE- Certo minha bebezinha, a mãe te ama

-Te amo mamãe- ouvi a sua risada e desliguei

 - CHAMADA OFF - 


Espreguiçei-me e vi as horas, acho que dormi demais.

Levantei-me da cama e entrei na casa de banho, precisava urgentemente de tomar um banho. 

Tirei toda a roupa que tinha no corpo e liguei a água. 

Vi todo o meu corpo nu no espelho e de seguida virei-me de lado.


-Acho que já estou a ficar com obsessão de ver a barriga nascer neném - falei sozinha 


Entrei na box e coloquei a água mais quente, ao início tremi um pouco apenas pelo choque de temperaturas, mas logo ficou perfeito.


Passei o meu corpo por água e suspirei.


Peguei no frasco de shampoo e coloquei um pouco de liquido na mão, começando a esfregar o cabelo. 


Depois de estar devidamente lavado peguei no outro frasco para lavar o corpo.

Tirei o shampoo, fechando os olhos, em conjunto com o liquido do corpo. 


Quando já estava limpa e cheirosa, coloquei-me mais uma vez debaixo de água para aproveitar aquela temperatura quentinha. 


Abraçei-me e encostei o corpo á parade da box, fechei os olhos e respirei fundo.

 

Estava a sentir-me tão bem, tão tranquila , finalmente um pouco de paz


Ergui-me, abri os olhos e desliguei a água. Sai da box e em vez de agarrar na toalha, tirei o roupão branco. 

Vesti-o e começei a secar os meus cabelos, depois de secos e já penteados sai da casa de banho e dei um nó no roupão. 


TAEHYUNG- Meu amor - abriu a porta - ah se soubesse que ias tomar banho tinha chegado mais cedo - abraçou-me por tras- está tudo bem ? 

-Sim - pousei o meu pescoço em cima do seu ombro - falei com a minha mãe, e ela vai passar aqui uns tempos

TAEHYUNG- Serio princesa? Que bom - deixou um selar no meu pescoço 

-E o Bambam também 

TAEHYUNG- O Bambam? - apertou mais a minha cintura- devo me preocupar? 

-Não Taehyung - ri e virei-me para ele - o Bambam é meu amigo de infância 

TAEHYUNG- Sendo assim tudo bem -sorriu- estou tão feliz princesa -acariciou a minha barriga e eu logo percebi o que ele queria dizer

-Eu tambem Taehyung-ah 

TAEHYUNG- Os meus pais já estão a chegar baby 

-Ok 

TAEHYUNG- Achas que o teu appa se irritava muito se eu tomasse um duche muito rápido? É que estou todo suado 

-Vai rapido - ri e deixei um beijo nos seus lábios

TAEHYUNG- Mas antes disso - pegou-me ao colo e eu entrelaçei as minhas pernas na sua cintura -senti saudades do teu cheiro princesa- ele deitou-nos em cima da cama, ficando por cima


Eu continuei com as as minhas pernas entrelaçadas á volta do seu quadril enquanto coloquei as minhas mãos em volta do seu pescoço. 

Ele enterrou a sua cabeça no meu ombro e começou a passar o seu nariz. 


Taehyung...- disse manhosa


O meu namorado começou a deixar selares no meu pescoço, passando o seu músculo molhado por essa região, enquanto as minhas mãos percorriam as sua costas por cima da camisola. 

Começei a sentir a sua boca sugar o meu pescoço e as suas mãos a entrarem pelo meu roupão a dentro. 


A sua lingua passava agilmente pelo meu pescoço. 


Ate que ele puxou o meu rosto e me fez encara-lo. 


O Taehyung entrecalou o seu olhar entre os meus olhos e os meus lábios, ate dar um sorriso malicioso.


Aish


Rapidamente ele juntou as nossas bocas num beijo ofegante e excitante. 


Com pressa agarrei o cós da sua camisola e subia para cima, com a sua ajuda.

Quando a peça ja tinha sido tirada ele juntos as nossas bocas novamente.


Eu sorri entre o beijo e ele aproveitou para colocar a sua lingua na minha cavidade bocal.

