1. Spirit Fanfics >
  2. Imagine Konan - Akatsuki >
  3. Quem é você?

História Imagine Konan - Akatsuki - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Nossa, demorei um pouquinho né?
Eu tive a belíssima ideia de criar outras fanfica e acabei me esquecendo dessa kkkkKKKK, sorry

Lembrando que: Ayanomae é um ajuste na tradução de "seu nome" para japonês. Ss preferirem que eu coloque S/N, deixem nos comentários.

Desculpem os erros e boa leitura.

Capítulo 2 - Quem é você?


Fanfic / Fanfiction Imagine Konan - Akatsuki - Capítulo 2 - Quem é você?

"— Qual seu nome, pequena?"

Vendo a situação da garota, decide ficar com ela no local por tempo indeterminado. 

— V-vocé é bonita. — Elogiou a garotinha, ainda fraca. 

— Ah.. obrigada. — Agradeceu, com um rubor um tanto vermelho em seu rosto. — A propósito, não me apresentei, né? Sou Konan, e garanto que enquanto estiver aqui, estará protegida. — Se revelou.

 Konan era uma jovem de vinte anos, aproximadamente 1.70 de altura; quanto a seu corpo, sua cintura era fina, coxas e seios de tamanho médio. Seus olhos eram cor de mel e costumava usar uma sombra roxa não tão exagerada; em seu lábio inferior, usava um piercing. A mulher, tinha um gosto especial por origamis, e sempre era vista com uma flor de papel em seus cabelos curtos e violetas.

Pode me chamar de Ayano. — A garota sorriu, se demonstrando estar mais segura com a moça que a resgatou.

— Então, Ayano... Me conte mais sobre sua pessoa, claro, se você se sentir confortável. — Konan puxou uma cadeira e se sentou. A garotinha, que ainda estava sentada no chão encolhida, levantou a cabeça e decidiu contar um pouco sobre sua vida. 

— Eu tenho ** anos. Quando eu tinha cerca de quatro anos, meus pais acabaram falecendo em um acidente de trabalho. Eles trabalhavam numa usina nuclear, ambos eram químicos e cientistas, e algo acabou ocorrendo fazendo um dos reatores explodir; todos que estavam no local morreram. Há um fato sobre mim que poucos sabem: ambos meus pais eram estéreis e não conseguiam reproduzir, então, fui criada em um laboratório, numa mistura do material genérico da minha mãe e do meu pai. Mas, eu sou 100% humana. Com a morte dos meus pais, eu fui morar com meus tios, e eles constantemente chegavam de bares bêbados e colocavam a culpa de qualquer coisa ruim que acontecia em mim, me deixando sem comer, beber, e chegavam até me bater como castigo. Mas hoje, eles passaram dos limites e falaram que eu iria dormir na chuva para eu aprender a não desobedecê-los. Sabe o quê eles queriam? Que eu limpasse toda a casa, lavasse toda a roupa deles, varrer o quintal, cerrar madeira, cortar a grama tudo em um dia. Eles parecem que não sabem que mesmo que eu seja criada em laboratório, sou humana; então decidi que eu preferia ficar na rua do quê voltar para aquele inferno que chamam de casa. — A garota começou a chorar em meio à seu relato, o que mostrou que realmente era humana e tinha sentimentos. — Por isso eu queria pedir para a senhora, que não me deixe voltar para lá, se precisar eu trabalho pra você, ajudar com os mantimentos da casa e...- Fora interrompida pela mulher, que ouvia tudo atentamente e sentia seu coração partir de novo, não conseguia imaginar o quê levaria dois seres "racionais" a cometer tamanha crueldade.

— Aqui você estará segura, relaxe. Fique tranquila, ok? Confie em mim. — Konan se abaixou e envolveu a garota com seus braços, a puxando para um abraço. Interromperam o contato quando uma pessoa entrou na cozinha.

"— Quem é essa, Konan? "


Notas Finais


Gente, se vocês quiserem que eu troque de Ayano pra S/N, COMENTEEEEM, POR FAVOR, QUERO ALGO QUE AGRADE A TODOS

Mas enfim, gostaram?

Até a próxima! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...