Os nossos músculos molhados ja se conheciam tao bem que já não era necessário guiar o beijo. As nossas linguas continuavam a se enrrolar numa dança enquanto os arfares do Taehyung se ouviam. 


Ele chupou o meu lábio inferior para podermos respirar um pouco e depois voltou a atacar os meus lábios com pequenos selinhos molhados.


Eu começava a ficar sedenta por ele, principalmente quando o Taehyung desfez calmamente o nó do meu roupão. 

Olhei-o entre o beijo e puxei os seus cabelos com força para aproximar-mos os rostos e os corpos. 


TAEHYUNG- S/n - gemeu rouco e eu desci a minha mão esquerda para apertar o seu membro já "acordado" 

-Taehyung-ah sempre tão grande - disse manhosa rente ao seu ouvido - ai amor - passei a lingua no seu lobulo 

TAEHYUNG- Vamos com calma - disse - não te quero machucar princesa - eu acenti


MÃE TAEHYUNG- Meninos? - bateu á porta e entrou logo em seguida, só deu tempo de o Taehyung se colocar em cima de mim para cobrir o meu corpo, já que o roupão estava aberto -Meu deus Taehyung! Deixa a moça! Tu és mesmo um desavergonhado - cruzou os braços - sai de cima dela, vá menino, estás á espera do que?

TAEHYUNG- Omma..

MÃE TAEHYUNG- Taehyung não tenho o tempo todo - bateu com o pé no chão - agora! - ele bufou e saiu - isso - sorriu e eu fechei o roupão rapidamente - quê? Estás a olhar assim para mim porque? - disse enquanto o Taehyung a encarava -nao precisas de ter vergonha querida, já vi muitas mulheres nuas - eu acenti e levantei-me - como estás? - abraçou-me

-Estou bem sogrinha - sorri e ela largou-me

 MAE TAEHYUNG- E tu pelo menos vai tomar um banho de agua gelada para abaixares essa ereção Taehyung!  - ele revirou os olhos e acentiu- não me revires os olhos menino - eu ri e ele arregalou os olhos para mim - veste alguma coisa querida, o teu pai já estava a perguntar por ti sorte que subi eu - deu uma risada - estamos á tua espera - eu acenti - secalhar é melhor eu ficar aqui para me certificar que o meu filho não te agarra - sentou-se em cima da cama enquanto eu tirava as minhas peças intimas, umas calças moleton da adidas e uma t-shirt branca do armário para vestir.



(...)


Ja estavamos todos cá em baixo, menos o Taehyung que deveria estar a terminar o duche. 


Tinha acabado mesmo agora de comprar as passagens online para a minha mãe e para o Bambam. 

O meu appa não ficou muito incomodado e percebeu o porque de a minha mãe querer vir.


Como os pais do Taehyung já conheciam o meu pai estava tudo tranquilo e animado, o meu appa parecia diferente...


MAE TAEHYUNG- Meu amor, vais chamar o Taehyung? É que a comida já está feita

-Claro, não demoro nada

PAI- Eu posso ir - interrompeu a conversa com o appa do Taehyung 

-Appa...

PAI- Pronto, pronto, já nao está ca quem falou - eu ri e subi as escadas para entrar no quarto


-Amor?

TAEHYUNG- Estou já a sair princesa - o seu celular apitou - ve ai quem é - eu acenti e peguei no telemóvel 


Sorri ao ver que a sua tela de bloqueio era eu e ele, depois disso coloquei o código e abri o aplicativo. 


Mas que merda é esta?


-Taehyung caralho! -gritei- o que é isto? - ele apareceu á minha frente so com uma toalha na cintura - "estou com saudades amor" , "obrigado por teres vindo hoje, a foda foi ótima!" , "te amo" - li as mensagens - estás a gozar com a minha cara? 

TAEHYUNG- Amor isso foi engano eu estou a falar a serio, eu era incapaz de te trair - disse nervoso - acredita em mim princesa - agarrou as minhas mãos 

-Eu vou já resolver esta merda - vi o numero novamente e liguei - estás fudido comigo Taehyung!  - e coloquei em voz alta 


- CHAMADA ON -

-Oh sua filha da puta! Sua pega de merda, como te chamas oh cabra?

XXX- Ahahahah

-Ainda te estás a rir sua merda? Eu vou-te partir toda vaca de merda

XXX- Ja chega hyung

-Jungkook?  Que merda é esta? -o Taehyung pegou no celular- eu vou-te matar Jimin, seu otario de merda ! Nao podias mandar uma mensagem a dizer numero novo? Tinhas que inventar que eras uma gaja ne ? So mesmo para me lixares

JIMIN- Foi engraçado- ouvimos a sua risada

-Deixa só Jimin -eu puxei o celular- Jimin vai á merda seu otario

JIMIN- Tambem te amo baby

-O caralho

JIMIN- Amanhã passamos na casa do Taehyung, ok? Beijos lindos

- CHAMADA OFF -


-Este estúpido - bufei e meti o celular em cima da cama

TAEHYUNG- Idiota - revirou os olhos- vez princesa, eu sou fiel

-Acho muito bem - agarrou a minha cintura

TAEHYUNG- Hum - deu uma risada- eu te amo princesa - passou o seu polegar em cima dos meus labios - tão atraentes, tão meus  - encarou-me 

-Eu tambem te amo - ele juntou as nossas bocas passando a sua lingua no meu labio inferior - temos que.. ir - disse enquanto ele me beijava


Ele ignorou-me e o beijo começou a ficar necessitado. 

As nossas línguas começaram a ganhar o ritmo enquanto o Taehyung me prensava na parede gelada. 


Arrepiei-me e ele sugou a minha língua.


A sua boca encaixava-se perfeitamente na minha, e as nossas respirações ja se tornavam ofegantes. 

Ate que a falta de ar surgiu.


TAEHYUNG- Amor diz a eles que 10 minutos desço, sim? - eu acenti e ele puxou o meu labio inferior com os dentes - desce antes que eu te ataque novamente oh gostoza - eu ri e neguei com a cabeça


Desci as escadas e avisei que o Taehyung estava prestes a descer. 


Quando ele chegou todos começamos a jantar. 

A comida estava bastante gostoza ja que a minha sogra insistiu que queria cozinhar para todos. 


As conversas surgiam naturalmente deixando um clima mais relaxado e animado, um clima ideal para contar sobre a gravidez, mas eu queria esperar pela minha mãe e contar a todos de uma vez só...sim seria o melhor, e tambem a viajem está marcada para daqui a dois dias, é só esperar mais um pouco.

Pedi licença e levantei-me da mesa para pegar o meu celular.

 Depois me sentei novamente ao lado do Taehyung.


TAEHYUNG- Foste buscar o celular para que amor? -sussurrou 

-Tenho que mandar a mensagem á minha mae, ja comprei as passagens - disse enquanto escrevia a mensagem 

TAEHYUNG- Ja está? - eu revirei os olhos e acenti - ainda bem - sorriu - eu preciso de pedir algo - falou em voz alta e todos o olharam - eu queria pedir ao meu sogrinho se permetia que a sua bela princesa se mudasse para o meu apartamento?

PAI- Que? - arregalou os olhos

-Taehyung - sossurrei 

TAEHYUNG- Eu gostava de poder acordar todos os dias com a minha namorada ao lado - entrelaçou os nossos dedos - e poder começar a construir a nossa vida, eu sei que ainda é cedo, mas eu gostava bastante de investir no meu futuro, com ela, cuidar do meu neném - arregalei os olhos e o blisquei - ah..

MAE TAEHYUNG- Ela ja não é um nenem Taehyung -riu- mas mesmo assim eu acho fofo falares assim - bebeu um gole de vinho

PAI- Filha tu queres ir? - todos me olharam

-Eu gostava -fiz uma pausa- tu sabes que eu estou apaixonada pelo Taehyung appa, mas ainda não tinha pedido porque nao sabia como ias reagir 

PAI- Isso é um passo muito grande filha

-Sim appa, eu sei, mas era algo que nós realmente queriamos - o Taehyung sorriu para mim e fez carinho na minha mão - e afinal eu sempre vou vir aqui e ter a tua casa não é appa?

PAI- Isso nem se pergunta meu amor, claro que sim, mas - suspirou- tu queres mesmo, mesmo? 

-Sim appa - ri 

PAI- Sendo assim - suspirou- tudo bem, voces tambem já nao são nenhumas crianças 

TAEHYUNG- Obrigado sogrinho - levou as nossas maos entrelaçadas aos seus labios e as beijou - eu te amo -sossurrou para mim

-Obrigado appa- sorri para ele - eu tambem amor

PAI TAEHYUNG- O meu filho está tão crescido - fingiu limpar uma lágrima

MÃE TAEHYUNG - O nosso - deu-lhe uma tapa - isso é muito bonito da tua parte meu filho - sorriu para nós

PAI TAEHYUNG- Mas quando te vais mudar S/n? Assim se fores para lá, tenho a certeza que esse menino nos visita mais vezes - o Taehyung revirou os olhos

-Bem como a minha omma e o meu amigo veem daqui a dois dias secalhar posso começar a levar já algumas roupas, mas ainda vou ficar por aqui

MÃE TAEHYUNG - Isso é uma boa ideia querida

PAI TAEHYUNG- Quando a tua mãe chegar seria um prazer a conhecer S/n - sorriu amigável 

PAI- Quando ela chegar iremos fazer um jantar - o meu pai o interrompeu - estão convidados e desta vez prometo que a minha empregada estará presente

MÃE TAEHYUNG - Que bom - festejou- estaremos cá - sorriu

PAI TAEHYUNG- Vamos fazer um brinde, então? Ao nosso mais novo casal - levantamos os copos


E ate ao final do jantar eu e o Taehyung trocamos olhares apaixonados.


Era oficial eu ia viver com o Taehyung. 


E no final correu tudo bem, o meu appa estava muito compreensivo e ate convidou o Taehyung para dormir aqui em casa, no meu quarto! 

Fico feliz por ele se ter tornado mais liberal.



- 23:15 -


A esta hora os pais do Taehyung ja tinham ido embora e cada um estava no seu quarto.


Despi-me e fui a correr buscar a camisola do Taehyung para dormir, e quando ele reparou começou a rir. 

Deitei-me na cama e liguei a televisão enquanto ele tirava as suas peças e ficava so com a sua box cor de vinho. 


TAEHYUNG- O jantar correu bem amor - deitou-se e eu agarrei a sua cintura de lado 

-Sim Taehyung-ah - sorri

TAEHYUNG- Estou tao feliz - disse mais uma vez neste dia - finalmente a nossa casa - colocou um fio de cabelo meu para tras da orelha - claro que depois vamos comprar outra

-Credo Taehyung - ri para ele

TAEHYUNG- O nosso nenem tem que ter um quarto so para ele baby - levantou a minha camisola e sorriu -fiquei um pouco nervoso ao inicio, mas agora estou tao contente em saber que vou ter uma menina

-Quem te disse que é uma menina, hum? Eu acho que é um menino 

TAEHYUNG- O meu instinto de appa - riu e abaixou-se para deixar um celar na minha barriga - dorme bem neném do appa - eu acaricei os seus cabelos e ele acabou por deitar a sua cabeça em cima das minhas coxas- acho que o appa vai fazer-te companhia aqui em baixo meu amor - eu ri e continuei a fazer cafuné nos seus cabelos


E passada meia hora a olhar para a televisão começei a ficar cansada, os meus olhos começaram a pesar.

E acho que o Taehyung se apercebeu, pois parei de passar a mão nos seus cabelos.

Ele subiu, ajeitando a sua cabeca na almofada e puxou o meu corpo para opé do dele. 

Eu virei-me de lado e ele agarrou a minha cintura por trás.


TAEHYUNG- Eu te amo baby

-Eu tambem Taehyung-ah -sorri e ele deixou um beijo nos meus cabelos




Parece que Kim Taehyung acabou por se tornar no meu primeiro amor...



Notas Finais


Espero que tenham gostado baby's
Ate ao proximo capitulo 💗💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...